terça-feira, 30 de março de 2010

Clubes de poder globais usarão tecnologia de transmissão fechada via Internet em seus próximos encontros secretos

Edição do Alerta Total - www.alertatotal.net
Leia também o Fique Alerta – www.fiquealerta.net (atualizado nesta Terça)

Por Jorge Serrão


A Oligarquia Financeira Transnacional inova, tecnologicamente, para promover seus encontros, abertos ou não, sem a presença incômoda de ativistas contra o globalitarismo. Sexta-feira passada, sem o devido destaque da mídia tupiniquim, os controladores do mundo promoveram, simultaneamente, em quatro capitais do planeta, o State of the Planet 2010 (http://www.stateoftheplanet.org/).

Os debates globais entre Nova York e quatro hubs diferentes (Beijing, Nairobi, Nova Deli e Londres) foram possibilitados pelas soluções de TV da Ericsson – empresa sueca líder mundial no fornecimento de tecnologia e serviços para operadoras de telecomunicações. A partir de agora, encontros reservadíssimos, como os do Clube de Bilderberg, poderão ocorrer via webcast, sem a presença física dos participantes em um mesmo local – o que gera riscos e gastos elevados com segurança.

O evento foi comandado pelo economista Jeffrey Sachs, diretor do The Earth Institute, e um dos expoentes do pensamento globalitário. O Príncipe Albert II de Mônaco, o presidente do México Felipe Calderón e a Princesa Máxima, da Holanda, participaram diretamente do encontro que reuniu professores, doutores, políticos e empresários para discutir, sob a ótica globalitária, os temas: mudança climática, pobreza e reposicionamento econômico.

Tempo sobrando

O chefão $talinácio minimizou ontem à noite a provocação de uma repórter de que esta terça seria o último dia do prazo para Henrique Meirelles tomar uma decisão sobre seu futuro político, a tempo de ser publicada no Diário Oficial sua exoneração.

Lula comentou que só Meirelles pode dizer se deixara ou não o cargo e soltou uma de suas frases enigmáticas a um repórter que lhe indagou sobre a pressa do presidente do BC do B:

"Tem muito tempo ainda, meu filho. Para mim, 24 horas é um tempo infinito."

Campanha permanente

O advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, sustenta a tese de que Lula poderá fazer campanha normalmente para sua Dilma, desde que nos fins de semana e fora do expediente de trabalho.

O comando petista quer Lula no palanque de Dilma sob a crença de que Lula transfere votos.

Não seria mais fácil Lula renunciar, no auge de sua popularidade, e fazer campanha à vontade para sua candidata?

Silêncio do Inocente?

O advogado Nélio Machado informou à Justiça que José Roberto Arruda só vai falar quando tiver acesso a todos os documentos dos autos do Inquérito 650, que investiga o suposto esquema de corrupção.

Ontem, Arruda usou o direito de ficar calado e se recusou a responder ao questionário da Polícia Federal sobre o esquema de corrupção do Detrito Federal, no qual é acusado de ser o mandante.

Preso desde 11 de fevereiro, com outras cinco pessoas, acusado de obstrução da Justiça e tentativa de corrupção de testemunha do inquérito, Arruda vivia reclamando que ninguém queria ouvi-lo...

Veja antes que saia do ar

Faz sucesso na internet o vídeo em que Reinhold Stephanes Júnior chama Josef Dirceu de bandido e Dilma do Chefe de seqüestradora e assaltante.

A crítica seria uma mera gritaria se o rapaz não fosse filho do ministro da Agricultura de $talinácio...

http://www.youtube.com/watch?v=HtH9uIKBXio

TFP censurada

Uma "ordem que veio de muito alto" foi a justificativa do provedor para bloquear o site http://www.ipco.org.br/home/,

A página iniciava uma campanha de mobilização contra o nefando PNHD.

Curiosamente, o site, censurado desde o dia 23, é mantido pela TFP – o movimento ultra-católico Tradição Família e Propriedade.

Acredite se puder

Serginho Cabral afirmou confiar no presidente Luiz Inácio Lula da Silva e no próprio Legislativo, para que o Rio não seja prejudicado pela nova regra proposta para a divisão geral dos royalties do pré-sal.

Cabralzinho aposta que a chamada emenda Ibsen Pinheiro (PMDB-RS) será alterada no Senado, com o apoio de Lula:

O Congresso brasileiro nunca me faltou. Confio no presidente Lula e também confio muito no Congresso. O presidente Lula botou uma pitada de açúcar no pré-sal. Com a intervenção do presidente, o pré-sal agora virou pré-doce”.

Recorde dos quadrinhos

Um exemplar da edição de 1938 da revista em quadrinhos Action Comics Nº 1 foi vendida ontem, pela bagatela de US$ 1,5 milhão, no site de leilões ComicConnect.com.

A publicação, que marca a estreia do Super-Homem, é considerada o Santo Graal dos quadrinhos.

Acredita-se que existam cerca de cem cópias da Action Comics Nº 1, mas poucas em bom estado.

Atraso brasileiro

O Diário do Comércio de São Paulo publica hoje um furo de reportagem do jornalista Armando Serra Negra que é mais uma prova de nosso atraso como Nação:

Um projeto futurista do arquiteto francês Jacques Pilon para que o Rio de Janeiro ganhasse um metrô, no distante ano de 1951.

Além de nunca ter saído do papel, o projeto fica guardado, a sete chaves e com acesso dificultado a pesquisadores, na biblioteca da Faculdade de Urbanismo da Universidade de São Paulo.

Confira: A história do metrô carioca que nunca saiu do papel

Rubinho Rousseff, não!

Sam Michael, diretor-técnico da equipe Williams de F1, avalia que Rubinho Barrichello é um dos melhores pilotos da atualidade:

Por que Rubens nunca foi campeão do mundo? Para nós, ele é o melhor piloto possível. Traz o carro em casa, não comete erros, aproveita todas as oportunidades que estão pelo caminho e é um desenvolvedor de carros incrivelmente bom. Apesar da sua idade, ainda é extremamente rápido”.

Pelas declarações do inglês, fica comprovado que Roberto Jefferson cometeu uma grande injustiça com Rubinho ao compará-lo com Dilma do Chefe.

Vida que segue...

Ave atque Vale!

Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 30 de Março de 2010.

3 comentários:

Anônimo disse...

deu no Giba Um

Loura bem guardada
Na semana passada, Marisa Letícia, primeira-dama do país, decidiu aumentar o volume de luzes aloiradas em seus cabelos, no salão que freqüenta no segundo andar do Shopping Iguatemi. Voou a bordo do Sucatinha (é o reserva do Sucatão), ao lado de sua habitual acompanhante (é no cartão corporativo dela que seriam jogadas as despesas da primeira-dama, depois incluídas no rol gastos secretos da Presidência) e nas horas que passou no cabeleireiro, cinco seguranças estavam à disposição: dois próximos ao salão, dois circulando pelas imediações e mais um perto de seu carro.

PS.: O pior de tudo é: Para que tanto gasto??Para que tanto trabalho??Para nada....Nem Jesus Cristo dá jeito naquilo....

Anônimo disse...

A Oligarquia Financeira Internacional planeja, os internacionalistas do pt e do mundo executam. Por aqui as mídias omitem a informação e divertem com crimes, acidentes, problemas de saúde e segurança, bom desempenho da economia (de cartas marcadas), pesquisas falsas, roubos e impunidade.
Desviam a atenção dos fatos mais importantes e seu significado. Um desses fatos é a corrupção maximizada pelos governantes que conseguiram desmoralizar a política e os políticos, expondo fatos que eles mesmos, os controladores do poder, criaram e incentivaram com o exemplo maior.
Com isto o estado pune e aparece como moralizador, enquanto os da corte petista ficam impunes. O "algo de podre" neste reino, fede mais a cada dia.
Os "civilizados revolucionários" do mundo inteiro estão unidos e obedientes às ordens dos arquitetos da nova ordem mundial.

Jair - SP disse...

O tema “reposicionamento econômico”, na pauta dos controladores do mundo, já diz tudo.
Quem vai produzir, onde, como e o quê, serão simplesmente as empresas “deles”. Será que ainda há qualquer resistência?