sábado, 15 de maio de 2010

A ameaça colombiana de Chavez

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net

Por Arlindo Montenegro

O Estadão noticiou em 8 de Maio, que a candidata verde do Brasil, cancelou uma visita à Colombia, onde encontraria o candidato verde daquele país, um sujeito sui generis. A visita gorou, porque o colombiano teria recebido uma ameaça de morte. No dia 11, encontramos um perfil do sujeito, assinado pelo cubano Carlos Alberto Montaner, nas páginas do Diario del Exterior, cuja tradução publicamos logo abaixo.

Como o perfil psicológico feito por Montaner contém muitos traços de políticos que conhecemos, consultei a blogueira especialista em assuntos latinos, sobre o artigo e sobre o candidato Mockus. A resposta começa por dizer que Montaner "ateve-se à periferia e omitiu-se de falar sobre coisas mais graves ditas por aquele demente"(Mockus) ...

"ele disse abertamente que "apreciava Chávez", notório inimigo da Colômbia por ser amigo das FARC; disse não ver razão de existirem Forças Armadas - como na Costa Rica -, o que mais uma vez favorece às FARC; disse que extraditaria o presidente Uribe, o general Freddy Padilla (comandante das Forças Militares), o general Naranjo (comandante da Polícia) e Juan Manuel Santos (à época, ministro da Defesa), caso em sua gestão o Equador os peça, para julgar pelo ataque ao acampamento de Raúl Reyes. Óscar Arias se vangloria de não haver Forças Armadas na Costa Rica, mas eles não enfrentam uma guerra tão sangrenta quanto antiga como na Colômbia!"

"Chávez está abertamente fazendo campanha para aquele sujeito, na Venezuela e até mesmo DENTRO da Colômbia. Dá para entender? Outro fato que Montaner não mencionou - e é grave, é que Mockus é portador de Mal de Parkinson, doença neurológica incapacitante. Como ficará o governo caso ele seja eleito? Brinca-se com coisa seríssima, como é governar um país que enfrenta uma guerra real, sangrenta e que tem matado e mutilado milhares de seus cidadãos pelas mãos das FARC e de bandos narco-terroristas menos influentes".

Tudo isto é de conhecimento público na Colômbia e está publicado em revistas, entrevistas e vídeos. Com agradecimentos a Graça Salgueiro, pela importante informação complementar, vamos ao que diz Montaner, no artigo abaixo.

Arlindo Montenegro é Apicultor.

4 comentários:

Esperança disse...

Mensaje urgente a los colombianos
Pena Esclusa

http://fuerzasolidaria.org/?p=3059

Martim Berto Fuchs (64) disse...

Os sargentões tipo Chávez são uma ameaça na medida em que seus opositores não oferecem alternativas muito melhores.
Vejamos o caso no Brasil. O Lulla, obviamente, queria permanecer. Na dúvida, escolheu a Dilma, ou que nome tenha, para substituí-lo. Por que a Dilma ? Porque os outros já tinham sido cassados por "motivos diversos".
O que faz a oposição ? Permite que o Serra se IMPONHA ! O Serra só é melhor que a Dilma no quesito ideológico. Ela levará o Brasil à nova intervenção militar. Infelizmente. E o Serra, numas das primeiras entrevistas, anunciou a criação de mais DOIS ministérios. Tinha que ser PRESO logo após a entrevista.
Com esses babacas administrando o país, é que surgem os Chávez da vida.
Se surgir um candidato que realmente enfrente os conhecidos problemas brasileiros, enumerando-os e comprometendo-se corajosamente à tentar resolvê-los, batalhar por isso, GANHA a eleição. Só não ganha se for assassinado. Seu vice (outra excrescência do sistema) terá que assumir publicamente os mesmos compromissos.
Os problemas existentes todos sabemos. Apenas um deles, mas muito grave, é a quantidade absurda de pessoas encostadas nas folhas de pagamento do setor público. E o que diz o Serra ? Vai aumentá-los.
Não sei hoje, mas eram 10 milhões de pessoas nas diversas folhas de pagamento do setor público. A METADE não tem o que fazer.
Quando que isto será enfrentado ? Não se trata de Estado mínimo. Trata-se do mínimo de bom senso. 5 milhões de pessoas ganhando bastante para não fazer nada, custam muito mais que o assistencialismo do Bolsa-Familia, que pelo menos é humano, pois essas pessoas são as vítimas do próprio sistema.

A FRAUDE disse...

Alguém acredita?

A pesquisa Vox Populi que acaba de ser publicada é uma tramóia anunciada. Era impossível que, depois de tudo o que este instituto indicou nas pesquisas anteriores, ele não apresentasse a candidata Dilma Rousseff (PT) ultrapassando José Serra(PSDB). Tudo foi organizado de forma meticulosa para que o resultado pudesse ter justificativas até certo ponto plausíveis. Começando pela amostra de cidades, que repetiu 40% da pesquisa anterior, que havia repetido 100% da pesquisa feita em janeiro.


VEJA COMO FOI FEITA A FRAUDE

www.coturnonoturno.blogspot.com

Anônimo disse...

E o que dizer de lulla quando os nossos vastos recursos naturais são fruto da ambição dos principais países do mundo? Não é coincidência o sucateamento das Forças Armadas, a desmoralização das principais Instituições Nacionais, a ausência de um Plano Nacional de Desenvolvimento, o estímulo ao surgimento de óbices à coesão social, caracterizados pela demarcação contínua de terras indígenas em regiões ricas em minerais estratégicos, com o surgimento de "enclaves territoriais", o surgimento de movimentos quilombolas em áreas estratégicas, o progressivo abandono dos Objetivos Nacionais Permanentes, a entrega da Amazônia e a implantação de uma ditadura constitucional no país, de caráter populista? Áreas de preservação ecológica, reservas indígenas e supostos antigos quilombos abarcam, hoje, 77,6% da extensão do Brasil. Se a conta incluir também os assentamentos do MST na reforma agrária, nas cidades, nos portos, nas estradas e outras obras de infraestrutura, o total alcança 90,6% do território nacional. Ou seja, as próximas gerações terão de se contentar em ocupar uma porção do tamanho de São Paulo e Minas Gerais. Os laudos antropológicos são encomendados e pagos pela Fundação Nacional do Índio. Mas muitos dos antropólogos que os elaboram são arregimentados em organizações não governamentais (ONGs) que sobrevivem do sucesso nas demarcações. A quantidade de dinheiro que elas recebem está diretamente relacionada ao número de índios ou quilombolas que alegam defender. E lulla já diz quie dilma será eleita. Como pode ele profetizar em causa própria e ninguém se interroga? A urna eletrônica ajuda nas suas professias? Será por dilma ter participado em Washington do Fórum dos CEOs (diretores-gerais), o qual reuniu 20 dos maiores empresários brasileiros e norte-americanos, tendo sido inclusive recebida pelo Presidente Obama. Uma das eminências pardas do encontro , nem sempre citado no noticiário, mas sempre presente em todos os fóruns de poder global, foi justamente o presidente do DI Sr. Peter Hakim. A fachada do encontro foi estimular a parceria entre governo e setor privado do Brasil e dos Estados Unidos, por meio de projetos e revisão de regras que interfiram na ampliação do fluxo comercial entre dois países, porém seu objetivo principal foi a ação de representantes dos clubes de poder global em torno da sua candidatura presidencial em 2010. È ainda notória a ligação do também candidato à presidência da República, José Serra a este esquema de poder global da oligarquia financeira transnacional. Logo, o candidato da Colômbia è um santo quando comparado ao que temos por aqui.