sexta-feira, 17 de julho de 2009

Aécio Neves volta a ter “apoio global” para ser candidato a presidência, com ajuda de Ciro e dos banqueiros

Edição do Alerta Total - www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão

Aécio Neves será candidato a Presidente da República custe o que custar. O governador mineiro voltou a cair nas graças da Oligarquia Financeira Transnacional – que chegou a flertar com seu adversário interno no ninho tucano. Mas o Poder Real Global concluiu que José Serra não é totalmente confiável para seus planos de negócios no Brasil. Dilma Rousseff seria uma alternativa a Aécio que, desde 2004, é indicado, nas rodas dos clubes de poder, como “o homem para 2010”.

Além da força dos controladores globais e seus banqueiros, Aécio ganha um poderoso impulso interno para sua candidatura no flanco de centro-esquerda. A Agência inglesa Thompsom Reuters informou ontem que Aécio Neves voltou a flertar com um dos maiores inimigos de José Serra - seu adversário a ser batido no ninho tucano. Aécio teve um encontro na residência oficial do governo mineiro com o deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE).

Depois do encontro, Ciro deixou claro aos jornalistas presentes: "O governador Aécio sendo candidato a presidente da República descomprime gravemente a necessidade estratégica de eu apresentar uma candidatura. Não quer dizer que, eventualmente, eu não tenha que ser (candidato), porque isso dirá o meu partido. Mas as necessidades, as minhas angústias com relação ao futuro do país eu fico feliz, porque acho que o país estará em seguras, tranqüilas e boas mãos. O Aécio está pronto, na minha opinião, para servir ao país em qualquer lugar, inclusive como presidente".

Ciro Gomes analisa disputar a eleição para o governo de São Paulo, o que incomodaria Serra e agradaria ao chefão Lula da Silva, que vem apoiando o cearense, nos bastidores, para botar fogo na disputa paulista – na qual o PT não tem chances de vitória. Para aumentar a confusão, o PSB de Ciro é a da base aliada de Lula, mas está junto com Aécio em Minas e com Serra em São Paulo.

Efeito campanha?

O trem-bala Rio-Campinas-São Paulo - tarifas entre R$ 200 (econômica) e R$ 325 (executiva) - já tem um custo estimado de R$ 34,6 bilhões.

Pelo menos conforme estudo preparado pela consultoria britânica Halcrow, que foi revisado pelo Ministério dos Transportes e agora será colocado em consulta pública.

O trem-bala, que será construído e operado pela iniciativa privada, já teve seu custo estimado de obra quase triplicado, já que a primeira previsão era de R$ 11 bilhões.

Boa viagem

Um grupo de oito deputados, com o presidente da Câmara, Michel Temer, à frente, visitou Paris.

Tudo com despesas pagas pelo governo e empresas da França - inclusive uma delas interessada em vender caças à Força Aérea Brasileira.

A francesa Dassault Aviation está na guerra comercial com a norte-americana Boing e com a sueca Saab para fornecer nossos novos jatos militares.

De mudança para ficar

Clifford Sobel, embaixador norte-americano que deixa o cargo no Brasil, está se mudando para São Paulo.

Vai abrir uma empresa de consultoria na capital paulista.

Antes de ocupar o cargo, Sobel presidia uma empresa em New Jersey.

Grito dos pizzaiolos

Pizzaiolos profissionais e honestos de São Paulo, a capital da pizza no Brasil, reagiram indignados ao fato de o chefão Lula ter chamado senadores de "bons pizzaiolos".

O sindicato da categoria divulgou nota reclamando ser uma ofensa a comparação com os senadores.

Verdade: se os atuais senadores fizessem mesmo pizza, já teria sido criada, há muito tempo, a Pizzabras – para garantir emprego e bons negócios para seus aliados.

Outro que se lixa

O novo presidente do Conselho de Ética do Senado, Paulo Duque (PMDB-RJ), integrante da tropa de choque de Renan e Sarney, advertiu ontem que não teme cobranças do povo, caso o Conselho arquive as denúncias contra o presidente do Senado:

"Não temo ser cobrado por nada. Quem faz a opinião pública são os jornais, tanto que eles estão acabando".

Duque reeditou a agressão à imprensa cometida pelo deputado Sérgio Moraes (PTB-RS), aquela que afirmou “se lixar” para a opinião pública.

Grito estudantil pela grana

Frase do chefão Lula ao ser saudado por estudantes ontem na abertura do 51º Congresso da UNE.

"Vocês vieram aqui para trabalhar ou para gritar?".

Lula foi primeiro presidente a participar de um congresso nacional da UNE desde que a entidade foi fundada, em 1937, no governo Getúlio Vargas.

E o mais importante é que a União Nacional dos Estudantes recebeu R$ 920 mil do governo federal e de estatais para seu 51º Congresso.

Poder do Zé

Valor Econômico informa que o grupo de Sarney comanda projetos estratégicos para a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, em 2010, como as obras da usina hidrelétrica de Belo Monte, no Pará.

Em Furnas - a exemplo de outras estatais elétricas onde o PT também divide o poder como o PMDB -, o diretor de operações e comercialização, Fábio Machado Resende, ameaça sair.

O cargo é cobiçado pelo deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Parentagem

A empresária Teresa Murad, nora do presidente do Senado, José Sarney, foi indiciada pela Polícia Federal na Operação Boi Barrica, após mais de duas horas de depoimento.

Mulher de Fernando Sarney, o responsável pelos negócios da família no Maranhão, ela é acusada de lavagem de dinheiro e falsidade ideológica.

No dia anterior, Fernando foi indiciado sob essas mesmas acusações.

Contas secretas

O Ministério Público Federal no Distrito Federal abriu ontem uma investigação cível para apurar a existência de contas bancárias secretas do Senado.

As três contas - no Banco do Brasil e na Caixa Econômica Federal para conceder empréstimos a senadores - não foram registradas na contabilidade oficial da Casa ou nos sistemas de controle e acompanhamento de gastos públicos.

A decisão de abrir a investigação foi dos procuradores da República Bruno Acioli, Anna Carolina Resende e José Alfredo Silva.

Visão correta

O novo magistrado, que perdeu a visão enquanto cursava Direito, formou-se com a ajuda de colegas, que gravavam o conteúdo de livros em fitas cassetes.

Ontem, no Paraná, Ricardo Marques da Fonseca tornou-se o primeiro juiz portador de deficiência de visão do País.

Tomara que seja um juiz com a visão do Direito e da Justiça que o Brasil necessita.

Casal investigado

O patrimônio do casal presidencial argentino deverá ser novamente investigado nos tribunais de Buenos Aires.

O advogado Ricardo Monner Sans solicitou a reabertura de um processo sobre suposto enriquecimento ilícito do ex-presidente argentino Néstor Kirchner (2003-2007) - cuja fortuna dele e da mulher saltou de cerca de 17 milhões de pesos (cerca US$ 4 milhões ou R$ 8 milhões) para 46 milhões de pesos (cerca de US$ 12 milhões ou R$ 24 milhões).

Famoso por suas denúncias de corrupção durante o governo do ex-presidente Carlos Menem (1989-1999), o advogado Monner Sans também solicitou uma investigação sobre a utilização por parte de Kirchner de aviões da Presidência.

Queda feia do Papa

O Papa Bento XVI sofreu uma queda durante suas férias no norte da Itália e teve de ser internado para um rápido check-up.

O porta-voz do Vaticano, Padre Federico Lombardi, garantiu que não houve consequências sérias da queda.

Graves mesmo foram as recentes informações de que o Papa anda caindo no discurso da globalização...

Vida que segue...

Ave atque Vale!

Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente (analítico e provocador de novos valores humanos) com análise estratégica, conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 17 de Julho de 2009.

8 comentários:

Anônimo disse...

Serrão
Eu tenho minhas dúvidas, claro que ele deixaria as coisas correr solto como Lula, mas combinar, que quando fizerem um dossie, da farinha que ele gosta de "comer" no Rio isto pode mudar. O POVO NÃO ACEITA, ISTO". Ciro Gomes lá tem moral pra disputar alguma coisa? Por enquanto acho tudo muito prematuro. O Machael Jackson, também tinha shows para fazer em Londres e morreu. Então dizer que Áecio, Serra, Dilma, estão CERTISSIMO para disputar a presidência é muito VAGO, num País onde TUDO PODE ACONTECER. Esta é a última chance do Serra, e ele não vai desistir asssim, penso eu.

Jurema Cappelletti disse...

O maior desespero é não ver ninguém decente em quem votar. Só sabemos EM QUEM NÃO VOTAR.

Anônimo disse...

hi... just dropping by!
http://www.fileafro.com
http://mobileandetc.blogspot.com
http://kantahanan.blogspot.com

Albino disse...

O Brasil precisa de um candidato como o Obama que detenha conhecimento da realidade do país, mas, além de tudo, empolga a população pelo seu carisma e sua oratória. Só um candidato com estas qualidades será capaz de contrapor à popularidade do presidente Lula que, devido a sua capacidade de comunicação com as massas está confiante que irá eleger um poste para sucedê-lo. Neste contexto Aécio e´ melhor que Serra.
Sempre votei em Lula mas acho que foi bom enquanto durou. A permanência no poder vicia e alternância fortalece a jovem democracia brasileira.

Anônimo disse...

SOBRE A CRISE DE HONDURAS:

Entrevista com Presidente de Honduras, no jornal de Miami, Diario Las Americas.

TRECHOS:

(...)
Micheletti disse estar “totalmente seguro” de que em Honduras estão em jogo as pretensões expansionistas do presidente venezuelano e seu grupo da ALBA (Alternativa Bolivariana para as Américas, de Hugo Chavez). “O ELO DESSA CORRENTE SE ARREBENTOU EM HONDURAS. Esse é o enorme mal-estar do Sr. Chavez, isso é o que mais lhe incomoda, por isso ele arremete contra nós, nos insultando e cortando o fornecimento de petróleo da Petrocaribe. Ele reagiu violentamente, um hábito dele. Disse que ia nos invadir e segue repetindo isso.”

(...)

“O Sr. Insulza [Secr. Geral OEA] está voltado totalmente aos países da ALBA. Ele não veio aqui [em Honduras] dialogar, mas a impor posições, a nos dizer o que temos que fazer. Neste país ninguém vem a nos impor nada. Não aceitamos que ninguém venha a nos impor nenhuma condição da OEA, NEM UMA POSIÇÃO COMUNISTA. Não vamos aceitar nunca!”

http://www.diariolasamericas.com/news.php?nid=81507&pag=0

Anônimo disse...

Confio é que a Kátia apresente sua candidatura para que possamos ter em quem votar.

Simone Campos disse...

Eu queria o Aécio como presidente.

Silas Mello disse...

Que pena que ele não vai ser candidato.