sábado, 23 de agosto de 2008

O Mapa da Escravidão

Edição de Artigos de Sábado do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Pedro Chaves

Tudo isto de reserva indígena, aborto e anulação parcial da anistia é cortina de fumaça.
O que a oligarquia financeira internacional realmente quer é escravizar a todos nós. Para tanto criou na Inglaterra, no final do século XIX, a Sociedade Fabiana (Fabian Society) cujos propósitos foram denunciados por G.K.Chesterton.

O Poder Real Mundial designou um corpo executivo (os Controladores) para coordenar os interesses e negócios geopolíticos da tradicional nobreza européia, com influências também nos EUA. Os controladores logo incentivaram a criação de restritos “clubes de poder”, a partir dos quais deliberariam sobre as estratégias de poder no futuro mundo globalizado.

Desde então, os controladores promovem o mecenato de “pensadores”, regiamente financiados, ou “escolas de tendências” para elaborar idéias que difundam seus valores globais. Eis os motivos pelos quais foram criados os institutos de estudos psicossociais (como o Tavistock e a Escola de Frankfurt).

Ao mesmo tempo em que atuam no campo da “confusão ideológica”, os controladores montaram seus braços operacionais. Entre eles, a Ford Foundation, a Carneguie Foudation, e a legião de ONGs que hoje realizam um governo paralelo em todo o planeta. Por exemplo, no Brasil, a SOS Mata Atlântica. E, na Argentina, o Instituto de Estudos Psicossociais Dialogosweb. Também foram montados os grupos de “quinta coluna”, para atuar geopoliticamente, como Dialogo Interamericano, Council on Foreing Relations e Comissão Trilateral.

Os controladores precisam de Poder de Polícia Geopolítica. Por isso, foram usurpados órgãos já existentes (ONU e suas agências e OEA) e criados novos (União Européia, Mercosul Corte Penal Internacional). O seu objetivo-meio, no momento, é acabar com as soberanias nacionais. Quem resistir sofrerá terrorismo.

Pedro Chaves é Advogado.

Nenhum comentário: