sexta-feira, 4 de junho de 2010

Reação preventiva ao Holocausto Jornalístico


Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão

O espectro da censura, imposta por falta de sabedoria constitucional ou por abuso de autoridade, volta a aterrorizar a Internet brasileira. Os feitores da “indústria do dano moral” agora apelam para a ignorância completa. Conseguem coagir provedores, por pressão econômica ou judicial, e tiram blogs do ar em um piscar de olhos. Assistiremos a situações obscuras nos próximos dias. Se formos vítima do holocausto jornalístico, vamos reagir. Quem censurar vai ter de rebolar.

O Alerta Total já cansou de denunciar essas ações obscurantistas. Muitos poderosos de plantão – sejam políticos ou advogados de grandes empresas, exercitam sua predileção anti-republicana favorável à censura e à restrição das liberdades de pensamento, expressão e, por fim, ação. Já que se recusam a debater, no discurso, com a turma na world wide web, os censores praticam má fé contra o Judiciário. Inventam regrinhas e recursos jurídicos para tentar controlar ou impedir a livre atuação dos “cidanautas”.

A maldita máquina de processar gente (que extrapola o direito de expressar sua opinião) funciona a pleno vapor no Brasil. Rende muito dinheiro para advogados, supostas celebridades e vaidosos endinheirados. O problema é que enche ainda mais de processos o nosso atolado Poder Judiciário. E abre espaço para os vícios censórios ou para grandes holocaustos jornalísticos – como os que se avizinham.

A Internet não é um fim nela mesma. Ela é apenas um meio para armazenamento e veiculação de informações. No fundo, a web é uma mídia para a qual convergem outras mídias tradicionais. Por princípio existencial, não pode e nem deve sofrer restrições de quaisquer espécies. Isto vale para o jornalismo praticado via web. Tanto que o Supremo Tribunal Federal já confirmou a inutilidade e inaplicabilidade da Lei de Imprensa – que jamais deveria existir em ambientes democráticos.

A fórmula é simples e vale para Internet – que não precisa de marcos regulatórios, já que é uma mera mídia tecnologicamente avançada. Basta que seja sempre aplicada a ética, o equilíbrio e o bom senso. Se alguém ou alguma empresa se sente atingido pelo que é veiculado por um site, deve recorrer, antes de procurar o Judiciário, ao simples, justo e perfeito direito de resposta.

Se tal direito não for concedido e os abusos de opinião persistirem, aí sim é correto procurar a Justiça. Isto é civilização jurídica. O resto é barbarie do dano moral. Processar alguém ou tirar um site do ar sem antes recorrer ao pedido de direito de resposta ou a uma notificação extrajudicial é a mais pura bandidagem inquisitorial. Isto é muito comum no Brazil. Vide à censura ao Estadão. Um crime que perdura em um País que não tem raiz histórica democrática.

Infelizmente, pensam totalitariamente alguns legisladores à serviço do globalitarismo. Mesmo vício inqusitorial de uns poucos magistrados ignorantes em democracia e em direito constitucional. Por isso, os “cidanautas” precisam combater o despotismo por trás das regrinhas supostamente bem intencionadas.

Temos o dever moral e ético de dizer um “não rotundo” à disfarçada tentativa de nos censurar na Internet. Do contrário, vamos aprofundar o estado de trevas para o qual caminha a humanidade, sob os desígnios do globalitarismo imposto pela Oligarquia Financeira Transnacional.

O Alerta Total não tolera censura, e vai reagir de forma democraticamente radical. O recado está dado por três vezes três. Legiões de leitores estão de prontidão se sofrermos algum holocausto jornalístico nas próximas horas.


Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.


© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 4 de Junho de 2010.

6 comentários:

Martim Berto Fuchs (64) disse...

Eles vem agindo não mais com sutileza. Acabou o tempo do Lullinha paz e amor. Aliás, era apenas marketing.
Se conseguirem nos barrar na internet, terão dado um grande passo para a ... intervenção.
A Dilma PACote, que só ganhará a eleição se forem manipuladas, imporia como primeira providência a aprovação do 3º ou já seria o 4º PNDH (?).
Até agora ninguém me respondeu por que o presidente da FIESP se filiou ao PSB-Partido Socialista Brasileiro. É claro que cada um tem livre-arbitrio, mas ser traíra ?

Rosko disse...

Que audácia! o termo "holocausto" é exclusividade dos israhellenses. Apesar de centenas ou talvez milhares de ciganos e outras etnias tenham morrido sob o regime nazista, esse termo aplica-se exclusivamente aos judeus. Que bonito né. Cuidado heim!!... eles podem tudo.
----
Anulei meu voto nas duas últimas eleicões, por não acreditar na classe política de modo geral, fui inclusive por um tempo simpatizante deste blog, mas resolvi navegar mais longe, fugir da mídia convencional, portais populares, e constatei também através de pesquisa, que o Brasil nesses últimos 8 anos melhorou consideravelmente em relacao aos 8 do fhc. Ladroagem, picaretagem existem em qualquer governo. Acredito que o governo de Dilma será bom ou melhor.
Felicidades!!

Anônimo disse...

Na Venezuela o controle total já foi decretado.Todas as mídias estão sob censura oficial, que as classifica, "unificando" a informação de interesse do governo e proibindo a divulgação do contrário sob o rótulo de "secreto".

Anônimo disse...

O stalinácio está se preparando para copiar o modelito democrático do psicopata do Iran


http://iranhr.net/spip.php?article1705

Anônimo disse...

Querem silenciá-lo por nos informar do que nos bastidores do Poder se faz de corrupção e traição? Uma coisa è certa: se dilma não ganhar, lulla manda o seu exercito de terroristas do MST fazerem baderna por todo País para impôr o estado de sitio ad perpetum. Ee não vai abandonar o Poder. Que seria do Foro de São Paulo sem o dinheiro dos nossos impostos? E da UNASUL? E de Cuba? E da Bolivia? E do Paraguai? E da Argentina? E de muitos paises africanos? E do urânio enriquecido pelo Irã para o tal submarino nuclear e, quem diga, para engenhos nucleares, tudo denunciado por um politico alemão, ex-ministro? E os acordos secretos obscuros? E a fiscalização dos cartões corporativos? Não, lulla jamais deixará isso em mãos do serra que até nem è de direita e tem também o apoio da oligarquia financeira transanacional?

Anônimo disse...

Querem silenciá-lo por nos informar do que nos bastidores do Poder se faz de corrupção e traição? Uma coisa è certa: se dilma não ganhar, lulla manda o seu exercito de terroristas do MST fazerem baderna por todo País para impôr o estado de sitio ad perpetum. Ee não vai abandonar o Poder. Que seria do Foro de São Paulo sem o dinheiro dos nossos impostos? E da UNASUL? E de Cuba? E da Bolivia? E do Paraguai? E da Argentina? E de muitos paises africanos? E do urânio enriquecido pelo Irã para o tal submarino nuclear e, quem diga, para engenhos nucleares, tudo denunciado por um politico alemão, ex-ministro? E os acordos secretos obscuros? E a fiscalização dos cartões corporativos? Não, lulla jamais deixará isso em mãos do serra que até nem è de direita e tem também o apoio da oligarquia financeira transanacional?