sábado, 20 de fevereiro de 2010

O Rufião, o Boi, o Touro e o General

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net

Por Pedro Chaves

O recente episódio da provocação às Forças Armadas teve, pelo menos, um resultado positivo.
Ficou claro que o Ministro da Defesa não tem nenhum poder sobre as mesmas.

Ao cair a máscara de “aliado e defensor” dos chefes militares e das instituições que comandam, o ministro teve que pedir ao Presidente da República a exoneração do General Santa Rosa por suas declarações contra a tentativa de revogação unilateral da Lei da Anistia.

Nem o misterioso “padrinho” do ministro, (que mora em Londres) conseguiu evitar o vexame da prova de sua impotência.

Por mais que a mídia amestrada tenha procurado dizer que o Ministro da Defesa saiu fortalecido do entrevero, ficou bem claro quem é quem.

O touro continua esperando, na sombra, por melhores dias para tentar, de novo, subjugar a soberania brasileira.

Pedro Chaves é Advogado.

2 comentários:

Anônimo disse...

POR ISSO DOUTOR QUE TEM QUE SER CONVOCADO PESSOAS QUE TENHAM IDEAIS NACIONALISTAS E ANTI-SOCIALISMO PRA COMBATER TUDO O QUE AÍ ESTÁ? POR QUE NAO COMEÇAR PELO JORGE SERRAO E DEMAIS QUE SAO CONTRA ESSE REGIME TOTALITARIO. O PT E SEUS VAGABUNDOS SEMPRE FORAM CONTRA A DITADURA HJ QUEREM IMPO-LA AOS POUCOS. SÓ NAO NOTA QUEM NAO QUER

Anônimo disse...

FUI UM SOLDADO RASO MAS JAMAIS RECEBERIA ORDENS DE UM MINISTRO QUE NÃO RESPEITOU A CONSTITUIÇÃO. HOJE, COMO MINISTRO, SILENCIA SOBRE A FAIXA DE FRONTEIRA, PERMITE QUE GRANDES EMPRESAS E APADRINHADOS POLÍTICOS FAÇAM O QUE BEM ENTENDER. EM QUALQUER PARTE DO MUNDO AS FAIXAS DE FRONTEIRA SÃO RESPEITADAS, O EXÉRCITO NÃO PODE E NÃO DEVE ABRIR MÃO DO QUE DETERMINA A CONSTITUÇÃO.OS ATOS AINDA QUE SEJAM ADMINISTRATIVOS TEM QUE CUMPRIREM O QUE DETERMINA A LEI MAIOR.