quinta-feira, 2 de julho de 2009

Sarney renunciará para forçar nova eleição, impedindo que oposição assuma o Senado e atrapalhe aliado Lula

Edição do Alerta Total - www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão

Governista seja qual for o governo, o imortal José Sarney cumpre hoje um pacto de morte política com o chefão Lula. Não vai permitir que a oposição assuma a presidência do Senado e, para isso, vai renunciar ao cargo. O ato de Sarney - que rejeita se licenciar e não aceita pagar pelos erros dos últimos 14 anos de administração do Senado – força uma nova eleição para o comando do Senado. Garibaldi Alves e Marco Maciel são apontados como possíveis sucessores – na formação de um grande pacto de não agressão ao desgoverno Lula.

A decisão já tomada por Sarney de renunciar será transmitida logo mais em reunião com o chefão Lula da Silva. Sarney também terá hoje uma nova reunião com a bancada petista – sem a presença dos senadores Tião Viana (AC) e Flávio Arns (PR) que são seus inimigos declarados e apontados como os vazadores das inconfidências que arrasaram a imagem de autor do romance “Marimbondos de Fogo”. Conforme o Alerta Total já antecipou, Sarney tentará empurrar sua decisão para depois do recesso parlamentar deste mês.

A renúncia de Sarney elimina a principal preocupação de Lula: que o Senado caia nas mãos do 1º vice-presidente, o tucano Marconi Perillo (GO). Ontem, na Líbia, o chefão soltou o verbo contra o risco de a oposição tomar o Senado: “O DEM e o PSDB querem que o Sarney se afaste para o Marconi Perillo assumir, o que não é nenhuma vantagem para ninguém. A única vantagem é para o Marconi Perillo e para o PSDB, ou seja, que quer ganhar o Senado no tapetão. Assim não é possível, ou seja, isso não faz parte do jogo democrático”.

Se Sarney renunciar, e Perillo assumir, o tucano teria cinco dias para convocar nova eleição. Em caso de licença de Sarney – o que, por enquanto, está descartado -, ele comandaria o Senado durante o período em que o presidente se mantiver fora do cargo.
O novo complicador é que a saída de Sarney cria outro problema imediato. Os tucanos temem que se transfira o foco da crise para Marconi Perillo (PSDB-GO). O senador é alvo de quatro inquéritos no Supremo Tribunal Federal por supostos crimes como governador de Goiás. As acusações incluem formação de quadrilha, corrupção passiva e fraude em licitações.

Complicações imediatas

Num dos inquéritos, Perillo é acusado de receber propina de empreiteiras para financiar sua reeleição a governador, em 2002.

Ele teria participado de suposto esquema de corrupção e propina na liberação de créditos de empreiteiras com o estado de Goiás.

Os recursos teriam sido usados para pagar dívidas da campanha, segundo parecer do ex-procurador-geral da República Antonio Fernando de Souza.

Fraudes

Em outro caso, Perillo e o atual governador goiano, Alcides Rodrigues (PP), que era seu vice, são acusados de fraudes na campanha de 2006.

O Ministério Público denunciou que ambos teriam simulado a contratação de empresas e apresentado notas frias à Justiça Eleitoral.

As acusações incluem formação de quadrilha, peculato e caixa dois.

Empurra com a barriga

Enquanto Sarney agoniza, não foge e nem sai de cima da presidência do Senado, a CPI da Petrobras vai caindo no esquecimento da mídia - para felicidade do Palhaço do Planalto...

A intenção tática é atrasar o começo do funcionamento da inevitável CPI para depois do recesso parlamentar.

Em agosto, que costuma ser o mês do desgosto para muitos presidentes brasileiros, a base desgovernista aposta que a realidade pode ser outra...

Bombando na net

Assessores de José Sarney andam com ódio profundo dos malvados internautas.

Está bombando na internet o site http://www.forasarney.com.br/

Nos microblogs sociais, como o Twitter e Facebook, a campanha contra Sarney também é intensa...

Reflexos de Sarney

A paralisia do senado com o sai-não-sai de Sarney prejudica o Judiciário.

Como o Senado não se reúne para votar as indicações para o Conselho Nacional de Justiça.

Por isso, o CMJ foi até obrigado a cancelar a sessão que faria esta semana, por falta de membros.

Onde está a honestidade?

A impunidade parlamentar é segura, quando a cumplicidade é geral no parlamento brasileiro.

O Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, por 9 votas a 4, e uma abstenção, absolveu o deputado do castelo, Edmar Moreira (sem partido-MG).

Agora, Edmar poderá ser punido apenas com pena alternativa, como suspensão.

O deputado Hugo Leal (PSC-RJ) deve apresentar, na semana que vem, novo parecer pedindo punição mais branda.

Luta contra o pedágio

Tendo em vista que a injustiça e o erro têm imenso destaque na viciosa cobrança de pedágio, parece-me que é oportuno começar a se movimentar no combate a esse vício dos governos. Sugiro a criação de debates sobre a matéria, apresentação de trabalhos escritos, consistentes em artigos e ensaios, e a manifestação dos cidadãos esclarecidos em propagandas, conferências e publicação de matérias esclarecedoras”.

A opinião é do advogado Rhomeu Barros, que propõe uma grande mobilização nacional contra a farra dos pedágios.

Leia abaixo os argumentos de Rhomeu: Brasil, País do desmando Pedágio

Balança, mas não cai

A prestigiada Secretária da Receita Federal, Lina Vieira, está na França em missão especial.

Em Paris, participa de encontros na Organização para a Cooperação do Desenvolvimento Econômico.

Engraçado que a OCDE - diferentemente do que seu nome indica - é um organismo privado, defensor do multilateralismo, da globalização e, agora, fiel combatente da lavagem de dinheiro pelo mundo afora.

Assim que voltar da terra da guilhotina, Lina é cotada para ser degolada do governo – missão dada pelo chefão Lula ao carrasco Guido Mantega.

Qual o interesse?

Um estudo da Organização Para Cooperação e Desenvolvimento Econômico, divulgado ontem em Paris, mostra que o futebol é um paraíso para a ação de criminosos.

Eles encontram facilidade para lavagem de dinheiro e evasão fiscal.

O interessante é indagar por que a OCDE, que é um dos mecanismos da Oligarquia Financeira Transnacional, anda tão preocupada em fazer o marketing contra a lavagem global de grana?

Candidatura militar?

E-mail que circula nos meios militares, assinado pelo engenheiro civil Ricardo Bunemer, listando vantagens de uma eventual candidatura do General Augusto Heleno à sucessão de Lula da Silva:

“Sabe ler e escrever corretamente em nosso próprio idioma, além de dominar alguns outros mais (foi adido militar na frança)”.

“Não bebe ! Não comete gafes, sendo homem da atitudes espartanas...comedido, sabe portar-se publicamente em todas as ocasiões!”.

“É humilde sem ser subserviente mas comanda sem o uso da arrogância”...

“É homem probo, de moral definida e honesto!”

“Dá o exemplo, sempre seguindo a frente da tropa que comanda e deles não exigindo mais ou menos do que a ele próprio!”

“É um patriota que atua na defesa do Brasil e da integridade nacional territorial...”

“Não é político, mas acima de tudo (o melhor vem agora) possui um nome que não envergonha aos brasileiros: 'Augusto Heleno'”.

Por enquanto, General de quatro estrelas, Heleno continua na ativa, comandando a área de Ciência & Tecnologia do EB.

Risco de cadeia

A OEA deu até sábado para que o governo golpista em Honduras restitua a Presidência a Manuel Zelaya, sob pena de suspendê-lo do grupo.

Zelaya, que adiou seu retomo a Honduras para o fim de semana, pode chegar lá e ser preso na mesma hora.

Conservador arrependido, que se aliou à turma de Hugo Chávez, Zelaya cometeu o pecado capital de forçar a barra por um plebiscito, fraudulento, que permitiria reeleições presidenciais indefinidamente em Honduras.

Viva a Bahia, Imortal de verdade!

Virou heroína mundial a adolescente Bahia Bakari, de 14 anos.

A garota suportou esperar 12 horas, no mar e sem colete salva-vidas, até ser resgatada por um navio, como única sobrevivente da queda do Airbus da Yemenia Air.

Agora, com fratura na clavícula e queimaduras, Bahia Bakari se recupera em um hospital de Comores.

O milagre da salvação dela é mais uma prova de que Deus anda muito ocupado para socorrer pretensos imortais pelos senados afora...

Vida que segue...

Ave atque Vale!

Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Inteligente (analítico e provocador de novos valores humanos) com análise estratégica, conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 2 de Julho de 2009.

9 comentários:

Anônimo disse...

O que impede os partidos nanicos que se dizem democratas de unir-se num so bloco, trabalhando sobre um programa de governo conciso e objetivo? O que impede os brasileiros conscientes de unir forças para restaurar o Brasil das mãos dos comunistas? O que nos imprede de realizar uma tomada de poder por via eleitoral?
O General Heleno poderá ser o lider de tal movimento? Quem vai ajudá-lo? Quem vai executar este projeto?

Alternativa Brasil disse...

"Lula trata o Senado como se fosse um ministério dele"

A frase certeira do Senador Cristovam Buarque resume bem a forma desrespeitosa com que Lula vem interferindo nas questões internas do Congresso. Planalto faz de tudo para segurar Sarney no comando do Senado, mas cresce pressão pela renúncia.

http://www.alternativabrasil.org/

Anônimo disse...

Aprenda a chamar a polícia... Falando em desarmamento...

Eu tenho o sono muito leve, e numa noite dessas notei que havia alguém andando sorrateiramente no quintal de casa.
Levantei em silêncio e fiquei acompanhando os leves ruídos que vinham lá de fora, até ver uma silhueta passando pela janela do banheiro. Como minha casa era muito segura, com grades nas janelas e trancas internas nas portas, não fiquei muito preocupado, mas era claro que eu não ia deixar um ladrão ali, espiando tranquilamente.
Liguei baixinho para a polícia informei a situação e o meu endereço.
Perguntaram-me se o ladrão estava armado ou se já estava no interior da casa. Esclareci que não sabia, mas deveria estar lógico e disseram-me que não havia nenhuma viatura por perto para ajudar, mas que iriam mandar alguém assim que fosse possível.
Um minuto depois liguei de novo e disse com a voz calma:

- Oi, eu liguei há pouco porque tinha alguém no meu quintal. Não precisa mais ter pressa. Eu já matei o ladrão com um tiro da escopeta calibre 12, que tenho guardada em casa para estas situações. O tiro fez um estrago danado no cara!
Passados menos de três minutos, estavam na minha rua cinco carros da polícia, um helicóptero, uma unidade do resgate, uma equipe de TV e a turma dos direitos humanos, religiosos que não perderiam isso por nada neste mundo.
Eles prenderam o ladrão em flagrante, que ficava olhando tudo com cara de assombrado. Talvez ele estivesse pensando que aquela era a casa de alguém da cúpula do PT ou do Comandante da Polícia.
No meio do tumulto, um tenente se aproximou de mim e disse:

- Pensei que tivesse dito que tinha matado o ladrão.

Eu respondi:

-Pensei que tivesse dito que não havia ninguém disponível.

Anônimo disse...

Os cães não largam os ossos.

Fonte inesgotável de pensões e indenizações, a busca de subversivos que levaram um tapa na orelha até terroristas caídos em combate já distribuiu milionárias doações para jornalistas, caricaturistas, sindicalistas, torneiros-mecânicos, ministras candidatas. Agora sai das vias urbanas e se embrenha na mata fechada. Os cães vão em busca dos ossos do Araguaia. Os cães farejadores já foram no pelotão avançado e estão cobrando 20% de comissão sobre os lucros futuros. A única novidade é que, com o fim da fartura de ossos, a cachorrada está brigando entre si.

Do site "Coturno Noturno"

Anônimo disse...

Meus parabéns ao povo Hondurenho por saber defender um país.
Já o ao Brasil ainda temos que educar, se é que isso é possível, sobre a real situação que se encontra nossa nação.
Ai meu estômago

"Talvez, todos já tenham ouvido falar de uma organização chamada Diálogo Interamericano. O Diálogo foi fundado em 1982, depois da Guerra das Malvinas, como um centro de planejamento estratégico e propaganda política da oligarquia anglo-americana para o Hemisfério Ocidental. Ele reúne cerca de 100 personalidades políticas, acadêmicas, da mídia e de outros setores relevantes, de quase todos os países americanos, inclusive do Brasil.

Eles se reúnem anualmente, para discutir uma agenda de "interesses comuns" aos países do Hemisfério, que, posteriormente, não por coincidência, se transformam em políticas de Governo nos países dos membros do Diálogo. Entre outras: a política neoliberal de abertura econômica desenfreada; a defesa da legalização do uso das drogas entorpecentes; a politização dos problemas do meio ambiente; e a desestabilização das Forças Armadas ibero-americanas, sob o pretexto da sua subordinação ao poder civil.

Entre os membros do Diálogo, encontramos vários personagens que foram ou são chefes de Estado ou candidatos a chefes de Estado. Entre eles, destacamos: Raúl Alfonsín, da Argentina; Julio Sanguinetti, do Uruguai; Gonzalo Sanchez de Lozada, da Bolívia; e o nosso Fernando Henrique Cardoso.

Aliás, Fernando Henrique é membro fundador, levado ao Diálogo por Peter Bell, que é diretor do grupo desde a fundação. Não por coincidência, Peter Bell era o representante da Fundação Ford no Brasil quando a Fundação financiou a criação do CEBRAP. Segundo o falecido professor Florestan Fernandes, foram 700.000 dólares - o que, em 1969, era um bocado de dinheiro.

Entre os membros brasileiros do Diálogo Interamericano, encontramos outras figuras conhecidas, como o Sr. Luiz Inácio Lula da Silva, que está lá desde 1990, e o Sr. Ciro Gomes, que lá esteve entre 1994 e 1998.

Então, temos um quadro interessante no qual, nas últimas eleições presidenciais brasileiras, os três candidatos mais votados eram membros do Diálogo Interamericano. Ou seja, as oligarquias fizeram aqui um jogo triplo, para garantir os seus interesses por todas as pontas. Como vêem, assim caminha a Humanidade...."


E continua
http://www.umanovaera.com/conspiracoes/geraldo_luis_lino.htm

Anônimo disse...

Meus parabéns ao povo Hondurenho por saber defender um país.
Já o ao Brasil ainda temos que educar, se é que isso é possível, sobre a real situação que se encontra nossa nação.
Ai meu estômago

"Talvez, todos já tenham ouvido falar de uma organização chamada Diálogo Interamericano. O Diálogo foi fundado em 1982, depois da Guerra das Malvinas, como um centro de planejamento estratégico e propaganda política da oligarquia anglo-americana para o Hemisfério Ocidental. Ele reúne cerca de 100 personalidades políticas, acadêmicas, da mídia e de outros setores relevantes, de quase todos os países americanos, inclusive do Brasil.

Eles se reúnem anualmente, para discutir uma agenda de "interesses comuns" aos países do Hemisfério, que, posteriormente, não por coincidência, se transformam em políticas de Governo nos países dos membros do Diálogo. Entre outras: a política neoliberal de abertura econômica desenfreada; a defesa da legalização do uso das drogas entorpecentes; a politização dos problemas do meio ambiente; e a desestabilização das Forças Armadas ibero-americanas, sob o pretexto da sua subordinação ao poder civil.

Entre os membros do Diálogo, encontramos vários personagens que foram ou são chefes de Estado ou candidatos a chefes de Estado. Entre eles, destacamos: Raúl Alfonsín, da Argentina; Julio Sanguinetti, do Uruguai; Gonzalo Sanchez de Lozada, da Bolívia; e o nosso Fernando Henrique Cardoso.

Aliás, Fernando Henrique é membro fundador, levado ao Diálogo por Peter Bell, que é diretor do grupo desde a fundação. Não por coincidência, Peter Bell era o representante da Fundação Ford no Brasil quando a Fundação financiou a criação do CEBRAP. Segundo o falecido professor Florestan Fernandes, foram 700.000 dólares - o que, em 1969, era um bocado de dinheiro.

Entre os membros brasileiros do Diálogo Interamericano, encontramos outras figuras conhecidas, como o Sr. Luiz Inácio Lula da Silva, que está lá desde 1990, e o Sr. Ciro Gomes, que lá esteve entre 1994 e 1998.

Então, temos um quadro interessante no qual, nas últimas eleições presidenciais brasileiras, os três candidatos mais votados eram membros do Diálogo Interamericano. Ou seja, as oligarquias fizeram aqui um jogo triplo, para garantir os seus interesses por todas as pontas. Como vêem, assim caminha a Humanidade...."


E continua
http://www.umanovaera.com/conspiracoes/geraldo_luis_lino.htm

Anônimo disse...

Adorei essa forma de se chamar os nossus policiais

Kozel® disse...

E a CPI da Petrobrás nessa fumaceira toda?

Todo mundo esqueceu!

Vai lá no meu blog Serrão!

http://mastigandosapo.blogspot.com

existe mote à glosa

Anônimo disse...

Estas CPIS são só para tirar a atenção do povo dos verdadeiros problemas da nação, acordem!