sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Marketagem da Dilma prepara ataques a Serra, vende Lula melhor que FHC e fabrica discurso neodesenvolvimentista

Edição do Alerta Total - www.alertatotal.net
Leia também o Fique Alerta – www.fiquealerta.net

Por Jorge Serrão

O tucano José Serra vai tomar mais pancada que morcego em filme de caça a vampiro. A tática será mostrar as falhas de gestão de seu governo para qualificá-lo como “mau tocador de obras”. Serra também será forçado, por ataques na mídia, a admitir, prematuramente, sua candidatura. Seus potenciais candidatos a vice-presidente – a exemplo do que ocorreu com José Roberto Arruda – serão alvos de ataques políticos desmoralizadores. O objetivo é demonstrar a fraqueza e a inconsistência da oposição ao governo Lula – que planeja uma continuidade natural com Dilma Rousseff.

Eis as ações imediatas da pré-campanha de Dilma Rousseff – que, apenas por força burocrática da lei, não pode se declarar candidata explicitamente. Os marketeiros de dela já definiram até o verniz com que pintarão o discurso político-econômico. Vão definir Dilma como “neodesenvolvimentista”. O termo será usado para vender ao eleitorado e à oligarquia financeira transnacional a promessa um “Estado mais forte, para garantir crescimento econômico e investimento público e privado, com distribuição de renda”. O papo é que a radical Dilma, dando continuidade ao popular Lula, colocará o Brasil entre as cinco mais fortes economias do mundo.

A marketagem de Dilma também pretende se prevenir contra uma eventual e nada surpreendente candidatura presidencial de Fernando Henrique Cardoso, caso o desgaste de Serra atinja os níveis máximos pretendidos. Blogueiros petistas e militantes já intensificam um “ataque viral”, via Internet, difundindo um e-mail que compara, favoravelmente, o governo Lula em relação ao de FHC. A propaganda petista enfatiza obras de Lula (sequer realizadas) que FHC sequer começou ou planejou.

Time da Dilma

Já está praticamente escalado o time que será a linha de frente da defesa das ideias de Dilma Rousseff:

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, o ex-prefeito de Belo Horizonte Fernando Pimentel (PT), o secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, e o ministro da Fazenda, Guido Mantega.

Por trás, aparecendo o mínimo possível, mas mandando e influenciando cada vez mais, José Dirceu de Oliveira e Silva, Antônio Palocci Filho e José Genoíno, além de Franklin Martins - o gigante bolcheviquepropadandaminister.

Desespero do Temer

Não tem ninguém mais louco que Michel Temer para que terminem logo as férias do chefão Lula da Silva.

No dia 11, o presidente da Câmara e futuro presidente nacional do PMDB quer se reunir, de qualquer jeito, com Lula para fechar sua candidatura a vice da Dilma.

Pelo andar da carruagem, Lula terá de engoli-lo – já que Henrique Meirelles não aceita a missão para a qual Helio Costa também é cotado.

Correndo por fora

Quem tenta se viabilizar como candidato a vice de Dilma, pelo PMDB, sem grandes chances, é o ministro da Defesa (dos Militares) Nelson Jobim.

Ele tenta vender, dentro do governo, a complicada tese de que Dilma precisa de um nome para vice que contenha o antagonismo público e notório dela com as Forças Armadas, e vice-versa.

Mas Jobim precisa tomar cuidado com ataques internos, já programados contra ele, do grupo pró-Michel Temer e de petistas que não desejam lhe dar mais poder no governo atual ou futuro.

Relatório pessoal

Jobim recebeu ontem o relatório definitivo, de 390 páginas, do Comando da Aeronáutica sobre a concorrência do programa FX-2.

Aproveitando que a FAB dá notas para o desempenho dos caças em até cinco itens diferentes, sem indicar uma preferência objetivamente, Jobim vai preparar um novo relatório que será entregue a Lula.

O objetivo é fazer uma mágica de retórica bem escrita para compatibilizar a vontade manifesta de Lula com a decisão técnica da FAB.

Assim, o chefão $talinácio – só ele decide tudo quando convém – poderá manter o acordo pessoalmente firmado com os franceses para a aquisição dos caças Rafale, da Dassault.

Garoto propaganda

Pelo segundo dia consecutivo, agora em Paris, o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, posou de garoto propaganda subliminar, em favor dos franceses, na batalha comercial pela compra de 36 caças novos para a FAB:

Caberá ao presidente, que lidera o país politicamente, tomar a decisão, levando em conta todos os dados, técnicos e outros. Às vezes os técnicos dão uma impressão que vai num sentido, e muitas vezes o barato sai caro. É claro que os dados técnicos também são importantes, mas outras considerações também são importantes”.

Foi o papo do Amorim, após participar de um simpósio de economia, que contou com a presença do presidente francês, Nicolas Sarkozy.

Grande Ave em ação

Os EUA preparam uma ação de mídia para ligar o governo bolivariano de Hugo Chavez ao tráfico internacional de drogas e ao terrorismo internacional.

O Drug Enforcement Administration acusa a Venezuela de transportar toneladas de cocaina para a África, de onde o pessoal da Al Qaeda abastece a Europa.

O governo Chavez rompeu, em 2005, seu acordo de cooperação com a DEA, acusando a agência norte-americana de ser complacente com os cartéis da droga.

Trabalham muito...

A falecida Velhinha de Taubaté, que acredita em tudo, descobriu uma maneira de provar como os nossos parlamentares trabalham demais.

Só isso explica como a Câmara gastou em 2009 R$ 44,4 milhões com o pagamento de horas extras de funcionários.

O valor é 64,4% (R$ 17 milhões) maior do que o gasto em 2008, quando foram gastos R$ 27 milhões pelas sessões deliberativas que passaram das 19h.

Perdão pela piada...

José Roberto Arruda, governador do Detrito Federal, produziu ontem uma piada tão pronta que nem o Macaco Simão ousaria contá-la.
Arruda aproveitou uma posse de diretores de escola para pedir perdão pelo que chamou de erros no escândalo do mensalão do DEM – que ele insiste ser uma campanha mentirosa contra ele.

Arruda alegou que pecou pela ingenuidade ao manter no governo o ex-secretário de Relações Institucionais Durval Barbosa, antigo aliado do ex-governador Joaquim Roriz (PSC) e pivô das denúncias gravadas secretamente:

Talvez ingenuamente eu permiti que esses interesses contrariados ficassem tão próximos de mim. Devo também ter cometido erros, é claro. Quero dizer de coração que já perdoei todos que me agrediram. Eu perdoo a cada dia os que me insultam. Eu entendo as suas indignações pela força das imagens. E sabem por que eu perdoo? Porque só assim posso pedir perdão pelos meus pecados”.

Se a moda pega...

A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, usou um Decreto de Necessidade e Urgência para demitir o titular do Banco Central (BCRA).

Martín Redrado deveria ficar no cargo até 23 de setembro.

Cristina K conseguiu acabar com a “autonomia” do BC argentino - cujo presidente cujo presidente aval do Congresso para sua designação ou eventual remoção.

Vida que segue...

Ave atque Vale!

Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 8 de Janeiro de 2010.

8 comentários:

Anônimo disse...

A célebre frase: “Deus livrai-me dos amigos porque dos inimigos eu mesmo dou conta”, parece feita na medida para o maior partido brasileiro – o PMDB.
Este partido, desde os tempos do insepulto deputado Ulisses Guimarães, tem andado de mãos dada com todos os governos nos últimos anos. Penso mesmo que é o PMDB que mina/minou muitas das candidaturas de diversos presidenciáveis nos últimos tempos.
Bem, o PMDB novamente não quer ficar afastado do poder, pois sua existência como “bloco” vem justamente desta aliança tácita que o partido mantém com o Planalto Central, porque precisa deste néctar para sobreviver. Vai daí que, amigos são amigos, mas o poder é coisa à parte, e cada dia surge um novo candidato à vice na chapa da ministra Dilma, por enquanto uma cereja sem o seu devido bolo...
Como preconiza o coronel Sarney (também exerce de vez enquanto a função de senador), tudo é possível em se tratando de política. E eu imagino que: novos rounds surgirão até outubro.
E sinceramente confesso – quero que este circo pegue fogo. Pois, como comumente se afirma: alegria de palhaço (confesso e assumo) é ver o circo pegar fogo...

Unknown disse...

Este é o país da mentira, eles mentem sem vergonha e a gente sem vontade faz de conta que acredita.

Feliz 2010, que Deus nos ajude porque se esperar de uma decisão nossa, tá danado.

Anônimo disse...

Uma nova Dillma surge no horizonte

Neste final de semana, a ministra Dilma Roussef sai do seu bunker no elegante e sofisticado Kur Hotel, de Gramado e volta a Brasília.
Como ela voltará? Com mais botox? Com menos botox? De cabelo curto? De peruca nova? Seios menores? Mais sorridente? Falando menos asneira?Com pavio curto ou pavio longo?Preferindo ainda o cheiro de perfumes franceses ao cheiro do povo? Com a palavra os marqueteiros ilusionistas mandrakes picaretas contratados pelo PT. AAAGGUAARDEEMMM!

Fitzcarraldo Silva

Anônimo disse...

Com a economia se deteriorando a cada minuto, não é difícil demonstrar com um gráfico singelo o lugar para onde vamos com esse neodesenvolvimento.

A saída deles é nova e nova derrama, enquanto o discurso ao contrário é o que vende, em qualquer lugar do mundo.

Por isso é que as esquerdas estão perdendo na Europa, já que não conseguem evoluir sem aumentar e aumentar os impostos.

Anônimo disse...

Ora, o Lula será vendido como FLEX, na falta da "danada" ele queima até desodorante e é a melhor propaganda do alcool brasileiro. Tivemos um presidente bossa nova e agora temos um presidente FLEX.

Anônimo disse...

Claro que o Lula é melhor que FHC, veja: Melhor ladrão, ,melhor mentiroso, melhor entreguista, melhor mensaleiro, melhor cachaceiro, melhor bolseiro, melhor pro estrangeiro, melhor pros terroristas do MST, melhor pros corruptos e melhor pra tudo uanto não presta...

Anônimo disse...

Ora como é que vão comprar ouros aviões se não os dos franceses, pois já receberam até parte da propina adiantado e não querem devolver, essa quadrilha quer é mais.

Anônimo disse...

Jorge Serrão,

Você, como muitos outros, está perdendo a ocasião de denunciar, com a contundência necessária, o sórdido GOLPE que o lulopetismo pretende aplicar na Constituição e, portanto, na democracia, sob o disfarce desse monstrengo que é o tal Plano Nacional de Direitos Humanos.

"Alerta", Jorge Serrão!