domingo, 20 de julho de 2008

Perplexos, sufocados ou bundões diante do computador

Edição de Artigos de Domingo do Alerta Total http://www. alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos

Por Arlindo Montenegro

Há tempo me venho relacionando com pessoas que demonstram ainda possuir alguns neurônios patriotas. Pessoas que prezam princípios, valores, democracia, liberdade e tradições culturais.
Algumas destas pessoas mantêm sites e blogs denunciando a marcha de socialização disfarçada, soturna, insidiosa dos que desconhecem a Constituição e disseminam leis na contra mão do estado democrático de direito.

Há tempos venho pensando sobre as dificuldades para juntar pessoas com os mesmos objetivos, mas que parecem assustadas com a agressividade dos antagonistas, talvez assustadas com os riscos, perseguições, infiltrações. Esta é uma guerra contra o tempo, contra o poder total que hoje se traduz em poder financeiro que gerou e comanda capimunismo.

Pessoas conscientes me têm dito sobre pequenos empresários que preferem calar-se a defender as instituições e o estado democrático de direito. Calam-se e não se comprometem para iluminar a cena e impedir avanços totalitários bandidescos contra o direito consuetudinário das nações, contra as individualidades e a excelência competitiva.

Aqui nas Américas, a UNASUL já é uma realidade para conduzir este continente ao objetivo dos “esquerdistas” – para ser politicamente correto e não dizer comunistas, como seria mais correto e menos político. Mais ainda quando a correção política é um sofisma. É mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha que encontrar um político correto na atualidade.

Aqui no Brasil: onde o crime organizado é protegido por organizações que se proclamam defensoras dos direitos humanos com o beneplácito dos governantes.

Onde o território é retalhado entre indivíduos e empresas estrangeiras, comprometendo a soberania.

Onde se criam leis que promovem o racismo.

Onde os crimes cometidos por membros do governo são arquivados e os responsáveis blindados.

Onde se desfiguram traços culturais e se mantém uma escola que promove ineptos.

Onde as negociatas e o desvio do dinheiro público é a regra e não exceção punida com cadeia.

Onde movimentos terroristas à margem da lei recebem verbas públicas, como o mst e outros apoiados por missionários internacionais.

Onde o partido do governo tem como objetivo a socialização, nos dias em que o socialismo se provou um sistema criminoso com um rastro histórico de sangue, medo e pobreza.

Organizar-se contra a marcha dos acontecimentos, organizar-se para tomar o poder e corrigir erros históricos, organizar-se para defender a pátria e os direitos dos nacionais, corresponde a defender-se de assaltantes, defender a própria casa contra ladrões, defender a própria família contra a violência institucionalizada.

Por que então, os que conhecem os fatos, percebem a presença do Foro São Paulo, entendem como se aplicam as lições de Antonio Gramsci, têm tanta dificuldade de unir-se e agir num sentido coerente?

A inferência a mais que me chega é que estamos todos controlados de modo subliminar, por uma mídia controlada por alienígenas poderosos.

Tradicionalmente podemos observar como se criam “necessidades” artificiais. Como se mobiliza a gente para uma economia descartável: com natais, dia das mães, dos pais, da criança, páscoa, dia do namorado, eventos como a parada gay, direitos exdrúxulos, racismo, mobilização de etnias, mobilização de grupos ideológicos radicais, tudo batizado sob a bandeira dos “direitos humanos” - irresponsabilidade e mais violência.

Ou será que estamos em cima do muro e aí vamos ficar esperando o estreitamento do cerco totalitário, aproveitando mais um dia de vida e pretensa liberdade? Quando Julio Verne escreveu sobre balões, viagens submarinas, viagem à lua, aplaudimos o resultado final do engenho humano que hoje nos permite visitar o mundo, museus, idéias, sem sair de casa.

O fato é que diante da telinha do computador viramos uns bundões: apreciamos a marcha dos acontecimentos na dúbia “segurança” do lar, enquanto uma bala perdida da guerra lá fora não nos atingir.

Desconfiamos das razões, dos bons motivos e até deixamos de acreditar em nossa mesma possibilidade, porque a liberdade de expressar o pensamento pode entrar em choque com forças poderosas que vigiam com olho do “big brother” imaginado por George Orwell, que diferente de Julio Verne, pintou o rebanho controlado e robotizado nos guetos.

Acho que ainda não comemos pastilhas feitas com restos mortais humanos. Mas estou certo de que a indústria química, há muito, implanta medos e controla algumas de nossas escolhas vendendo toneladas de comprimidos contra a dor de cabeça e o resfriado. Automáticamente - e não deliberada e racionalmente, - “escolhemos”: o que comer, vestir, fazer contra a nossa própria natureza, contra a liberdade, contra a livre iniciativa.

Esquecemos ou abrimos mão (por medo ou precaução?) de agir como cidadãos, de defender o nosso território. Será que já estamos convencidos de que é inútil defender a própria casa e a própria família? Será que já estamos robotizados a ponto de mover-nos sem perceber os riscos do terreno, sem capacidade de reagir?

Se é assim, viramos zumbis! Os formadores de opinião, os pais, os educadores, os ministros religiosos, os políticos, os profissionais liberais, os intelectuais, os empresários fracassaram e também foram contaminados por uma inteligência externa que invadiu as nossas instituições, igrejas, lares, repartições e cérebros para realizar o mundo do big brother de Orwell.

Como a natureza sempre resistiu e sobreviveu, resta esperar que comportamentos naturais possam aflorar para superar esta debilidade mental que nos acovarda.

Arlindo Montenegro é Apicultor.

10 comentários:

Anônimo disse...

Muito barulho.O delegado afastado não é o primeiro. Aquele que investigava o Banestado, aquele outro que prendeu o marqueteiro Duda Mendonça numa rinha de galos, o que investigava a morte de Celso Daniel... vamos contando.
Agora é gente da polícia federal seguindo e vigiando os que investigam o banqueiro, que já dizem que não é banqueiro (o tal banco não está no nome dele). Vem a mesma polícia federal atribuir a perseguição ao grupo do delegado Protogenes, ao grupo ligado ao banqueiro (pô o cara é forte! Influi e manda até na grupos de policiais federais?)
Juiz manda prender, ministro manda soltar. Prende de novo, solta de novo. E o que deveria ser uma simples investigação se torna crise de governo. O Presidente com olheiras profundas e irritação contida diz que o delegado deve continuar, que é um mentiroso... Divulgam falas editadas de reunião da cúpula da policia federal. O Ministro de Estado fala e depois desdiz o que disse.
Um rolo de desinformação. O que resta é o delegado sem acesso às gravações, agora consideradas segredo de justiça. E a carta do delegado dizendo que o governo (Lula e seus auxiliares diretos) mandou sair!
As forças armadas foram desmoralizadas. Agora é o Poder Judiciário indo prô caldo. E a Polícia Federal, embora com o apôio de delegados e procuradores, obedecendo à vontade dos poderosos, todos bem conhecidos de outros carnavais.
Sempre que alguem toca no vespeiro dos criminosos auxiliares do governo - sejam ministros, chefes de gabinete ou empresários auxiliares - é esmagado.
A ímprensa, paga pelo governo e os jornalistas pagos por grandes empresas, plantam a defesa e arquivam a "notícia".
A galera não entende nada!

Anônimo disse...

Caro Arlindo. Parabéns pelo seu artigo. Vê-se que o Sr. tem largo discernimento das coisas. Sendo apicultor, o Sr. sabe bem como funciona a sociedade das abelhas. Elas não tem leis escritas, nem código de posturas, nem estatutos. Mas elas têm disciplina, ordem, deveres e responsabilidade e, porisso, não precisam de regimentos. Com a sociadade humana, dá-se o contrario: se não estiver no papel, nada feito. E se estiver no papel, discute-se. Entre nós impera a mentira, a falsidade e o geitinho (falo da nossa organização política). O que fazer? Bom, não há muito que se possa fazer. Como cristão, acredito que o pecado nasce conosco. Tenho consciência que pessoas más e há pessoas boas e honradas. Mas o processo de bestificação da humanidade é histórico, pois o número de pessoas de má índole é muito maior do os de boa índole. As coisas começaram a piorar mesmo, a partir da primeira metade do século XIX, quando começou e formar-se o que veio a ser o mais poderoso braço do anti-cristo: o socialismo revolucionário. Tal como uma serpente peçonhenta, infiltrou-se no seio do povo contaminando negativamente tos os valores ético e morais. E, pior ainda, infiltrou-se nos governos, levando intrigas, divisões, cinismos, disputas desnescessárias, guerras, revoluções e toda sorte de mazelas que se possa imaginar. Derrubaram todas as monarquias, para estabelecer governos manipuláveis pelos seus intentos obscuros. Como se apoderaram dos cofres também - como era de esperar - passaram ao domínio e controle total da sociedade, pois todos sabemos que o poder está onde está o dinheiro. Aí, para fechar com o seu comentário, o cidadão de bem, trabalhador e honrado, ocupado com os seus afazeres e possuidor de parcos recursos, não vê alternatica e prefere calar-se.

Anônimo disse...

Jorge Serrão

Parabéns mais uma vez pelo serviço que seu Blog dá à informação.
Os seus colaboradores como: Arlindo Montenegro, Oliveiros S. Ferreira, Márcio Accioly, Maria Lúcia Barbosa, Hugo Studart e seus textos são inquestionáveis,conteúdos de grande valor.
É gratificante lê-los, sempre os divulgo aos menos informados do meu círculo de amizades.
Parabéns mais uma vez.

Maria Cristina SP

Anônimo disse...

Você não é o único, a sentir-se até inadequado diante de sua própria perplexidade, que não é tão solitária assim.
Quem sabe?

Anônimo disse...

Excepcional!

Não podemos mais ficar calados.

Estou divulgando este Blog para todos os que conheço.

Parabéns.

Anônimo disse...

concordo plenamente c/ o seu texto.
sabe o q. realmente me apavora ??? a Tv informa tudo muito superfialmente. ontem assisti a christiana lobo e fiquei revoltada.
ela tb "minimiza" tudo. fala deste escandalo, como se nada fosse. outro dia ela falou do 3º mandato do lulla, com uma naturalidade.. normal !!! como se não fosse um golpe !!! está realmente td mundo "nem aí"..
Qdo tem crime vira erro. (lógico , qdo se trata do PT). agora qdo tem uma suspeita sobre alguem do psdb ou dem.. é "fora yeda" .."fora Gilmar" . é uma gangue nojenta !!
me impressiona como somos "povinho".
e fico pensando.. um povo q. se vende por uma "bolsa-mierda" de 90,00, merece este presimente analfabeto m/mo.

Arlindo Montenegro disse...

Eraldo Angelo, agradecido por apreciar a leitura. Estou lúcido e concordo com sua linha de raciocínio. Somente acrescentaria para sua reflexão o que mais me atormenta: "quem cala consente"! E penso que nasci com a dureza da pele e a teimosia do burro que recebe chicotadas e continua a distribuir coices até que os donos desistem e o livram do cabresto.

Em Cena disse...

Aqui, mais uma perplexa, mas, ciente que não está sozinha.

Anônimo disse...

Belo texto, Arlindo.
Se me permite a ousadia da afirmação, a raiz do problema é a seguinte:

1-a humanidade é controlada pelo uso
dos combustíveis fósseis; a tecnologia que permite extrair energia ilimitada do potencial quântico do vácuo está sendo sabotada há 100 anos e resolveria os problemas econômicos, ambientais e sociais que temos hoje.
2-puxando o preço do petróleo para cima
gera-se inflação, o que fornece o pretexto para o aumento das taxas de juros mundiais, com efeitos nefastos
para nós, mas ótimos para os bancos e governos.
3-o tripé bancos, governos e petrolíferas controla a mídia e a comunidade científica em todo o mundo, que compactuam com a sabotagem (a ignorância e o desinteresse da comunidade científica brasileira sobre sobre energia escalar é total)
4-a New World Order quer mesmo um planeta de zumbis subservientes, alienados e estéreis, que continuem dependentes da atual matriz energética suicida. A grande mídia tem papel fundamental nesse esquema.
5-as soberanias nacionais há muiito foram para o saco. Os governos fazem o que a ONU manda, e servem como fachada para iludir as massas, que pensam ser
por eles representadas.

Anônimo disse...

Cara em tudo que é comunidade do orkut ocorre a seguinte situação.

1 - Eu tebtando abrir os olhos do povo antes que seja tarde.

2 - 37 petistas me atacando.

Tá um saco.