segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Rapidinhas Políticas e Econômicas

Edição de Segunda-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

O bem visitado

Ainda é um mistério insondável o motivo pelo qual o famoso operador do mensalão, Marcos Valério Fernandes de Souza, recebeu, sexta-feira passada, a visita do principal advogado da facção criminosa Primeiro Comando da Capital, na Penitenciária II de Tremembé, interior de São Paulo.

Jerônymo Ruiz Andrade do Amaral e Valério conversaram durante cerca de 40 minutos no parlatório da cadeia.

Não se soube a pauta da importante reunião, porque encontros entre bacharéis e réus em áreas restritas são protegidos pelo sigilo legal.

Faz amizade fácil

Valério foi preso há 90 dias pela Operação Avalanche, da Polícia Federal, que investigou uma suposta trama para desmoralização de dois fiscais de tributos estaduais de São Paulo que autuaram em R$ 105 milhões a cervejaria Petrópolis, fabricante da Itaipava, cujo presidente Walter Faria é amigo de Valério.

Jerônymo e Valério se conheceram na própria cadeia de Tremembé – onde Valério está hospedado desde 21 de outubro e mandando várias ameaças de que pode abrir o bico se ficar ainda mais tempo preso.

O advogado do PCC fora preso em flagrante em 2 de abril de 2008, sob acusação formal de participação em quadrilha e associação para o tráfico de drogas.

Aliás...

O dono da Cervejaria Petrópolis, que fabrica “a cerveja” Itaipava, adotou uma estratégia genial para não ser perseguido pelo governo.

Walter Faria contratou a advogada Dora Cavalcanti para defendê-lo das acusações da Operação Vulcano – que prendeu o publicitário Marcos Valério, por tentativa de suborno a fiscais da Receita.

A advogada Dora é sócia do ex-ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, em um poderoso escritório de advocacia.

O Favorito

Depois de quase duas semanas em férias, o chefão Lula da Silva se reunir hoje com o senador José Sarney (PMDB-AP) para definir o quadro eleitoral no Senado.

A expectativa de aliados do senador é de que, nesse encontro reservado, Sarney finalmente confirme a Lula o desejo de retornar ao comando da Casa a partir do dia 2 de fevereiro.

Sarney só impõe a condição de que seu nome seja consenso entre os partidos e tenha a benção do próprio Lula.

Levando no couro

A reunião de Lula com Sarney pode ocorrer depois que Lula voltar de São Paulo.

O chefão participa da abertura da 36ª Couromoda.

Só mais tarde é que será obrigado a entrar no couro do Sarney.

Mal menor

Lula quer evitar uma nova crise no Congresso por causa de disputa nas eleições das duas Casas.

O Planalto não quer a candidatura do senador peemedebista Garibaldi Alves e muito menos aprova a do petista Tião Viana.

Na Câmara, o jeito do governo será aturar a candidatura de Michel Temer (PMDB), vencedor fácil de uma disputa contra o camarada Aldo Rebelo (PC do B).

Ataque funciona

O chefão Lula responde depressa quando é pressionado de fora pelos britânicos que controlam o comércio internacional de gás.

O Brasil mudou o discurso e vai comprar entre 23 e 24 milhões de metros cúbicos diários de gás da Bolívia no período em que não utilizar as usinas termelétricas.

Três dias atrás, a Petrobras anunciou uma redução temporária na compra de gás natural dos 30 milhões de metros cúbicos diários para um mínimo de 19 milhões de metros cúbicos, de acordo com o comportamento do mercado.

Releia o artigo: As Forças Ocultas derrubam Lula

Marolinha

O Brasil teria sofrido um corte de 600 mil vagas de emprego em dezembro, apenas levando em conta os dados ainda não divulgados oficialmente do Cadastro Geral de Empregados e Demitidos (Caged).

O Ministério do Trabalho já avalia que, por causa da crise financeira, o mês de dezembro de 2008 tenha sido o pior para o mercado formal de trabalho dos últimos anos.

Tudo indica que volume de demissões em dezembro último tenha superado largamente a média do mês, que é de cerca de 300 mil postos de trabalho com carteira assinada.

Mais desemprego à vista

Pressionada por estoques elevados e queda nas vendas, quase um terço da indústria brasileira pretende reduzir o número de empregados até fevereiro.

A estimativa foi obtida por meio de um levantamento feito pela Fundação Getúlio Vargas.

A reação negativa do mercado de trabalho diante da crise internacional é uma das maiores preocupações de Lula.

Mais marolinha

A queda nas exportações do agronegócio, em 2009, deve chegar a US$ 20 bilhões.

O faturamento das vendas externas deve chegar perto de US$ 50 bilhões.

Responsável por trazer ao país US$ 400 bilhões nos últimos dez anos, o cada vez mais endividado agronegócio enfrenta a queda de demanda e preços globais.

Correndo atrás

A Rede Globo resolveu imitar a Record vai manter como correspondente fixo, em Portugal, a partir do final de fevereiro, o jornalista Pedro Bassan.

Também escalou Renato Ribeiro para correspondente na África do Sul e Roberto Kowalick no Japão – dois lugares onde a Record já escalou correspondentes.

Na briga pela audiência, o "Jornal da Record" começa hoje a partir das 8 da noite em ponto – bem antes do “Jornal Nacional” da Globo.

Para marcar o novo horário, o correspondente Mauro Tagliaferri será acionado, num link ao vivo durante o "Jornal da Record", direto da Torre de Belém.

Te cuida...

A atriz Cleo Pires ficou internada este fim de semana na Clínica São Vicente, na zona sul do Rio, por causa de uma leve infecção pulmonar.

Por causa da internação, a atriz não compareceu à festa de lançamento da novela, que aconteceu no sábado à noite, no Parque Lage.

E o Chefão Apedeuta não precisa se preocupar, porque a bela filha de Glória Pires e Fábio Júnior estará em forma para viver, no cinema, Maria de Lourdes, primeira esposa de Lula que morreu durante um parto.

Grande Obra

O longa-metragem "Lula, o filho do Brasil" - baseado no livro homônimo da jornalista Denise Paraná - começa a ser rodado dia 21.

Garanhuns, terra natal do presidente, no Agreste pernambucano, será o cenário das gravações da cinebiografia junto com São Bernardo do Campo, no ABC.

Dirigido por Fábio Barreto (famoso por "O quatrilho"), o filme sobre Lula tem orçamento de R$ 12 milhões.

Alias, interessados em ganhar R$ 30 reais por dia de filmagem para atuar como figurantes podem procurar o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC (Rua João Basso, 231, São Bernardo), onde acontece uma seleção de elenco.

E o principal?

Deve ser confirmado esta semana quem vai interpretar o papel de Lula na obra.

O favorito é o ator pernambucano Tay Lopes, que já trabalhou com os Barreto em Última Parada 174 e no especial global A Pedra do Reino, que foi ao ar em 2007.

Glória Pires será Lindu (mãe de Lula) e Juliana Baroni ficará com o papel da primeira-dama, Marisa Letícia.

Muita gente está curiosa para saber quem fará os papéis do "Boi" e do delegado Romeu Tuma (amigo que manteve Lula preso nos tempos da dita-dura) - se é que tais personagens da biografia presidencial serão citados no filme.

Vida que segue...

Ave atque vale!

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente, inovador, fortemente analítico e propositivo, utilizando as mais modernas tecnologias para transmissão instantânea e eletrônica de informação privilegiada e análise estratégica, junto com a difusão de novos conhecimentos voltados para a construção e consolidação de novos valores humanos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Solicitamos uma notificação sobre a publicação para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 12 de Janeiro de 2009.

3 comentários:

Anônimo disse...

Taí um filme que nem com ingressos de cortesia eu irei assistir.

Anônimo disse...

Interessante perceber como funciona a independencia entre os 3 poderes da República: o Executivo corrompe o Legislativo que aprova Leis inconstitucionais e convenientes para todos os integrantes da máquina burocrática e sócios que nem Dantas, Marcola, Beiramar, o carequinha... O Judiciário nas altas esferas, aprova tudo que o governo do crime organizado quer. E quem trabalha paga a conta, de bico calado prá não ficar desempregado.
E haja festa! Não vamos ver na tv a reunião da cúpula mundial das esquerdas que o governo banca la longe, no norte. Nem vamos saber pela imprensa oficial que decisões vão sair da mente iluminada dos que vão "salvar o mundo", não sei de quê!

Anônimo disse...

A grande obra poderia também se chamar: "Lula, um grande filho da p...átria".