terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Suíça quer punição para cinco ex-bancários envolvidos no Propinoduto da gestão Antony Garotinho

Edição de Terça-feira do Alerta Total http://alertatotal.blogspot.com/

Breve, a Rádio Alerta Total no seu computador.

Adicione nosso blog e podcast a seus favoritos do Internet Explorer.

Por Jorge Serrão

A Justiça Suíça quer fazer com seus cidadãos corruptos aquilo que a injustiça brasileira não fez com os daqui. A Procuradoria da Suíça acusou formalmente cinco ex-funcionários de um banco de Zurique suspeitos de envolvimento no esquema de corrupção fiscal no Rio de Janeiro, que veio à tona em 2001, durante o governo de Anthony Garotinho. Aqui, o esquema do Propinoduto ficou impune. Puniram-se os fiscais de renda tomadores ilegais de grana das empresas. Mas nenhum empresário corrupto ou corruptor foi pego.

Em 2003, a Justiça Federal condenou 22 dos 23 fiscais da Fazenda Estadual e auditores da Receita Federal. Todos eram envolvidos no esquema de remessa ilegal para o exterior. Os fiscais Carlos Eduardo Pereira Ramos e Rômulo Gonçalves receberam as maiores penas, de 17,5 anos de prisão. O famoso Rodrigo Silveirinha, ex-secretário de Fazenda no governo de Garotinho, apontado como um dos líderes do esquema, foi condenado a 15 anos. Também envolvidos no esquema, os empresários de jogadores de futebol, Reinaldo Pitta e Alexandre Martins, deverão cumprir pena de 11 anos.

Mas, por enquanto, todos estão soltos. Nenhum deles na cadeia. Todos aguardam, em liberdade, seus recursos na Justiça. Os fiscais ficaram sem o emprego público. Mas nenhum deles teve seu patrimônio confiscado. Empresas que teriam participado do esquema ficaram livres de punição. O rigor seletivo no escândalo do propinoduto foi evidente. Estavam envolvidas no esquema grandes transnacionais – inclusive uma famosa empresa do setor de alimentos com sede na Suíça – cujos dirigentes fizeram a denúncia inicial de que eram extorquidos por um esquema político no Rio de Janeiro. Se a denúncia desta empresa às autoridades suíças viesse à tona, ciria muita gente boa no Brasil.

O esquema do Propinoduto movimentou 60 milhões de francos suíços (US$ 53,2 milhões). Os banqueiros teriam mantido contas em nome de fiscais e auditores da Receita Federal, além de funcionários de alto escalão do Brasil, que teriam investido 60 milhões de francos de origem ilegal durante um período de três meses. Os cinco acusados suíços não foram identificados. Todos seriam funcionários de nível médio e elevado do Discount Bank & Trust (atual Union Bancaire Privée).

O ministro alemão do Lula

Durante um almoço de lobby, na casa de um empresário, em São Paulo, o ministro da Previdência, Luiz Marinho, abraçou a proposta feita por um advogado para que seja monetizada a dívida da previdência - igualzinho ao feito pela Alemanha Nazista, em 1937.

O advogado destacou ao ministro que, monetizando a dívida pública, o Brasil economizaria uns R$ 150 bilhões.

Entusiasmado com o que acabara de ouvir, o ministro Marinho vibrou com seu interlocutor, contando vantagem:

"Já estamos pensando nisso. Estou tentando convencer o governo dessa necessidade".

Taí, nem o presidente Lula devia saber que tem um companheiro ministro e sindicalista adepto das soluções econômicas criativas, adotadas pelo nazismo de Adolf Hitler.

Madeiraaaaaaaaaaaaaaaaaa

Aconteceu tudo conforme programado pela ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, pelos lobistas do PMDB, pelo grupo do governador mineiro Aécio Neves e pelos espanhóis laranjas dos ingleses que tomam de assalto a economia brasileira.

Em apenas sete minutos, o consórcio Madeira Energia (liderado pela construtora Odebrecht, Furnas, Cemig, Andrade Gutierrez e Santander-Banif).venceu o leilão para fazer a usina hidrelétrica Santo Antônio, no Rio Madeira (Rondônia).

As obras, orçadas em R$ 9,5 bilhões, terão início no fim do primeiro semestre de 2008 e a usina gerará energia em 2012.

O grupo vencedor ofereceu R$ 78,89 o megawatt-hora, valor que é 35,3% abaixo do teto de R$ 122 fixado no edital do governo.

Vale em todas

O consórcio Madeira Energia informou que negocia com a Vale a venda de parte da energia a ser gerada no projeto.

O grupo vencedor admite que o BNDES, fundos de pensão e outras empresas podem entrar no negócio.

Pelas regras do leilão, após a definição do vencedor pode ocorrer uma reorganização da composição do consórcio, com inclusão de novos parceiros, com exceção das empresas que participaram dos consórcios derrotados.

Entre aliados do Foro

Um café da manhã entre o chefão Lula e o colega colombiano Álvaro Uribe gerou a oferta concreta de ajuda na questão dos reféns da guerrilha das Farc.

O assessor internacional da Presidência, Marco Aurélio Garcia, comentou que a ajuda brasileira nas negociações em torno dos prisioneiros será feita "sem grandes ruídos".

Ou seja, tudo entre os aliados do Foro de São Paulo – balaio de gato que mistura partidos de esquerda com grupos narco-guerrilheiros e que luta pela implantação do “socialismo” na América do Sul e Caribe.

Bolívia dividida

A previsão de guerra civil na Bolívia é dada como pule de 10.

Em reunião de emergência, cinco dos nove governadores bolivianos rejeitaram ontem a nova Constituição do país, aprovada domingo.;

Eles confirmaram que vão declarar, sábado que vem, autonomia em relação a La Paz.

A cara dele

Para o presidente Lula, Evo Morales foi "a coisa mais extraordinária" que aconteceu na América do Sul, pois o índio é "a cara da Bolívia".

Os produtores brasileiros de soja que atuam naquele país pensam bem diferente do chefão de Brasília.

São cerca de 300 grandes proprietários, responsáveis por 40% da produção boliviana do grão, que correm o risco de perder tudo depois que a constituição do cacique Evo aprovou um Referendo sobre a expropriação de terras na Bolívia.

Quase derrota

Sem dispor dos votos necessários para aprovar a prorrogação da CPMF até 2011, o governo vai propor hoje novo adiamento da votação do imposto do cheque.

O líder do governo na Casa, Romero Jucá (PMDB-RR), tentou até a última hora reunir 49 votos, mínimo para aprovação.

Mas ontem à noite acertou com o Palhaço do Planalto que a sessão de hoje será só para discussão da CPMF.

Poder doente

Com dificuldades para garantir os 49 votos necessários para aprovar a prorrogação da CPMF no Senado, o Palhaço doPlanalto sofreu duas baixas.

Os governistas Roseana Sarney (PMDB-MA) e Flávio Arns (PT-PR) foram hospitalizados.

Aliados do presidente Lula já falam em deixar a definição sobre a CPMF para 2008.

Imposto fora da lei

Um estudo realizado pelo Núcleo de Tributação e Finanças Públicas da Escola de Direito de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV), aponta que desde 2001, dos recursos arrecadados a título de CPMF, aproximadamente R$ 3,2 bilhões, foram gastos sem que houvesse previsão em lei.

Em 2005, o Ministério da Ciência e Tecnologia recebeu R$ 4,19 milhões, outros R$ 24,25 milhões foram para o Ministério da Defesa.

Mais R$ 189,53 milhões foram para o Ministério da Educação e R$ 1,12 milhão para o planejamento.

Rolo das siglas

Além da prorrogação da CPMF, o desgoverno Lula também esquenta a cabeça com a DRU (Desvinculação das Receitas da União).

O artifício permite que 20% da arrecadação tributária possam ser usados no ajuste fiscal, livres das vinculações impostas pela Constituição para aplicação em áreas como saúde e educação.

A prorrogação da DRU até 2011 tem de ser votada junto com a CPMF.

Enquanto a CPMF garante R$ 40 bilhões por ano ao governo, a DRU permitiria, em 2008, que o Palácio aplicasse no superávit primário R$ 90 bilhões de recursos do Orçamento destinados à área social.

Fora, Sarney, again!

O Senador, ex-presidente da República e acadêmico José Sarney comunicou que definitivamente não aceita voltar a presidir o Senado.

Sarney deu seu aviso oficial ao ministro e senador licenciado Hélio Costa, a seu suplente, Wellington Salgado (MG), e aos senadores Romero Jucá (RR) e Renan Calheiros (AL)

O grupo, que detém pelo menos 11 dos 20 votos da bancada, decidiu apoiar a candidatura de Garibaldi Alves Filho (RN), que agora passa a ser o favorito na disputa.

Pau no peleguismo

O PPS recorreu ao STF para barrar a cobrança do imposto sindical obrigatório.

O primeiro alvo é a suspensão, por liminar, da contribuição do empregador, em janeiro.

Na ação, o partido alega que a cobrança fere a liberdade de associação.

O sindicalismo mafioso, sustentado com dinheiro fácil dos trabalhadores e empresas obrigados a contribuir, tem mesmo de acabar no Brasil.

Vida que segue...

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

5 comentários:

Anônimo disse...

XÔ CPMF – ESTÁ NA HORA!

ATENÇÃO: ESTÁ NO VOTO DESSES SENADORES O DESTINO DA CPMF. VOCÊ, QUE SABE QUE O DESTINO DEVE SER A EXTINÇÃO, ESCREVA PARA CADA UM DELES. MANDE E-MAIL. VAMOS ACABAR DE VEZ COM A CPMF.
XÔ CPMF NELES.

* Expedito Júnior (PR-RO) - Tem dois desejos: emplacar um afilhado no Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (DNIT) de Rondônia e negociar com o governo a dívida de R$ 900 milhões do Banco do Estado de Rondônia. A vaga que Júnior quer no DNIT é ocupada por um afilhado político de Vaudir Raupp (RO), líder do PMDB.
Lula não quer negociar a dívida. Júnior, então, prometeu aos líderes da oposição votar contra a CPMF.
Email do senador: expedito.junior@senador.gov.br

* Epitácio Cafeteira (PTB-MA) – O governo conta com o voto dele. Mesmo assim, Cafeteira confidenciou a vários dos seus colegas que cansou de ver somente a família Sarney fazer nomeações no seu Estado. Quer duas coisas: indicar o Delegado Regional do Trabalho no Maranhão e um diretor da Petrobrás.
Email do senador: ecafeteira@senador.gov.br

* Geraldo Mesquita (PMDB-AC) – Garante que não quer cargos nem liberação de emendas ao Orçamento da União destinando dinheiro para obras em sua base eleitoral. Foi procurado por interlocutores do governo para tratar da liberação de emendas - e denunciou a manobra em discurso no Senado. O governo continua contando com o voto dele. A oposição, também.
Email do senador: geraldo.mesquita@senador.gov.br

* Romeu Tuma (PTB-SP) - Promete votar contra a CPMF se op DEM, seu ex-partido, não for à Justiça pedir o mandato dele de volta. Queria emplacar seu filho, o ex-deputado Robson Tuma, na diretoria da Caixa Econômica Federal - mas diz que desistiu da idéia. Sobre seu outro filho, Tuma Júnior, nomeado para uma diretoria do Ministério da Justiça, o senador afirma que ele ganhou o cargo mais por competência do que por influência.
A oposição não confia no voto dele. Nem o governo.
Email do senador: romeu.tuma@senador.gov.br

* César Borges (PR-BA) - Teme que o DEM, partido pelo qual se elegeu, vá à Justiça pedir seu mandato de volta. Por isso garante que votará contra a CPMF. Ocorre que o PR, seu novo partido, é da base de apoio do governo e quer que ele vote a favor da CPMF. Ele pode fazer qualquer coisa. Decidirá na última hora.
Email do senador: cesarborges@senador.gov.br

* Adelmir Santana (DEM-DF) - Diz que votará contra a CPMF. Mas tem conversado freqüentemente com o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM). O partido de Arruda fechou questão contra a CPMF - mas Arruda quer fazer média com Lula cabalando o voto de Santana em favor da CPMF. A oposição conta com o voto dele. O governo, menos.
Email do senador: adelmir.santana@senador.gov.br

* Cícero Lucena (PSDB-PB) - Ligado ao governador da Paraíba Cássio Cunha Lima (PSDB), está dividido entre seguir a orientação da bancada do PSDB no Senado contra a CPMF e atender o apelo de Cássio para votar com o governo. Diz que votará contra a CPMF, mas nem o governo nem a oposição confiam nele.
Email do senador: mailto:cicero.lucena@senador.gov.br

* Jonas Pinheiro (DEM- MT) - Apesar de jurar ao líder do DEM José AgripinoMaia (RN) que votará contra a CPMF, está sob pressão do governador de Mato Grosso, Blairo Maggi (PR), para que vote a favor. Maggi prometeu ajudá-lo a se reeleger em 2010. Comprometeu-se, inclusive, em pagar parte de despesas de sua campanha. É voto incerto para qualquer dos dois lados.
Email do senador: jonaspinheiro@senador.gov.br

* Jayme Campos (DEM-MT) - Também sob pressão de Maggi, voltou a repetir, hoje, em discurso no Senado que votará contra a CPMF.
Email do senador: jayme.campos@senador.gov.br

* João Tenório (PSDB-AL) – Amigo do governador de Alagoas Teotônio Vilela (PSDB), está entre o acordo que fez com seu partido de votar contra a CPMF e o apelo que recebeu de Vilela para que vote a favor. Assim o Estado receberia mais verbas do governo federal.
Email do senador: jtenorio@senador.gov.br

* Lúcia Vânia (PSDB-GO) - Alcides Rodrigues, governador do Goiás, quer aumentar a parcela da arrecadação da CPMF destinada ao seu Estado. Como o outro senador goiano do PSDB, Marconi Perillo, é voto certo contra a CPMF, Rodrigues assedia Lúcia Vânia para que vote a favor. Ela hesita.
Email da senadora: lucia.vania@senadora.gov.br

* Eduardo Azeredo (PSDB-MG) . Está na mesma situação de João Tenório. É amigo do governador de Minas Gerais Aécio Neves - e Aécio sua a camisa para ajudar o governo a aprovar a CPMF.
Email do senador: eduardo.azeredo@senador.gov.br

* Osmar Dias (PDT-PR) - Enfrenta a ameaça de acabar expulso do PDT por ser contra a CPMF. Os quatro outros senadores do PDT votarão a favor. Dias continua dizendo que votará contra, mas a oposição dá o voto dele por perdido.
Email do senador: osmardias@senador.gov.br

Anônimo disse...

No país dos lunáticos aloprados, só zoando.... e muiiiiiito!





PRA LER COM TODA A SERIEDADE....


CASO CONSIGA!!!!


CONCURSO PÚBLICO INTERNO :

Veja se você conseguiria aprovação para concorrer a uma vaga de assessor de Deputado.
As questões foram elaboradas a pedido do digníssimo atual Presidente da Câmara, para submeter seus parentes a uma prova, demonstrando que os mesmos têm capacidade para assumir os cargos que ocupam, e que essa história de nepotismo é pura inveja de quem não consegue arranjar uma boquinha...

1) Um grande presidente brasileiro foi Castelo _________
( ) Roxo
( ) Preto
( ) Branco
( ) Rosa choque
( ) Amarelo


2) Um líder chinês muito conhecido chamava-se Mao-Tsé______
( ) Tang
( ) Teng
( ) Ting
( ) Tong
( ) Tung


3) A principal avenida de Belo Horizonte chama-se Afonso_______
( ) Pelo
( ) Pentelho
( ) Penugem
( ) Pena
( ) Cabelo


4) O maior rio do Brasil chama-se Ama_________
( ) boates
( ) zonas
( ) cabarés
( ) relinho
( ) ciante


5) Quem descobriu a rota marítima para as Índias foi __________
( ) Volta Redonda
( ) Fluminense
( ) Flamengo
( ) Botafogo
( ) Vasco da Gama


6) A América foi descoberta por Cristóvão Co_______
( ) maminha
( ) picanha
( ) alcatra
( ) lombo
( ) carne do sol


7) Grande Bandeirante foi Borba _______
( ) Lebre
( ) Zebra
( ) Gato
( ) Veado
( ) Vaca


8) Quem escreveu ao Rei de Portugal sobre o descobrimento do Brasil no ano de 1.500 foi Pero Vaz de ________
( ) Anda
( ) Para
( ) Corre
( ) Dispara
( ) Caminha


9) Um famoso ministro de Portugal foi o Marques de _________
( ) Galinheiro
( ) Puteiro
( ) Curral
( ) Pombal
( ) Chiqueiro


10) D. Pedro popularizou-se quando __________
( ) eliminou a concorrência
( ) decretou sua falência
( ) saturou a paciência
( ) proclamou a independência
( ) liberou a flatulência
11) Pedro Alvares Cabral _____________
( ) inventou o fuzil
( ) engoliu o cantil
( ) descobriu o Brasil
( ) foi pra p que p...
( ) tropeçou mas não caiu


12) Foi no dia 13 de maio que a Princesa Isabel____________
( ) aumentou a tanajura
( ) botou água na fervura
( ) engoliu a dentadura
( ) segurou a coisa dura
( ) aboliu a escravatura


13) Um grande ator brasileiro é Francisco Cu______
( ) sujo
( ) de ferro
( ) oco
( ) largo
( ) apertado


14) O autor de Menino do Engenho foi José Lins do ______
( ) Fiofó
( ) Cu
( ) Rego
( ) Furico
( ) Forévis


15) O mártir da independência foi Tira___________
( ) gosto
( ) cabaço
( ) que está doendo
( ) dentes
( ) e põe de novo


16) D. Pedro I. as margens do Rio Ipiranga, gritou_______________
( ) Hortência volte!
( ) Eu dou por esporte!
( ) Como dói, prefiro a morte!
( ) Independência ou morte!
( ) Maria, endureceu! Que sorte!

Anônimo disse...

"A coisa mais extraordinária" que aconteceu na América do Sul. Olha o parâmetro que esse ridículo possui para realizar comparações.
Ah, alguém tem que avisar o Mula que o Chavez tá zoando ele. O maluco acha que está abafando. Tá sendo é zoado por toda a AL, inclusive o Evo Morales. Fala Sério.

Anônimo disse...

Como sempre, magistral a análise do bloguista e do Bastilha: allons, enfants de la Patrie... Só que o hino era para a queda da Batilha e nós cantamos para a queda da CPMF.

rico_fil disse...

Maquinas de jogos de azar( legal ou ilegal) só há demagogia no Brasil se prende maquinas, pessoas, policiais se corrompem e uma das desgraça social e as autoridades nada fazem para terminar definitivamente o problema.EU DIGO
FAÇAM UMA LEI EM QUE TODO COMERCIANTE QUE DEIXAR COLOCAR AS MAQUINAS DE AZAR EM SEU ESTABELECIMENTO, O ESTABELECIMENTO IRA SER FEIXADO POR TEMPO ESTABELICIDO E SEU DONO ENGUADRADO NO CHADRES PAGANDO A PENA NA ALTURA DA LEI....PRONTO ESTA SULUCIONADO O JOGO DE AZAR NO BRASIL....como estas corjas de políticos em sua maioria nada fazem para melhorar a vida do cidadão não é verdade quanta demagogia quanta hipocrisia em que vivemos todos NÓS BRASILEIROS.