segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Stalinácio se desgasta com conflito entre Meirelles, Mantega e marketeiros sobre eventual aumento de juros

Edição do Alerta Total - www.alertatotal.net
Leia também o Fique Alerta – www.fiquealerta.net

Por Jorge Serrão


O chefão Stalinácio tem um complicado impasse macroeconômico para resolver. A pequena briga envolve três antagonistas: os marketeiros do Bolcheviquepropagandaminister, os burocratas petistas do Ministério da Fazenda e o poderoso Henrique Meireles - eventual “coringa” para a sucessão presidencial. O pomo da discórdia é a política econômica para a fase pré-eleitoral. A confusão pode gerar desgaste na santificada imagem de Lula.

Henrique Meirelles cometeu o sacrilégio de sinalizar que os juros podem voltar a subir em breve, se houver um pequeno repique inflacionário provocado pela onda consumista viabilizada pelo crédito. Um eventual aumento da taxa Selic interessa ao setor financeiro que lucra com a usura. Como os banqueiros são a base de sustentação do modelo econômico que patrocina o “sucesso” popular de Lula, tudo indica que o Banco Central do Brasil – como sempre – fará a vontade dos financistas.

Acontece que os marketeiros e os petistas no Ministério da Fazenda – já sabotando uma provável ascensão do peemedebista Meirelles – reclamam com o chefão Lula que o aumento de juros pode ter um efeito impopular. Guido Mantega teme que o aumento de juros, já sinalizado pelo presidente do Comitê de Política Monetária do BC do B, seja usado pela “oposição” (que só existe, de verdade, na cabeça deles) para condenar o modelo econômico vigente. Os propagandistas temem os efeitos negativos da medida – que poderia indicar um descontrole do governo sobre a economia.

Lula será obrigado a intervir para realinhar e padronizar o discurso econômico. O mercado financeiro já trabalha com a possibilidade de “pequena inflação” ao longo de 2010. Mas a maioria dos analistas e estrategistas de investimento avaliam que isso não afeta os rumos da política monetária que – para os ganhos gerais do mercado – continua uma maravilha. Como qualquer indisposição interna apoquenta Lula – que se acostumou a propagar a imagem de que o Brasil vive num mar de rosas -, a previsão é de desgaste político durante o ano eleitoral.

Releia o artigo: O Triunfo da Vontade de Stalinácio e seus banqueiros

FMI mui amigo

O Fundo Monetário Internacional rasgou elogios à performance econômica do Brasil durante a crise econômica global, mas fazendo uma advertência, indireta, sobre a nossa farra interna do crédito para o consumismo:

“O Brasil vai instigar o apetite dos mercados de capitais devido à solidez de sua economia. O problema do Brasil é como administrar a abundância. O País provavelmente é o que está se recuperando no ritmo mais acelerado na região”.

Nicolas Eyzaguirre, diretor de Hemisfério Ocidental do FMI, repetiu ontem o discurso marketeiro de que o Brasil deve recuperar-se da crise mais rapidamente que qualquer outro país latino-americano, beneficiando-se de uma retomada forte das exportações de commodities à Ásia e de sua política econômica forte anterior à crise.

Armação Globalista

O Estadão de hoje revela que o Fundo Monetário Internacional está sendo reinventado, aos 65 anos.

O FMI quer virar uma espécie de banco central e cumprir um novo papel de supervisão dos mercados financeiros - missão recomendada pelo grupo das maiores economias desenvolvidas e emergentes, o G-20.

Como um banco central, o FMI poderá administrar um caixa comum de reservas, livrando os países membros da acumulação de grandes volumes de dólares e de outras moedas importantes.

Fundo que interessa

A ideia de formar um pool de reservas, uma espécie de caixa comum, foi defendida na reunião do comitê pelo diretor-gerente do FMI, Dominique Strauss-Kahn.

O dirigente pondera que a crise evidenciou a necessidade de fundos de segurança muito amplos para se enfrentar os choques originados do mercado de capitais.

Na visão de Strauss-Kahn, sai muito caro acumular essas reservas e o FMI, segundo ele, deve oferecer uma alternativa mais conveniente e com credibilidade.

Em resumo: a Oligarquia Financeira Transnacional quer concentrar as decisões econômicas em pouquíssimos lugares.

Obscuridade?

O governador de Tóquio, Shintaro Ishihara, denunciou ontem que "razões políticas obscuras" influíram na escolha do Rio de Janeiro como cidade-sede dos Jogos Olímpicos de 2016:

É evidente que a designação da cidade olímpica está ligada a um intenso movimento político que não é visível do exterior”.

O japonês só não quis explicitar quais "razões políticas obscuras" seriam essas...

Novela do Jato

O Comandante da Aeronáutica, brigadeiro Juniti Saito, aproveitou ontem a cerimônia de troca da bandeira, na praça dos Três Poderes, para avisar que, até o final de outubro, a Comissão Gerencial do Projeto F-X2, deverá concluir os trabalhos de avaliação das propostas enviadas pelas empresas concorrentes à venda dos caças para a Força Aérea Brasileira.

Sexta-feira passada, a Boeing, a Dassault e a Saab apresentaram as melhorias de suas propostas para a venda dos caças.

O brigadeiro Juniti Saito acredita que o Lula deverá convocar o Conselho de Defesa Nacional para definir a questão.

Quem manda?

Presidida pelo brigadeiro Dirceu Nôro, a comissão da FAB conta com 60 especialistas que supostamente apontarão a melhor opção técnica.

Um relatório será entregue ao Alto Comando da Aeronáutica, que encaminhará a papelada para o Ministério da Defesa.

Só que o chefão Stalinácio já avisou que a decisão será tomada por ele – que tem definida preferência pelos caças franceses Rafale, da Dassault.

Crime das FARC

A revista Veja informa que o Ministério das Relações Exteriores do Brasil cobra, há duas semanas, empenho da brigada anti-sequestro da Venezuela nas investigações sobre o sumiço do empresário brasileiro Vicente Aguiar Vieira.

O fato ocorreu há dois meses, em Ciudad Bolívar, na Venezuela, em provável seqüestro cometido por integrantes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

Vieira informou à mulher, Marinêz da Silva Pinho, que estava em poder das Farc em algum lugar das montanhas da Colômbia e que os sequestradores queriam um resgate de cerca de R$ 800 mil.

O empresário brasileiro foi pego no dia 7 de agosto passado pelos margiranhas das Farc quando estava em Ciudad Bolívar, onde comprava e vendia pedras preciosas.
Fora Zé-Laya

Nasce na Internet uma campanha de manifesto contra a atitude do governo brasileiro que deu cobertura ao presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, que se aboletou em nossa embaixada.

Para participar, basta entrar no site e seguir as instruções:

http://www.forazelaya.com.br/

Perto do fim

Manuel Zé-laya, e representantes da Organização dos Estados Americanos (OEA) em Tegucigalpa avaliaram ontem, em mais uma entrevista espetaculosa, que pode ocorrer nos próximos dias uma solução para a crise que se arrasta por mais de três meses.

Zé-Laya admite até abrir mão da convocação de uma Assembleia Constituinte que poderia instituir a reeleição, pivô do golpe que o derrubou no dia 28 de junho, e reiterou estar à disposição da Justiça para responder pelos 18 crimes dos quais é acusado.

Zelaya só condiciona tudo isso a sua volta ao poder.

Sobre Honduras, leia os artigos: Homenagem a Honduras e Honduras: Golpe de quem?

Vida que segue...

Ave atque Vale!

Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo analítico, independente e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 05 de Outubro de 2009.

5 comentários:

Anônimo disse...

Serrão


O vídeo abaixo, é pra despertar os instintos primitivos, não daquela gente boçal, mas os nossos!


CIRO GOMES INCITA VIOLENCIA NO INTERIOR DO CEARA

http://www.youtube.com/watch?v=3IJ2ptx2aEE

Esperança disse...

RIO 2016 COI comite olímpico COMO LULA PROMESSAS PARA GOVERNOS AFRICANOS GANHOU AS OLIMPIADAS DENUNCIA OS ACORDOS SECRETOS A COMPRA DE VOTOS JOGOS OLIMPICOS RIO DE JANEIRO DENUNCIA
http://homemculto.wordpress.com/2009/10/04/rio-2016-como-lula-ganhou-as-olimpiadas-denuncia-os-acordos-secretos-a-compra-de-votos-jogos-olimpicos-rio-de-janeiro-denuncia/

Anônimo disse...

Sou absolutamente contra a esquerda festiva e ignorante que tomou conta do país. Igualmente, acho bastante preocupante, ou mais, muito mais, a turma da direita fanática querendo voltar.

Serrão, apoio a livre imprensa, mas vejo com muita preocupação e cuidado o seu apoio velado ao grupo Paz no Campo, fundado por auto intitulados "seguidores de Plinio Correia de Oliveira, fundador da TFP, na totalidade de sua doutrina e de seus métodos de ação", conforme divulgado em seu blog http://www.blogger.com/profile/10095764571874664345.

Acredito que Hugo Chaves é um louco, mas juntar-se a TFP para o atacar??? !!!

O que poderia ser mais perigoso.

Serrão, ou você está perdendo o seu rumo, ou a máscara está caindo.

Alerta Total disse...

Caro anônimo, seu comentário é digno de internação psiquiátrica.

Não tenho qualquer relação com TFP ou congêneres.

Radicalismo (de direita ou esquerda) é atraso. Sempre escrevi e deixei isto claro.

Logo, seu comentário não tem pé nem cabeça.

comentários aqui postados, sem censura, são opiniões dos leitores - e não minhas, que sempre assino e assumo o que escrevo.

Anônimo disse...

Excelente!
Melhor assim.
Também não gosto de radicalismos, nem à esquerda, nem à direita.
Agora, sinceramente, não precisava ficar nervoso, não é...
Por outro lado, publicar uma notícia "Fora ZéLaya" linkando ao site dos seguidores da TFP...
Bem, deixa prá lá...
Uma pena...