terça-feira, 13 de outubro de 2009

Corrente petista Construindo um Novo Brasil prega aliança regional das Forças Armadas – plano do Foro de São Paulo

Edição do Alerta Total - www.alertatotal.net
Leia também o Fique Alertawww.fiquealerta.net (atualizado nesta terça)

Por Jorge Serrão

O Plano do Foro de São Paulo, de enquadrar as Forças Armadas (sobretudo as brasileiras) no projeto de “socialismo democrático”, se consolida no projeto político de José Eduardo Dutra – candidato da tendência favorita a vencer a presidência nacional do Partido dos Trabalhadores. Por trás do discurso em favor do cumprimento dos direitos constitucionais pelos militares, surge um projeto para uma organização centralizada continental – inclusive das associações de militares nos diferentes países da América Latina e Caribe.

Na tese 43 da corrente petista “Construindo um Novo Brasil” (nome que substituiu o antigo termo “Campo Majoritário”, tradução para a expressão soviética “Bolchevique”), está escrita, claramente, qual a visão petista (copiada do Foro de São Paulo) para os militares, na gestão pós-Stalinácio. O texto petista consagra a tão criticada END (Estratégia Nacional de Defesa):

“Ao novo Governo competirá aplicar as grandes diretrizes sobre a Defesa nacional recentemente aprovadas. As FFAA terão uma missão claramente dissuasiva, defenderão o território nacional e suas riquezas e se aliarão às Forças dos demais países da América do Sul na defesa da soberania regional. O ressurgimento de nossa indústria de defesa terá um papel muito importante no reequipamento de nossos corpos armados”.

Outra provocação aos atuais comandantes militares ou quem for a ele ligados (que serão classificados, pelo esquema de propaganda petista, como “trogloditas, truculentos e retrógrados”) surge na tese 41: “A defesa dos Direitos Humanos ocupará um lugar central no novo Governo. Serão intensificadas as políticas de promoção da igualdade: de gênero, etnia, orientação sexual, em relação aos portadores de deficiências. As políticas específicas voltadas à igualdade racial e entre homens e mulheres será tanto mais necessária no quadro da crise mundial que atinge mais fortemente os desiguais. Particularmente no caso das mulheres, medidas como a luta pela concretização da licença maternidade de seis meses, ampliação das vagas em creches, implantação do piso salarial da educação, setor majoritariamente feminino, dentre outras medidas, devem ser incentivadas pelo nosso partido nos executivos e legislativos. O Estado se fará garante das liberdades públicas, das opções religiosas, políticas e ideológicas”.

Na tese 13 (pura marketagem que também vai de encontro ao pensamento militar atual), os petistas deixam claro o que pretendem como desafio para 2010: “A luta pela construção de hegemonia política para sustentação de nosso projeto é um dos desafios históricos do PT como um partido que tem como horizonte o socialismo democrático”. Tal ideia é reafirmada na tese 21: “O terceiro Governo democrático e popular terá como tarefa, a partir de janeiro de 2011, a consolidação e o aprofundamento das conquistas dos dois primeiros mandatos do Presidente Lula, ao mesmo tempo em que enfrentará novos e complexos desafios”.

Na tese 46, os neobolcheviques petistas tocam em outro tema que afronta a doutrina militar, no que diz respeito à soberania brasileira: “A Política externa garantirá a presença soberana do Brasil no mundo. Ela estará marcada pelos princípios do multilateralismo. Por essa razão continuará a enfatizar a democratização dos organismos internacionais. O novo Governo aprofundará a política de solidariedade com os países latino-americanos e caribenhos. Fortalecerá as relações com a África, com o mundo árabe e com os países emergentes como a China, Índia e África do Sul. As relações com aos Estados Unidos, a União Européia e demais países desenvolvidos serão baseadas no respeito à soberania e à autodeterminação”.

Os neobolcheviques apenas reafirmam o que já tinham escrito na tese 12: “A defesa de uma inserção soberana do Brasil no mundo faz parte de nossos documentos de fundação. Nosso governo está transformando a imagem do Brasil no exterior. Nossa diplomacia tem lutado em todos os fóruns internacionais pelo multilateralismo, pela reforma das Nações Unidas, contra a fome e pela paz, defendendo um relacionamento entre as nações baseado nos princípios de respeito às soberanias, de não agressão e de não ingerência. Privilegiamos a integração regional, especialmente sul-americana. Buscamos fortalecer as relações Sul-Sul, dando ênfase especial aos países do continente africano. Após a crise o Brasil participa ativamente da construção de uma nova geografia mundial: é o caso da UNASUL, da formação do G-20 no âmbito da Organização Mundial do Comércio e de nossa decisiva participação no G-20 financeiro”.

Documento completo

Para conhecer a tese petista na íntegra, basta fazer um Download do arquivo compactado.

Ou visitar o link sobre José Eduardo Dutra na página da corrente neobolchevique, que tem José Dirceu como um de seus principais “comandantes”.

É só acessar: http://www.construindoumnovobrasil.com.br/

Aproveite e releia: O que faz, pensa e pretende o Foro de São Paulo?

Defesa do MST e congêneres

Ao contrário do teatro encenado nos últimos dias, em que até o chefão Stalinácio foi obrigado a criticar o MST pela truculenta invasão de uma fazenda produtiva, administrada pela Cutrale, o projeto de poder da corrente “Construindo um Novo Brasil”, em sua tese 20, só reafirma a aliança com o Movimento dos Sem Terra e congêneres:

O PT consciente da importância dos movimentos sociais para a construção partidária, do papel que jogaram na sustentação do governo Lula e do papel que jogarão na continuidade do nosso projeto nacional, priorizará a interlocução com os movimentos sociais desenvolvendo esforços para ampliar a atuação partidária junto a estes segmentos. Será assegurada especial atenção com a juventude, seja pela necessidade de renovação das direções e da base partidária, seja para que o partido mantenha o espírito de rebeldia, de capacidade crítica e renovação constante. Desafios para 2010: para a continuidade das transformações de que o Brasil precisa”.

Ou seja, os Movimentos Sociais Terroristas poderão continuar a fazer o que já fazem hoje, para detonar o atual sistema político-econômico, e viabilizar o projeto petista na construção de um novo Brasil, na ótica contraditória do Socialismo Democrático.

Vencedor programado

Apoiado por Stalinácio e seu mentor ideológico José Dirceu, José Eduardo Dutra deve vencer facilmente a eleição para presidente do Diretório Nacional do PT, marcada para 22 de novembro.
Além do sergipano Dutra, disputam a eleição (para perder) os seguintes candidatos:

Geraldo Magela Pereira, do Distrito Federal, Iriny Lopes, do Espírito Santo, José Eduardo Cardozo, de São Paulo, Markus Sokol, de São Paulo e Serge Goulart, de Santa Catarina.

Linha de campanha

Os marketeiros petistas – sob comando do baiano João Santana – já definiram quais serão as palavras-força que precisam ser empregadas, desde já, na pré-campanha de Dilma Rousseff:
Nacionalismo, Multilateralismo (no lugar do tradicional internacionalismo) e Conquistas Sociais.

A intenção dos petistas é acentuar uma guerra de valores, classificando os adversários de Dilma de “trogloditas, truculentos e retrógrados”.

A tática é abafar e inibir qualquer discurso conservador – classificando-o de “fora de moda”.

Hitler estava certo?

Um senador muito gaiato ameaça sugerir ao presidente Lula que crie um banco para financiar a atividade cinematográfica, a exemplo do que fez Adolf Hitler na Alemanha “Nacional Socialista”.

O senador lembra que, no nazismo, foi instituído o Filmkreditbank GmbH – para fornecer empréstimos a juros baixos para a produção de filmes politicamente bem-vindos ao regime.

O mesmo senador recorda que o regime nazista também concedia benefícios fiscais aos cineastas – a exemplo do que ocorre hoje no Brasil, com as Leis de Incentivo à Cultura.

Além disso, na Alemanha Nazista, o Ministério da Propaganda – comandado pelo baixinho Paul Joseph Goebbels – tinha toda a estratégia da produção cinematográfica subordinada a ele, em um sistema bem parecido com o que é comandado hoje, no Brasil, pelo gigante Franklin Martins.

Homoafetividade na caserna

O plenário do Superior Tribunal Militar reconheceu o direito de servidores da Justiça Militar da União incluírem no plano de saúde companheiro de união homoafetiva, por ser um direito garantido pela Constituição Federal.

A ministra Maria Elizabeth Guimarães Teixeira Rocha acrescentou que outros órgãos do Judiciário, como o Supremo Tribunal Federal (STF), o Superior Tribunal de Justiça (STJ) e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) já reconheceram que seus servidores têm o direito ao benefício.

Criada a jurisprudência, o mesmo benefício passa a valer nos quartéis – onde muita gente já toma coragem para sair do armário, sem ser perseguido.

Queridinha da Oligarquia Global

A senadora Marina Silva (PV-AC), ex-ministra do Meio Ambiente e provável candidata à Presidência em 2010, recebeu sábado passado, em Mônaco o prêmio “Mudanças Climáticas”.

Além de um troféu, a senadora recebeu 40 mil euros da Fundação Príncipe Albert 2º.

É o quinto prêmio que a senadora recebe desde 2008, quando deixou o Ministério do Meio Ambiente por discordar de algumas diretrizes da política ambiental do governo.

Marina já tinha recebido o Prêmio Sofia 2009, concedido anualmente pela Fundação Sofia a pessoas e organizações que se destacam nas áreas ambientais e de desenvolvimento sustentável.

“All Tomorrow’s Parties”

O British Council promove nesta quarta-feira, a partir das 20 horas, a exibição, com entrada franca, do documentário inédito sobre o festival alternativo “All Tomorrow’s Parties”.

A sessão, no Centro Brasileiro Britânico, será aberta pelo britânico Tom Panton, produtor da WARP, que fará uma rápida introdução sobre o filme, o selo Warp Records e a produtora cinematográfica Warp Films.

Produzido por Luke Morris (Warp X), o filme é uma colagem pós-punk que utiliza material gerado pelos fãs e pelos próprios músicos, em uma variedade de formatos, indo além da história do próprio festival “All Tomorrow’s Parties”, para captar o espírito livre deste universo musical particular, o ATP.

Veja mais detalhes no nosso site Fique Alerta - www.fiquealerta.net

Gritando bastante

O Grito dos Excluídos/as Continental (http://www.gritodelosexcluidos.org/) agitou ontem 22 países de diversas regiões, em sua 11ª edição.

Oficialmente, o Grito dos Excluídos se apresenta como uma grande manifestação popular para denunciar todas as situações de exclusão e assinalar as possíveis saídas e alternativas. que no dia sete de setembro (no Brasil) e no dia 12 de outubro em toda a América, há 11 anos, mobiliza milhões de pessoas sob o lema “Por Trabajo, Justicia y Vida”.

No Brasil, o movimento é coordenado por Ari Alberti.

Movimento

A Secretaria Continental do Grito dos Excluídos é composta por quatro secretarias regionais: Caribe (sediada na república Dominicana), Meso-América (na Costa Rica), Cone Sul (Argentina) e Países Andinos (Bolívia).

A proposta do Grito dos Excluídos/as Continental surgiu no Brasil como campanha nacional em 1996, quando a Conferência Nacional dos Bispos dos Brasil (CNBB) abordou a exclusão sócio-econômica em sua Campanha da Fraternidade.

A secretaria operativa do movimento funciona em São Paulo, aos cuidados do teólogo brasileiro Luiz Bassegio e de Luciane Udovic.

Bancos na mídia

Meio & Mensagem informa que a revista AméricaEconomia foi relançada pela Spring Editora – comandada por José Roberto Maluf

Com novo projeto gráfico e editorial, a publicação mensal sai com 40 mil exemplares distribuídos para todo o Brasil.

A primeira edição tem como capa um especial sobre bancos na América Latina.

Teoria da Vacinação

A jornalista Graça Salgueiro, em seu blog Notalatina (http://notalatina.blogspot.com/), adverte para a vacinação obrigatória que a Organização Mundial de Saúde deseja impor no suposto combate à
Gripe Porcina.

O blog traz os depoimentos de duas mulheres - a monja beneditina catalã, Teresa Forcades (médica graduada em Medicina Interna e doutorada em Saúde Pública pela Universidade de Barcelona) e a jornalista autríaco-irlandesa Jane Bürgermeister – que metem o pau na vacinação, chamando a atenção para o risco de extermínio em massa da população mundial.
Os vídeos da Monja Teresa Forcades podem ser vistos clicando nos links: 1/6, 2/6, 3/6, 4/6, 5/6 e 6/6

Os de Jane Bürgermeister podem ser acessados em: 1/6, 2/6, 3/6, 4/6, 5/6 e 6/6.

Pré-sal é de quem?

A Comissão Especial da Câmara que discute os quatro projetos para uma nova legislação do petróleo promove nesta terça-feira, a partir das 13 horas, um debate acalorado.

Vai discutir oProjeto de Lei nº 5.938/09, do Poder Executivo, que “dispõe sobre a exploração e a produção de petróleo, de gás natural e de outros hidrocarbonetos fluidos sob o regime de partilha de produção, em áreas do pré-sal e em áreas estratégicas, que altera dispositivos da Lei nº 9.478/97”.

Debatendo, o engenheiro Paulo Metri, que representará a AEPET; o coordenador-geral da FUP, João Antonio Moraes; e o professor Luiz Pinguelli Rosa, enquanto diretor da Coppe/UFRJ.

Exigência cabível

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil exige que os membros do MST sejam civilmente responsabilizados e condenados a ressarcir os danos causados, de forma premeditada e criminosa, à Fazenda da Cutrale, em São Paulo.

A CNA pede a atenção e a reflexão da sociedade brasileira para os seguintes pontos:

1) as imagens da televisão mostrando a invasão e a destruição da Fazenda comprovam que o banditismo do MST passou do ponto de retorno. Não é de agora que isso acontece. Contando com a certeza da impunidade, eles são responsáveis por inúmeros atos criminosos: invadem propriedades, queimam máquinas, interditam estradas, entre outras ilegalidades. E não respondem pelos crimes que cometem;

2) as leves críticas que o MST recebe das principais autoridades do governo federal representam, de fato, um atestado de impunidade. Com isto, a devastadora jornada de crimes e de terror dos invasores que comandam o MST caracteriza afronta os valores do Estado de Direito;

3) o MST não pode contar com recursos dos impostos pagos pelo povo brasileiro para a destruição criminosa de lavouras, máquinas e equipamentos agrícolas, como o Brasil viu pela televisão. Tais ações não passam de crimes que não têm rigorosamente nada a ver com a reforma agrária.

4) a Fazenda da Cutrale foi depredada depois de a Justiça haver determinado sua reintegração de posse. A violência e os prejuízos econômicos causados ali pelo MST atingiram aos proprietários e a todos os funcionários da empresa. Oito das nove casas dos empregados foram arrombadas e saqueadas;

Invasão chinesa

Quem visitou o Salão Duas Rodas, que terminou ontem em São Paulo, saiu impressionado com a invasão chinesa no setor de autopeças.

Os chineses também entram com tudo no Brasil oferecendo motos belíssimas, a preços baixíssimos.

A maioria delas com inovações importantes – como câmbio contínuo (automático) e motos movidas a eletricidade.

Os chineses têm a mesma estratégia para o setor automobilístico – fornecendo peças mais baratas e carros co itens luxuosos ou não, a preços de banana, em comparação com os produtos fabricados no Brasil.

Mais detalhes no Fique Alerta - www.fiquealerta.net

Cristina Chavez

O Clarín, maior grupo empresarial dos meios de comunicação da Argentina, e o Grupo Uno, do mesmo ramo, vão mesmo questionar judicialmente a constitucionalidade da nova lei de Serviços de Comunicação Audiovisual.

A lei prevê, por exemplo, que proprietários de meios de comunicação deverão optar entre empresas de TV aberta e a cabo, numa mesma região, e vender um investimento ou outro no prazo de um ano.

Os hermanos – que elogiam Lula em seus jornais e televisões – criticam a presidenta Cristina Kirchner, acusando-a de sofrer um “surto chavista” de autoritarismo contra a mídia.

Em defesa do companheiro (de copo) Stalinácio

Claro que o ferimento no dedinho indicador esquerdo do companheiro Stalinácio foi um acidente causado quando ele (torneiro aposentado) tentou consertar uma torneira da suíte em que se hospedou, no luxuosíssimo Grand Hotel de Estocolmo, na Suécia.

Tais estabelecimentos cinco estrelas, que cobram uma diária merreca de R$ 4 mil, deviam cuidar melhor de sua conservação, para que um dedicado ex-operário não seja obrigado a largar suas responsabilidades presidenciais e acabar ferido em um serviço de bombeiro hidráulico.

Por falar em água que rola, foi intriga da oposição alegar que Stalinácio se machucou por ter sofrido uma queda, com um copo na mão.

Se tal fato ocorreu – o que ninguém pode provar -, certamente no copo só tinha água mineral de excelente qualidade - e não a água que passarinho não bebe, tão admirada pelo companheiro Stalinácio e por tantos jornalistas que tanto o criticam.

Vida que segue...

Ave atque Vale!

Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo analítico, independente e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 13 de Outubro de 2009.

4 comentários:

Anônimo disse...

Santa Dillma, ora pro nobis!

A Santa Dillma vem aí!! Há mais de um ano vemos a Dra. Dillma em acintosa e escancarada campanha eleitoral, seja em comícios, inaugurações de placas do P(L)AC, em tratamento médico em hospitais, etc. Nos últimos dias vimos a doutora em festas religiosas (creio que nos últimos 30 dias ela visitou mais igrejas e templos do que em toda a sua vida, pois sabemos o que os marxistas pensam da religião...), com ampla divulgação na mídia, como se fosse algo extraordinário (extraordinário é, pois ver uma comuna em igreja é tão difícil quanto ver o Papa num bordel). Todos sabem que ela está em campanha. Até as pedras da escadaria da Igreja da Penha do Rio sabem disso. Menos o Tribunal Superior Eleitoral, que custa milhões aos cofres públicos e ninguém sabe para que serve. Mas é assim mesmo. Aqui no Brasil é tudo teatrinho, ficção. Uns fazem teatrinho fingindo que legislam, outros fazem teatrinho fingindo que fiscalizam e outros fazem teatrinho fingindo que julgam. Só os impostos arrancados do bolso do povo não é teatrinho, não é ficção. É uma realidade lancinante, um ferro duro, grosso e comprido entrando nas entranhas dos “otários”.....
Fitcarraldo Silva

Anônimo disse...

O governo federal vai lançar um programa de subsídio à uniformização dos alunos das escolas públicas. As peças virão com a marca Brasil, um País de Todos. O kit tem camiseta, agasalho completo, meia, short e saia, ou seja, um aluno uniformizado carregará quatro marcas do Lula no corpinho merchandizado, como se fosse um atleta de fórmula um. Pelo lado econômico,Governo e Abit, a associação do vice José Alencar, negociam a participação apenas da indústria nacional nesse programa."Na totalidade [ 50 milhões de alunos], o programa representará um aumento de consumo de 100 mil toneladas [como malhas e tecidos] e poderia gerar entre 500 mil e 700 mil empregos diretos e indiretos", diz Fernando Pimentel, diretor-superintendente da Abit. Até o BNDES está sendo chamado para financiar. Afinal de contas, um programa destes é uma verdadeira usina de votos em pleno ano eleitoral. Só falta, como em Cuba, obrigar cada aluninho a ter uma bandeirinha do PT para as cerimônias.Acho válido os brasileiros saberem cantar o Hino Nacional, mas só que por traz disto querem implantar um comunismo velado, com a ajuda do moribundo vice presidente, que mesmo com uma doença delicada, não deixa de ganhar os seus "trocos", se José Alencar quer dar tanto emprego aos brasileiros, por montou uma indústria na China? Aqui em SP Martaxa fez a mesma coisa. Os uniformes eram todos VERMELHOS. Quando foi devidamente saída pela população, tivemos que reorganizar tudo e voltar ao bom e velho azul marinho nacional.

Com essa gentalha todo cuidado é pouco. Nesses últimos 15 meses de lula estão se atropelando. Espero que escorreguem.

Anônimo disse...

A destemperada vai se sair pior do que a Martaxa, mas não se conformará com a derrota e partirá para a guerrilha ou tomada do poder à força, com um sorriso forçado na cara, já que com a plástica não consegue mais fazer mais biquinho nem tirar o riso da cara.

No entanto, o Foro de São Paulo já alcançou sua crista e agora é morro a baixo, encontrando nessas propostas fantásticas e irreais, as suas limitações e a principal delas é nos unir aos cucarachas que é o mesmo que misturar óleo com água, ou seja, só funciona quando congelado.

Anônimo disse...

Serrão, essa notícia das vacinações em massa já estão na rede há mais de um mês. O primeiro veículo brasileiro a dar esta informação não foi o de Graça Salgueiro, mas sim o:

http://www.anovaordemmundial.com/