quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Juiz federal do Paraná vai definir destino do BMW usado por delegado amigo de Lula lotado na Abin

Edição de Quarta-feira do Alerta Total http://alertatotal.blogspot.com/

Breve, a Rádio Alerta Total no seu computador.

Adicione nosso blog e podcast a seus favoritos do Internet Explorer.

Por Jorge Serrão

O poderoso Lula fica irritado quando amigos lhe aprontam problemas a partir do nada. O mais recente virou uma pendenga para a Justiça Federal no Paraná resolver, depois que a Polícia Federal emitir seu parecer. Trata-se do que fazer com o BMW X5, avaliado em R$ 300 mil, apreendido de um traficante de drogas, que está à disposição de um delegado federal que trabalha do assessor especial da Agência Brasileira de Inteligência. Renato Porciúncula, que é amigo do Presidente da República, usava o carrão de luxo para ir ao trabalho, diariamente, no Setor Policial Sul.

Porciúncula tem tanto prestígio que chegou a ser cotado para assumir a direção-geral da PF. O episódio do carro queimou seu filme para futuras promoções. O juiz federal Sérgio Moro, da 2ª Vara Criminal de Curitiba, vai decidir qual será o destino do BMW modelo 2006, cor preta, movido a gasolina e com 360 cavalos de potência. Fabricado na Alemanha em 2005, o carrão, que deveria ser usado apenas para o combate ao tráfico de drogas, acumula R$ 16,3 mil em débitos por falta de pagamento do IPVA.

A Lei 11.343/06 prevê que os bens apreendidos pelas autoridades policiais em ações de repressão ao tráfico podem ficar sob a custódia provisória da polícia, de órgão de inteligência ou militares para não se deteriorarem enquanto aguardam trâmite dos processos na Justiça. Mas precisam ser usados “exclusivamente” no combate ao crime. No despacho, de dezembro de 2006, o juiz definiu que os automóveis deveriam ser usados para “deslocamento dos policiais que atuam diretamente na repressão ao tráfico de entorpecentes, armas e outros ilícitos de atribuição desse departamento”.

Porciúncula alega que o BMW é usado no interesse do serviço público em respeito à autorização concedida pela Justiça Federal em Curitiba. O BMW que o delegado Porciúncula usava “para combater o crime” estava em nome de Luiz Carlos Marques, identidade falsa do traficante Luciano Geraldo Daniel. Ele foi preso na Operação Ícaro, desencadeada pela PF nos estados de São Paulo, Paraná e Santa Catarina. A Justiça confiscou com a quadrilha R$ 15 milhões em bens, incluindo o BMW e mais 13 carros de luxo.

Vai sobrar pros famosos?

A Operação Naufrágio da Polícia Federal desarticulou ontem um esquema de duas quadrilhas que abasteciam viciados de classe média alta no Rio de Janeiro.

Segundo a PF, havia muitas celebridades entre os consumidores da Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes, Vargem Grande e Zona Sul que faziam parte da clientela dos bandos.

Os usuários chegavam a pagar R$ 100 por um grama de pó — o dobro do que vale a mesma quantidade de ouro.

Os clientes (cerca de 19 pessoas, entre atores, jogadores de futebol e jornalistas), cujos nomes não foram revelados, aparecem nas "escutas" telefônicas.

Resta perguntar: os usuários de luxo serão apanhados? Ou só os bandidos muquiranas do morro e do asfalto de luxo, mas sem prestígio junto ao poder?

Rendosa movimentação

A quadrilha movimentava R$ 1 milhão com a venda de cocaína, maconha e ecstasy para uma seleta freguesia de classe média alta nas zonas Sul e Oeste do Rio.

A droga vinha do Paraguai para as mansões do Rio, via Favela do Jacarezinho.

Vinte pessoas estão presas, entre as quais o gerente do tráfico da favela, Paulo Henrique Godinho dos Santos, o PH, 25 anos.

A rota

A cocaína entrava no Brasil por Foz do Iguaçu, no Paraná, e por Ponta-Porã, em Mato Grosso do Sul.

O primeiro preso na operação foi José Brasil Fragata.

Ele comprava a droga que chegava ao Rio pelo Morro do Jacarezinho, na Zona Norte do Rio, e distribuía para outros vendedores e para clientes de classe média alta.

Fragata tinha ainda uma espécie de "disque-drogas", e utilizava a própria casa, na Barra, para fazer a revenda da droga.

Execução

O assessor da Secretaria estadual de Governo do RJ, Ary Ribeiro Brum, de 60 anos, foi executado com pelo menos 15 tiros por criminosos que cercaram o carro oficial em que ele estava, na Linha Vermelha, no acesso à Rua Escobar, em São Cristóvão..

Brum ia se encontrar com seus seguranças na Linha Vermelha, para seguir para um compromisso em Jacarepaguá, quando foi morto.

Ao todo, foram disparados 26 tiros de fuzil 762 contra o Santana, veículo oficial em que Brum estava sozinho.

Policiais descartam a hipótese de tentativa de assalto, já que nada foi levado da vítima.

Amigos para sempre

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, confirmou ter recebido um comunicado da guerrilha colombiana Farc, prometendo a libertação de três reféns.

Recebi há alguns minutos o comunicado das Farc. Eu já estava alertado de que poderia ocorrer a libertação ou que as Farc poderiam anunciar a libertação de um grupo de pessoas. Parece que é um bom presente de Natal”.

A guerrilha ordenou a libertação da ex-deputada Consuelo González, no cativeiro desde 2001, da ex-candidata a vice-presidente Clara Rojas, seqüestrada em 2002, e do filho dela, Enmanuel, nascido há três anos no cativeiro, que seriam entregues a Chávez ou à pessoa que ele indicasse.

Efeito te callas

O rei Juan Carlos está fazendo escola em Montevidéu, no Uruguai.

O presidente Hugo Chávez foi rejeitado ontem por um menino de rua uruguaio.

Insistente, Chávez o abordou para tirar fotos com ele e Evo Morales, mas o garoto saiu correndo e detonou:

"Eu não, seu babaca".

Ventinho sem vergonha

Como naquele filme em que o vento levantou o vestido de Marilyn Monroe, uma rajada indiscreta no Uruguai atingiu a presidente da Argentina.

Cristina Kirchner estava ao lado dos colegas Lula e Hugo Chávez.

O ventinho indiscreto revelou a intimidade da presidenta Argentina, no momento em que ela assumiu a presidência pro-tempore do Mercosul e criticou os Estados Unidos.

Bronca da Juíza

O deputado Paulo Rocha (PT-PA) tomou uma carraspana da juíza Maria de Fátima, da 10ª Vara da Justiça Federal, ao prestar depoimento sobre o esquema do mensalão:

O senhor me respeite. Quem manda aqui sou eu. Aqui não é a Câmara dos Deputados. Aqui o senhor não é deputado. Aqui o senhor é réu”.

Paulo Rocha alegou que não teve curiosidade de saber de onde vinham os os R$ 900 mil que recebeu do publicitário Marcos Valério.

O parlamentar afirmou que a quantia foi empregada para pagar dívidas do PT no Pará, contraídas durante a campanha eleitoral de 2002.

Greve perigosa

Na véspera da votação de ações contra as obras no Rio São Francisco pelo Supremo Tribunal Federal, ribeirinhos, quilombolas e integrantes dos movimentos sociais aderiram à causa do bispo de Barra (BA), dom Luiz Flávio Cappio, contrário ao projeto.

Em greve de fome há 22 dias, o frade enviou uma contraproposta ao governo, em que se mostra flexível a algumas ações na área.

O religioso já dá sinais de problemas nos rins.

Haja convencimento

Após a derrubada da CPMF, o governo faz concessões para tentar garantir a prorrogação da Desvinculação das Receitas da União (DRU), mecanismo que libera o Executivo para gastar como quiser 20% do Orçamento.

O segundo turno de votação da proposta está marcado para hoje no Senado.

Para convencer a oposição a não boicotar os trabalhos, o Planalto aceitou suspender por 120 dias dívidas de R$ 12 bilhões dos bancos estaduais de Rondônia e do Paraná. Prometeu também não baixar pacote de aumento de impostos.

Mas para dar seus votos, os partidos de oposição querem garantia por escrito do governo de que não haverá aumento de impostos, como forma de compensar a perda de receitas de cerca de R$ 40 bilhões com a derrubada da CPMF.

Prometendo

O governo tentou seduzir os líderes da base no Congresso, além dos presidentes dos partidos aliados, com uma jantarzinho no Palácio do Alvorada.

Lula da Silva anunciou que não haverá pacote nem aumento de tributos para compensar a perda de receita com o fim da CPMF.

O ministro de Relações Institucionais, José Múcio Monteiro (PTB-PE), avisou que "o presidente garantiu que nada acontecerá" neste ano.

Sexta economia

Ao lado do Reino Unido, da França, da Rússia e da Itália, o Brasil passou a ocupar a posição de sexta maior economia do mundo.

Pelo menos no levantamento divulgado ontem pelo Banco Mundial, que analisou o desempenho de 146 países.

O Brasil responde pela metade da economia da América do Sul.

Nova regrinha

O Brasil ocupava a sétima posição anteriormente.

Segundo o estudo, o Brasil responde por 3% do PIB do planeta.

O método atual transforma as riquezas geradas por cada nação em uma moeda comum, para medir o que o dinheiro em circulação pode comprar.

No ano passado, quando o cálculo tinha o dólar como moeda referência, o país estava na sétima posição, com 2% do PIB global.

Samba da ministra relaxada?

Quem diria, Marta Suplicy virou samba-enredo de carnaval.
O bloco pré-carnavalesco "Nós que Nos Amamos Tanto", de Brasília, sairá no dia 19 de janeiro, na 202 SUL, com o enredo é "Relaxa e Goza".

Tudo em homenagem à célebre frase da ministra do Turismo. Com 456 votos, ganhou o samba "De Congonhas e Brasília".

Autores: Alexandre Cidade, Cláudio Vacareza e Dilton do Cavaco

Vou viajar no carnaval
Dona ministra, não me leve a mal BIS
Não quero barra de cereal
Relaxa e goza neste carnaval

O Nós que Nos Amamos
Tanto Sacode sem parar
É muita humilhação
Chega de imposto pra população

O Brasil já está cansado de esperar
Tô passando um sufoco
Tô há 5 dias esperando um vôo
Que hora que eu vou voar?

Cadê a empresa?
Cadê o avião?BIS
É só desculpa no balcão de informação

O meu dinheiro
Quero ver quem vai pagar
CPMF, o governo ainda quer cobrar
Vamos viajar no avião do presidente
Na hora você vai chegar

Vida que segue...

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

2 comentários:

Anônimo disse...

DA CLOUNA DO CLAUDIO HUMBERTO – 19/12/2007:








19/12/2007 | 8:19


Venezuelano diz que Chávez financiou Lula
O economista venezuelano Federico Alves, que mora em Miami e colabora com o FBI na investigação do escândalo da mala argentina, afirmou ontem a uma rádio hispânica local que o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, "comprou o Mercosul com dinheiro, financiando todos os governos progressistas" (da região). Garantiu que Chávez deu dinheiro à campanha da presidente argentina Cristina Kirchner, e que "em Caracas se sabe que ele financiou a campanha de Evo (Morales) na Bolívia, de Tabaré Vázquez (no Uruguai) e até de Lula, com dinheiro do petróleo, uma arma revolucionária". O economista se define como "ferrenho opositor" do governo chavista e apontou os venezuelanos Franklin Durán e Carlos Kauffmann como "intermediários" do regime bolivariano nas operações clandestinas de "grandes quantidades de dinheiro". A coluna mostrou em agosto o venezuelano-americano Guido Antonini, principal envolvido no escândalo da mala de US$ 800 mil supostamente para a campanha argentina, passeando com Hugo Chávez na praia de Copacabana, em 2004, durante uma das inúmeras visitas do aprendiz de ditador ao Brasil.

Anônimo disse...

Sexta economia??? UMA OVA!!!

Você também caiu nessa? Tem petralha no Banco Mundial... Veja a VERDADE:

1. Estados Unidos: 22.51%
2. China: 9.70%
3. Japão: 7.04%
4. Alemanha: 4.57%
5. India: 4.26%
6. Grã-Betanha: 3.46%
7. França: 3.39%
8. Russia: 3.09%
9. Itália: 2.96%
10. BRASIL: 2.88%

Como vê, algum petralha do Banco Mundial arredondou as porcentagens dos 4 países (Grã-Betanha, França, Russia, Itália e BRASIL) para 3% e disse que está em sexto. Matematicamente pode ser válido, porém, estatísticamente é um ERRO GROTESCO, já que se tara de comparar grandezas que diferem em 0.01 pontos percentuais.

E é bom que se diga: o Brasil CAIU de nono para décimo. Vale dizer: NADA PARA FESTEJAR.