quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Saúde delicada de bancos e fundos de investimentos gera novas incertezas, instabilidades e tristes surpresas

Edição de Quarta-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

É papo de Obamané afirmar que “é o início do fim da crise” – conforme festejou ontem o presidente dos EUA, Barack Obama, ao assinar e transformar em lei plano de estímulo econômico de US$ 787 bilhões. A saúde de grandes bancos internacionais e de fundos de investimentos a eles ligados ainda é um fator de incertezas, instabilidades e muitas surpresas desagradáveis que ainda virão por aí.

Ontem, o mercado global aloprou com as perdas do britânico Lloyds Bank com a empresa de hipotecas HBOS. Os riscos e prejuízos derrubaram os preços das ações de outras instituições financeiras parceiras do Lloyds (que controla uma das maiores resseguradoras do mundo). A onda de nervosismo também derrubou o euro. Tudo se complicou porque a agência de avaliação de risco Moody's ameaçou rebaixar a classificação de bancos europeus e da Ásia.

No Brasil, o Índice Bovespa recuou 4,77%. Seguiu a tendência de queda nos Estados Unidos, onde o índice Dow Jones perdeu 3,8%. Mesmo assim, este ano, o Ibovespa acumula alta de 6,11%, enquanto o Dow Jones perde 13,94% e os mercados emergentes em geral recuam 8% Por aqui, o dólar fechou em alta de 2,15%, cotado a R$ 2,328. Manteve o chamado piso que oscila entre R$ 2,30 e 2,40.

Marketagem

Na onda de otimismo propagandeado, via marketagem, o desgoverno Lula imita Obamané.

Como apoio total do Palácio do Planalto, o 'The Wall Street Journal" e o Valor promoverão, em 16 de março, em Nova York, o seminário "Brazil: Global Partner in a New Economy".

O primeiro grande evento internacional sobre o Brasil desde o agravamento da crise financeira global, em setembro, vai reunir 250 investidores e CEOs internacionais para um debate sobre a maneira como o Brasil atravessa o atual momento de crise.

O chefão Lula, os ministros Guido Mantega, Dilma Rousseff, Celso Amorim e Henrique Meirelles estarão lá.

Junto com eles os empresários-parceiros e executivos como Roberto Setúbal, Roger Agnelli, Marcelo Odebrecht, José Sérgio Gabrielli, Antônio Francisco de Lima Neto, Fernando Luis Rolla, Alessandro Teixeira, Luciano Coutinho, Antonio Mexia e Sergio Rial.

Paraíso infernal

Muitos estrangeiros estão procurando refúgio na América Latina, o que puxou as bolsas de Brasil, México, Chile e até Argentina.

O retorno do capital estrangeiro é uma das explicações para a melhora dos índices da Nova Bolsa (BM&FBovespa).

O HSBC melhorou a recomendação para o Brasil entre os emergentes, destacando a solidez de sua economia e de seus bancos.

Um lugar que pratica um dos juros mais altos do mundo é mesmo o paraíso para os especuladores e um inferno para quem precisa produzir de verdade, gerando lucros, emprego e renda...

Leia, abaixo, as Rapidinhas Políticas e Econômicas

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 18 de Fevereiro de 2009.

3 comentários:

Anônimo disse...

HORA DE SE PREVINIR E A IMPRENSA DIVULGAR !

SERÁ VERDADE?
Repassando conforme e-mail recebido
Esta notícia tem todas as características de um "hoax", mas, enfim...

Recentemente, bandidos do PCC teriam se unido com o Comando Vermelho criando o PCVC (Primeiro Comando Vermelho da Capital), ou seja, os bandidos teriam se unido e, conforme investigação de um agente do governo, eles estariam planejando fazer terrorismo durante o carnaval 2009 nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador e Recife, alegando que agora estão bem equipados, com armamentos pesados, AK-47, granadas, bazucas, inclusive artilharia antiaérea, etc... Os bandidos iriam fazer atos de terror durante o Carnaval 2009, planejando matar policiais e cidadãos que estarão curtindo o Carnaval nas cidades citadas.
Não é brincadeira.
Os bandidos estão revoltados, insatisfeitos com o tratamento dado pelo Estado em suas penitenciarias e seus chefes, as cabeças do crime organizado, estão presos em penitenciárias federais e por este motivo iriam aterrorizar o Carnaval de 2009, provocando muitas brigas e mortes. Dentre os planos para este Carnaval, os bandidos iriam sabotar arquibancadas e suas estruturas, provocando quedas, machucando e matando muita gente, iriam sabotar o esquema de segurança em geral de blocos de carnaval, camarotes, etc... Iriam fazer tiroteios, fazendo vitimas entre policiais, crianças, etc... Dizem os bandidos do "PCVC" que iriam se vingar da Sociedade Brasileira.
Os governos federal e estaduais teriam abafado o caso para não criar pânico na população e não gerar prejuízos, principalmente para as escolas de samba e para os blocos de carnaval em geral.
De um agente do governo, que não pode se identificar!

Anônimo disse...

Eu não acredito nisso não...

É nesse período que eles faturam mais e o desgoverno que é sócio, não vai deixar.

É preciso manter o povo alienado para curtir a marolinha.

Anônimo disse...

Serrão,
tenho lhe mandado e-mail e as mensagens estão, voltando. Algum problema ??
Por favor me informe pelo mail waltertadeudelima@yahoo.com.br