terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Mídia do Planalto inventa suposta ordem de Lula para conter influência do assessor-informal José Dirceu

Edição do Alerta Total - www.alertatotal.net
Leia também o Fique Alertawww.fiquealerta.net (atualizado nesta terça)

Por Jorge Serrão

O esquema nazipetralha divulgou ontem, ma mídia amestrada, uma de suas mais refinadas mentiras, para desviar o foco dos ataques (desesperados) do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso contra Lula da Silva e sua “boneca” ou “irmã” Dilma Rousseff. A máquina de divulgação do Bolcheviquepropagandaminister mandou espalhar que Lula teria ordenado que se esvaziasse a influência de Josef Dirceu de Oliveira e Silva no PT e no governo, porque ele estaria “causando problemas” para a campanha da Dilma, com suas articulações.

A “informação”, veiculada hoje por vários jornais, é candidata à Piada do Ano. Junto com Antônio Palocci (futuro presidente do Banco Central), Dirceu é uma das pessoas mais influentes junto ao chefão Lula. O presidente fala com ele, várias vezes por dia, pelo telefone via satélite ou por um celular reservado (presente do presidente francês Nicolas Sarozy). Sempre com o apedeuta Lula sabendo de tudo, Dirceu faz articulações de bastidores e faz críticas ferinas que o presidente não tem condições de fazer com e contra aliados ou adversários.

Ontem, Dilma foi a porta-voz da mentira de que Dirceu nada apita em sua pré-campanha. Versão passada ao jornal O Globo noticia que Dilma teria afirmado a um grupo reservado que “é lenda a informação de que seu antecessor na Casa Civil da Presidência tem influência no PT e no governo”. Dilma teria garantido que a influência de Josef Dirceu no governo é quase nada.

Para dar ares de “verdade” a tal versão, a reportagem cita um ministro (sem lhe dar nome) que teria reclamado que Dirceu “usa informação de governo para fazer negócios e se apresentar como interlocutor de Lula”. Um auxiliar de Lula teria confidenciado sobre Dirceu: “Os negócios são todos por conta dele. Mas, se ele liga para um ministro e recebe retorno, pode estar fazendo negócio. Ele usa o fato de ter sido o chefe da Casa Civil para ter acesso e informação”.

Mal necessário?

A suposta matéria contra Dirceu vai além:

Lula reconhece nos bastidores que Dirceu é um mal necessário. O ex-ministro mantém influência sobre 30% do diretório nacional do PT e interlocução com petistas em postos estratégicos, inclusive no gabinete presidencial. Tem deputados fiéis, além de guardar na memória o histórico dos primeiros anos do governo”.

A reportagem amestrada também veicula a versão pré-fabricada de que o Planalto também não gostou de ver Dirceu anunciar no blog dele que estava em Havana, destino de Lula no fim do mês.

Desafio necessário

O blog Coturno Noturno lançou a proposta e o Alerta Total abraça:

FHC e Lula deviam promover um debate público, entre os dois, para que comparem seus governos – em vez de ficar no bate-boca estéril pela mídia amestrada.

FHC dá indícios de que aceitaria tal desafio, já que chamou para si a tática de ataque ao governo na campanha presidencial, enquanto preserva o provável candidato tucano José Serra – que é alvo dos petistas pela incompetência generalizada do poder público em lidar com as enchentes em São Paulo.

No entanto, é improvável que Lula aceitasse um debate público com seu velho amigo FHC.

Pau na Boneca

Depois de chamar a pré-candidata petista de “Boneca manipulada pelo Lula”, FHC detonou ontem que Dilma Rousseff “não inspira confiança”.

O governo atual tem um líder. O meu (governo) teve um líder. O (José) Serra é um líder de São Paulo. Infelizmente, pela história da ministra Dilma, ela não teve essa oportunidade. Mas eu não estou aqui condenando. Simplesmente estou dizendo que, para mim, Serra é competente, é um líder e inspira confiança. A outra, para mim, ainda não”.

FHC alegou que José Serra inspira mais confiança que Dilma:

Para mim, sim. Ele (Serra) já fez, é líder, é primeiro (nas pesquisas). Ela (Dilma) pode vir a ser, mas por enquanto, ela não é líder. Ela é reflexo de um líder”.

Sem roubo

FHC irritou mais ainda os petistas ao afirmar que o País precisa hoje de um governante que seja competente e não roube.

A provocação veio quando lhe indagaram sobre uma possível chapa puro-sangue entre José Serra e Aécio Neves para disputar a cadeira de Lula:

Depende das circunstâncias, no caso de você ter um bom candidato a vice. Acho que o Brasil não está preocupado com as siglas. Ninguém nem sabe de que sigla é (o candidato). Tem que ver se a pessoa inspira confiança. Nós precisamos de gente competente e que não roube. E que inspire confiança”.

Reação do Zé

O assessor informal do chefão $talinácio, camarada Josef Dirceu, cumpriu a agradável missão de meter o pau em FHC.

Segundo o Poderoso Zé, Fernando Henrique assume o posto de "chefe" da campanha com os governos de José Serra e Gilberto Kassab "acuados", vivendo um momento de crise em São Paulo:

"Então a campanha vai ser com FHC? Mas os tucanos, governadores-candidatos, Aécio Neves (MG) e José Serra (SP), não teriam como explicar? (...) O ex-presidente se sente na obrigação de defender seu governo, tão mal avaliado pelos brasileiros; (...) precisa urgentemente levantar a militância tucana e sua base social tão desmobilizada pelos escândalos do PSDB do RS, SC e SP, e de seu aliado, o DEM-Brasília".

Curiosa a crítica do Zé ao Arruda, já que lá pelos lados do Detrito Federal andam falando que a turma do Dirceu é um dos pilares da milagrosa sustentação do governador do DF.

Defesa da amiga

Fernando Pimentel - ex-prefeito de Belo Horizonte e provável coordenador da campanha da Dilma – ficou PT da vida com os ataques de FHC a sua amiga pessoal:

Isso não é papel de ex-presidente. Ele merece respeito, mas ele também tem que se dar ao respeito”.

O nível já está abaixo do subsolo e a campanha presidencial “ainda nem começou”, segundo acreditam as velhinhas de Taubaté que trabalham lá no Tribunal Superior Eleitoral...

Em campanha, sem parar

Lula e sua candidata inauguram hoje, em Governador Valadares, obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) que ficaram dez meses paradas, sob suspeita de fraude.

A comitiva presidencial entregará 98 casas populares no bairro Palmeiras, cuja execução foi interrompida de junho de 2008 a março do ano passado por causa das ações da Operação João de Barro, da Polícia Federal, que apurou irregularidades no repasse de verbas federais a centenas de prefeituras.

O empreendimento só recomeçou, depois que o município, que teve funcionários públicos presos por envolvimento no esquema de corrupção, prestou contas ao governo e ao órgão de fomento.

A prefeitura argumenta que as supostas irregularidades foram sanadas, e a velhinha de taubaté acredita no que ela fala.

Vai multar e fechar o governo?

Parece piada de ditador soviético, mas não é!

$talinácio encaminhou um projeto de lei ao Congresso Nacional que prevê a responsabilização administrativa e civil de empresas que praticarem atos de corrupção contra a administração pública nacional.

O texto estabelece punição para empresas que fraudem licitações, paguem propina a servidores públicos ou pratiquem a maquiagem de serviços e produtos fornecidos ao governo.

Se o projeto for aprovado, o patrimônio da empresa poderá ser utilizado para ressarcimento dos prejuízos causados.

Curioso é que o tal projeto só pune as empresas e os empresários corruptos, mas não atinge o verdadeiro promotor da corrupção que é o Governo do Crime Organizado.

Por falar em ação criminosa, leia o artigo abaixo: A engrenagem latrinária que quebrou a Varig

General na TV

O General Rocha Paiva participa hoje à noite, às 21h 30min, na TV Câmara, do programa Expressão Nacional.

Será mais um polêmico um debate sobre o PLANO NACIONAL DE DIREITOS HUMANOS – PNDH3 – mais conhecido como AI-51.

O Militar vai debater com dois deputados federais e dois cientisstas políticos (da Unicamp e UnB).

O programa será ao vivo e poderá ter a participação dos telespectadores através do 0800 ou e-mail.

Vida que segue...

Ave atque Vale!

Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 9 de Fevereiro de 2010.

8 comentários:

Anônimo disse...

Existem pessoas que não são as mesmas sozinhas. Exemplos existem aos borbotões na história brasileira e mundial. Quem consegue imaginar o hilário Gordo sem o Magro. O Batman sem o Robin. O índio Peri sem a sua Ceci. E por aí vai...
O caso atual, hodierno, refere-se ao ex-presidente FHC. O seu par(ceiro) no primeiro governo dele foi o ex-ministro Sérgio Motta. Enquanto o Serjão esteve vivo, o seu par(ceiro) FHC, tinha uma desenvoltura própria, peculiar.
Ao passar desta para melhor (eu hein!!!), o trator Serjão, deixou o ex-presidente órfão, sem par(ceiro), esfacelado.
A perda foi muito sentida. Basta ver que o fim do segundo governo FHC foi uma tragédia... Tanto no plano econômico, bem com no plano político (sei que muitos dirão que a conjuntura mundial era outra). Conseguiu assim, o ex-presidente FHC, eleger o seu sucessor – o até então amigo(sic) Lula.
Bem, o mundo gira e a Lusitana roda, como dizia uma propaganda de antigamente. E o ex-presidente foi submetido a outro duro golpe na sua vida, a perda da sua coluna mestra, a sua esposa Ruth Cardoso. Mulher séria, consciente, culta, comedida e extremante lúcida. Entrosada em vários assuntos, que ao falecer parece ter levado consigo um pouco do equilíbrio que o ex-presidente FHC parecia possuír.
Como diria o poeta: “vida estranha essa, que destrói tantos sonhos e ilusões”. Basta apenas acrescentar: que maltrata aqueles que um dia irão ficar sozinhos, sem os seus indispensáveis parceiros...

Anônimo disse...

Prezado jornalista

Não gostaria de parecer um Pangloss da vida, mas tenho carregado a impressão que o Brasil poderia começar, já nessas próximas eleições, a finalmente sair desse círculo vicioso, e dessa letargia altamente nociva e artificialmente construída desde o início da chamada nova república e da constituição de seus grupos dirigentes, tendo a testa as figuras calamitosas de seus presidentes civis e de seus respectivos partidos políticos.

O primeiro grande esforço inicial seria constituir uma alternativa a continuidade (ao mais do mesmo) nas próximas eleições, sendo essa constituída por um bom vetor (um candidato a presidência)que catalisaria os vários segmentos que ainda pensam o Brasil e que gostariam de ver em pauta os verdeiros problemas brasileiros: a condição de submissão do Brasil aos interesses da Oligarquia Financeira Transnacional e o papel representado por seu braço operacional (o governo do crime organizado) na manutenção do status quo vigente.

Seria uma grata surpresa vermos, nas próximas eleições, figuras respeitáveis e capacitadas, como a de um General Heleno representando esse vetor.

Mario disse...

Serrão,

Eu diria que, até certo ponto, fiquei surpreso com as reações (FINALMENTE) dos tucanos. Não foi só de FHC no artigo de domingo passado. Sérgio Guerra já havia partido pro pau, mostrando que a TERRORISTA é, com razão, mentirosa.

A mim fica claro que os tucanos receberam, finalmente, ordens da Oligarquia para impedir mais um desgoverno da grande quadrilha. Ou estarei enganado?

Mario disse...

Serrão,

No que diz respeito a punir empresas envolvidas em corrupção, não há nada estranho. Nada mais é que a formalização das práticas corriqueiras da grande quadrilha. Creio que todos se lembram, p. ex., do juiz federal Rocha Mattos, não? Aquele cabeludinho e grande colaborador da petralhada que tratava de livrar a cara dos bandidos, que foi encarregado de queimar as 40 fitas de gravações telefônicas que comprometiam a cúpula do bando nos "misteriosos" assassinatos de Celso Daniel e das 7 testemunhas.

Nikacio Lemos Bitencult disse...

PUTZ !!!!!!
Essa é boa.
A guerrilheira e mentirosa Dilma, pede comparação de governos.
Como comparar governos se ela nunca foi presidenta !!!!
Comparação com qual Governo ela quer ?
Por uma acaso a Sra. Dilma já foi Presidenta ?
Todos nós sabemos muito bem que o propósito dessa guerrilheira e da gang do PT , é fazer do Brasil uma Venezuela .
Como comparar algo que ela se refere, se ela não mostrou na prática capacidade para tanto !!!
A propósito, quem garante que ela irá fazer um bom governo ?
No entanto se a comparação for sobre governo de FHC X Lula, não a o que se comparar até porque Lula copiou e mantém na íntegra o programa de governo do Plano real (PSDB)
No entanto, se for para comparar qual governo foi + corrupto, nesse caso os Comunistas do PT e Lula ganham de longe !!!!
kkkkkkkkkkkkkkkkkk
Nikacio Lemos
23 anos universitário

Anônimo disse...

Quanta asneira escrita com uma prolixidade anormal.
parabéns pelas besteiras.
Dilma 2010, pelo bem do Brasil.
Marcos Simões

Anônimo disse...

Qual seria a razão que levaria FHC a mover "ataques (desesperados)" a "Stalinácio" e à candidata-botox? Não creio que haja nada de deseperado no artigo do ex-presidente, que desmascara, com lucidez e elegância, essa farsa que é Lula da Silva. Desesperados, no caso, são eles, que estão em campanha eleitoral antecipada há mais de um ano e, mesmo assim, ainda vêem o adversário à sua frente!

Anônimo disse...

Por falar em besteiras, resta claro que esse Marcos Simões, além de ser um petralha dos quatro costados, é também uma besta quadrada. Tal e qual aquele de quem ele lambe as botas.