quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Presos no Labirinto

Edição de Artigos de Segunda-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Arlindo Montenegro


O Governo Global é concreto e ativo, tem objetivos claros e emprega todos os meios disponibilizados pelo poder financeiro e intelectual. Neste labirinto e pobreza estamos impossibilitados de tomar decisões pelo sim ou pelo não. Tudo nos é atirado à cara de modo completo, acabado: pague ou morra!

Enquanto isso, no labirinto, a mídia dos controladores globais nos rotula com marcas ideológicas do passado: militarismo, integralismo, nacionalismo, até nazismo, que em essência são repetecos de uma mesma ideologia de poder concentrado obtuso, totalitário ou oligárquico. Dizer isto ou provar documentando (o que é fácil) parece temeridade.

Estamos apiados a vícios de identidade política que perderam a utilidade como ferramenta para o momento atual. Os clubes e grupos de conspiradores cansados e desorientados não nos conduzem objetivamente. Ficamos todos emaranhados nos corredores do labirinto, sem uma liderança expressiva e confiável para coordenar ações.

O que vemos no dia a dia?

O governo decreta a entrega de parte do território nacional, questão decidida em Genebra, em 1981 pelo CIMI e mais 7 ongs européias “decretando” que Amazônia seria patrimônio da humanidade e não dos países que “pretensamente e por meras circunstâncias” detinham aquele território como parte de suas nações. CIMI e ongs associadas, “missionários” a serviço dos controladores financeiros do planeta, dispõem de recursos suficientes para afirmar o que consta da ata daquela reunião em 1981:

“É nosso dever garantir a preservação do território da Amazônia e de seus habitantes aborígenes, PARA SEU DESFRUTE PELAS GRANDES CIVILIZAÇÕES EUROPÉIAS, cujas áreas naturais estejam reduzidas a um limite crítico”.

Numa das diretrizes daquela reunião, os onguistas decidiram que era necessário afastar os militares da área. Em suas entrevistas recentes, o General Heleno comentou que o desmonte das Forças Armadas brasileiras havia começado há 30 anos. As datas coincidem. E toda a mídia comandada pelo CFR omitiu aquele avanço sobre o território nacional, como omitiu a existência do Foro de São Paulo, como omite tudo quanto não seja a propaganda ideológica do atual governo. O Príncipe herdeiro do trono inglês está chegando para sacramentar a internacionalização da Amazônia "para desfrute pelas grandes civilizações européias". A imprensa publica a visita, mas omite os reais negócios secretos implícitos.

Como também omite o que o ABC, jornal paraguaio, publicou ontem:

“O governo brasileiro solicitou ao Paraguai para não negociar Itaipu através da imprensa. (...) Na reunião entre Lugo e Lula no encontro do Foro Social Mundial em Belém, ambos concordaram em manter a negociação fora do alcance da imprensa. Ou seja, vamos entregar Itaipu para vocês... mas a negociação fica em segredo, somente entre nós.

A notícia do ABC fala também que “importantes organizações sociais do Brasil já estão pressionando a favor do Paraguai”. As importantes organizações podem ser identificadas como MST, PT e toda a cambada que, a partir do governo descaracterizam o Brasil como nação soberana, bem a gosto do Cimi e dos controladores americanos e das “grandes civilizações européias”.

Estamos aceitando voluntários para um trabalho de inteligência: encontrar a saída do labirinto em que estamos metidos. Queremos interagir seriamente com os luminares intelectuais desta nação desinformada porque ainda acreditamos num resquício de humanidade e lucidez, ainda acreditamos que haja vontade e empenho nesta busca.

O que pode frutificar numa ação contra o tempo, contra a força brutal?. Mãos à obra! Vamos experimentar como tarefa e objetivo, tocar em cada pedra, para encontrar a saída a saída deste labirinto.

Leia também: Ordens Superiores!

Arlindo Montenegro é Apicultor.

3 comentários:

Eraldo Angelo disse...

Pois é. Tudo isso pode acontecer porque o governo não tem oposição, quer na mídia quer no congresso nacional. Mas, se é assim, estamos em plena ditadura? É isso mesmo?

Madame Bia C. disse...

Caro Montenegro, abri agora à noite o blog, porque pensei que alguém tinha se candidatado como voluntário, respondendo a seu convite. Ninguém!!! Parece aquela passagem da Bíblia, em que ninguém aceita o convite do Senhor. Meu pai morreu... vou me casar...
Bem... não sou grande cabeça, mas alguma coisa eu sei. Mesmo que eu tenha que viajar.
Leio todo dia o blog. Se houver alguma coisa para eu ajudar, diga-me como me comunicar.

Sérgio de Vasconcellos disse...

Rio, 02/06/2009.
Sr. Arlindo Montenegro.
O Integralismo não é um rótulo ideológico do passado, e também não e nunca foi "ideologia de poder concentrado obtuso, totalitário ou oligárquico". O Movimento Integralista está presente e atuando; nossa Doutrina não é totalitária e muito menos oligárquica. Sugiro que, no futuro, antes de abordar algum assunto o Sr. o estude antes. Quanto a obtusidade, ele é toda sua, faça bom proveito.
Pelo Bem do Brasil!
Anauê!
Sérgio de Vasconcellos.