sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Rapidinhas Políticas

Edição de Sexta-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

Coração de candidata

A ministra repaginada Dilma Rousseff foi recebida ontem no Fórum Social Mundial, em Belém, por um coro de mais de 500 pessoas que gritavam:
"Brasil urgente, Dilma presidente".

Justificando que ficou "comovida" com a manifestação, Dilma foi sincera:

O Brasil está preparado para ter uma mulher presidente, um presidente negro, um presidente índio. O Brasil é uma sociedade democrática. Sinto nessa manifestação aqui no Pará um calor humano, uma força muito grande. É comovente estar aqui. É uma coisa que toca o coração”.

Imagina se fosse...

A ministra Dilma advertiu que “ainda” não é candidata.

Alegou que “ainda” não houve conversa oficial com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva a respeito da sucessão.

Enquanto isso, ela aproveita toda as oportunidades para promover as políticas do governo Lula.

Ouve antes...

O ministro Cezar Peluso, do Supremo Tribunal Federal, ouvirá o governo da Itália antes de decidir se concede liberdade a Cesare Battisti.

Em entrevista à revista IstoÉ, Battisti admite que pegou em armas e fez assaltos, mas nega que tenha executado inimigos.

Mas o governo italiano pensa diferente e, diante do desgaste das relações bilaterais provocado pelo caso, o primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, cancelou sua visita ao Brasil, prevista para fevereiro.

Abaixo-assinado

Já circula na Internet o pedido de assinatura na carta de apoio à Itália, repudiando a decisão de Tarso Genro de refugiar o terrorista Cesare Battisti:

http://www.petitiononline.com/FL0001FL/petition/pe

O texto foi concebido na comunidade Fora Lula, “para mostrar ao mundo que este governo não nos representa”.

Papo de Tarso

O ministro da Justiça, Tarso Genro, comparou o caso Battisti com o do deputado Fernando Gabeira (PV-RJ), já que ambos foram guerrilheiros e participaram de sequestros durante o período de ditaduras em seus países:

Por exemplo: Fernando Gabeira participou inclusive de sequestro de embaixador (dos Estados Unidos, Charles Elbrick). E hoje Gabeira é um respeitado deputado federal”.

Tarso reclamou que a Itália ainda vive fechada sobre os "anos de chumbo", enquanto o Brasil passa por um processo de "pacificação política":

No Brasil estamos em um patamar de pacificação política, enquanto na Itália a ferida ainda não foi cicatrizada. Respeitamos as razões da Itália, mas aplicamos nossa soberania”.

Pacificação revanchista

O problema é que Tarso diz uma coisa mas faz exatamente outra.

A revisão, na prática, da Lei da Anistia defendida por Tarso vai na contramão da tal “pacificação” que ele agora alega em defesa da Battisti.

Em maio do ano passado, o ministro da Justiça pregou ser favorável à revisão da lei para garantir o julgamento de militares acusados de crimes de tortura, considerado por ele imprescritíveis, e de homicídio durante a ditadura.

A posição do tenente R2 do EB Tarso Genro desagradou às Forças Armadas, setores da Justiça e deixou o chefão Lula na maior saia justa.

Ajuda capimunista

Em dezembro de 2008, Cuba recebeu a visita de navios de guerra russos.

Veio junto com o presidente Vladimir Putin uma doaçãozinha de US$ 20 milhões.

Agora é o irmão Castro presidente quem visita a Rússia, para acertar a segunda parte das tramas capimunistas para dominar a América Latina.

Crítica de Gabeira

O escritor e deputado Fernando Gabeira considera muito difícil fóruns como esses (de Davos e Belém) contribuírem para um mundo novo:

A visão revolucionaria tem muito de religiosa. Sobretudo na certeza em determinar o sentido do homem, em sonhar com um mundo completamente novo. Uma vez foi tentada uma conferência entre os fóruns de Davos e Porto Alegre. Um caos. Cada um falava a sua língua. Não conseguiram se entender. Se houver outro mundo, ou mais modestamente, um mundo melhor, dependerá mesmo de fóruns como esses?”.

Os argumentos de Gabeira estão na Folha de S. Paulo de hoje.

Quem procura acha

Os leitores do Alerta que perguntam quem são os controladores do mundo podem encontrar os nomes listados entre os mais poderosos presentes ao Fórum de Davos.

Já os comandantes dos exércitos operadores de campo, que trabalham de forma consciente para os controladores estão em Belém do Pará.

Junto com eles, milhares de agentes inconscientes, entorpecidos pela ideologia de um mundo melhor, que ignoram que o socialismo que defendem é financiado pela fina-flor do capitalismo, como estratégia de manter o controle do primeiro sobre o terceiro mundo.

Deuses

O chefão Lula da Silva foi vaiado ontem por militantes radicais de esquerda, presentes ao Fórum Social em Belém, que não sabem que ele é apenas um marionete do poder global.

Em discurso improvisado, no fim da noite de ontem, o Lula da Silva filosofou que houve uma época em que a sociedade apelava para o que ele chamou de "deus mercado", na crença de que no mercado estava a solução para todos os problemas do país.

Lula ironizou que o curioso é que as empresas hoje apelam para o "Deus Estado".

Capimunismo

O chefâo é um cara de pau ou não entende nada de comunismo.

O sistema social-comunista pregado por Lula e seus pares funciona exatamente nessa lógica.

O Estado Socialista controla todas as atividades, principalmente a econômica.
Neste regime, quem não rezar conforme o Deus Estado acaba no inferno econômico ou no “paredon”.

Discurso mortal

O chapolim colorado da Venezuela Hugo Chávez foi aplaudido entusiasticamente em sua fala – um raro discurso curto -, no fim da noite de ontem, no Fórum Social Mundial de Belém:

Se não matarmos o capitalismo, o capitalismo acaba com os povos. Estamos vivendo um momento de crise do capitalismo global e a saída está no socialismo”.

Só faltou lembrar que o mesmo projeto é defendido pelos “socialistas fabianos” presentes ao Fórum de Davos.

Meu mundo caiu...

O Senado de Illinois, nos EUA, votou ontem a favor da destituição do governador daquele estado.

Rod Blagojevich foi acusado de corrupção e prevaricação.

Recentemente, o político protagonizou um escândalo ao ser flagrado vendendo a vaga deixada pelo presidente Obama no Senado.

Estreante

Os legisladores estatais decidiram pelo impeachment de Blagojevich por maioria absoluta.

A votação, no capitólio do Estado, em Springfield, foi mostrada ao vivo pela TV.

Durante o processo de destituição, os senadores puderam ouvir as escutas obtidas pelo Ministério Público das conversas telefônicas em que o governador fala da sua intenção de obter dividendos com a nomeação do sucessor de Barack Obama.

Blagojevich é o primeiro governador da história de Illinois a perder o cargo em um processo de impeachment.

Leia, abaixo, as Rapidinhas Econômicas

Vida que segue...

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 30 de Janeiro de 2009.

4 comentários:

Anônimo disse...

Afirmam os idosos que: “o tempo é senhor de todas as coisas”. Será isto uma verdade irrefutável?
Eu, da minha parte, acho que sim.
Tenho desde criança o hábito de ler e guardar na mente algumas passagens, e nestas baseio o meu raciocínio sobre os fatos atuais.
Escrevo isso para relatar o fato de um “tido” probo senhor, que sempre foi um vizeiro obstinado na crítica a ciranda financeira que grassa por este país (acho que desde a sua colonização), está passando por apuros financeiros e provando do veneno que tanto criticou (sua empresa foi extremamente atingida pelo chamado dólar tóxico).
O tempo é senhor de todas as coisas...O que estava escondido acaba por se revelar.
O que falseava e enganava acaba por ser desmascarado.
Ou seja: o tempo põe as coisas a limpo, e nós revela como elas realmente são.
Apenas, temos que pedir aos céus, vida longa para podermos ver a real face das coisas. Pois, com o correr do tempo todas as máscaras cairão...

Anônimo disse...

Economia capitalista concenradora das riquezas ou economia socialista concentradora de riqueza e controladora de mentes, provam, ambas,sua sanha guerreira e destruidora. Uma estrutura alternativa para os negócios políticos ainda não foi formulada.
Capitalismo e socialismo desacreditados, apoiados um no outro nos conduziram ao estado capimunista, gigante, controlador de tudo e utilizando a propaganda para conter as manadas em currais específicos aterrorizados pelos desmiolados exércitos de narcotraficantes.
O dabate parece ser agora, mais uma vez, entre os que têm tudo e os que nada têm... Um longo debate e um eterno aprendizado.
Um velho filme em novas versões.

Anônimo disse...

Quando é que vamos sair das exceções e passar a eleger gente que tenha competência para o cargo de presidente da República.

Chega de experimentos, ainda mais quando a proposta é promover uma ex-terrorista que agora anda por aí plastificada.

Criativo de Galochas disse...

Jorge, o link para a petição está quebrado. Segue o correto:

http://www.petitiononline.com/FL0001FL/petition.html

Extradição já para evitar a criação do Bolsa-Terrorista!

Saudações,

Criativo de Galochas