quinta-feira, 1 de maio de 2008

Lula recebe solidariedade dos especuladores internacionais e aumenta o preço da gasolina e diesel

Edição de Quinta-feira do Alerta Total http://alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast a seus favoritos.

Por Jorge Serrão


Os especuladores internacionais deram ontem a prova de que o Brasil é estratégico para seus negócios. A elevação do Brasil ao “investment grade” (grau de investimento menos propenso à inadimplência), concedida pela agência de crédito Standard & Poors, foi o cheque em branco dado ao marionete Lula da Silva para que prossiga com a política econômica comandada pelo presidente Henrique Meirelles, do Banco Central. Os “investidores” continuam ganhando e lavando dinheiro aqui no Brasil, com os juros altos e facilidades fiscais. O Brasil é o paraíso dos banqueiros.

Os especuladores internacionais sinalizaram que suas aplicações no Brasil ajudarão a segurar qualquer repique inflacionário. Graças à forcinha da Oligarquia Financeira Transnacional, que controla a economia mundial, Lula pôde autorizar o aumento no preço dos combustíveis. Os “investidores” já estavam eufóricos porque, na véspera, a Câmara dos Deputados aprovou um relatório que manteve a atual alíquota de 9% Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) para as bolsas de valores. Não foi à toa que a Bovespa fechou ontem com super alta.

A Petrobras vai aumentar os preços da gasolina, em 10%, e o do diesel, em 15%, nas refinarias a partir da zero hora desta sexta-feira. O ministro da Fazenda, Guido Mantega garantiu que o reajuste da gasolina não chegará aos postos. O desgoverno reduzirá a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide), o tributo cobrado na comercialização do combustível, de R$ 0,28 por litro para R$ 0,18 por litro, para que o preço final não mude. Fará o mesmo com o Diesel, que terá um aumento médio de 8,8% nas bombas e um impacto de 0,015% na inflação. O desgoverno reduzirá a Cide de R$ 0,07 por litro para R$ 0,03 por litro de diesel.

Mídia amestrada

A mídia abestada brasileira, que não sabe ou se faz de idiota sobre o real funcionamento da economia mundial, comemorou o “investment grade” – repercutindo a euforia oficial do desgoverno Lula.

A mídia lá de fora deu hoje o mesmo tem festivo – vide as principalmente as publicações econômicas, controladas editorialmente pelos banqueiros internacionais.

O noticiário só demonstra que por trás de toda notícia econômica eufórica existe uma manobra financeira estrategicamente bem orquestrada previamente.

A boa repercussão

The Wall Street Journal comentou em reportagem hoje que a elevação do Brasil ao grau de investimento é um "endosso" das mudanças econômicas e políticas vividas pelo País nos últimos anos.

Comandada pelos barões da City de Londres, o super boletim econômico WSJ comentou:

"Outrora economicamente instável, o Brasil conseguiu estabilizar sua economia, e tem desfrutado de crescimento econômico previsível com cada vez menos interferência política".

O WSJ avalia que a mudança no investment grade "deve atrair mais recursos" para a maior
economia latino-americana.

Visão de fora

A reportagem da WSJ lembra que o Brasil deu início às reformas econômicas para "pôr a casa em ordem" ainda anos 1990.

A reportagem deles classifica de "divisão de águas" a eleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2002:

"Da Silva surpreendeu observadores deixando intactas as políticas econômicas de seu predecessor”.

Mera coincidência?

O jornal financeiro britânico Financial Times destaca que a elevação do investment grade "reflete a emergência de São Paulo como o centro financeiro da América Latina, o baixo nível de exposição de crédito dos bancos brasileiros e a força das pequenas e médias empresas no país".

O Financial Times, por coincidência (ahahahahahahah), também lembra a eleição de Lula em 2002, quando houve certa nervosismo no mercado.

"Mas temores de um desastre econômico foram compensados por um melhor gerenciamento fiscal, política monetária agressiva e independência para o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles".

O FT assinala que a mudança "coloca o Brasil em linha com outros países Bric - Rússia, Índia e China - que desfrutam do grau de investimento" e "abre o caminho para uma aceleração do investimento no gigante latino-americano".

Curiosidade

O anúncio do aumento dos combustíveis, feito pelo ministro da Fazenda, em entrevista coletiva, foi uma novidade desde a abertura do setor de combustíveis no Brasil.

Normalmente, a Petrobras é quem anuncia o aumento já que, oficialmente, tem autonomia para determinar seus preços.

No entanto, na noite de terça-feira, o presidente da estatal, José Sérgio Gabrielli, se reuniu de emergência com o chefão Luiz Inácio Lula da Silva e alguns ministros para amarrar o aumento, tendo o apoio dos especuladores internacionais que prometem botar grana aqui dentro para a inflação não subir.

Outra manobra externa

A ONU quer montar uma força-tarefa e pede US$ 3,1 bilhões - US$ 775 milhões a mais do que o orçamento do ano passado - para tentar dar uma resposta à crise que já afeta 100 milhões de pessoas.

Em um encontro de dois dias em Berna, as lideranças das 27 agências da ONU fecharam uma estratégia que é fechada pelos grupos de poder que controlam a economia mundial.

Foram pretensos debates, em meio a almoços luxuosos regados com vinho, salmão e carpaccio, apenas para fingir a homologação de uma decisão já amarrada pelos controladores da economia mundial, em seus círculos fechados.

A ONU e seus organismos são apenas instrumentos de execução das políticas dos controladores da economia mundial, que não querem perder dinheiro e muito menos poder.

Leão mordedor

A Receita Federal recebeu 24,2 milhões de declarações do Imposto de Renda até ás 20h de ontem - prazo final para o acerto de contas com o Leão.

Cerca de 300 mil contribuintes otários (ou que são laranjas inexistentes) perderam o prazo para entregar o documento.

No último dia, foram mais de 2 milhões de documentos enviados.

Um deles foi do editor-chefe deste Alerta Total, que fez jus à milionária restituição de R$ 20 (Vinte reais).

Moleza

A Receita não registrou congestionamento no site.

Das 24,2 milhões de declarações deste ano, 23,9 milhões foram feitas pela Internet.

Outras 300 mil em formulário de papel ou nos Correios.

Fique esperto

Quem não entregou deve fazer isso o mais rápido possível.

Aqueles que não entregaram no prazo poderão prestar contas nesta sexta-feira, a partir das 8h quando volta o sistema.

O acerto deve ser pelo site da receita ou com disquete nas unidades da Receita Federal.

Mordida adicional

A multa mínima para quem perdeu o prazo é de R$ 165,74 e máxima de 20% do imposto devido.

A multa por dia é 0,33% além de 1% de juros Selic.

O Leão do fisco sabe morder de todas as formas, promovendo o terrorismo fiscal-administrativo no Brasil contra os contribuintes indefesos.

Só para lembrar: o Instituto de Políticas e Planejamento Tributário (IPPT) informa que nossa carga tributária já passou dos 40%.

Casa da Sogra

Na primeira viagem à capital alagoana em seu segundo mandato, o chefão Lula defendeu ontem o governador do Ceará, Cid Gomes, acusado de viajar para a Europa com a sogra, durante o carnaval, em jatinho alugado por R$ 388 mil, pagos com dinheiro público.

Lula criticou a imprensa pela exposição que tem dado ao assunto.

Não estou dizendo que é certo ou não levar a sogra no avião, mas passar cinco dias com este assunto na televisão, em rede nacional, por causa da sogra, é que não é”.

Cid é irmão do deputado federal Ciro Gomes (PSB), ex-ministro de Lula e pré-candidato a presidente.

Nova torcida

A travesti Andréia Albertini garantiu á agência espanhola de notícias EFE que Ronaldo Fenômeno não é cego e que sabia - ao contratá-la no domingo - que ela "não era nenhuma Cicarelli".

Ontem, a Associação de Travestis, Transexuais e Transgêneros do Estado do Rio de Janeiro (Astra) afirmou que apóia Andréia, mas criticou-a por quebrar cláusula importante do "contrato" que rege a atividade das profissionais do sexo: o sigilo sobre os clientes.

Formada pelas torcidas inimigas da grande Nação Rubro Negra, aproveitando que Ronaldo foi pego com a mão no traveco vestindo e profanando o manto sagrado número 2 do Flamengo, a famosa turma do arco-iris resolveu sugerir o nome de uma nova torcida para o clube mais querido do Brasil:

Seria: “Flaveco” ou “Flavesti”.

Aos rubro-negros resta dormir com essa, mas não com o nervoso travesti...

Vida que segue...

Ave atque vale!

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

Um comentário:

Anônimo disse...

Seria melhor que o aumento fosse na gasolina e não no disel, porque assim creio eu que o impacto nos preços seria bem menor. Não sou economista mas esse aumento no disel vai encarecer o transporte coletivo, o transporte de qualquer mercadoria, e quem vai pagar isso é o consumidor final. Pior, que será o consumidor com menor poder aquisitivo, sempre. Penso que foi um erro esse aumento, não poderia se esperar coisa melhor desse (des)governo.