domingo, 3 de agosto de 2008

Associação com narcotráfico e terrorismo dá cadeia?

Edição de Artigos de Domingo do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão


Se o Ministério Público Federal agir, é grande o risco de punição aos integrantes do desgoverno Lula com fortes indícios de ligações ou associações com os narcoguerrilheiros ou terroristas das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia. Altíssimo risco de condenação correm os dirigentes políticos, simpatizantes ideológicos ou entidades que aparecem como financiadores das FARC nos e-mails do falecido comandante Raúl Reyes. O MPF vai denunciar alguém? Se denunciar, a Justiça condenará alguém? Eis as questões expostas no Brasil da Impunidade...

A Lei nº 11.343, de 23 de agosto de 2.006, é implacável com a associação ao tráfico ou com o financiamento da atividade ilegal do comércio de drogas. A pena para o financiador ou custeador será de oito a vinte anos de reclusão, e pagamento de 1.500 a 4.000 dias-multa. Juridicamente, o termo “associação” significa a reunião com vínculo estável e permanente (tempo indeterminado), no caso, de duas ou mais pessoas. Apenas para recordar: o cantor Marcelo Pires Vieira foi punido com todo o rigor desta lei. Será que a lei só valeu para o pagodeiro Belo?

È pública e notória (embora seja agora negada cínica e estrategicamente) a ligação (associação) de membros do Foro de São Paulo com as FARC e outros grupos revolucionários ou terroristas, que também são parceiros de narcotraficantes na América do Sul e Caribe. Também não existem dúvidas sobre as FARC usarem o narcotráfico como fonte de financiamento. Inclusive, os principais órgãos de inteligência do Brasil (Abin, Polícia Federal e os serviços reservados das Forças Armadas) têm comprovação da parceria entre as FARC e facções criminosas brasileiras, como o Comando Vermelho (CV) e o Primeiro Comando da Capital (PCC).

Agora, a repercussão da reportagem da revista colombiana Cambio não deixou dúvidas sobre as relações perigosas de brasileiros com as FARC. Os e-mails de Raúl Reyes citam personagens ilustres: José Dirceu (ex-ministro da Casa civil), Roberto Amaral (ministro da Ciência e Tecnologia), Deputada Erika Kokay (PT), o chefe-de-gabinete da Presidência da República, Gilberto Carvalho, O ministro das Relações Exteriores de Lula, Celso Amorim, o assessor especial de Assuntos Internacionais da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia, o subsecretário de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos, Perly Cipriano, secretário de Direitos Humanos, Paulo Vannuchi e o assessor presidencial Selvino Heck.

No e-mail de 6 de julho de 2005 também ficaram registrados no computador de Reyes os apoios financeiros para as FARC: "Contribuições recebidas no 1ro. semestre de 2005: deputado Paulo Tadeu US$ 833,33. Sindicato da Empresa de Energía de Brasília US$ 666,66. Corrente Comunista Luis Carlos Prestes US$ 766,66. Sra. Solene Bomtempo US$ 250,00. Conselheiro Leopoldo Paulino US$ 433,33. Sindicato da Empresa de Águas de Brasília US$ 33”.

Inegavelmente, o desgoverno brasileiro deu mais que proteção ao sujeito que é considerado “o embaixador” das FARC no Brasil. O colombiano Francisco Antonio Cadena Collazos (mais conhecido pelo seu codinome de Padre Oliverio Medina, mas que também usou os nomes de Camilo López e Mollina) é acusado de participação em atentados terroristas na Colômbia, que pediu sua extradição. O lobby político ideológico transformou Medina em “refugiado político”.

Seu processo de extradição no Supremo Tribunal Federal foi suspenso e arquivado.
Não bastasse o status de refugiado, Medina entrou, em abril passado, na Polícia Federal, com um pedido de naturalização Brasileira. O caso ainda não chegou ao Ministério da Justiça (onde existem vários simpatizantes das FARC) para uma decisão a favor ou contra. Mas o desgoverno petista dá guarita a Medina e sua família.

Tanto que Ângela Maria Slongo, a “Mona”, mulher do "padre Medina", representante das FARC no Brasil, foi designada, em janeiro de 2007, para cargo em comissão da Secretaria da Pesca da Presidência da República. Agora que a secretaria virou Ministério, a Mona deve continuar com a boquinha. Aliás, viva o milagre da multiplicação dos cargos, enquanto não se consegue a multiplicação dos peixes. Daqui a pouco o Vaticano canoniza a "mulher do padre" por isso...

Será que alguém ainda se lembra? Em março de 2005, três meses antes do encontro de Havana, a revista VEJA revelou que agentes da Abin monitoraram uma reunião política comandada por Oliverio Medina em uma chácara nos arredores de Brasília, em 13 de abril de 2002. Além do padre, compareceram cerca de trinta pessoas, entre militantes petistas de Brasília e representantes de uma tal corrente Luís Carlos Prestes (a mesma que agora aparece citada como doadora para as FARC, no e-mail de Reyes).

Naquele fatídico encontro antes da primeira vitória presidencial do chefão Lula, em frente a uma bandeira das Farc, os convidados cantaram o hino da guerrilha, gritaram algumas palavras de ordem. Depois, segundo relato dos agentes da Abin, sentaram-se e passaram a discutir as eleições presidenciais. Medina revelou que os guerrilheiros das FARC doariam US$ 5 milhões de dólares à campanha de Lula. O PT sempre negou tal financiamento... O caso virou um dito pelo mal dito.

Em condições normais de respeito à lei, o chefão Lula estaria – conforme se diz no popular - com o seu “dedinho na seringa”. Mas como lhe falta o décimo dedo – e como seu desgoverno tem uma blindagem de teflon político -, nada apavora Lula. Nem mesmo que seu chefe de gabinete, o ex-seminarista Gilberto Carvalho, seja citado nos e-mails do Comandante Reyes.

Aliás, Gilberto Carvalho deveria trocar de igreja ou procurar uma rezadeira profissional. Seu santo nome é envolvido no recente escândalo Daniel Dantas. E mais envolvido ainda no assassinato do ex-prefeito petista de Santo André, Celso Daniel – que foi o antecessor de Antônio Palocci Filho no comando das operações financeiras estratégicas do PT.

Agora, diante de mais um escândalo, Gilberto Carvalho vem a público alegar que nunca concordou com os métodos usados pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia. O quase padre que toma conta da ante-sala do chefão Lula jura que prestou apenas uma “ajuda humanitária” em 2006 ao padre Medina. O desgoverno petista nega qualquer ligação com as FARC. O top-top Marco Aurélio Garcia, o super aspone internacional do chefão, já chegou a jurar que as FARC não fazem mais parte do Foro de São Paulo.

A partir de agora, só cabem dúvidas cruéis e perguntas idiotas que não querem calar. Será que darão em nada as revelações do laptop do falecido número 2 das FARC? Será que o Ministério Público Federal vai pedir, no mínimo, uma investigação sobre as associações de brasileiros com as FARC – já sabendo que a guerrilha tem ligações com CV e PCC? Será que associação com narcotráfico (e terrorismo) só dá cadeia no Brasil para pagodeiro? Ou será que o Governo Ideológico do Crime Organizado, o fiel gestor da impunidade e da corrupção, vai abafar mais um escândalo?

Haja Teflon para tanta escatologia política...

Jorge Serrão, jornalista radialista e publicitário, é Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. http://www.alertatotal.blogspot.com e http://podcast.br.inter.net/podcast/alertatotal

15 comentários:

Anônimo disse...

Tem uma entrevista com o delegado Protógenes na Folha de hoje e ele, que sabe de coisas que não sabemos, diz;
"Certas organizações criminosas hoje possuem estrutura e poder para colocar determinados criminosos no vértice do aparelho estatal. É o que nós estamos vendo no quadro aí. O próprio processo eleitoral fica comprometido com candidatos que praticaram diversos crimes, que têm indícios de práticas criminosas. Eles são os futuros legisladores. Isso fragiliza o aparato estatal e deixa a sociedade fragilizada em relação à segurança pública. A situação tende a piorar enquanto nós permitirmos isso."
O pior é que continuamos PERMITINDO.

Anônimo disse...

É claro que não vai dar em nada. Se alguém acha o contrário que levante o dedinho !!!
O presidente bufão nunca sabe de nada e o cansado povão bufão se rende e acha que não vai dar em nada.
menos com menos dá mais.
E segue impávido o cínico presidente.

Esperança disse...

Esqueci de colar a fonte:

"Para o PT e seus militantes 'adestrados', todas as falcatruas como lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, fraudes, ligação direta com narcotraficantes e guerrilheiros são apenas "erros", passíveis de perdão, quando a 'vítima' (sim, pois toda a vez que elles são pegos com a boca na butija, é pura "vítima de perseguição política", certo?) é abençoada com um beijinho na testa, com direito a festa de despedida com holofotes e, quase sempre, presenteada com um cargo diferente no alto escalão. Caso não seja presenteado, tem livre acesso no Planalto e ao gabinete presidencial para fazer o que quiser.

É assim que funcionam os vermelhos do PT e seus amiguinhos."

Roberto Fraga Jr disse...

Não vai dar em nada. A manipulação das notícias é evidente. O apedeuta está rindo e falando asneiras como nunca, enquanto o povo bate palmas para o desgoverno.

Conheço pessoas que falaram mal do governo e foram "enquadradas" em empresas ligadas direta ou indiretamente ao governo.


Dá medo!!!

Esperança disse...

Poema da MENTE
Affonso Romano de Sant`Anna

Há um presidente que mente,
Mente de corpo e alma, completa/mente.
E mente de maneira tão pungente
Que a gente acha que ele, mente sincera/mente,
Mas que mente, sobretudo, impune/mente...
Indecente/mente.
E mente tão nacional/mente,
Que acha que mentindo história afora,
Vai nos enganar eterna/mente.

Luciano Blandy disse...

O grande problema reside no fato de que o Ministério Público Federal, o Congresso Nacional e a Polícia Federal, órgãos que deveriam levar adiante a aplicação escorreita da lei e punir os membros do governo e do PT por associação com o narcotráfico (já que está mais do que provado que o principal fornecedor de drogas e armas ao CV e PCC é a FARC) são instituições de Estado, ou seja, são órgãos estatais que, no fim das contas, acabam se tornando instituições de governo, pois este tem a prerrogativa de indicar seus superiores, que no fim das contas, são aqueles que irão direcionar as ações destes órgãos. No Brasil, e em qualquer país civilizado, existe apenas uma instituição que não é de Estado, mas de nação, ou seja, é instituida quando da formação de uma nação (lembrando que a nação é algo infinitamente superior ao Estado, que é apenas um ente fictício criado para organizar as ações individuais da sociedade, evitando a anarquia). Essa instituição é a Força Armada, que tem como objetivo e razão de existir, a proteção da nação e de seus valores até mesmo contra si própria, em situações como a que vivemos, em que um grupo de marginais toma o controle do Estado, subvertendo os objetivos da nação. Diante disso, caberia às Forças Armadas, neste momento, a aplicação da lei (que nada mais é do que um consenso social, a regra de convivência consentida entre os entes de uma nação), higienizando o Estado atualmente contaminado com indivíduos dedicados à criminalidade, e trazendo à nação sua normalidade institucional. Não fazendo isso, mais do que demonstrar sua conivência com o crime, estão demonstrando sua inutilidade.
Luciano Blandy

luciano blandy disse...

O grande problema reside no fato de que o Ministério Público Federal, o Congresso Nacional e a Polícia Federal, órgãos que deveriam levar adiante a aplicação escorreita da lei e punir os membros do governo e do PT por associação com o narcotráfico (já que está mais do que provado que o principal fornecedor de drogas e armas ao CV e PCC é a FARC) são instituições de Estado, ou seja, são órgãos estatais que, no fim das contas, acabam se tornando instituições de governo, pois este tem a prerrogativa de indicar seus superiores, que no fim das contas, são aqueles que irão direcionar as ações destes órgãos. No Brasil, e em qualquer país civilizado, existe apenas uma instituição que não é de Estado, mas de nação, ou seja, é instituida quando da formação de uma nação (lembrando que a nação é algo infinitamente superior ao Estado, que é apenas um ente fictício criado para organizar as ações individuais da sociedade, evitando a anarquia). Essa instituição é a Força Armada, que tem como objetivo e razão de existir, a proteção da nação e de seus valores até mesmo contra si própria, em situações como a que vivemos, em que um grupo de marginais toma o controle do Estado, subvertendo os objetivos da nação. Diante disso, caberia às Forças Armadas, neste momento, a aplicação da lei (que nada mais é do que um consenso social, a regra de convivência consentida entre os entes de uma nação), higienizando o Estado atualmente contaminado com indivíduos dedicados à criminalidade, e trazendo à nação sua normalidade institucional. Não fazendo isso, mais do que demonstrar sua conivência com o crime, estão demonstrando sua inutilidade.

Anônimo disse...

“O subterrâneo do Brasil é muito mais movimentado do que a superfície”, já dizia um saudoso e sábio político nacionalista.
Nós não ficamos sabendo de quase nada, mas temos, ao menos, a obrigação de raciocinar e buscar informações e não ficar alienadamente, aguardando que estas nos cheguem pelas telas de TV e dos grandes jornais. Estão todos comprometidos, ou financeiramente, ou através de uma engendrada rede de intrigas e chantagens.
Os grandes donos, ou coordenadores, de comércio de drogas, em todo mundo, são as mesmas organizações que manipulam a mídia, comercializam armas, elegem presidentes, elegem parlamentares, alojam ministros (executivo e judiciário), coordenam o ordenamento financeiro e econômico, comercial e produtivo mundial.
Todos agem nos subterrâneos por intrincados caminhos e labirintos que só eles conhecem com desenvoltura. Há algumas publicações à respeito, porém recônditas, por motivos óbvios. Se alguém tiver interesse em conhecer um pouco mais, basta pesquisar através da internet, por outro meio é quase impossível. Mas ande rápido, pois a grande teia que domina o mundo já ordenou que os governos sob sua tutela, aprovem, “à toque de caixa”, legislações coibindo a liberdade de expressão através da rede mundial de computadores. Comecem pesquisando: “Teoria da Conspiração”, “Clube Bilderberg, CFR, etc. De que adiantará esta pesquisa? De que adianta ficarmos sabendo? Perguntarão.
Respondemos: Ao menos quando nos forem implantar os “chips” de controle, saberemos porque.

Esperança disse...

Rio: 3 candidatos a prefeito são intimidados por traficantes
Os candidatos à prefeitura do Rio de Janeiro Fernando Gabeira (PV), Chico Alencar (Psol) e Alessandro Molon (PT) foram intimidados por traficantes armados nas favelas da cidade. Os incidentes ocorreram nas comunidades da Nova Holanda, no Complexo da Maré, e Vila Cruzeiro, no complexo do Alemão. Homens portando fuzis e pistolas exigiram o material de campanha e as fitas que estavam sendo gravadas no momento em que um dos candidatos dava entrevista a jornalistas.
(...)
http://noticias.terra.com.br/eleicoes/2008/interna/0,,OI3046539-EI11874,00-Rio+candidatos+a+prefeito+sao+intimidados+por+traficantes.html

E o Crivella não foi intimidado? Seria o candidato do tráfico?

Anônimo disse...

O Ministério Público foi aparelhado pelos petralhas e é conivente com os crimes dessa gente.

Anônimo disse...

Agora fica claro o que houve em São Paulo durante as eleições presidenciais para derrubar Alckmin... Baderna amestrada por Zé Dirceu e cia. E os assaltos a bancos? Acharam o dinheiro? Zé Rainha na Rocinha, CV, PCC, Beira-Mar e Farc... Como foi que ele conseguiu o explosivo plástico para arrombar a cela do Uê? Serrão, tá tudo dominado?

Anônimo disse...

MAS NÃO VAI TER TEFLON PARA ESCAPAR DO BALAÇO QUE VÃO LEVAR NOS CÚS!

PORQUE ESSE BANDO KÚMMUNISTA DA BESTA BAPHOMET (BAFOMÉ) DO anti-CRISTO VAI SER TODO TRITURADO VIVO E MANDADO DEVOLTA PARA ONDE VEIO, O INFERNO!

Anônimo disse...

ESTÁ RINDO PORQUE GOSTAMOS, SE QUISERMOS, MATAMO-OS TODOS!

QUEM ESTUPRA FILHA DA GENTE TEM QUE SER MORTO, QUEM ESTUPRA A NOSSA HONRA E NOSSA PÁTRIA TEM QUE SER MORTO TAMBÉM, PORRA!

Anônimo disse...

tem uma cigana que se diz rainha que anda de braco dado com o Perly Cipriano que foi denunciada por lavagem de dinheiro do tal Mike Niggli.Esse cara roubou na Suica....TEM ALGO DE PODRE NO SUL DO EQUADOR.....

Anônimo disse...

a lavanderia do dinheiro do mike niggli tem cnpj....confiram...a presidente da fundacao e reu no processo de lavagem de dinheiro..vai la CNPJ 05741748000169