segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Rapidinhas Políticas e Econômicas

Edição de Segunda-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão


Folia de Lula

O chefão Lula da Silva, com um chapéu panamá e uma camisa carnavalesca, foi bastante aplaudido pela claque bem ensaiada próxima ao camarote presidencial, na Passarela do Samba, no Rio de Janeiro.

O presidente chegou ao Sambódromo às 21h40m e foi saudado pelo público das frisas.

Muitas pessoas tiraram fotos do presidente mais popular de todos tempos, com previsão de 101% de aceitação nas pesquisas, até o final do atual mandato.

Besta Seller

Fará o maior sucesso o livrinho e o vídeo que a fundação Perseu Abramo, do PT, planeja lançar.

A edição popular do “Lula, o filho do Brasil”, escrito em formato de tese por Denise Paraná, será vendida por apenas R$ 20 reais.

Acompanhará um DVD do filme com o mesmo nome, produzido por Luiz Carlos Barreto.

Negócio no ar

Lobistas da OAS e Andrade Gutierrez já cometem a indiscrição de deixar vazar, nos bastidores, que as duas empreiteiras vão vencer a licitação para administrar o Aeroporto Internacional Tom Jobim.

O BNDES está em fase de definição do modelo de concessão à iniciativa privada das minas de ouro dos aeroportos Tom Jobim e Viracopos (em Campinas).

O ministro Nelson Jobim (Defesa) não se cansa de defender a tese de que a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) não será prejudicada pela concessão para a iniciativa privada de dois dos 67 aeroportos públicos hoje administrados pela estatal.

Fim do Camelódromo?

Sob a desculpa de financiar a expansão do metrô do Rio de Janeiro, que praticamente liga ao nada ao lugar nenhum e já ultrapassou o ponto de saturação há muito tempo, o governo Sérgio Cabral e a administração municipal de Eduardo Paes trabalham para viabilizar um negócio imobiliário que interessa às grandes empreiteiras.

A troca de terrenos valorizados do metrô pela continuidade das obras.

A OAS já tem pronto o projeto da construção de um moderno shopping center, em um centro empresarial super inteligente, que seria erguido no terreno hoje ocupado pelo famoso Camelódromo carioca, entre a rua Uruguaiana e a Avenida Presidente Vargas.

Novo filão

Além dos medievais pedágios de nossas estradas, que são fonte de lucro inesgotável, as empreiteiras descobriram mais um filão para tirar dinheiro dos contribuintes otários e incapazes de se defender.

Apóiam um lobby no Congresso Nacional em favor da aprovação da Inspeção Técnica Veicular dos 50 milhões de caminhões e carros que circulam hoje no Brasil.

Uma das grandes interessadas no negócio é a CCR - poderosa administradora de pedágios e de rodovias concedidas, que acaba de adquirir a empresa Controlar – que cuida da inspeção em São Paulo, onde o dono de veículo é obrigado a pagar a absurda taxa de R$ 52,73 pela vistoria.

Carnaval com dinheiro público

Fazer carnaval com as benesses das verbas públicas sempre foi uma constante no Rio de Janeiro, mas este ano exageraram.

A Prefeitura do Rio injetou R$ 4 milhões e 800 mil na Liga Independente das Escolas de Samba.

O governo do Estado destinou mais R$ 4 milhões e 800 mil na folia da Liesa.

Outros R$ 3 milhões vieram da Eletrobrás, e mais R$ 1 milhão da empreiteira Andrade Gutierrez.

O perseguido

O juiz federal Fausto Martin De Sanctis tem uma semana, depois do carnaval, para dar explicações à Corregedoria do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF 3).

De Sanctis é investigado porque desobedeceu a ordem expressa da 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal que, em setembro, decretou a suspensão de ação penal sobre evasão de divisas na parceria MSI-Corinthians, bloqueando todos os atos processuais.

Quando o processo foi interrompido, De Sancits já havia expedido cartas rogatórias a países da Europa para tomada de depoimentos – o que poderia prejudicar réus poderosos, como o empresário russo Boris Berezovsky.

O bilionário russo - grande parceiro de José Dirceu de Oliveira e Silva – conta com a defesa do criminalista Alberto Zacharias Toron.

O Bem defendido

Após receber a defesa preliminar do juiz De Sanctis, a Corregedoria do TRF poderá propor abertura de processo de natureza disciplinar.

O Órgão Especial da Corte - composto pelos 18 desembargadores federais mais antigos – decidirá se detona ou não o magistrado por quem o banqueiro Daniel Dantas morre de amores.

Fausto De Sanctis tem todo o apoio da Associação dos Juízes Federais (Ajufe), que considera que "a independência funcional do magistrado é fundamental para a democracia”.

Retrato da suprema impunidade

Existem hoje 367 investigações contra autoridades (parlamentares e ministros) no Supremo Tribunal Federal – que só deveria cuidar de questões constitucionais.

São 102 ações penais e 265 inquéritos.

No entanto, desde 2002, apenas nove réus foram julgados e todos foram absolvidos.

Eis a falta que faz um tribunal específico, com rito sumário, apenas para julgar crimes na Administração Pública.

Haja lavagem...

De janeiro a dezembro do ano passado, a Superintendência de Seguros Privados recebeu nada menos que 305.493 comunicados de casos de suspeitas de lavagem de dinheiro no mercado de seguros, previdência complementar e capitalização.

Isso significa que a Susep recebeu uma média diária de 836 queixas.

Incluindo finais de semanas e feriados, a média é de 34 notificações de lavagem de grana a cada hora.

Vale a pena ser político

O Globo de ontem revelou que uma análise das declarações de bens dos 11 deputados e 11 senadores das Mesas Diretoras da Câmara e do Senado, entre 1998 e 2008, indica que pelo menos sete parlamentares tiveram variação patrimonial superior a 50%.

Entre os integrantes da Mesa do Senado, o maior patrimônio declarado é o do presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP) - R$ 4,6 milhões.

Em sua declaração de 1998, o senador tinha R$ 2,3 milhões, dos quais 63% eram referentes à fazenda Pericumã, em Luziânia (GO), mais R$ 375 mil em aplicações financeiras.

Em sua declaração de 2006, há uma forte mudança no perfil patrimonial, além da duplicação de seu valor.

Passou a guardar em contas e investimentos bancários 64% de seus bens, R$ 2,9 milhões - inclusive R$ 297 mil em espécie.

Poder Paralelo

É o título da nova novela de Lauro César Muniz que estréia em março na Rede Record.

O autor, que pretende abordar o poder da máfia e do narcotráfico no cenário latino-americano, informa suas intenções:

O romantismo da máfia já era. A máfia hoje é coisa realmente pesada. São superbandidos tão poderosos que estão infiltrados no poder público, agindo claramente na corrupção do País”.

Fora, Battisti!

O Foro do Brasil – grupo de estudos sobre a realidade brasileira – um manifesto aos cidadãos italianos, repudiando a postura ilegal do desgoverno petista, que conferiu o status de refugiado político ao assassino Cesare Battisti, cuja extradição é pedida pelo governo da Itália:

Ao asilar o criminoso Battisti, o governo do Partido dos Trabalhadores contrariou o artigo 37 da Constituição Federal Brasileira, que impõe aos órgãos públicos os princípios da legalidade, moralidade, impessoalidade e razoabilidade, desmerecendo a Justiça da República Democrática da Itália”.

O Foro do Brasil ressalta que o asilo político a criminosos não representa a vontade do povo brasileiro.

Seis por meia dúzia?

Começou a temporada de especulações sobre o nome que substituiria o poderoso Henrique Meirelles – cada dia mais doido para largar a presidência do Banco Central e cuidar de seu futuro político.

Fala-se de Luciano Coutinho (hoje no BNDES), Luiz Gonzaga Beluzzo (agora no Palmeiras), Alexandre Antonio Tombini (funcionário da carreira do BC) e Fernando Pimentel (ex-prefeito de BH, e queridinho da Dilma Rouseff e do sempre poderoso Antônio Palocci Filho).

Acontece que a presidência do BC só é ocupada por quem for coroado pelos banqueiros internacionais, e PT saudações...

Novo clubinho de poder

A elite da Fundação Getúlio Vargas ajudará na criação de mais um poderoso grupo de poder “ambientoglobalitário”, nos moldes do britânico Corporate Leaders Group.

Quem lidera a proposta de formação de um grupo de empresários em favor da proteção do clima é ninguém menos que o Príncipe de Gales.

O Príncipe Charles, que vem ao Brasil dia 12 de março, pretende juntar no clubinho figuras como Mario Garnero (Brasilinvest), Miguel Krigsner (Boticário), Luiz Fernando Furlan (Sadia), Maria Silvia Bastos (Icatu Hartford) e Philippe Reichstul (Brenco), dentre outros pesos-pesados corporativos.
Um dos grandes guros do esquema é o britânico Graeme Sweeney, vice-presidente da combustíveis do futuro e CO2 da anglo-holandesa Shell.

Poderoso da vez

O promotor Alexandre de Moraes se transforma em um dos homens mais poderosos da administração Gilberto Kassab (DEM) na Prefeitura de São Paulo.

Além de Secretário de Transportes e da SPTrans, Alexandre agora vai cuidar da Secretaria de Serviços.

Será o responsável pela gestão dos contratos de varrição e coleta de lixo, iluminação e serviço funerário.

Grana envolvida

Alexandre de Moraes vai acumular a gestão de um orçamento de R$ 3 bilhões.

São R$ 398 milhões na Secretaria de Transportes, R$ 989 milhões na SPTrans, R$ 454 milhões na CET, R$ 1 bilhão na Secretaria de Serviços e R$ 120 milhões no Serviço Funerário.

Kassab segue a estratégia de concentrar poder em seus homens de confiança.

Caos psicossocial

O Estadão de ontem divulgou uma pesquisa do Núcleo de Família e Comunidade da PUC-São Paulo, com 3 mil jovens entre 11 e 19 anos, que serve de retrato do caos psicossocial brasileiro.

Mais da metade dos jovens paulistanos (cerca de 56%) não reconhece os limites impostos pela família e pela escola.

Os jovens reclamam da falta de oportunidade para o desenvolvimento de liderança, dizem que são engajados na escola, mas admitem que dedicam pouco tempo para as tarefas de casa e atividades criativas.

Embora percebam apoio familiar, esses adolescentes sentem que há falha de comunicação em casa e pouco envolvimento dos pais na vida escolar.

Papo de aliados

O chefão Lula da Silva e o Chapolim Colorado Hugo Chávez têm encontro marcado no dia 4 de março.

Chávez passará pessoalmente a Lula as recentes orientações da reunião que teve com o moribundo Fidel e seu irmão Raul, em Cuba, neste final de semana.

Os companheiros do Foro de São Paulo, além dos papos ideológicos sofre o futuro do socialismo na América Latina, devem cuidar da difícil parceria entre a Petrobras e a PDVSA na refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco.

E o salário, oh...

Explicação bem factível para a surpreendente derrota do Flamengo para o Resende, em pleno sábado de carnaval, no Maracanã:

Os jogadores rubro-negros fizeram corpo mole e se vingaram por causa dos salários atrasados.

Na véspera da decisão, os cartolas da Gávea anunciaram cortes nas premiações.
Mais uma vez, por falta de profissionalismo e por excesso de desorganização, o Flamengo jogou fora mais uma Taça Guanabara que parecia a mais fácil dos últimos tempos.

Vida que segue...

Ave atque vale!

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente (analítico e provocador de novos valores humanos) com análise estratégica, conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 23 de Fevereiro de 2009.

2 comentários:

Anônimo disse...

Leio no noticiário online que Lula tomou as devidas precauções para não ser vaiado na Marquês de Sapucaí:

1. Diferentemente do que ocorrera na abertura dos Jogos Panamericanos, em 2007, o locutor oficial do Sambódromo não anunciou a chegada do presidente;
2. Escolheu-se uma hora estratégia para o deslocamento de Lula até o camarote do governador Sérgio Cabral (PMDB);
3. O presidente aguardou até que a Império Serrano, primeira escola a desfilar, já estivesse evoluindo na avenida, sob aplausos das arquibancadas;
4. De resto, o carro que conduzia Lula estacionou ao pé do camarote, em área protegida por grades e tapumes, a salvo dos olhares do público.

Não entendi. Afinal o homem não conta com 84% da preferência nacional?

BRAGA disse...

Se conforma Serrão. Se o flamengo "sifu" (como diz o Apedeuta), o vasco também. Haja fluminense na jogada.
Saudações,
Braga.