domingo, 2 de março de 2008

Cidade Maravilhosa do Reino de Deus?

Edição de Artigos de Domingo do Alerta Total http://alertatotal.blogspot.com/

Por Jorge Serrão

O senador Marcelo Bezerra Crivella (PRB-RJ) agora é mesmo o franco favorito para se tornar Prefeito da Cidade do Rio de Janeiro na eleição de outubro. O caminho para o Palácio da Cidade ficou livre para o cantor gospel e bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus, após a desistência oficial da pré-candidatura de Wagner Montes (que é um dos líderes de audiência da TV Record na guerra santa do Ibope contra a Rede Globo). E nem adianta a oposição católica, como se diz na gíria, “reclamar com o bispo”.

Ontem, Wagner Montes comunicou oficialmente ao PDT que desistiu de se candidatar à Prefeitura do Rio. Wagner era o primeiro colocado nas pesquisas de opinião. Quem vinha logo atrás dele nas sondagens era Marcelo Crivella, cujo tio, o bispo e empresário Edir Macedo Bezerra, é “proprietário” da Rede Record. Agora, a tendência é que o PDT – que faz parte da base aliada do desgoverno Lula - feche uma aliança municipal e apóie Crivella, que em 2004 não teve forças suficientes para vencer Cesar Maia, que disputava a reeleição.

Tudo indica que o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, vá trabalhar neste sentido – apesar de resistências internas, como a do deputado Miro Teixeira (ex-ministro das Comunicações e amigo de Lula), que também pretendia disputar a Prefeitura carioca. Marcelo Crivella mantém uma regularidade de 20% nas pesquisas de opinião. Caso Wagner Montes entre de cabeça em sua campanha – o que tudo indica que vai acontecer -, Crivella pode contar com a média de 30% de votos que sempre ajudou a eleger o prefeito do Rio. Assim fica mais fácil enfrentar e ganhar dos prováveis adversários: Denise Frossard (PPS), Solange Amaral (DEM), Jandira Feghali (PC do B), Eduardo Paes (PMDB) e Otávio Leite (PSDB).

A eleição municipal de 2008 no Rio de Janeiro tem importância capital para uma estratégia de poder futura - já bem desenhada politicamente pela cúpula da Igreja Universal do Reino de Deus. Caso consiga eleger Crivella – como o atual cenário indica -, o projeto seguinte é a conquista do Governo do Estado do Rio de Janeiro, em 2010. Sendo governador – e com a ajuda da máquina televisiva da Record e a capilaridade da Igreja Universal por todo o Brasil -, fica mais fácil o tão sonhado caminho para o Palácio do Planalto em 2014. O Bispo Macedo já avisou que não será candidato. Prefere apoiar seu sobrinho Marcelo.

Uma das grandes armas pró-Crivella é o crescente investimento na Rede Record no Rio de Janeiro. Só em teledramaturgia a Record investiu R$ 30 milhões para adquirir o atual RECNOV (que era um mega estúdio pertencente ao trapalhão global Renato Aragão). Também investiu outros R$ 20 milhões na construção de cinco cidades cenográficas em Vargem Grande, na Zona Oeste da Cidade Maravilhosa. Na central de Jornalismo no RJ, muito bem comandada pelo jornalista Thiago Contreira, foram aplicados outros R$ 2 milhões e 500 mil reais.

A Record prepara, para ontem, a mega-construção de sua nova sede regional na Barra da Tijuca. Na estratégia comercial da emissora, reside o óbvio ululante. Vale a pena investir no Rio de Janeiro, que concentra 70% de toda produção e conteúdo audiovisual do País (ai incluindo TV, cinema, vídeo e música). Mas a Record carioca também precisa estar mais bem preparada para o acirramento da briga comercial com a Rede Globo, cuja sede é no Rio. A batalha tem tudo para se intensificar se o sobrinho do proprietário da Record conquistar o trono de Cesar no Palácio da Cidade – conforme indicam as pesquisas.

Logicamente, a Record não fará campanha para Crivella. Até porque a lei não permite. E o bom senso menos ainda. Mas uma emissora bem estruturada, e com índices de audiência crescentes, dará sustentação ao eventual governo Crivella, que deve sofrer dura oposição da Rede Globo e da Igreja Católica. Se bobear, até o Papa Bento 16 vai interferir no processo eleitoral que buscará votos de fiéis no Morro do Alemão e adjacências. Crivella é forte nas favelas, onde conquistou a grande parte dos seus 3,5 milhões de votos para o Senado, em 2002. Nada custa lembrar: ele derrotou o “mito” Brizola...

O Imperador do Rio, ave Cesar Maia, registrou em seu “Ex-blog” do último dia 26: “Campanha de Crivella avança!”. O prefeito carioca citou o informe recebido de um presidente de associação de moradores da Zona Norte carioca, revelando detalhes de uma reunião de campanha de Crivella ocorrida no dia 23 de fevereiro, um sábado, no Méier. O principal foco de Crivella são as favelas (agora chamadas oficialmente de “comunidades”, termo politicamente correto usado pelo jornalismo da Rede Record e pelo marketing de campanha de Crivella).

Cesar revelou que, nas reuniões, Crivella fala das obras realizadas nas favelas e da parceira entre o governo Federal e Estadual para a realização das mesmas e que a prefeitura necessita de parcerias como essas para atingir a população de baixa renda do Rio de Janeiro. Faz diversas referências ao fato de ser do Partido do Vice Presidente e de sua ligação com o Presidente Lula, dizendo que tem bom dialogo com o mesmo.

“Crivella diz que é importante estender o Projeto Cimento Social para outras comunidades do Rio de Janeiro, e só assim alterar a vida das pessoas das mesmas áreas.Diz que 15 mil famílias são detentoras de 90% da Dívida Interna Pública Brasileira. Cita o fato de o Lula ter liquidado a dívida Externa Brasileira. Bradesco, Itaú, Unibanco e Real são os bancos que tem o comando da Economia Brasileira. Afirma que tudo que é do Brasil está nas mãos de poucos”.

Cesar também revela a estratégia de ataque de Crivella contra a Rede Globo (um discurso que faz sucesso no Rio de Janeiro, entre as camadas mais pobres, desde os tempos da eterna briga entre os falecidos Leonel Brizola e Roberto Marinho). O informante de Cesar conta que Crivella alterna citações bíblicas com alfinetadas na Globo, durante sua exposição política. Também informa que Crivella diz que o Brasil tem muitos canais de Televisão, mas quem manda mesmo é a Globo.

O discurso de Crivella segue direitinho a “ética protestante”, de valorização do trabalho, combinando com teorias Pós-keynesianas formuladas pelos seus assessores, principalmente o economista e jornalista José Carlos de Assis. O informante de Cesar faz outras revelações sobre o discurso de Crivella na reunião que confirmam sua tática de discurso. Crivella argumenta que, devido à queda de juros realizada no governo Lula, foi possível realizar o PAC. “A Estratégia dos ricos é manter o baixo crescimento econômico, para assim, o pobre se endividar com os juros altos e o pobre só conseguir empregos com baixos salários, devido à alta demanda pelos empregos e sua baixa escolaridade”.

O discurso do senador tem eficácia política imediata. Ele fala exatamente aquilo que o eleitor carioca, das classes econômicas menos favorecidas, quer ouvir. Marcelo Crivella tem chances porque faz o discurso do “pleno emprego”, do “crescimento econômico” e do “respeito ás comunidades carentes”. Por isso, tem chances de conquistar a estratégica prefeitura da maravilhosa Cidade-Estado, que serve de cartão postal político para o Brasil e o mundo.

A ação política da Igreja Universal do Reino de Deus, que nega oficialmente ter tal estratégia política (tal discurso vem dos seus fiéis-eleitores), tem tudo para conquistar a Cidade Maravilhosa. Os passos seguintes, para o Palácio Guanabara em 2010, e na direção do Palácio do Planalto, em 2014, dependem de muitos outros fatores que só o tempo e a razão política vão revelar. Quem viver, e for vivo, verá. O Cristo Redentor que se prepare para os próximos capítulos da novela política.

Jorge Serrão, jornalista radialista e publicitário, é Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. http://alertatotal.blogspot.com/ e http://podcast.br.inter.net/podcast/alertatotal

5 comentários:

Anônimo disse...

O EB está entrando de gaiato nessa obra eleitoreira. Se nossas autoridades militares não tiverem coragem de peitar essa situação colocarão a Instituição em maus lençóis, pois o próximo passo dos calhordas é jogar a tal obra social do morro da Providência para o Complexo do Alemão. Ai, pode encomendar o padre para rezar a missa....

bastilha disse...

Serrão


O Cristo Redentor será substituído pela escultura do tal bispo macedo?

Anônimo disse...

Essa "igreja" evangelica da a medida exata do grau de ignorancia da maior parte da populacao brasileira. Enquanto aventureiros e saqueadores do erario (o Mulla e o saqueador mor)de toda especie infetarem a politica, "essepaiz" nao tem jeito.

bastilha disse...

Sou de menor!
Não me bate!
Amanhã posso ser teu terror
Posso roubar, posso votar, posso estuprar.
Meu nome só tem iniciais e vou te matar
A vida está pra mim
Não tem começo e nem fim
Não tenho flagrante
Só amante
A cidade é toda minha...
Porque sou dono da farinha
Sou Presidente!
Mando matar
Fico um demente!
Mando roubar
É mais descente
Minhas mãos só têm nove dedos
Minha família está rica
Vou explorar os teus medos
E nada me santifica
Temos dupla nacionalidade
E muita maldade
Os juízes têm medo de mim
Deputados, Senadores também
Pois sou como cupim
Não respeito ninguém
Quando tomo minhas biritas
Mando os otários pro além
Destas almas malditas
Digo o que quero e ainda fico rindo
Em meu jardim zoológico lindo
Tenho um bando de Generais que me respeitam
E se pelam de medo de mim
Não existe os que me peitam
Faço-os comer capim
Tenho o MST ao meu lado
E um bundão aloprado
Tenho o Chavez, para me defender
Ta tudo dominado
Se mexer, vão se fud...r
Estou longe do alcance das leis
Não quero nem saber
A vida está pra mim
Sou um querubim
O Brasil é todo meu....Mariasita
É nois na fita!

Abraços
Paulo G.
reservaer

Anônimo disse...

Esse igreja do Macedo trabalha com muita sutileza. Ataca os pontos fracos dos desesperados. Me lembro certa vez, num desses programas que passam na primeira hora do dia, que tinha um bispo falando aseneira, com um copo d´água. Hoje continuam a falar asneiras mais ridículas, mas com 3 copos de água. Onde isso vai parar....