quarta-feira, 6 de maio de 2009

Remendo golpista: cinco partidos se unem ao desgoverno para aprovar o voto em lista fechada para 2010

Edição de Quarta-feira do Alerta Total http://www.alertatotal.blogspot.com

Adicione nosso blog e podcast aos seus favoritos.

Por Jorge Serrão

Interessada em manter os privilégios, o esquema de venda de legendas e a conseqüente corrupção, usando os partidos políticos como balcões de negociatas, a oligarquia política brasileira arma seu golpe institucional – com a colaboração do chefão Lula da Silva. Até outubro, PT, PMDB, DEM, PPS e PC do B querem aprovar o voto em lista fechada (já para a eleição de 2010).

Pela proposta, o eleitor passa a votar numa sigla e não mais no candidato. Trata-se de um golpe dentro do já falido modelo representativo tupiniquim. Os deputados vão assumir a vaga conforme uma hierarquia previamente elaborada pelo partido ou pela coligação. A mudança não requer mudança constitucional. Dependerá apenas de maioria simples do Congresso para aprovação.

Os oportunistas também pretendem aprovar o financiamento público de campanha. Seria criado um fundo com recursos equivalentes a R$ 7 por eleitor para cobrir as despesas do primeiro turno, e R$ 2, por eleitor, para o segundo turno. Tomando por base o eleitorado de dezembro de 2008, os valores chegariam a R$ 913.197.656 (no primeiro turno) e R$ 260,9 milhões (no segundo).

O remendo de maldades deve incluir o projeto que regulamenta a chamada "fidelidade partidária". Ficaria claro que o mandato pertence ao partido, e não mais ao eleito. O troca-troca partidário só será permitido se ele ocorrer 30 dias antes do término do prazo para a realização de convenções partidárias.

A proposta mais polêmica, e que precisaria de emenda constitucional, trata da chamada cláusula de barreira. Ficaria vedado o exercício do mandato parlamentar aos deputados federais, estaduais ou distritais de partidos que não obtiverem 1% dos votos válidos nas eleições para a Câmara dos Deputados - desde que estejam distribuídos em, pelo menos, um terço dos Estados com o mínimo de 0,5% dos votos em cada um.

Será que passa?

Em fevereiro, o governo enviou ao Congresso um pacote com várias destas propostas.

Uma delas tipifica criminalmente a captação ilícita de votos, com multa e cassação do registro ou diploma do candidato que cometer a infração.

Outro projeto de lei complementar torna inelegíveis por três anos os políticos que tenham sido condenados por abuso de poder econômico ou político na Justiça Eleitoral, condenação criminal por delitos contra a economia popular, fé pública, tráfico de entorpecentes, crimes eleitorais ou detentores de cargos na administração pública que beneficiam a si ou terceiros.

Resta saber se isso foi para inglês ver, já que os políticos dificilmente vão aprovar gols contra eles próprios.

Reunião sinistra

José Sarney teve ontem uma reunião de emergência no gabinete do líder do PMDB, Renan Calheiros (AL).

O encontro sinistro contou com a participação de Valdir Raupp (RO) e Romero Jucá (RR), líder do governo.

A ideia dos três tentar um acordo com outros líderes para diminuir as denúncias contra o Senado, e anunciar medidas pretensamente enérgicas para conter o caos, que já começa a sair de controle.

Operação abafa

Alegando se sentir “muito pressionado”, José Sarney conseguiu o apoio da maioria dos senadores para que a investigação contra o ex-diretor de Recursos Humanos da Casa, João Carlos Zoghbi, fique, pelo menos por enquanto, restrita à Polícia Legislativa.

Os senadores fecharam com Sarney porque temem que a instituição perca o controle da investigação, caso a Polícia Federal assuma o rolo.

Suspeito de receber propina de prestadoras de serviço do Senado, Zoghbi acusou o ex-diretor-geral do Senado, Agaciel Maia, unha e carne de Sarney, de comandar fraudes em licitações com a convivência dos senadores Efraim Morais (DEM-PB) e Romeu Tuma (PTB-SP).

Renúncia parcial

Eros Grau renunciou ontem ao seu cargo no Tribunal Superior Eleitoral, mas continua no STF:

"Passou o meu tempo no TSE. O Supremo me absorve. Estou convencido de que não posso dividir a minha fidelidade a ele com outro tribunal".

Sua cadeira no TSE será ocupada provisoriamente pela ministra Carmen Lúcia.

Bolha brasilis

Itaú Unibanco, Santander e Bradesco já fizeram reservas de R$ 8,7 bilhões para cobrir a inadimplência nos empréstimos.

As chamadas provisão para devedores duvidosos (PDD) tiveram uma alta de 65,1%, na comparação com o ano de 2008.

Pela previsão dos bancos, o cenário de ligeiro calote (forçado ou não) não deve mudar pelo menos até o fim do terceiro trimestre.

Acredita-se que o índice geral de inadimplência possa atingir 6,9%.

Sinal de problemas

A recuperação da indústria no mês de março ocorreu num ritmo inferior ao esperado pelo desgoverno.

A equipe econômica fará, oficialmente, uma nova previsão de crescimento econômico para este ano, no relatório de avaliação orçamentária do segundo bimestre.

A tendência é que o número fique próximo do projetado pelo Banco Central (BC): 1,2%.

O documento, que será encaminhado ao Congresso até o dia 20, deve vir cheio de cortes adicionais no Orçamento.

Missa para Fleury

Uma missa vai lembrar hoje os 30 anos do falecimento do Delegado Sérgio Fernando Paranhos Fleury, que comandou o Departamento da Ordem Política e Social e colaborou com a Operação Bandeirantes, na guerra ideológica pós-64.

Aos 46 anos, Sérgio Fleury morreu em circunstâncias misteriosas, após ter caído do seu luxuoso iate, na Ilhabela, em 1º de Maio de 1979.

A missa, celebrada a pedido do delegado Carlos Alberto Augusto, será às 19 horas, na Igreja Nossa Senhora de Fátima, na Avenida Dr. Arnaldo, 1338 - Bairro do Sumaré, em São Paulo.

Vida que segue...

Ave atque vale!

Fiquem com Deus!

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente (analítico e provocador de novos valores humanos) com análise estratégica, conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 6 de Maio de 2009.

8 comentários:

Anônimo disse...

Caro Serrão, me permito discordar da expressão "falido modelo representativo tupiniquim". Sou contra que se vote em listas em vez de candidatos mas nosso sistema representativo é um dos sitemas eleitorais mais democráticos do mundo. O que precisamos é melhorar a legislação que criou os partidos para que deixem de ser feudos e passem a exprimir a vontade dos seus filiados, através de projetos políticos, e não pela executiva nacional e para que cada cidadão, seja ele quem for, tenha direito a um único voto.
Se conhecer algum sistema eleitoral no mundo mais democrático que o nosso gostaria que me informasse.
Abraços. Mello (fsmello@uol.com.br)

Esperança disse...

Os presidentes do Senado e da Câmara dos Deputados, José Sarney e Michel Temer, tiveram uma importante conversa a sós com o presidente Lula, consultando-o sobre eventual terceiro mandato. O presidente não respondeu diretamente, devolvendo a pergunta a eles: “O que vocês acham disso?” A mudança significativa é que, até agora, o presidente Lula vinha negando a hipótese, em público e em conversa privadas.


O governador paulista José Serra já avisou aos aliados mais íntimos que não trocará o Palácio dos Bandeirantes por nova disputa contra Lula.

Cláudio Humberto 06.05.09

E quem é que vai querer abdicar dos privilégios pagos com o suor do povo?

Anônimo disse...

Serrão,
Se aprovado esse "chute no saco" do
eleitor,será mais um desserviço co-
metido por nossos "ínclitos"parla-
mentares.
Deve ser porque já estão nadando em
excrementos é que querem lançar so-
bre nós eleitores,os dejetos produzi-
dos por seus "cérebros" férteis,que
é essa tal de lista fechada.Fechadas
são suas idéias para entender as as-
pirações do povo que os colocou onde estão.
Se passar,é mais uma excrecência
produzida por cérebros de boçais.
Desculpe-me Serrão,mas é um desa-
bafo que faço através do seu blog.

Rodrigão o indignado.

Esperança disse...

Lula, o São Jorge do Planalto
http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/
2 de maio de 2009

Antes da revolução dos costumes desencadeada nos anos 60, as moças se casavam virgens, motel só aparecia em filme americano, drive-in era coisa da capital. Mas havia a zona do meretrício. Todo município com mais de 10 mil habitantes tinha pelo menos um bordel, camuflado em casas com uma luz vermelha na varanda, construídas no difuso território onde a cidade já acabou sem que tenha começado a zona rural. E havia na parede da sala o retrato de São Jorge.

Bonito, aquilo. Os trajes de guerreiro, o corcel colérico, a lança em riste, o dragão subjugado, as imagens beligerantes eram completadas pela expressão beatífica. Todo santo de retrato é sereno, mas nenhum se mete com monstros que soltam fogo pelas ventas. Só um São Jorge de bordel poderia arrostar tamanho perigo com aquela placidez no rosto que sublinhava o espetáculo da coragem.

Concentrado no duelo tremendo, o exterminador de dragões não prestava a menor atenção no que acontecia fora do retrato. Na sala, prostitutas e clientes negociavam o acerto que os levaria a algum dos quartos escurecidos pela meia-luz que eternizava o crepúsculo. Deles não paravam de chegar sons muito suspeitos, mas o santo guerreiro nada ouvia. Estava na parede para proteger a zona do meretrício, não para vigiá-la. Quem luta com dragões não perde tempo com batalhas de alcova.

São Jorge de bordel era chamado naquele tempo todo homem que mantinha a cara de paisagem enquanto desfilavam a um palmo do nariz iniqüidades, bandalheiras e delinqüências. O filho abandonara os estudos, a filha se apaixonara pelo cafajeste do bairro, a mulher vivia arrastando vizinhos para o quarto do casal, o sobrinho furtara as economias da avó — e a tudo seguia indiferente o chefe de família. Como um São Jorge de bordel.

Como um São Jorge de bordel continua agindo o presidente Lula, informou neste começo de maio a discurseira sobre a farra das passagens aéreas. A tunga escandalosa do dinheiro público teria feito até o santo do retrato esquecer o dragão para botar ordem na zona. Pois o padroeiro dos pecadores federais não viu nada de errado. “Isso é mais velho que a descoberta do Brasil”, desdenhou ao quebrar o silêncio obsequioso que vinha observando desde o primeiro estrondo no Congresso.

Para Lula, a imprensa dá “um tratamento desproporcional” a ocorrências irrelevantes. “Guardar passagens para viajar à França é delicadíssimo, mas o cara levar a mulher para Brasília, dar passagem para sindicalista ir a Brasília, não vejo onde está o tamanho do crime”, espancou o idioma e a ética o São Jorge do Planalto. O que não pode é viajar para o Exterior. Em território nacional, vale tudo. Que continuem viajando por conta da Câmara e do Senado parentes, vizinhos, jogadores de futebol, namoradas ou transeuntes com título de eleitor.

“Eu, quando era deputado, muitas vezes convoquei dirigentes da CUT, dirigentes de outras centrais para se reunirem com passagens do meu gabinete”, confessou. Para combater essa má vontade dos jornalistas com os pais da pátria companheiros, Lula anda prometendo criar o Dia da Hipocrisia.

A data do novo feriado deveria cair no dia e no mês de 1993 em que Lula, ao explicar por que não tentara reeleger-se deputado, deixou claro que não via maiores diferenças entre o Congresso e uma casa de tolerância. “Há uma maioria de 300 picaretas que defendem seus próprios interesses”, discursou. Pelo menos 301, corrige o falatório irresponsável.

Que outros santos nos protejam.

Anônimo disse...

Serrão, veja esse vídeo...

Fim da Internet em 2012??

qualquer forma de tolhimento à liberdade é uma forma de tolhimento à nossa ...

http://www.youtube.com/watch?v=diHHfxiGKo8

Anônimo disse...

Serrão, veja esse vídeo...

Fim da Internet em 2012??

qualquer forma de tolhimento à liberdade é uma forma de tolhimento à nossa ...

http://www.youtube.com/watch?v=diHHfxiGKo8

Anônimo disse...

Serrão



Lula está detonando o país

não vai sobrar nada em pé


PQP

Anônimo disse...

Para a Nova Ordem Mundial, um governo mundial é apenas o começo. Uma vez no poder eles planejam exterminar 80% da população do mundo e permitir a "elite" viver para sempre com o auxílio de tecnologia avançada. Pela primeira vez, o cineasta ALEX JONES revela os planos secretos de extermínio da humanidade: Operação ENDGAME (Fim do Jogo).

Jones mostra a história da sangrenta ascensão da elite mundial ao poder e revela como eles tem financiado ditadores e guerras sangrentas - a fim de criar o caos para preparar o caminho para o primeiro império mundial.

Veja como Jones e sua equipe acompanham o grupo Bilderberg para Ottawa e Istambul para documentar seus encontros secretos, permitindo-lhe testemunhar os magnatas do totalitarismo global definindo a agenda do mundo e instigando a III Guerra Mundial.

Aprenda sobre a formação da central de controle de transportes da América do Norte, que exterminará a soberania Americana para sempre.

Descubra como os profissionais da pseudo-ciência eugenista assumiram o controle dos governos a nível mundial, como um meio para realizar o despovoamento.

Veja o progresso do próximo colapso dos Estados Unidos e a formação da União Norte-Americana. [O documentário é de 2007]

Nunca antes um documentário montou todas as peças da agenda dos globalistas totalitários. A compilação de Endgame mostra as atrocidades cometidas no passado por aqueles que estão tentando dirigir o futuro e fornece informações que a mídia controlada tem meticulosamente censurado por mais de 60 anos. Revela plenamente o programa da elite para dominar a Terra e realizar o plano mais perverso de todos os tempos da história humana.

Endgame não é uma teoria conspiratória, são fatos documentados sobre a elite totalitária em suas próprias palavras.
Download do filme

http://blogsemmascara.blogspot.com/2009/05/documentario-endgame-fim-do-jogo-o.html