sábado, 1 de março de 2008

Quem pariu o molusco que o embale!

Edição de Artigos de Sábado do Alerta Total http://alertatotal.blogspot.com/

Por Jorge Serrão

O Chefão Lula tem tanta certeza de seu poder que ousa provocar e coagir o Judiciário. Afinal, sabe que nada lhe acontecerá. Tem as certezas da inimputabilidade e da impunidade. Seu recente jogo de pressão, reclamando dos “palpites” do ministro Marco Aurélio Mello, espertamente sem citar nomes, foi mais um recado velado ao STF, para que não lhe imponha derrotas no caso do mensalão, no eventual julgamento no escândalo do lixo de Antônio Palocci ou na farra dos programas sociais em pleno ano eleitoral.

Lula não é anta que parece, capitão Diogo. É um bicho sindicalista muito esperto. Sabe negociar com pragmatismo. Sabe ameaçar com a sutileza do peso da pata de um elefante, para conseguir o que deseja em uma negociação – política ou não. Lula hoje está na posição de franco e livre atirador. Não pode ser candidato a nada. Por isso, sempre que os aplausos da platéia amestrada lhe empolgarem, Lula vai reviver as práticas de quando foi líder sindical das massas do ABCD paulista.

O molusco fabricado pela turma do Golbery do Couto e Silva nos tempos da dita-dura está com a corda toda. Antes, a corda andou em seu pescoço. Mas a capacidade de negociação política, no corrupto espaço do poder no Brasil, salvou-o da degola. Agora, cheio de si e de poder, Lula desafia os outros poderes. E ainda debocha da inteligência dos brasileiros, alegando que seus ataques não aprofundam uma crise institucional que é evidente. Só Lula tem a cara de pau de afirmar que: "Não tem, não existe crise de Poderes neste País. Até porque cada Poder tem autonomia suficiente. E aprendemos que a estabilidade da democracia está no fato de respeitar a autonomia de cada um".

Lula, que é um especialista em dar palpites, criticou os palpiteiros em tese. Na prática, mandou chumbo verbal no primo de Fernando Collor de Mello, que é ministro do Supremo Tribunal Federal. Lula batraqueou: "Da mesma forma que como ser humano e brasileiro as pessoas dão palpite sobre as coisas, o presidente da República pode dar palpite e julgar o palpite dos outros. Afinal de contas, estamos num debate político. Quanto alguém dá uma opinião, pode ouvir uma opinião discordante".

O problema é que Lula não gosta da opinião discordante quando ela lhe é desfavorável. Ninguém, geralmente, gosta. Mas Lula gosta menos ainda. E reage com truculência verbal quando se sente ameaçado. Ele sabe que seria politicamente fatal perder os programas sociais, no momento estratégico da eleição municipal em que seu PT pretende aparelhar ainda mais as prefeituras do País que ainda não conquistou. Por isso, veio com a média: “Se a lógica prevalecer, o governo federal não poderá fazer parcerias com municípios e Estados em ano de eleição, e que, num mandato de quatro anos, vai governar dois anos".

Lula também comentou as reações de parlamentares às suas declarações na noite de anteontem. "O Congresso tem direito de não gostar, mas eu não falei do Congresso. Falei de partidos". Reclamou ainda que o PSDB e DEM estão questionando os programas sociais do governo por ser este um ano eleitoral. O poderoso Lula alega que o cartão do Bolsa-Família, programa visado pela oposição, não é entregue pelo presidente da República, mas pelos prefeitos de todos os partidos políticos. E soltou mais uma de suas pérolas aos analfabetos políticos: "Eu não sei de uma única pessoa por nome que recebe o Bolsa-Família".

A oposição pretende questionar o programa Bolsa Família em três colegiados. No STF, a estratégia será alegar que o programa foi criado por decreto e não por projeto de lei. No TSE, PSDB e DEM querem questionar se o programa não fere a lei eleitoral que proíbe distribuição de benefícios em ano eleitoral. Os dois partidos planejam ir também ao Ministério Público, questionando a utilização de equipamentos públicos na transmissão para vários pontos do país da cerimônia de anúncio do programa.

Sabendo que o ataque de Lula foi direcionado, o ministro marco Aurélio afirmou que o Poder Judiciário quer apenas apontar supostas irregularidades que possam invadir a lei eleitoral. Apesar das pesadas críticas do presidente, afirmou que sua postura não será alterada: “De forma alguma. Enquanto eu tiver a toga sobre os ombros, eu cumprirei o meu dever de juiz e cumprirei com espontaneidade e com uma coragem ainda maior para tornar prevalecente o direito posto. Não vejo qualquer extravasamento por parte do Judiciário e fiquei perplexo com o que foi veiculado pelo presidente e com a agressividade do próprio presidente”.

Marco Aurélio detestou a seguinte declaração de Lula: “De repente, alguém fala: 'Olha, se entrarem na Justiça, eu vou analisar'. Na verdade, ele deu a senha para o PFL e para o PSDB. Foi uma senha”. Marco Aurélio Mello rebateu a tal “senha” de Lula: “A oposição não precisa de senha alguma para atuar”. Marco Aurélio advertiu que apenas tentou alertar o governo de que o lançamento ou ampliação de programas sociais em ano eleitoral contraria a Lei 9.504 (Lei das Eleições, de 1997):

“Eu tentei, numa atuação pedagógica, alertar o governo quanto à existência de uma lei que veda peremptoriamente qualquer criação de plano social no ano das eleições e também aumento de plano social -frisou Marco Aurélio, defendendo a norma como salutar, pois impede o uso da máquina pública para arregimentação de votos e, assim, garante maior equilíbrio na disputa eleitoral”.

Marco Aurélio Mello garante que não ficou magoado e que atribui as declarações do presidente ao ambiente e às circunstâncias. “Eu relevo, muito embora lastime a acidez das palavras do presidente”.

Lula não dá bola para isso. Julga que está com a bola toda, e que é o dono da bola. Sua acidez deve continuar. Mas a culpa não é dele. Mas de quem o criou e de quem o sustenta hoje no poder. Quem pariu o molusco que o embale. A tarefa seria para o falecido coronel Golbery do Couto e Silva. Que a terra lhe seja leve por não estar aqui para cumprir este fardo.

Sacanagem com o Lula

Os monstros da Internet produziram a mais recente sacanagem com o desgoverno Lula.

Botaram no ar uma réplica de uma página da Presidência da República Federativa do Brasil, na qual os internautas podem avacalhar com os poderosos de plantão.

http://www.netdisaster.com/go.php?mode=dog&url=http://www.planalto.gov.br/

Quem der uma visitada no site “presidencial” vai se divertir muito...

Pede para sair, mane!

O ministério da Defesa britânico anunciou ontem a decisão de retirar o príncipe Harry do Afeganistão por questões de segurança.

A Grã Bretanha teme que o príncipe de 23 anos, terceiro na linha de sucessão ao trono britânico, seja alvo de ataques depois que sua participação no combate ao Talibã se tornou destaque na imprensa internacional e foi alvo de um ataque do porta-voz talibanês, Zabihullah Mujahid:

"A presença do príncipe no Afeganistão encoraja nossos combatentes a atacar as Forças Britânicas. A Família Real participa agora diretamente da agressão contra os muçulmanos".

Romário no Mengão

O craque vai se apresentar ao Flamengo no dia 4 de abril.

O vice de futebol rubro-negro já acertou com Romário o retorno ao Mengão, onde ele já jogou nas temporadas de 1995/96 e 1997/99.

O projeto é para que Romário encerre a carreira no Flamengo.

Romário ainda tem contrato em vigor com o Vasco até o dia 30 de março.

Vida que segue...

Ave atque vale!

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

4 comentários:

Anônimo disse...

Lula x judiciário


Caro Serrão, o uso contínuo de cachimbo faz a boca torta, como dizem há tempo. Os ataques frenéticos de Lula contra o judiciário se deram em virtude da desmoralização da justiça brasileira. Uma justiça que vive, desde sempre, de cócoras diante dos outros poderes, principalmente do poder aquisitivo. O próprio sistema de composição do supremo do judiciário leva ao descalabro, quando seus membros são nomeados por serviços prestados (nem sempre lisos e honestos), pelo chefe do executivo. Há, sem nenhuma dúvida, uma teia de promiscuidade entre os membros dos três poderes, em busca de situações de privilégio pessoais para si e os seus. Daí esta pasmaceira nojenta para encobrir e macular o verdadeiro espírito de justiça. E Lula, apesar de aparentar estar embriagado no momento dos ataques, sabia que poderia fazê-lo sem susto. Sabia também que a mídia venal, vil e servil não iria dar muita repercussão ao caso. Daria apenas a repercussão suficiente para o “recado”.
Enquanto o país estiver esta bagunça de gente sem moral no poder (nos três) o pessoal do poder aquisitivo continuará achando tudo uma maravilha. E a nação que se dane.

Relembrando Albert Pike, uma das biografias mais notáveis da humanidade, membro da Suprema Corte Dos Estados Unidos (1850).

““O país é esfaqueado na testa quando aqueles que deveriam esquivar-se para corredor obscuro são trazidos para os assentos reluzentes. Todos os resquícios de Honra, mal seguros, são roubados do Tesouro do Mérito.
Todas as nações que tentaram se governar pelos seus menores, pelos incapazes ou meramente regulares, terminaram em nada. Constituições e Leis, sem o Gênio e sem o Intelecto para governar, não evitarão a queda”. (Albert Pike).

Mario disse...

Serrão,

Tudo indica que você não leu o livro do Mainardi. O "anta" do título não é referida à falta de intelecto, de QI. Refere-se à habilidade que o bicho tem para escapar em perseguições.

Quanto a "quem pariu" o monstro... ORA! Todos sabem que foram os "milico", em particular, o Golbery. E não precisa mandar embalar. Lá está o Gal. Félix que o protege em nome da "segurança nacional"...

Anônimo disse...

MAIS UMA VEZ LULACORLEONE , O DELINQUENTE-MOR COMETE MAIS UM CRIME DE RESPONSABILIDADE, ATACANDO EM PUBLICO E EM REDE DE TV O PODER JUDICIARIO, CRIANDO ASSIM MAIS UMA CRISE EM SEUS INQUALIFICAVEL DESGOVERNO, LULACORLEONE ESTA VISIVELMENTE ATERRORIZADO COM AS FUTURAS E GRAVES CONSEQUENCIAS DO ESCANCARADO ESCANDALO DOS CARTÕES CORPORATIVOS QUE VÃO SE DESDOBRAR MUITO MAIS AINDA COM O INICIO DA CPMI NO CONGRESSO,POR ISSO O DESTEMPERO, OS ATAQUES CHULOS E VULGARES TIPICOS DOS IGNORANTES DESESPERADOS. O DELINQUENTE-MOR CADA VEZ MAIS SE AFUNDA NAS SUAS PROFUSAS FEZES VOMITADAS EM SEUS PALANQUES ETERNOS APLAUDIDAS PELAS SUAS CLAQUES PAGAS DE PAPALVOS E VAGABUNDOS PETISTAS E ASSEMELHADOS DE SINDICATOS. QUE AS AUTORIDADES DO STF APLIQUEM NESTE DELINQUENTE INCONSEQUENTE O QUE A LEI ABAIXO CRIMINALIZA:

Lei nº 1.079, de 10 de abril de 1950



Da Responsabilidade do Presidente da República

Art. 85 - São crimes de responsabilidade os atos do Presidente da República que atentem contra a Constituição Federal e, especialmente, contra:

I - a existência da União;

II - o livre exercício do Poder Legislativo, do Poder Judiciário, do Ministério Público e dos Poderes constitucionais das unidades da Federação;

Ele atingiu os dois Poderes na sua heresia.



III - o exercício dos direitos políticos, individuais e sociais;


IV - a segurança interna do País;


V - a probidade na administração;

VI - a lei orçamentária;

VII – o cumprimento das leis e das decisões judiciais.



A lei Lei nº 1.079, de 10 de abril de 1950 devidamente recepcionada pela Constituição Federal declara:

Art. 1º São crimes de responsabilidade os que esta lei especifica.

Art. 2º Os crimes definidos nesta lei, ainda quando SIMPLESMENTE TENTADOS, são passíveis da pena de perda do cargo, com inabilitação, até cinco anos, para o exercício de qualquer função pública, imposta pelo Senado Federal nos processos contra o Presidente da República ou Ministros de Estado, contra os Ministros do Supremo Tribunal Federal ou contra o Procurador Geral da República.



Art. 3º A imposição da pena referida no artigo anterior não exclui o processo e julgamento do acusado por crime comum, na justiça ordinária, nos termos das leis de processo penal.



Art. 4º São crimes de responsabilidade os atos do Presidente da República que atentarem contra a Constituição Federal, e, especialmente, contra:

I - A existência da União:

II - O livre exercício do Poder Legislativo, do Poder Judiciário e dos poderes constitucionais dos Estados;
SEM FALAR AINDA DE PECULATO, FORMAÇÃO DE QUADRILHA, CORRUPÇÃO ATIVA E PASSIVA, ENRIQUICIMENTO ILICITO, TRAFICO DE INFLUENCIA ,PREVARICAÇÃO ETC ETC ETC...
O QUE FALTA PARA SE PEDIR O IMPEACHMENT DESTE DELINQUENTE E A CADEIA PARA SUA CORJA???
POR MENOS, MUITISSIMO MENOS COLLOR FOI DESPEJADO DO PODER PELO IMPEACHMENT.. O QUE COLLOR FEZ EM COM PARAÇÃO A LULACORLEONE??

Anônimo disse...

Lula não se cansa de conspirar contra o nosso Estado.