terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Rapidinhas Políticas

Edição de Terça-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

Comissários do Povo

Grupos que atuam como milícias em um dos bairros mais populosos e violentos de Caracas se tornaram mais uma arma do presidente venezuelano, Hugo Chávez, em defesa de sua "revolução bolivariana".

O Grupo de Trabajo La Piedrita atua com outros cinco "coletivos" no bairro 23 de Enero, localizado a apenas 1,5 quilômetro do palácio do governo, onde o presidente comanda sua revolução, pela qual os integrantes do movimento se dizem dispostos a matar ou morrer.

Uma matéria no site do jornal espanhol "El País" de ontem confirma a existência dos chamados “comissários do povo” de Hugo Chávez.

Proteção oficial

Nem a polícia nem a Guarda Nacional estão autorizadas a entrar nos domínios do La Piedrita.

Até a Guarda de Honra presidencial é liberada com ressalvas em dias de visita de Chávez.

O líder do grupo, Valentín Santana, define com clareza o papel deles:

Somos um coletivo que faz trabalho social, mas também, como disse nosso comandante Hugo Chávez, estamos armados e dispostos a defender esta revolução pela via das armas”.

Milícias aqui

No Rio de Janeiro, as milícias de bairro são formadas por policiais, ex-policiais, bombeiros, geralmente sob o comando de políticos ou gente com pretensão política.

As milícias se sustentam na cobrança de taxas de segurança, cobranças de “pedágios” de cooperativas de transportes e na exploração de serviços públicos ilegais nas comunidades, como a exploração de gás de botijão e televisão por assinatura (a famosa gatonet).

Os milicianos, que substituem traficantes de drogas nas comunidades, arrecadam de R$ 2 a 5 milhões mensais na atividade criminosa.

Coitado

O jornalista Paulo Henrique Amorim pede proteção especial.

Paulinho exige que a Polícia Federal investigue por que está sendo vítima de perseguição “contra ele e sua família” por indivíduos a mando do banqueiro Daniel Dantas e do governador José Serra.

O Ministro da Justiça, Tarso Genro, já teria se colocado à disposição de Paulo Henrique no caso.

Eleito pela Oligarquia

Não importa quem seja o candidato a Presidente (José Serra ou Dilma Rousseff).

O escolhido pela Oligarquia Financeira Transnacional para ser o vice de um deles (de preferência o candidato que deve vencer em 2010) é Sérgio Cabral Filho.

Não é á toa que o governador do Rio de Janeiro tem presença festejada no Fórum Econômico Mundial, na Suíça, junto com o Presidente Henrique Meirelles e o chenceler Celso Amorim.

Nem o chefão Lula – com a bola meio murcha entre a Oligarquia Globalitária – vai dar as caras por lá, embora adore uma viagem...

Numa fria (no bom sentido)

Apesar da crise, 1400 presidentes de empresas viajam a Davos, nos Alpes Suíços, para o concorrido Fórum Econômico Mundial.

A assinatura anual exigida das empresas para participar do evento é de 42.500 francos suíços (US$ 36.862 dólares).

Fora os caríssimos gastos com acomodações, ainda é preciso desembolsar mais 18 mil francos para participar do fórum.

O evento, que acontece há 38 anos, começa nesta quarta, com mais de 2.500 inscritos e 40 chefes de Estado ou de governo confirmados.

Papo com Obama

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, prometeu ontem ao chefão Lula, por telefone, que pretende avançar nas negociações da rodada Doha, de liberalização do comércio internacional, como forma de combater os efeitos da crise financeira.

Ontem, por iniciativa do norte-americano, aconteceu a primeira conversa entre os dois presidentes após a posse de Obama.

Teve início às 18h15 e durou cerca de 25 minutos, segundo informação do porta-voz da Presidência, Marcelo Baumbach:

"O presidente Obama declarou estar interessado em continuar as discussões no sentido de fazer avançar a rodada Doha, dada a importância do comércio mundial para o enfrentamento da atual crise econômica internacional".

Encontro marcado

Ficou acertado que Lula e Obama se encontrarão em Washington em meados de março, depois que o presidente brasileiro participar de um seminário com investidores estrangeiros em Nova York.

Lula também convidou Obama a visitar o Brasil em abril.

Só que o presidente norte-americano informou que já teria compromissos e respondeu que a viagem poderia ser feita no verão do Hemisfério Norte (entre julho e setembro).

Pauta

Os dois presidentes também conversaram sobre os principais temas da agenda de interesse dos dois países.

Lula elencou assuntos que considera prioritários, como a paz mundial, as relações dos dois países com a América Latina e a África, o G20 (grupo dos países desenvolvidos e em desenvolvimento, do qual o Brasil faz parte), as mudanças climáticas e os biocombustíveis.

"O presidente Lula mencionou que considera que as boas relações entre Brasil e Estados Unidos têm muito a contribuir para um bom ambiente político para a América Latina".

Já Obama, na versão do Planalto, comunicou que deseja trabalhar em coordenação com o presidente Lula para garantir "a paz e a estabilidade no continente" e para fortalecer as relações econômicas entre os dois países.

Pertinho de Londres

Segundo a Presidência, o presidente Obama informou que já instruiu sua equipe econômica no sentido de coordenar-se com o Brasil para aproximar posições para a cúpula do G20, que se realiza em abril em Londres.

Lula elogiou o trecho do discurso de posse de Obama que tratou da necessidade de cuidar dos mais pobres, e sublinhou que a vitória de Obama pode influenciar positivamente a imagem dos EUA na América Latina.

O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, e a secretária de Estado, Hillary Clinton, conversariam por telefone, ontem à noite para dar continuidade aos entendimentos.

Tá com inveja?

O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, vai responder com o silêncio as críticas que lhe foram feitas pelo chefão Lula da Silva, sábado passado, no programa “Bola da Vez”, da ESPN Brasil.

O corinthiano Lula, que jura não querer terceiro mandato para si, reclamou do continuísmo nas entidades esportivas, dando uma estocada no ex-genro de João Havelange:

Quando me candidatei à Presidência da República pela primeira vez, em 1989, ele já estava lá. Agora, renovou o mandato até 2015”...

Por que Lula não se candidata a presidente da CBF depois que Teixeira sair?

O eleito

O economista Luiz Gonzaga Beluzzo é o novo presidente do Palmenras.

Venceu por 145 votos a 123 o opositor Roberto Frizzo, que é advogado e comerciante.

Beluzzo é um dos conselheiros informais do corinthiano Lula em assuntos econômicos.

Pára a briga

Lula ficou pt da vida com a troca de acusações entre os ministros Reinhold Stephanes e Carlos Minc, publicada pelo Globo.

O chefão determinou à chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, que interrompa imediatamente as hostilidades no primeiro escalão.

E mandou os dois pararem de brigar publicamente.

Só no cinema

O prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho, patrocina hoje um jantar para todo o elenco do épico “Lula, o filho do Brasil” (antigo “Lula, filho de Lindu”).

A grandiosa obra cinematográfica, de R$ 12 milhões, começa a ser rodada no ABC.

Nada como ficar bem com a família do chefão – nem que seja a da ficção.

Vai tomar pau também?

Não é só o chefão Lula que anda tomando pau na mídia internacional porque não cumpriu direito alguma ordem de seus patrões da Oligarquia Globalitária.

O cacique Evo Moralles deve tomar pau também porque nacionalizou totalmente, na última sexta-feira, a empresa de petróleo Chaco.

A transnacional pertencia à Panamerican Energy, cuja principal acionista era a BP (British Petroleum) – que não costuma perdoar quem atrapalha seus negócios...

Libertado

O advogado Vilmar Quizeppe conseguiu um Habeas Corpus em favor do capitao do EB Luis Fernando de Sousa.

O militar estava detido por 15 dias, dos quais cumpriu três, por causa de uma entrevista dada ao jornal Folha de S. Paulo, acusando o Exército por ter punido, com transferência, militares que concorreram na eleição passada.

Quem mandou soltar o capitão foi a Justiça Federal em Porto Alegre.

O capitão foi convidado para uma Audiência pública na Câmara dos Deputados para falar do problema.

EB contra o terrorismo

O Exército Brasileiro vai participar da operação de libertação de seis reféns das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

O Exército forneceria apoio logístico para o Comitê Internacional da Cruz Vermelha, que encaminha as negociações para a libertação dos sequestrados.

Entre os equipamentos brasileiros que poderão ser deslocados para o país vizinho estariam helicópteros e material de comunicação, além de dados geográficos da região.

Arquive-se

O procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, recomendou que o processo de extradição do ex-ativista italiano Cesare Battisti seja arquivado.

Condenado na Itália por quatro homicídios, Battisti conseguiu o status de refugiado político no Brasil por decisão do ministro Tarso Genro (Justiça).

Apesar de recomendar o arquivamento, o procurador afirma que a decisão que vier a ser tomada pelo STF (Supremo Tribunal Federal) deve prevalecer sobre qualquer outra manifestação.

No muro...

No seu parecer, Souza afirma que é favorável à extradição do ex-ativista italiano, mas com base na Lei 9.474, artigo 33, o processo deve ser suspenso quando o envolvido está submetido ao status de refugiado político.

O procurador lembrou ainda que em decisão anterior da Suprema Corte envolvendo um refugiado político, o processo de extradição foi suspenso.

O parecer de Souza foi remetido para o ministro Cezar Peluso, que está interinamente na presidência do STF.

Mandou bem...

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, seção do Rio de Janeiro, Wadih Damous, defendeu em entrevista ao Jornal do Commercio do RJ que o Supremo Tribunal Federal se transforme em Corte Constitucional.

Wadih Damous reclamou que o STF não pode mais se comportar como a terceira instância do Judiciário, julgando até ação de despejo.

O advogado defende um debate em torno do projeto do deputado Flávio Dino (PC do B-MA), de forma ampla e produtiva, no sentido de amenizar o que considera "o exacerbado ativismo judicial em voga, que interfere de forma indevida na esfera política".

Dose cavalar

Depois que Mônica Bergamo vazou ontem em sua coluna, na Folha de S. Paulo, o prefeito Gilberto Kassab terá de correr com a idéia de desapropriar a área do Jockey Club de São Paulo, em Cidade Jardim.

A intenção de Kassab é transformar a área do jockey em um parque público, aberto à população, sem atrapalhar as corridas de cavalo.

A prefeitura paulistana estudava a desapropriação em sigilo, mas o negócio vazou em dose cavalar...

O valor venal do imóvel, de 593,6 mil metros quadrados, é de R$ 306,2 milhões - um bom dinheirinho para uma indenização...

Obama digital

O Partido Democrata criou a organização “Obama 2.0”.

O objetivo é reunir os 13 milhões de nomes acumulados pela campanha de Barack Obama na Internet, e mobilizá-los sempre que alguma campanha de mobilização for necessária.

Nos EUA, o presidente é proibido por lei de usar, pessoalmente, uma lista de e-mails para se comunicar com o eleitorado.

Terrorismo criativo

A explosão de uma bicicleta-bomba no noroeste do Paquistão deixou pelo menos cinco mortos e 20 feridos ontem.

A polícia afirmou que a bicicleta estava estacionada em uma das principais ruas da cidade de Dera Ismail Khan quando explodiu, ferindo pedestres e pessoas que passavam de carro no local.

Bicicleta-bomba... é sacanagem...

Vida que segue...

Leia, abaixo, as Rapidinhas Econômicas

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 27 de Janeiro de 2009.

Nenhum comentário: