terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Rapidinhas Econômicas

Edição Terça-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

Crise real

São brasileiras 45 das 122 empresas da América Latina e dos Estados Unidos que apresentaram queda de valor de mercado superior a 80%.

Das 29 empresas que perderam mais de 90% do seu valor de mercado no ano de 2008, nove são brasileiras.

As mais afetadas foram a Laep, controladora da Parmalat no Brasil (-95,8%), MMX Mineração (-95,5%), Abyara (-94,7%), Inpar (-93,5%), Ecodiesel (-93,4%), General Shopping (-90,0%) e BR Brokers (-90,0%).

Desvalorização

O valor de mercado das companhias brasileiras somava, no final de 2007, US$ 59,7 bilhões.

O valor era de US$ 7,7 bilhões no final de 2008.

A queda de 87,1%, calculada por um estudo da consultoria Economatica, foi causada pela fuga de capital de investidores estrangeiros.

Juros subindo?

No curto prazo, raciona­mento de crédito promoverá um aumento da taxa de juros na ponta final.

A previsão pessimista é de um dos principais conselheiros informais para assuntos econômicos do chefão Lula, o deputado federal Delfim Netto.

Pelo visto, Delfim não acredita muito na previsão do Banco Central, para este ano, de crescimento de 16% no crédito.

Será?

A mídia econômica amestrada debatia ontem a informação de que investidores estrangeiros que estavam comprados no câmbio futuro dão sinais de que passarão a apostar na alta do real frente ao dólar.

O problema real, já descrito por um experiente mega-investidor em sua roda de negócios, é que o dólar só não sobe mais porque simplesmente falta grana no mercado.

Ou seja, se não ocorrer um milagre da “multiplicação dos dólares”, a coisa ficará ainda mais feia.

Apelando

A Renault vai deixar mil metalúrgicos em casa por cinco meses para evitar demissões enquanto espera uma reação das vendas.

Neste período, os trabalhadores receberão ajuda compensatória no valor líquido do salário com recursos do Fundo de Amparo do Trabalhador (FAT) complementados pela empresa, mas sem caráter salarial.

O inédito acordo, aprovado ontem em assembléia de 3 mil metalúrgicos, está previsto na Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT).

O acordo dá direito ao cômputo dos cinco meses para efeitos de férias, 13º salário e FGTS, além de curso de qualificação profissional.

Nada de crise...

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) anunciou ontem a demissão de cerca de 300 funcionários da Usina Presidente Vargas, em Volta Redonda, no sul fluminense.

De acordo com a assessoria de imprensa da empresa, as demissões fazem parte da rotina normal da companhia é não têm relação com a crise, pois são funcionários que estão próximos da aposentadoria.

Em dezembro, a CSN anunciou férias coletivas de 20 dias para cerca de 3 mil funcionários, de 22 de dezembro a 12 de janeiro. Ao todo, a empresa tem ao redor de 16 mil funcionários em 19 unidades, sendo duas no exterior.

Guerra brasileira

A guerra das estradas brasileiras mata tanto quanto o conflito entre Israel e palestinos.

A Polícia Rodoviária Federal registrou 435 pessoas mortas (27 por dia) apenas nas estradas federais no fim de ano.

O número é 13% maior que em 2007.

Vida que segue...

Ave atque vale!

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Solicitamos uma notificação sobre a publicação para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 06 de Janeiro de 2009.

Nenhum comentário: