segunda-feira, 21 de junho de 2010

Bancos encarecerão crédito temendo que operações com juro alto no cartão aumentem a inadimplência

Edição do Alerta Total - www.alertatotal.net
Leia também o Fique Alerta – www.fiquealerta.net (atualizado nesta Segunda)

Por Jorge Serrão


As famílias brasileiras já comprometeram 22% de suas rendas com o pagamento de prestações para os próximos meses. De olho nos números, os bancos já temem que o recorde de operações com juro alto no cartão de crédito se transforme em uma explosão da inadimplência, caso mude o rumo da economia, como tudo indica que deve ocorrer, a partir do ano que vem. Na verdade, ao fazer tal alerta, os bancos ensaiam novos aumentos de taxas ou manobras para encarecer o crédito já nada barato.

Economistas alertam que, uma situação de reversão da econômica, o juro alto pode transfomar o crédito hoje aparentemente fácil em uma bola de neve incontrolável. Só quem não liga para o problema é o chefão $talinácio, pois, a partir do ano que vem, o trono do Palhaço do Planalto será ocupado por outro... Lula sabe que a próxima crise não será igual à marolinha na qual ele surfou popularidade e pretenso sucesso na gestão de uma política econômica que foi muito boa para o setor financeiro – parceiro do Estado gastador no Brasil.

Antonio de Julio, instrutor financeiro e profissional do MoneyFit, tem um conselho para as pessoas que já comprometeram sua renda de forma arriscada. O primeiro passo é parar de gastar urgentemente, colocar seu dinheiro na "U.T.I." financeira e sair dessa situação o mais rápido possível. Se vier um aperto monetário da taxa de juros, a situação só tenderá a piorar.

O economista destaca que as pessoas precisam entender que o dinheiro não foi feito apenas para gastar. Ao quitar uma dívida, ela tem que se preparar melhor antes de entrar em outra. O ideal é pesquisar sobre os produtos e serviços similares, negociar prazos menores de parcelas e financiamentos e apresentar uma boa entrada de dinheiro para aliviar o financiamento, e principalmente evitar as compras por impulso, entre outras formas.

Antonio de Julio explica que talvez a mudança de estado devedor para o estado poupador seja a mais difícil de ocorrer. Não só pelo endividamento em sí, mas pelo estado mental da pessoa. Ela tem que entender que guardar, que seja um pouco por mês, já muda o seu padrão mental com relação ao dinheiro. “As pessoas gastam sem necessidade, não pesquisam, não perguntam quais são as taxas que aquele cartão da loja e que muitas vezes a "anuidade zero" pode estar embutida em manutenções mensais que são descritas na fatura. Parar de dever é como fazer uma dieta e ir até o fim, sem o "efeito sanfona".

Vaciladas

Clientes da chamada “nova classe média” têm feito bobagens com o uso do dinheiro de plástico.

Uns acham que só precisam pagar o valor descrito no campo "pagamento mínimo".

Outros pensam que sai barato sacar dinheiro do cartão para ajudar em compras cujo financiamento fica mais barato.

Golden crisis

O ouro já teve uma valorização de 16,13%, este ano, no Brazil.

Raposas felpudas do mercado financeiro advertem que isto é sinal de especulação, mas, principalmente, indício forte de que é terrível a crise econômica internacional que se avizinha.

Investidores espertos e fundos hedge aplicam, freneticamente, no nobre metal em busca de proteção para o pior.

Devagar, devagarinho

Dirigentes da Beyound Petrol – aquela que deixou vazar umas gotinhas de petróleo nas águas do Golfo do México – estão Bastante Preocupados.

O diretor-geral da Agência Nacional de Petróleo, o comunista Haroldo Lima, avisou que a ANP não tem pressa em aprovar os ativos da transferência da Devon no Brasil.

A antiga British Petroleum (cujo nome novo não consegue pegar na memória do mercado) desembolsou a bagatela de US$ 7 bilhões para comprar a participação em dez blocos exploratórios no Brasil, sendo oito no mar e dois em terra.

Bomba atômica diplomática

Hoje, em Viena, o radical ministro das Relações Exteriores do $talinácio avisou que ainda acredita novas negociações com Teerã sobre o programa nuclear, apesar da imposição de novas sanções.

Celso Amorim espera um plano para que o Irã troque parte de seu material nuclear, indicando que não tem intenções bélicas.

Amorim teria dado uma recuada do que comentou ontem ao jornal britânico Financial Times, jurando que o Brazil não pretende mais adotar uma posição proativa como interlocutor das negociações entre potências ocidentais e os importentes iranianos.

No limite

O ministro Eros Grau, que perdeu a chance de se tornar imortal da Academia Brasileira de Letras, só vai se aposentar em agosto, quando estiver perto da expulsória aos 70 anos de idade.

Autor do livro de aventuras eróticas “Triângulo no ponto”, Eros vai dar uma passeada em Paris, mas promete voltar para as sessões plenárias em agosto.

Como Eros não tem pressa, o advogado Márcio Thomas Bastos também precisará ter toda paciência do mundo para emplacar seu candidato a uma vaga no STF: o advogado criminalista Arnaldo Malheiros.

Toy Story Eleitoral

Anthony Garotinho espera reverter sua inelegibilidade no no Tribunal Superior Eleitoral.

O advogado dele, Jonas Lopes Neto, entrou, quinta-feira passada, com um pedido de medida cautelar no TSE para tentar suspender a decisão do TER-RJ que impede sua candidatura a governador pelo PR.

Como o fim do prazo para registro de candidaturas é 5 de julho, Garotinho tem pressa.

Mas já tem gente esperta no Rio garantindo que a intenção eleitoral dele não passa de uma mera Toy Story de garotinho travesso, só para vender mais caro o apoio a Fernando Gabeira contra seu desafeto Serginho Cabral.

Sobe e desce

Vazou ontem, nos bastidores de campanha, uma prévia de pesquisa eleitoral que será divulgada esta semana.

Amarga para os tucanos, porque José Serra cai uns três pontos.

Doce para os verdes, porque Marina Silva sobe dois.

Sem gosto para a petralhada, porque Dilma estacionou e parece ter chegado ao seu limite de crescimento.

Santos na cabeça

O governista Juan Manuel Santos foi eleito ontem presidente da Colômbia, de goleada:

Levou 69% dos votos, contra cerca de 27,5% de seu adversário Antanas Mockus, do Partido Verde

Formado em jornalismo, administração e economia, aos 58 anos de idade, o ex-ministro da Defesa do popular Álvaro Uribe mostrou que, em eleição, vale a pena jogar no ataque, principalmente contra radicais narcoterroristas como as FARC – Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

Polícia para quem precisa

Nada menos que 162 delegados da Polícia Civil de São Paulo são fortes suspeitos de envolvimento em falcatruas nos contratos de emplacamento e lacração de carros do Departamento Estadual de Trânsito.

A Corregedoria da Polícia Civil, que investiga os policiais, calcula que foram desviados R$ 11,9 milhões de janeiro de 2008 a julho de 2009.

Mas a fraude pode chegar até R$ 40 milhões, já que as picaretagens, iniciadas em 2006, envolvem crimes de fraude em licitação e na execução de contratos, sonegação fiscal, falsificação de documentos, peculato, corrupção ativa e passiva, prevaricação, advocacia administrativa e formação de quadrilha.

PT da vida

O técnico Carlos Caetano Bledorn Verri gastou quase todo seu tempo na entrevista coletiva de ontem, depois do jogo do time privado do Brasil, para xingar e atacar o jornalista Alex Escobar, da Rede Globo.

As palavrinhas impublicáveis vazaram no vazaram no sistema de som da sala de entrevistas, e o professor resolveu atacar outro repórter da Rede Globo, avisando:

Tem que ser macho! Tem que vir falar na minha cara!

Pequena dúvida

Ronaldinho Gaúcho, que faz a alegria das “primas” em Porto Alegre, fará falta no escrete privado de Ricardo Teixeira.

Quem vai substituir o religioso Kaká – expulso injustamente ontem, depois de tanto apanhar dos elefantes da Costa do Marfim?

Tem problema não, o retranqueiro Carlos Caetano Bledorn Verri usará sua criatividade e vai botar alguém no lugar dele, da mesma forma como se troca uma roupa cafona por outra...

Geledeira nada fashion

Entramos no inverno às 8h 27min de hoje.

Meteorologistas avisam que a temporada será de muita massa polar gelada.

Mas se você tiver de correr para o casaco, por favor, não use um daqueles que o Dunga veste...

A não ser que você ache melhor virar piada do que passar frio...

Vida que segue...

Ave atque Vale!

Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 21 de Junho de 2010.

4 comentários:

Anônimo disse...

DETRANS? Fazem fortuna para delegados, vistoriadores, emplacadores e anexos desde que galinha tinha dentes! Os despachantes que digam! Cada visto, tem seu preço.E tudo tem valor. A tabelinha funciona sem pistas, sem recibos, com a conivência de tutti quanti!

Anônimo disse...

Os romanos usavam a técnica de dividir para combater. Vinham pelos flancos e fechavam suas legiões e encurralavam os inimigos. Pouco sobrava do inimigo, e raros eram aqueles que sobreviviam para serem jogados nas arenas dos gladiadores e seus leões.
Os bárbaros usavam as escaramuças. Em lugares propícios armavam suas ciladas e assim, aos poucos, dizimaram seus inimigos com a repetição continuada desta estratégia.

Agora, surgiu o técnico Dunga, que usa a camaradagem e lealdade entre os atletas como a sua principal técnica. Fica tentando ser o máximo possível previsível em suas atitudes e escalações, e exige lealdade e camaradagem entre os seus subordinados. Tenta, talvez equivocadamente, estender a lealdade aos que estão próximos (jornalistas?).

Entre os jogadores é nítida a camaradagem comum. Algo tipo: eu não vou muito com a sua cara mas te respeito, e para não estragar o ambiente, seremos nesta copa fraternos amigos.
Formou-se, então, um ambiente saudável e de pouca crocodilagem, o que convenhamos é algo raro de se ver.
Isto talvez não agrade a todos, pois como é sabido, lealdade é um item em falta por estes nossos tempos.
Mas o método Dunga, por enquanto, está dando certo. E como já diziam os mais antigos: “o que está dando certo não se mexe”.

Martim Berto Fuchs (64) disse...

Dunga.
Até tu Serrão ? Deixa o homem trabalhar em paz. Depois vocês se queixam quando ele chama uns que outros para a porrada.
1958, 1962 e 1970 tínhamos um monte de craques. Acabaram. Hoje só tem meia boca e alguns malandros que nada fizeram em Copas.
1994, o Romário domado por ele fez os gols e ele segurou do meio para tráz.
2002 foi o Felipão, que mandava bater nos adversários.
2010 vamos ganhar com ele, o Dunga, com todo seu estilo grosso. Além disto, está muito bem assessorado pelo Jorginho.

APOSENTADO INDIGNADO disse...

comentário feito no coturnonoturno

Finalmente e oficialmente decidido e confirmado pelo VETO do Presidente Lula sua condição de mentiroso e de carrasco dos aposentados. Cabe-nos agora assumirmos nossa posição com respeito a ele e a seu governo. Sua atitude, para nós, não representou surpresa alguma. Estávamos aguardando, apenas, por uma confirmação oficial para aplicarmos nosso VETO definitivo e para sempre a esta figura tenebrosa que, via à mentira, à traição e ao apagão moral, se apoderou do governo no Brasil afim de cavar, de vez, a sepultura de nossa liberdade, de nossos direitos e de nossa soberania como POVO.

Não cultuamos nenhuma vocação para sermos escravos, nem muito menos para engraxarmos as botinas de ditadores. Nosso ideal é a ‘LIBERTAS QUAE SERA”, aquela liberdade que projetará na vala comum reservada a todos os DITADORES do mundo, mortos ou vivos, sejam quais forem seus nomes e suas ideologias: Hitler, Mussolini, Stalin, Fidel Castro, Hugo Chaves, Evo Morales e “imorales”, bem como Lula da Silva e a caterva de corruptos integrantes de sua corte que circulam pelos corredores de seus palácios e de sua política.

A partir de hoje estará VETADA, para sempre, pelos aposentados e por todos os brasileiros que se vestem de verde-amarelo esta geração de políticos cujos restos mortais serão rejeitados até pelos saprófitos.

Na verdade, aquilo que está sendo apontado como vitória nada representa senão a manutenção das perdas que se acumulam sobre nossos já sucateados vencimentos mais as novas que se acrescentam dia a dia. A correção da inflação é uma enorme mentira. Os índices inflacionários manipulados pelos economistas oficiais e divulgados pela mídia subornada não representam, nem de longe, a realidade de nossas perdas. A inflação real e verdadeira é aquela que se mede pelo rotineiro gesto de metermos a mão no bolso e sentirmos que o que temos para as compras de hoje já não mais se equipara com as de ontem. Isto sim é inflação e não as invencionices dos assim ditos técnicos na arte de mentir. Menti, menti, que algo sempre se lucrará.

Lula continua acreditando que suas técnicas para engodar são sempre bem sucedidas e ele continua sendo o gênio da sagacidade e da malandragem.

Tudo isto, contudo, tem seus dias contados. O engodo para evitar que seu VETO refletisse negativamente sobre a campanha da mais negativa das candidatas que ele pretende empurrar para cima do eleitorado saiu pela culatra porque até o mais singelo dos brasileiros percebeu a jogada politicamente suja de esperar pelo último minuto do segundo tempo do jogo do Brasil com a Coréia do Norte para anunciar o tão sujo e injusto VETO, que precisava ser escondido e abafado pelo impacto do interesse que o esporte causa em todos os brasileiros.

Falta-lhe a mais elementar originalidade para inovar em matéria de malandragem. Hitler, Mussolini, Stalin e muitos outros foram tidos como reis da sagacidade na arte de engodar. No entanto, o que resta das mentiras que espalharam pelo mundo? NADA, a não ser como combustível para torrar seus cérebros nas caldeiras do inferno.

Por isto, meu amigo aposentado, face a esta tão gritante realidade precisamos manter-nos firmes e resolutos em nossos propósitos de excluirmos de nossos VOTOS, do voto de nossos familiares, de nossos amigos e dos futuros aposentados estas energumenas figuras que, de brasileiros, só tem o fato de, infelizmente, terem nascido por aqui, mas que, de cidadãos, não tem o mínimo de dignidade e, como tais, não merecem o mínimo de respeito da população. Não se iludam porque tais pessoas são incorrigíveis e politicamente não servem nem para fazer sabão. Quem com porco se mistura, farelo come. Quem com tais políticos convive, depressa aprende a roubar, a mentir e a ser hipócrita.

APOSENTADO, VOCÊ, ANTES DE TUDO É BRASILEIRO e, brasileiro não nasceu para comer farelo da mentira, mas o PÃO DA VERDADE.



José Cândido de Castro

Junho de 2010

E-mail: profcastro@hotmail.com