quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Juros altos, gastos em campanhas municipais e gestão questionável aumentam a dívida do PT: R$ 45 milhões

Edição de Quinta-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

A política de juros super-altos agrava os problemas macroeconômicos e prejudica quem tem dívidas ou precisa de crédito. A dívida pública mobiliária federal interna cresceu 3,7% em 2008. Saltou para R$ 1,264 trilhão. A dívida externa líquida do Tesouro somou R$ 132,2 bilhões. Com isso, o endividamento total atingiu a absurda marca de R$ 1,397 trilhão. A tendência da situação é piorar.

Por ironia da História, a crise também atinge o partido no poder que sustenta tal política econômica suicida, que só é boa para os bancos que lucram na parceria que não deixa o governo quebrar. O PT está mais endividado que nunca. O financiamento de campanhas elevou o passivo petista para cerca de R$ 45 milhões no fim do ano passado. O endividamento do PT era de R$ 38 milhões, no início de 2008.

Tudo indica que a situação financeira do partido de Lula pode piorar até 2010. O PT terá gastos elevados. O primeiro é a campanha para a escolha dos novos dirigentes. Em 2010, haverá a comemoração dos 30 anos do partido, a realização do congresso, em Brasília, e eleições gerais no País, além da conclusão da transferência da sede para a capital federal.

Sinal de derrota

O governo federal doou seis milhões de hectares de terras de sua propriedade ao estado de Roraima - 25% do território estadual.

O chefão Lula alega que foi uma compensação depois da homologação da Reserva Raposa Serra do Sol:

"Estávamos em dívida."

O governo de Roraima, que fará a regularização das propriedades, já sabe que essa é a senha para a derrota final do caso Raposa do Sol, assim que for retomado o julgamento no Supremo Tribunal Federal.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 29 de Janeiro de 2009.

12 comentários:

Anônimo disse...

O que são 45 milhões para o PT?! Numa só mãozada levam muito mais do que isso. Tá bom do Zé Dirceu ( assessor para assuntos comunistas) ser nomeado tesoureiro pra botar "moral" nessas contas.

Anônimo disse...

Marcos Valério está fazendo falta ao PT...

Anônimo disse...

E daí que eles estão devendo? Não vão ter que pagar nada. Só se o BRasil viesse a ter um governo de homens probos e competentes. Pelo jeito, só quando a galinha criar dentes!

Anônimo disse...

Índios não entram em acordo com a PF e continuam ocupando prédio da Funai


Fonte: folhabv

ANDREZZA TRAJANO

Depois de mais de três horas de negociação, os cerca de 200 indígenas que ocupam o prédio da Fundação Nacional do Índio (Funai) não entraram em acordo com a Polícia Federal e permanecem ocupando a sede da instituição.

“Não arredamos o pé, não abrimos mão nem andamos para trás. Não vamos sair daqui enquanto não tivermos os nossos pedidos atendidos”, frisou o presidente da Sociedade em Defesa dos Índios Unidos do Norte de Roraima (Sodiurr), Silvio da Silva, líder da manifestação, após sair de uma reunião com os policiais.

Na terça-feira os indígenas contrários a demarcação da terra indígena Raposa Serra do Sol em área contínua invadiram o prédio da Funai e mantiveram o administrador substituto Petrônio Laranjeira em cárcere privado, por mais de seis horas. Após acordo com a Polícia Federal, que comandou as negociações, eles liberaram Laranjeira.

Os índios querem 60 passagens áreas e hospedagem em Brasília, além de audiências com o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes; com o ministro da Justiça Tarso Genro e com o presidente Luísa Inácio Lula da Silva. A pauta foi encaminhada no mesmo dia a Casa Civil da Presidência da República e a presidência da Funai.

Ontem a tarde, em reunião a portas fechadas, o superintendente em exercício da PF Herbert Gasparini, propôs aos indígenas que desocupassem o prédio para que as negociações com o Governo Federal avancem.

obs.
Os índios do CIR ligado a igreja tem passagem até para rodarem o mundo

Anônimo disse...

Pede emprestado da ONG da Ideli - SC

Anônimo disse...

Economia se multiplicaria 10 vezes com mineração em terra indígena, diz DNPM

Eugênio Tavares: “Para cada emprego na lavra de minérios, seriam criados mais 11”
ANDREZZA TRAJANO

Se o projeto de lei de que tramita no Congresso Nacional para regularizar a mineração em terra indígena for aprovado, o diretor do Departamento Nacional de Produção Mineral em Roraima (DNPM), Eugênio Tavares, estima que a economia local se multiplicará dez vezes.

Para cada emprego gerado na lavra de minérios são criados mais 11. Oito na indústria de transformação mineral (siderurgias) e equipamentos e três na fase de exploração e pesquisa.

Tavares disse que é a favor do projeto devido ao grande potencial para a produção mineral encontrado nas terras indígenas do país, especialmente em Roraima. “Existe muita riqueza nessas regiões e os próprios índios querem explorar também. Eles não querem viver só da caça e da pesca não”, argumentou.

Sendo aprovada a regulamentação, ele acredita que o estado dará um salto em sua economia. É o efeito multiplicador da mineração. “Ela se multiplicará 10 vezes, trará investidores. Sem dúvida haverá um grande crescimento”, avalia.

O diretor do DNPM aponta a existência de dois grandes depósitos minerais de ouro e um de cassiterita na reserva Yanomami e uma de diamante na terra indígena Raposa Serra do Sol.

Questionado se a mineração traria danos ao meio ambiente, Eugênio disse que o processo é distinto do garimpo. Na mineração, há planejamento, execução e recuperação da área degradada. Já no garimpo ocorre apenas a lavra e os garimpeiros não recuperam a terra.

Conforme Tavares, nos arredores de Boa Vista já ocorre a mineração de substâncias utilizadas para a construção civil, como areia, seixo e brita. A exploração é feita por uma empresa roraimense.

No Amajari, uma empresa também do estado apresentou um relatório final de pesquisa para exploração de diamante. O documento foi aprovado pelo Departamento de Produção Mineral e falta apenas o requerimento para a lavra para mineração, além de apresentar os documentos necessários.

Em Rorainópolis, igualmente uma empresa local concluiu uma pesquisa e já requereu a lavra para exploração de columbita/tantalita. Os minérios encontrados nessa substância, nióbio e tântalo, são usados como aços especiais e em baterias de celular, respectivamente.

Tavares disse que a lavra ainda não foi autorizada porque falta a empresa apresentar o Estudo e Relatório de Impacto Ambiental (Eia/Rima) e o atestado de capacidade financeira.

Com relação à pesquisa, existem 59 casos em andamento em Roraima, sendo a maioria voltada para exploração de granito, seguida de ouro, diamante, água mineral, cassiterita, cobre e outras substâncias.

FOLHABV

Anônimo disse...

O governador Anchieta discursa após o presidente Lula assinar a MP


Durante cerimônia que durou cerca de trinta minutos, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) assinou, no início da tarde de ontem, no Palácio do Planalto, um decreto e uma Medida Provisória transferindo seis milhões de hectares de terras da União para Roraima. A medida veio após vinte anos de criação do estado. Com exceção dos deputados Neudo Campos (PP), Urzenir Rocha (PSDB) e do senador Mozarildo Cavalcanti, todos os parlamentares da bancada de Roraima estiveram na solenidade.

A MP, que deverá ser publicada no Diário Oficial da União de hoje, amplia as possibilidades de transferência, já que hoje a lei só permite o repasse de terras para assentamentos federais. O decreto regulamenta a MP dizendo quais terras não podem ser transferidas, como reservas indígenas e florestais, ou seja, vai definir a operacionalidade do processo, como vai ocorrer a transferência.

Anônimo disse...

6 milhões de hectares que deveriam ser do estado desde a sua criação em 1988, são muito menos que 9 milhões da reserva dos questionados índios ianomamis e pouco mais dos quase 2 milhões da problemática raposa/serra do sol, isso sem contar com as demais reservas demarcadas no Estado. Brincadeira, né?!

Anônimo disse...

O gerente de um bar-restaurante na (Isla de Margarita-VE) ao saber que eu era brasileiro, chamou para me atender na praia um garçom chamado "Brasil", fiquei intrigado porque ele tinha chamado logo um "maricom" como eles chamam lá os bichinhas, e com esse nome. Então perguntei-lhe se seu nome era esse mesmo, respondeu que não, e o chamavam assim porque tinha treis namorados, um Colombiano, um peruano, outro venezuelano e ainda tinha outros sulamericanos na paquera.

Anônimo disse...

Então a cumpanherada nomeada não anda cumprindo sua obrigação com os dízimos?? Isso parece coisa de safados, afinal, o que estão pensando. Essa estória de ladrão que rouba ladrão não vale "pranóis socialista". Será preciso que a Estela assuma o comando da quadrilha, ops, partido, para botar disciplina na zona?

Anônimo disse...

O HOMEM DO DOLAR NA CUECA VIROU BANQUEIRO!!

Quem diria, hein? Só no Brasil mesmo...

O “genoíno” manda-chuva do BNB

Só falta o deputado federal
José Nobre Guimarães (PTCE),
irmão de José Genoíno,
apresentar um cartão de visitas
de banqueiro. Ele manda
e desmanda no Banco do
Nordeste (BNB). Não por coincidência,
Guimarães foi um
dos principais articuladores
da indicação de Roberto Smith
para a presidência do BNB.
Para quem não está ligando o
nome à pessoa, o irmão de
Genoíno brilhou no noticiário
em julho de 2005. Na ocasião,
um de seus assessores
parlamentares, José Adalberto
Vieira da Silva, foi preso no
aeroporto de Congonhas com
R$ 200 mil em uma mala e
cerca de US$ 100 mil escondidos
na cueca.

Adonias Mangueira Fernandes
São Paulo - SP

Anônimo disse...

Não deixem de ver: THE SOVIET HISTORY

http://video.google.com/videoplay?docid=6488701198639525321

O filme mostra, claramente, que o comunismo não morreu. Prestem atenção, principalmente, nos 10 minutos finais, nas palavras de Putin e outros governantes russos e ilustrados por cenas de execução recentes.

Outros filmes recomentados:

Palestra de Yuri Bezmenov (Thomas Schuman), ex-KGB, mostrando como é fácil "fabricar um imbecil útil":
http://br.youtube.com/view_play_list?p=66245842658CE1AF

Entrevista de Yuri Bezmenov (Thomas Schuman), ex-KGB, explicando como é fácil usar a própria imprensa americana para a propaganda comunista:
http://br.youtube.com/view_play_list?p=4CDAB99FAB5980BA

Vão saber como o obamismo foi construído... vão saber por que e quem matou Kennedy... vão saber por que os próprios KGB chamam os esquerdistas de IMBECIS ÚTEIS...