sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

A quem interessa a “crise” militar em 2010?

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão


“2010 será um ano de muito sangue na política brasileira”. Tal previsão sangrenta circulava, no último dia do ano, nos bastidores políticos. A violenta premonição é uma referência direta ao previsível embate eleitoral – principalmente na sucessão presidencial. Mas o mesmo vaticínio se refere aos prováveis efeitos danosos da tal “crise” militar.

A grande questão neste final de 2009 e começo de 2010 é: A quem interessa a tal “crise” militar? Uma coisa é certa: não interessa à democracia – a segurança do Direito. Outra pergunta muito pertinente é: Existe realmente “crise” militar? Não. Mas existe uma grande vontade de criá-la. O investimento na crise é das forças globais que controlam o Brasil, de verdade. Um Brasil sempre em ebulição interessa à Oligarquia Financeira Transnacional – que usa o Governo do Crime Organizado para nos “gerenciar”.

Assistimos, agora, a um novo e falso impasse civil-militar em gestação. Claro, os fabricantes da crise se aproveitam da pública e notória insatisfação das Legiões com as constantes provocações ideológicas promovidas por membros da cúpula do governo. Os maiores incentivadores de intrigas e revanchismos contra os militares são os ministros Paulo Vanuchi (Direitos Humanos), Tarso Genro (Justiça), Franklin Martins (Bolcheviquepropagandaminister) e a presidenciável Dilma Rousseff (ex-guerrilheira que sonha virar comandante-em-chefe das Forças Armadas). Sem falar, claro, no primeiro-ministro-oculto José Dirceu de Oliveira e Silva.

Nos bastidores, os generais (principalmente do Exército) reclamam que o chefão-em-comando $talinácio estaria “empurrando com a barriga” uma decisão definitiva, política e institucional, sobre a criação da tal “Comissão da Verdade”, para examinar violações de direitos humanos entre 1964 e 1985. Até abril, o tal “Terceiro Plano Nacional Direitos Humanos” tem previsão de entrar em vigor. Lula tem bastante tempo para deixar a “crise” decantar – claro, a favor do seu grupo.

A intenção tática é revogar a Lei de Anistia de 1979. Curiosamente, os “donos da verdade” só se propõem a punir os tais “militares da dita-dura”. Não falam em aplicar o mesmo tratamento aos radicais de esquerda que usaram e abusaram do terror e da violência para tentar implantar o comunismo, via revolução armada, no Brasil. No fundo, os “filhotes da dita-dura” (como diria Leonel Brizola) só querem jogar a opinião pública contra as Forças Armadas – que devem ser as guardiãs da soberania do Brasil. Esta mesma soberania que o globalitarismo pretende extinguir.

Os brasileiros, realmente, precisam acordar para a verdade da História. Agora, ela pode ser revelada. Em 1964, os militares assumiram a missão e todo o ônus de ocupar o poder. A maioria dos oficiais não percebeu que os militares serviram de instrumentos de força para civis (políticos e seus parceiros de negócios) se locupletarem. No fim das contas, todos funcionaram como agentes conscientes ou inconscientes a serviço de um Poder Real Mundial que só queria (e conseguiu) aprofundar o processo de controle do Brasil. O globalitarismo vence! Nos mantém como uma rica colônia de exploração pós-moderna, mantida artificialmente na miséria.

Quem não entender tal processo histórico, nem deve perder tempo com análises sobre “questões militares” pós-64. Ainda mais que a ideologia é o principal instrumento usado pelos controladores globais para gerar permanentes divisões e instabilidades políticas no Brasil. Eis o motivo pelo qual a turma do Foro de São Paulo – patrocinada pelos controladores – cultiva a “insolúvel” e absolutamente falsa polêmica entre militares e civis no Brasil.

Manter viva a “memória” da dita-dura pós 64 é uma tática fundamental para esconder a “dura-não-dita” que vivemos hoje. Quem ousaria afirmar que não configuram uma ditadura de verdade: a derrama tributária, a corrupção “civilarizada”, a escravização ao crédito com juro alto, a completa insegurança do Direito (com leis ou regras absurdas ou não cumpridas), além da máquina de propaganda subliminar que midiotiza a sociedade, impedindo os cidadãos de pensarem como “patriotas brasileiros”.

Todos esses males atentam contra nossas liberdades civis mais elementares. Curiosamente, só poucos ousam denunciar que sobrevivemos numa ditadura de verdade. Uns se silenciam porque até lucram com o sistema atual. Mas a maioria nem fala alguma coisa, simplesmente, porque não tem condições de enxergar a realidade. Parecemos um País dos Apedeutas – por ironia, com um Ignorantácio no poder, a serviço dos seus patrões globalitários.

Sim, Lula é um zero (à esquerda). E merece todos os prêmios globais por isto. Como mero fantoche na Presidência, vai alimentar tal crise até quando puder. Seus controladores estão sempre seguros e na deles. Não foi à toa que até escalaram o genérico Nelson Jobim para sair, midiaticamente, como paladino e defensor dos “coitados” e “injustiçados” militares. Só um inocente-inútil acreditaria neste papel teatral desempenhado pelo pobre Jobim - que trabalha de graça na Defesa, sem salário de ministro, apenas vivendo da sua super-aposentadoria de ex-ministro do STF...

Os controladores investem nessa idiotice coletiva que cria falsos heróis. E contam com os serviços de Jobim – eventualmente apoiado pelos militares – para o caso de um problema institucional mais grave. Só tem um problemão! Que precisa ser respondido com urgência – principalmente lá pros lados da caserna.

Será que merece a confiança dos militares quem: a) já vestiu casaca de congressista (alterando a o texto final da Constituição)?; b) já usou o fino terninho de Ministro da Justiça da gestão tucana? c) já ostentou a poderosa toga de “semi-deus” do Judiciário de um País sem segurança do Direito?; d) já se fantasiou, ilegalmente, de Oficial General de Quatro Estrelas para parecer que faz parte e comanda as Legiões?

Antes que você responda, o Alerta Total lhe deseja um Feliz 2010!

Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 1º de Janeiro de 2010.

8 comentários:

Anônimo disse...

Implantar comunismo? Você deve estar com algum problema. Seria frustração? Saudade (do poder)? Não consegui ler esse texto cheio de inversões sobre a História do Brasil. Na sua opinião, que respeito, o Brasil foi o máximo de 64 a 85. Os milicos devem ser punidos sim: tomaram o poder na marra (receberam por isso dos "donos do mundo"), cassaram mandatos, fecharam legislativos, prenderam, torturaram e mataram inúmeras pessoas. Passaram ao largo da vontade do povo. O que você queria que a resistência fizesse? Viva Carlos Lamarca e Carlos Marighella. Esses pagaram com vida, assim como muitos outros, para que você criasse um espaço como esse para escrever inverdades, falseando a história e a verdade dos fatos. Para com isso.

Marcos Simões

Anônimo disse...

Caro Serrão


Lula aposta no caos para adiar as eleições e quem sabe se perpetuar no poder. Digo isso por que sei que é de sua natureza (escorpião).

Se uma oposição autêntica for vitoriosa, a primeira coisa a fazer seria tornar público a gastança dos cartões corporativos, divulgar a variação patrimonial do presidente, sendo que a desculpa de segurança nacional não mais caberá. Creio que ficará mal. O fio poder começar a ser puxado por aí, e quem sabe não descubramos mais, dossiês,OI x BRT, Celso Daniel, Toninho do PT.... etc, etc....
Só descontruindo o mito Lula, teremos equilibrio nessa democracia e o perfeito estado de direito. O risco dele voltar como o salvador da pátria em 2014 é enorme.

A aposta no Caos é a escolha de Dilma como candidata e a oportuna assinatura do tal decreto que permitiria a revisão da Lei de Anistia. Para o Lula tanto faz ter assinado e depois "desassinado", já fez isso tantas vezes. Ele quer é o CAOS e tirar proveito da situação, como sempre.

Marcelo disse...

Os militares nunca entenderam que fizeram o jogo do grande poder sionista mundial.

Tanto o Capitalismo quanto o Comunismo são o sdois lados da mesma moeda: fazem o jogo da plutocracia mundial.

Alguém já ouviu comunista ser contra a cobrança de juros bancários? Em qual regime comunista foi questionado o problema dos juros, quanto mais extinta sua cobrança?

Ao invés de promover uma ampla reforma sócio-econômico-cultural, os militares perderam tempo caçando delinquentes.

Quanto à afirmação:

"Os brasileiros, realmente, precisam acordar para a verdade da História."

basta ver o entendimento que muitos acadêmicos têm quanto à "verdade" sobre o Holocausto judeu, e vamos perceber que realmente há muito sono atrasado de uma sociedade esperando ser despertada.

Anônimo disse...

Serrão,

Tem gente que realmente não consegue enxergar. O comunismo hoje é implantado culturalmente. Você vê, tem gente que acha Lamarca, um traidor do páis e Marighela, o assassino, sejam heróis. As pessoas são influenciadas na esfera cultural. Se implanta lutas de classe fictícias (índios X brancos,negros X brancos, ricos X pobres) que no fundo são apenas lutas entre brasileiros X brasileiros, nada mais. O comunista só vê o mundo sob a ótica da luta de classes, se ela não existe não tem problema, ele cria. Eles estão fazendo isso com maestria. Afinal, destruir é muito mais fácil que cosntruir. Temos que parar com isso, parar de dividir. Essa luta fomentada é apenas de brasileiros X brasileiros.
Ainda espero , até hoje, um documento desses ditos movimentos revolucionários das décadas de 60-70 que fale da intenção deles em implementar a democracia. O dia que eu vir, começarei a acreditar neles. Termino com uma pergunta para reflexão : existe (ou existiu) em algum lugar do mundo o comunismo democrático? Pensem e respondam.

Anônimo disse...

Este comentarista que assina Marcos Simões utiliza as vizeiras dos petralhas!
Fala na "vontade do povo"... quem é o povo no Brasil? Por que a "vontade do povo" não se manifestou como a vontade dos sanguinários comunistas que são seus idolos?
Vai estudar história, filosofia e vale também cultivar um pouco de coerência: punir militares? E premiar assaltantes, sequestradores no poder, assassinos frios transformados em heróis... todos a serviço do socialismo fabiano dos bilderberger.
Estamos bem diante de um exemplo da mente revolucionária psicopata!
Joel do Carmo, RN

JESUS ESTÁ VOLTANDO disse...

ACREDITO QUE TERÁ ÊXITO , TAMBÉM NO BRASIL A PUNIÇÃO DOS MILITARES, NEM QUE SEJA 01 (UM)
É QUESTÃO DE HONRRA PARA OS COMUNISTAS "VINGANÇA" MESMO
PODEM ESPERAR
O CHILE CONSEGUIU PERTURBAR COM O AUGUSTO PINOCHET
MAS LHES DIGO UMA COISA , SE CONSEGUIREM A VITÓRIA COMUNISTA NA AMERICA LATINA SE CONSOLIDA
ANTES DE 64 ELES SE INSTALARAM NO GOVERNO TINHAM MAS NÃO TINHAM O PODER HOJE ESTÃO NO PODER MAS AINDA NÃO TEM O GOVERNO POR COMPLETO.
OS MILITARES TEM AUTORIDADE MORAL PERANTE A SOCIEDADE
BASTA TIRAR PROVEITO DISSO
TEM QUE SABER TIRAR PROVEITO DISSO
ESSA MORAL COM A SOCIEDADE POUCAS INSTITUIÇÕES POSSUEM.

Anônimo disse...

Ao Marcos Simoes,

Defender essa zona que esta ai e essa corja de larapios do erario publico, voce deve ter um problema e tanto ou entao e mais um esquerdossauro tirando proveito.
Infelizmente os militares nao fizeram o servico completo.

Martim Berto Fuchs (64) disse...

Oh Marcos Simões. Cai na real. Eu também sou povo. Só que não pertenço à rebanho nenhum. Vocês nazi-petistas só pensam em transformar a sociedade em rebanho, quieto, calado, submisso. E falar por eles. Quando falar em povo, não me inclua. Não sou da sua laia.