sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Acertos: Lula comemora fusão oficial da Oi com a Brasil Telecom, e espera que BB compre o Banco Votorantim

Edição de Sexta-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

O mais bem informado apedeuta do mundo global recebeu ontem, em plenas férias em Aratu, uma das informações que aguardava com ansiedade. O chefão Lula da Silva comemorou o anúncio de que a Oi adquiriu, finalmente, o controle acionário da Brasil Telecom Participações e da Brasil Telecom S.A.. O presidente da Oi, Luiz Eduardo Falco, lhe comunicou a boa notícia pelo celular via satélite.

O negócio fechado fez a alegria de gente muito próxima e familiar a Lula. Faturou alto quem tinha ações pulverizadas da empresa comprada (a BrT). Sorte de quem acrescentou alguns milhões à sua fortuna pessoal em franco crescimento. Também vibrou com o negócio o investidor Daniel Valente Dantas. Até a conclusão de toda a operação, DVD deve faturar cerca de R$ 1 bilhão ao se desfazer das ações da BrT.

A Oi informou que, no prazo de 30 dias, submeterá à CVM (Comissão de Valores Mobiliários) os requerimentos de registro para uma oferta pública de aquisição de ações com direito a voto de propriedade dos acionistas minoritários da Brasil Telecom Participações e da Brasil Telecom. Nesta fase, os amigos do Planalto vão ganhar mais dinheiro.

A Oi projeta que, com as ofertas públicas para adquirir as ações em circulação no mercado, o valor total do negócio pode chegar a algo em torno de R$ 13 bilhões de reais. Número mais cabalístico - e de sorte para os ganhadores da operação - impossível. Ontem, a Oi finalmente acertou a transação de fusão com a BrT ao efetuar o pagamento de R$ 5,371 bilhões de reais.

O valor equivale ao preço acordado no contrato de compra e venda, de R$ 5,863 bilhões de reais, atualizado pela variação da taxa média do CDI (Certificado de Depósito Interbancário), deduzido da dívida líquida da Invitel S.A. (R$ 998 milhões de reais). A Invitel é uma das empresas da cadeia societária da Brasil Telecom.

Na transação realizada ontem, a Oi tornou-se titular, indiretamente, de 81.092.986 ações ordinárias de emissão da Brasil Telecom Participações. Isto representa 61,2 por cento do capital votante da empresa. O preço pago por ação foi de R$ 77,04 reais.

Negócio futuro

Nada impede que a tele nacional resultante da compra da Brasil Telecom pela Oi seja vendida a estrangeiros após sua constituição.

Nem o decreto presidencial que permitiu o negócio nem os acordos de acionistas proíbem que um grupo estrangeiro de fora da telefonia fixa do País adquira a nova empresa.

É só esperar a poeira do negócio baixar para, daqui a um ou alguns anos, o negócio se formalizar.

Quase estatal

A BNDESPar - braço de participações do BNDES - deterá 34% da nova empresa Oi-BrT.

Seus controladores são os grupos La Fonte e Andrade Gutierres, junto com o BNDES.

A formação da supertele um terço estatal, que fica prontinha para ser assimilada por uma transnacional, só foi possível depois da aprovação do novo Plano Geral de Outorgas (PGO), que permitiu a atuação de uma mesma empresa em duas regiões.

O decreto presidencial com a nova legislação foi publicado em 21 de novembro.

Gigante

A supertele, que atuará no Distrito Federal e em 25 estados, terá receita líquida anual de R$ 30 bilhões.

Conforme números fornecidos pela Oi, a nova empresa vai ter cerca de 22,3 milhões de usuários de telefones fixos e 20,2 milhões de clientes de telefonia móvel.

Os assinantes de banda larga chegam a 3,2 milhões de clientes e os de TV por assinatura giram em torno de 600 mil.

Mais champagne

Lula terá mais um negócio grandioso para comemorar logo mais.

O Banco do Brasil deve anunciar hoje a compra de 49% do capital do Banco Votorantim, da família Ermírio de Moraes.

Em novembro, graças a um bom acordo com o tucano José Serra, o BB já faturou a Nossa Caixa do governo paulista.

Viva o governo que faz bons negócios e acertos...

Leia, abaixo, as Rapidinhas Políticas e, mais abaixo, as Rapidinhas Econômicas

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 09 de Janeiro de 2009.

3 comentários:

Anônimo disse...

"Sem medo de ser feliz" .. 2009 mal nasce e já traz alegria$$$ para a famiglia fenômeno...
Mais dois anos e serão felizes para $$$empre..

Anônimo disse...

Parabén$ Lula, família, amigos e investidores! Nesta vida só vence quem faz bons negócios enquanto tem o poder da canetada. Pobreza é psicológico (não existe no mundo real) e é coisa da oposição.

Anônimo disse...

Família "Çilva" na bonança....

Para a família "Çilva" não existe tempestade, tufão, crise, tsunami e nem mesmo uma simples marolinha....É só céu azul, vento a favor e os cofres transbordando ....VIVAAAA!!!!!

Adonias Mangueira Fernandes
São Paulo - SP