segunda-feira, 27 de julho de 2009

BC do B obriga bancos a intensificarem invasão de privacidade, criando cadastros até de clientes eventuais

2a Edição do Alerta Total - www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão

O sistema financeiro promove mais uma invasão da privacidade dos cidadãos. Sob a desculpa de coibir a lavagem de dinheiro, por ordem do Banco Central do Brasil desde sexta-feira passada, os bancos ficam obrigados a manter cadastros de clientes eventuais que façam uso de serviços da instituição financeira, mesmo que não possuam conta nela. Nome, identidade, ou CPF (no caso de pessoas físicas) e Razão Social e CNPJ (de empresas) serão checados pelo novo sistema Big Brother Bancário.

Tudo indica que os dados serão analisados pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF), pelo supercomputador do Banco Central e, até mesmo, pela Receita Federal. Desde 2006, o BC do B mantém um Cadastro de Clientes do Sistema Financeiro Nacional – CCS. O sistema é capaz de processar 1 milhão de dados bancários por dia. Reveja o que o Alerta Total denunciou no distante 27 de janeiro de 2006: Banco Central acaba com o sigilo bancário, usando super-computador para fiscalizar correntistas de 182 bancos no Brasil.

Quebra de sigilo bancário, sem legislação definindo claramente como proceder, é inconstitucional, ilegal e arbitrária. Mas, no Brasil, vale tudo. Parece que a autoridade monetária não aprendeu nada com o caso de violação do sigilo bancário do caseiro Francenildo dos Santos Costa – que o Supremo Tribunal Federal enrola em julgar, porque envolve inocentar Antônio Palocci Filho - deputado federal, futuro ministro de Lula e grande timoneiro dos assuntos economicamente estratégicos para os petistas.

O curioso é que, pela regra baixada agora pelo BC do B, os bancos poderão definir, segundo seus próprios critérios, quais clientes eventuais deverão ou não ser cadastrados. Os bancos terão um mês para adaptar seus sistemas às novas regras. O BC manda focar atenção no grupo de pessoas classificadas como “politicamente expostas”. Os alvos seriam quem ocupou cargos políticos nos últimos cinco anos, dirigentes de estatais ou ocupantes de cargos de confiança no setor público, além de seus respectivos familiares.

Resta saber se o famoso “rigor seletivo” não vai incidir apenas sobre os adversários ou inimigos políticos do governo. O certo é que toda movimentação mensal acima de R$ 10 mil vai passar pelo pente fino do BBB do BC do B.

Me engana que eu não gosto

A Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) teve a coragem de soltar uma nota de imprensa para alegar que as novas medidas não vão provocar nenhum impacto significativo no dia a dia dos clientes.

A Febraban apenas lembra que a decisão do BC do B equipara as normas brasileiras à legislação mais moderna hoje existente.

A Febraban fez apenas o favor de lembrar que o Brasil se submete, sem soberania, às regras padronizadas pela Globalização.

Quem acredita que isso vai acabar com a lavagem de dinheiro também deve crer que, no Maranhão, por exemplo, só se faz lavagem em tanquinho de fundo de quintal.

Poupadores tungados

Além de não darem muita bola para a proteção da privacidade dos cidadãos brasileiros, nossos bem remunerados 11 ministros do Supremo Tribunal Federal podem colaborar com mais uma tungada do sistema financeiro no bolso das pessoas.

O Banco Central, o Ministério da Fazenda e muitos dirigentes de bancos teriam enchido os ouvidos dos membros do STF com argumentos para que eles suspendam qualquer indenização aos poupadores da caderneta prejudicados pelos planos Bresser (1987), Verão (1989), Collor 1 (1990) e Collor 2 (1991).

Os poupadores podem perder de R$ 29 a 120 bilhões se o STF realmente votar em favor dos argumentos do governo e dos banqueiros – que alegam não ter dívidas relativas aos planos econômicos com os clientes.

Meu garoto...

O gênio empresarial Eliezer Batista volta correndo esta semana da China, onde aprimora seus estudos de mandarim.

Segundo revelou a amigos muito chegados, Eliezer vem dar uma ajuda aos negócios de seu bilionário filhão Eike Batista.

Sabendo que o único Amador que deu certo foi o fundador do Bradesco, Eike prefere contar com a confiança e o profissionalismo do pai em momentos decisivos de grandes negócios.

Poderoso na berlinda

Está com o novo emprego ameaçado Arturo Valenzuela, o renomado intelectual indicado por Barack Obama para chefiar a diplomacia dos EUA na América Latina.

Tudo porque ele trabalhou discretamente nos últimos anos como consultor de empresas com negócios na região, incluindo a petroleira americana ConocoPhillips - que trava uma disputa bilionária com o governo da Venezuela -, além da Televisa, maior grupo de comunicação do México.

Diretor do centro de estudos latino-americanos da Universidade de Georgetown, Arturo Valenzuela é membro ativo do influente “grupo de estudos” ou “clube de poder” Council on Foreign Relations, o CFR.

Dedurado

Amigão de FHC, Arturo Valenzuela prometeu se desligar de suas posições no setor privado se sua indicação for confirmada pelo Senado norte-americano.

Um relatório das finanças pessoais de Valenzuela foi entregue ao Escritório de Ética do governo dos EUA.

O documento informa que ele recebeu US$ 180 mil no ano passado como consultor do escritório de lobby Akin, Gump, Strauss, Hauer and Feld.

Há duas semanas, na sabatina de Valenzuela no Senado, o democrata Jim Webb demonstrou preocupação com a possibilidade de que sua atuação como consultor gere conflitos de interesse e situações embaraçosas para o governo.

Mobilização jurídico-petista

A convite do Fórum pela Ética na Política, os operadores de direito: advogados, juízes e promotores, se reunirão nesta segunda feira, em São Paulo, para debater a crise do Senado e a reforma política.

Estarão presentes diversas entidades do segmento, assim como os professores Dalmo Dallari e Fábio Comparato, o desembargador Henrique Calandra (da Apamagis), Helio Bicudo e outros juristas.

Curioso os petistas - que até ontem apoiavam Sarney e agora mudaram de lado - puxarem um encontro sobre ética.

O encontro será a partir de 11 horas, na Rua Itápolis 1468, Pacaembu (final da av Paulista; atrás do Estádio do Pacaembu)

Joguinho Insustentável

José Sarney não teria mais os 41 votos necessários para barrar em plenário as iniciativas para retirá-lo do cargo.

O chefão Lula deve discutir a crise no Senado na reunião de hoje, da coordenação política.

Lula seguirá no mesmo joguinho de apoiar o presidente do Senado publicamente, enquanto os petistas o detonam nos bastidores, negociando mais espaços de poder.

Economia insustentável

O Brasil é o terceiro maior detentor de títulos dos EUA, com US$ 133,5 bilhões.

Quase um terço de sua dívida pública norte-americana (hoje em US$ 11 trilhões) está nas mãos de investidores estrangeiros – principalmente chineses.

Os EUA estão com sua economia cada vez mais vulnerável, embora tenham o poderio militar para garantir a força de sua moeda.

Retorno insustentável

Se depender dos EUA, apesar dos discursos, dificilmente retorna ao poder o Mane hondurenho – que lembra um Odorico Paraguassu com o coletinho do Carlos Minc.

Ontem, vendo que já lhe falta apoio norte-americano, o presidente deposto de Honduras Manuel Zelaya recuou e deu sinais de que permanecerá na Nicarágua.

Zelaya foi realmente derrubado porque contrariou interesses do mega-cartel frutífero, comandado pela Chiquita Inc.

Ontem, as Forças Armadas de Honduras emitiram comunicado afirmando que não se oporiam a um retorno negociado de Manuel Zelaya ao país, mas não ao poder.

Recuperando

O vice-presidente José Alencar recebeu alta da UTI do Hospital Sírio-Libanês na manhã de ontem e foi transferido para um quarto.

Médicos garantem que a recuperação é “bastante satisfatória".

Alencar luta há 12 anos contra um câncer no sistema digestivo.

Lula torce pela recuperação do amigo Alencar, porque não pode viajar e deixar o PMDB, Temer ou Sarney com a Presidência da República.

Que droga

O Correio Braziliense mancheteia hoje que “Consumo de crack avança em Brasília”.

Nas festas em boates, uma substância, nova no mercado brasiliense, preocupa: o GHB, conhecido como ecstasy líquido.

Poxa, e a gente que pensava que a única droga lá da Ilha da Fantasia eram os políticos ou o governo...

Pânico petroquímico

As construtoras Andrade Gutierres, Queiroz Galvão e Odebrecht estão em pânico duplo.

Primeiro, com um inquérito que corre em sigilo na Polícia Federal para investigar superfaturamento e sobrepreço na execução do contrato bilionário da terraplanagem do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro, em Itaboraí.

Segundo, porque a Petrobrás resolveu paralisar a obra desde quarta-feira passada, e as empreiteiras correm o risco de sofrerem atrasos no religioso pagamento da obra – cujas despesas também são questionadas pelo Tribunal de Contas da União.

Conselho de quem entende

“A afeição do brasileiro pelo futebol é tamanha que qualquer contratempo para a realização da Copa do Mundo será politicamente catastrófico para quem está no comando”.

O alerta é do consultor de empresas Vargas, que foi o primeiro latino-americano a presidir o conselho diretor do PMI (Project Management Institute) e atualmente diretor da consultoria Macrosolutions.

Ricardo adverte que o Brasil precisa de um plano de metas bem estruturado para a gestão da Copa de 2014.

Bolso em dúvida

Os militares desconfiam ser promessa de ano eleitoral o suposto reajuste para o ano que vem.

O chefão Lula acena que o reajuste salarial que equiparará os militares às demais carreiras de Estado poderá ser autorizado em janeiro de 2011.

A grana sairia logo após a ultima parcela do reajuste dado em 2008, que será finalizado em junho de 2010.

O militar que sobreviver até lá poderá verificar se a promessa é verdadeira ou não...

Desculpa pra ferrar as FFAA

O Valor Econômico de hoje informa que a crise econômica e a queda da arrecadação tributária ameaçam deixar na gaveta os planos de reaparelhamento e modernização das Forças Armadas, que ganharam impulso com a Estratégia Nacional de Defesa, divulgada em dezembro.

Os investimentos para compra e reforma de armamentos foram contingenciados em até 47% neste ano, comprometendo o planejamento dos militares.

Para 2010, em meio à lenta recuperação da economia, os três comandos estão pedindo um orçamento que excede em até oito vezes os níveis atuais de investimento.

Do plano inicial, que listava 22 iniciativas governamentais, 20 estavam previstas para encaminhamento até junho de 2009, mas o Ministério da Defesa não divulgou nenhuma delas.

Felix na área

O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, General Jorge Armando Félix, compareceu, sexta-feira passada, à festa do 61º aniversário de criação do Comando Militar do Sudeste, em São Paulo.

Curioso, é que o Espaço Cultural do Quartel General do Ibirapuera estava repleto de membros dos segmentos esclarecidos da sociedade que discordam de todo o mal que o atual desgoverno faz às Forças Armadas.

Mas não houve choques entre as tropas amigas ou inimigas.

Viva, Comandante!

A luta do Comandante Hércules vai apenas se intensificar com o espírito de luta, inteligência, lealdade e amor à Pátria que nos legou.

A carcaça do avião partiu bruscamente, mas o espírito de seu piloto há de fortalecer cada um dos que trabalham por um Brasil melhor, sem a influência do crime ideologicamente organizado.

Esteja onde estiver, Comandante Hércules, conte conosco para o que der e vier.

Vida que segue...

Ave atque Vale!

Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente (analítico e provocador de novos valores humanos) com análise estratégica, conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 27 de Julho de 2009.

5 comentários:

Anônimo disse...

O governo comunista é um sistema de escravatura, ou seja, nele não há direitos individuais.

Anônimo disse...

Tome nota aí: Mobilização jurídico-petista no momento em que as lideranças do PT, internamente, discutem a extinção do Senado... um passo significativo para reforçar o poder do partido único!

Anônimo disse...

Serrão, veja essa:

27.7.09
UFJF ensina COMUNISMO no Brasil, tudo pago com recursos Públicos!

UFJF oferece cursos para militantes de Movimento Sociais
A Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), em parceria com a Escola Nacional Florestan Fernandes, está ministrando curso de Especialização em Estudos Latinos Americanos para 25 militantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra.
(...)
O curso buscou capacitar os militantes dos movimentos ligados à Via Campesina sobre lutas de resistência que tivessem como meta entender, discutir e agir a partir de uma matriz histórica latino-americana. A proposta, então, é a de recuperar o pensamento de intelectuais e militantes latino-americanos, tais como Simon Bolívar, José Martín, Che Guevara, Mariategui, atualizando-a a partir da articulação dos movimentos sociais e das lutas dos camponeses no mundo, afetados pelas políticas da OMC e das grandes empresas transnacionais.

Não deixem de ler a matéria aqui. É estarrecedor!!!

Kozel® disse...

Vamos ver essa estorinha da poupança,,sua apoplexia está em alta,Serrão.

Politica e Atualidade disse...

vamos trocar link´s

Muito bom seu site

http://politicaeatualidade.blogspot.com/

Aguardo contato