quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Impasse técnico-político-comissionado tem tudo para adiar ou inviabilizar a compra de novos caças para a FAB

Edição do Alerta Total - www.alertatotal.net
Leia também o Fique Alerta – www.fiquealerta.net

Por Jorge Serrão

Tem tudo para ir para o espaço, pelo menos neste segundo mandato de Lula, o negócio de US$ 5 bilhões, com 20% de pagamento à vista e o incentivo de muitas comissões pagas por debaixo dos panos, para a compra de 36 caças para a Força Aérea Brasileira. Como ele bem mesmo diria - Lula da Silva está, literalmente, “na maior merda”, para cumprir o acordo de bastidores que já tinha fechado com o presidente francês Nicolas Sarkozy e lobistas da Dassault para comprar os aviões Rafale.

O impasse tem tudo para atrasar ou até inviabilizar a compra dos caças. A novela que se arrasta desde 2002, quando FHC resolveu deixar o assunto para o então próximo governo Lula decidir. Especialistas da FAB defendem, tecnicamente, a compra do modelo sueco Gripen NG, da Saab. Já o alto comando da FAB prefere o F/A-18, por confiar mais no sistema de manutenção da Boeing e ter o avião para “pronta-entrega”. Lula e Jobim defendem o Rafale, alegando que a END (Estratégia Nacional de Defesa) define a transferência de tecnologia como fator prioritário - e, nesse sentido, o pacote francês lhe parece melhor. Conforme já deixou bem claro, Lula tem a palavra final sobre o assunto.

O Rafale ficou em terceiro lugar - atrás do Gripen e do F-18 (Superhornet) da Boeing – no ranking elaborado pelos técnicos da FAB. Os interesses empresariais são poderosos. A Saab sueca ofereceu à Embraer 40% de participação nos projetos de desenvolvimento de sistemas do Gripen NG. Também deixou aberta a chance de joint-venture no marketing de venda das aeronaves, nas próximas concorrências internacionais. A empresa Akaer, de São José dos Campos (SP), já foi contratada para projetar e fornecer partes da fuselagem do novo caça.

Pressão da Águia

Os norte-americanos não aceitam perder a briga.

A Boeing vai jogar pesado, nos bastidores, para que o Brasil opte pelo F-18 Super Hornet.

Lula deve até se preparar para pressões feitas pelo seu “camarada” Barack Obama – a exemplo do que ocorreu nos bastidores do caso do menino Sean Goldman.

Os petralhas sabem o quanto é perigoso brincar com a indústria bélica dos EUA.

Fãs do Jobim

Os presidentes dos clubes Militar, Naval e da Aeronáutica publicaram ontem um manifesto contra a criação da “Comissão da Verdade” – instituída por decreto do chefão-em-comando Lula da Silva e que teria amplos poderes para investigar crimes cometidos durante a dita-dura.

A nota foi assinada pelo vice-almirante Ricardo Veiga Cabral (Clube Naval), general Gilberto Barbosa de Figueiredo (Militar) e pelo tenente-brigadeiro do ar Carlos de Almeida Baptista (Aeronáutica).

Inocentemente, os presidentes se solidarizam com Jobim e criticaram o "revanchismo" e "mesquinharia" de uma comissão que oferece riscos contra a democracia.

Releia o artigo: Jogo de Cena de Nelson Jobim

Comendo bem

Waldomiro Diniz – amigão e ex-assessor de José Dirceu, que foi um dos pivôs do escândalo impune do mensalão petista – comia e bebia ontem, alegre e faceiro, em um dos mais luxuosos restaurantes de São Paulo, o Figueira Rubayat, nos Jardins.

Numa outra mesa, outro que comia muito bem, mas sem parar de falar no celular, era Luiz Nascimento, diretor da Camargo Corrêa, que anda cheia de problemas com a Justiça e em má fase com o governo Lula.

A presença de um nada tinha a ver com a do outro, mas ao menos fica claro que almoçar bem ajuda a fazer bons negócios.

Ajudinha eleitoral

A Mesa Diretora do Senado aprovou um ato que poderá reforçar a campanha dos 54 dos 81 senadores que estão em fim de mandato e deverão disputar as eleições deste ano.

Excepcionalmente, todos os senadores poderão utilizar ao longo de 2010 os créditos de passagens aéreas não usados em 2009.

A bela justificativa do 1º secretário, senador Heráclito Fortes (DEM-PI), para a medida é a de que as companhias aéreas iriam acabar ficando com os créditos de passagens não utilizados pelos parlamentares.

Máfia investigada

O Ministério Público Federal ingressou com 18 ações contra ex-prefeitos, servidores públicos municipais, advogados e empresários do Norte de Minas.

Todos são acusados de participação em um esquema para fraudar licitações e desviar verbas públicas federais semelhante àquele que ficou nacionalmente conhecido como “máfia das sanguessugas”, que começou a atuar em 1999.

Confira notícia completa em http://blogdofabiooliva.blogspot.com/

Prova de ignorância

O Ministério da Educação (MEC) anulou 54 questões objetivas e três discurssivas do último Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), aplicado no ano passado a universitários de 27 carreiras, em todo o País.

Substituto do antigo Provão, o Enade tem como objetivo avaliar o ensino superior público e privado.

Por tanta besteira na prova, quem merecia uma baita reprovação é o Ministério da Educação.

Começa bem...

O BBB 10 – um dos produtos globais mais imbecilizantes, conforme a concepção Tavistockiana – promete ser um programa bem família...

Já foram escaladas duas lindas moças - lésbicas assumidas – para polemizar no programa.

Uma drag Queen e um homossexual assumido também participam da atração global.

Vida que segue...

Ave atque Vale!

Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 6 de Janeiro de 2010.

10 comentários:

Anônimo disse...

É o que o Bolivariano da Silva deseja, pois, se não pode comprar sucata para nossas Forças Armadas, não comprará nada e todo o dinheiro continua indo para o exército paramilitar dele, ou seja, para o MST.

Anônimo disse...

O Tenente Coronel Juan Reinaldo Sanchez, que serviu durante 17 anos como segurança pessoal de Fidel Castro, falou a uma emissora de tv de Miami. Entre outras coisas citou o tráfico de armas e drogas que alimenta a fortuna pessoal de Fidel, que a Forbes avaliou em 900 milhões de dólares.
Este é o grande amigo e exemplo de Lula, do Chavéz, Evo... será que por aqui o nosso operário estará seguindo os pares e amealhando fortunas na base de comissão de vendas e outros negócios????????

Anônimo disse...

FAVOR PUBLICAR

DERRUBANDO O MITO FIDEL.

Vídeo 1, Vídeo 2, Vídeo 3 e Vídeo 4. Gravem e republiquem.

www.coturnonoturno.blogspot.co

Anônimo disse...

Ei, os vídeos não estão no Coturno Noturno, estão no www. montenegroviverdenovo.blogspot.com

Anônimo disse...

Estão no Coturno sim, ao lado e não na coluna de texto, com outros créditos e uma chamada idêntica. Desculpem a falha.

claudio disse...

Ver o Waldomiro Diniz gastando dinheiro impunimente é um tapa na cara do brasileiro honesto que trabalha e paga seus impostos.
Esse "companheiro" protagonizou o primeiro escândalo no primeiro mandato desse governo. E hoje, passados 7 anos! ele come em restaurantes caros.
Esse é o Brasil lulístico.

Anônimo disse...

De repente, ouve-se em Brasília:


Dirceu??? Quantos paus dá 2 bi de Euros?? Eu quero saber em Reaus!! Em Reaus!!

Anônimo disse...

Curso de Francês

Como se diz “Maracutaia” em francês???”Lullaiment”???Petrallient???

Anônimo disse...

Caro jornalista,

havia "chutado" alguns meses atrás que era para ser dada como certa a preferência do governo pelos caríssimos caças franceses.

Quem gosta do assunto e acompanha o mundo da aviação pela mídia especializada, desde os tempos do falecido FX, já apostava alto na escolha do caça sueco pela FAB.

As vantagens eram óbvias, relacionadas tanto "a transferência de tecnologia" como também aos poucos embaraços políticos a serem criados por parte dos EUA em relação a Suécia, dado a histórica neutralidade internacional do país

A escolha do Gripen, tudo indica, será a única opção que permitirá a construção de uma verdadeira parceria industrial estratégica, a exemplo do programa de desenvolvimento do AMX, na década de 80.

Feito o imbróglio, agora a escolha mais vantajosa para o Brasil está sob risco das influências externas e dos lobbys pesados.

Feita a m... agora só resta a máxima: Quem pariu Lúcifer que embale...

Triste república!

Anônimo disse...

Se a decisão vai ser política, então não vai ser comprado avião nenhum! Digo isso por que Llulla não sabe de nada, ele mesmo já disse isso centenas de vezes. Agora imagine de um assunto técnico quanto a compra de aviões. Sou da opinião que as forças armadas e que deveriam decidir que modelo SERVE AO BRASIL. Chega dessa palhaçada de decisão política! Aliás, quero saber quem vai decidir para ele só assinar?