segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Marinha fica descontente com nomeação de General de Exército para Estado Maior Conjunto das Forças Armadas

Edição do Alerta Total - www.alertatotal.net
Leia também o Fique Alerta – www.fiquealerta.net (atualizado nesta segunda)

Por Jorge Serrão


Mal o chefão-em-comando Stalinácio da Silva acabou de instituir a Lei Complementar da Nova Defesa, e as Legiões já endirecem as críticas nos bastidores. O Comando da Marinha ficou insatisfeito com a indicação do General-de-Exército José Carlos De Nardi para comandar o Estado Maior Conjunto das Forças Armadas. Lula e o Genérico Nelson Jobim emplacam a Estratégia Nacional de Defesa preparando o terreno para a futura chefona-em-comando Dilma Rousseff da Silva.

A bronca tem motivo. Os Comandantes de Força perdem poder. Ficam responsáveis pelo adestramento das tropas. Já o Chefe do EMCFA se torna o responsável pelo emprego dessas tropas. Ex-Comandante Militar do Sul, o General De Nardi, que já foi secretário do Ministério da Defesa na gestão de Nelson Jobim, é o intermediário entre o Ministro da Defesa e os Comandantes da Aeronáutica, Exército e Marinha. De Nardi tem ascendência sobre todos os militares de qualquer Força, exceto sobre os próprios comandantes.

Os Altos-Comandos das três Forças perdem poder. O Ministro da Defesa agora está oficial e legalmente inserido na cadeia de Comando das Forças Armadas, abaixo do Comandante Supremo, o Presidente da República. O Ministro da Defesa é quem indicará os Comandantes de Força, para decisão do Presidente. Antes a indicação era das Forças, ouvido o ministro. O Ministro da Defesa também escolherá livremente os seus secretários, inclusive os militares. Até então, as próprias Forças indicavam os militares que deveriam ocupar secretarias militares na Defesa.

Para neutralizar a insatisfação militar com a END, o governo tenta ganhar os militares pelo bolso. Criou 227 cargos e 251 gratificações, no total de 488, ao custo anual de R$ 18,95 milhões . São os meios necessários para que o Ministério da Defesa implemente a Estratégia Nacional de Defesa (END) e aumente sua capacidade de coordenar a ação das Forças Armadas na execução das funções planejamento, orçamento, aquisição de produtos de defesa, preparação do pessoal militar, dentre outros objetivos.

O Ministério da Defesa salta de 1.187 servidores (609 civis e 578 militares) para 1.675 servidores ( 864 civis e 813 militares). São 225 cargos em comissão do Grupo-Direção e Assessoramento Superiores – DAS, assim distribuídos: 10 DAS-5, 40 DAS-4, 76 DAS-3, 67 DAS-2 e 32 DAS-1. Também se somam 24 gratificações GR-IV; 4 GR-III; 5 Gratificações de Exercício em Cargo em Confiança do Grupo A; 106 do Grupo B e 23 do Grupo E; 32 Gratificações de Exercício de Cargo de Confiança devida a militares do nível V - Supervisor e 69 do nível II - Especialista.

A nova estrutura da Defesa foi tão importante para Lula que, ao sancionar a nova lei, semana passada, ele aproveitou para fazer uma gozaçãozinha com os militares: “Com essa lei, eu poderia ter mandado uma emendinha para mais alguns anos de mandato”.

Censura hedionda

Será que a Justiça fará com que a Folha de S. Paulo tenha acesso ao processo militar que levou a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, à prisão na ditadura militar (1964-85).

Na semana passada, o jornal protocolou na presidência do tribunal petição requerendo acesso e possível cópia da documentação, mas o pedido foi negado pelo ministro presidente do Superior Tribunal Militar, Carlos Alberto Marques Soares.

O processo sobre Dilma está trancado, desde março, num cofre da presidência do STM.

Leia, abaixo, os artigos de Arlindo Montenegro e Maria Lucia Barbosa: Ação entre companheiros e Tempo de Nulidades

Colaboração importante

O Departamento de Ciência e Tecnologia do Exército Brasileiro desenvolve um um trabalho de Prospecção Tecnológica, cujo objetivo é subsidiar a elaboração da Estratégia do Exército Brasileiro 2030.

A primeira fase do trabalho versou sobre os Materiais de Emprego Militar necessários ao EB 2030.

A segunda fase do trabalho, que agora se inicia, trata das tecnologias de interesse da defesa.

me dá uma ideia aí

O militar que tiver sugestões deve preencher um questionário sobre as tecnologias de interesse da defesa que o EB deverá dominar até 2030.

Basta acessar o link http://www.surveymonkey.com/s/JYP2YQY

Ou, se preferir, pode entrar no endereço http://www.dct.eb.mil.br/ e em seguida acessar o link "Prospecção Tecnológica".

Grana pros Sargentos

Os 3º Sargentos do Quadro Especial do Exército reclamam que estão abandonados, estagnados numa única promoção "até irmos para a reserva remunerada, ficando no mínimo por 20 anos na mesma graduação".

Alegando que não tiveram apoio algum dos chefes oficiais para mudar o quadro, apelaram aos gaúchos Senador Paulo Paim e o Deputado Federal Paulo Pimenta.

Um dos projetos, que caminha lentamente no Senado, dispõe sobre a promoção de Cabos estabilizados e Taifeiros-Mor e a promoção de Sargentos do quadro Especial do Exército Brasileiro à graduação de Subtenente.

Sarney vale ouro

A Justiça Federal indeferiu sexta-feira passada pedido de liminar do MPF do Pará que pretendia interromper processo de implantação de mina empresarial em Serra Pelada. A Colossus Geologia e Participações Ltda., empresa brasileira ligada à Colossus Minerals Inc., informa ao público em geral que o projeto de mineração em Serra Pelada (PA) segue seu cronograma normal.

A Colossus informa que respeita o Ministério Público Federal do Pará, que solicitou à Justiça Federal a anulação do processo de mineração empresarial em Serra Pelada, porém, discorda frontalmente das alegações presentes à ação apresentada à Justiça que indicam terem havido irregularidades com participação da companhia.

Cartel em julgamento

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica – CADE julgará na próxima quarta-feira, dia primeiro de setembro, o mais importante processo administrativo que já tramitou pelo órgão. Trata-se do processo administrativo n°. 08012.009888/2003-70, no qual cinco empresas produtoras de gases medicinais e industriais são acusadas de formação de cartel (o chamado “Cartel do Oxigênio”).

Entre os graves crimes praticados por tal cartel, um é indiscutivelmente hediondo: fraudar o caráter competitivo de licitações para superfaturar contra hospitais públicos. Esse crime é hediondo porque, por meio dele, os integrantes do cartel se locupletam com os recursos originariamente destinados a minorar os sofrimentos e a salvar vidas de nossos carentes concidadãos.

Leia o artigo de João Vinhosa: O julgamento do “Cartel do Oxigênio”

Vida que segue...

Ave atque Vale!

Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 30 de Agosto de 2010.

4 comentários:

Manoel Vigas disse...

Saudações.

Sr. Serrão.

A passividade com que a alta hierarquia militar engoliu este fato deve-se a “surpresa” e ao “choque emocional” de um desastre institucional jamais pensado por ELES !!!

In off ...
(... imagine por um instante, se estivéssemos em guerra, com essa liderança !!! )

Esta “SOVIETIZAÇÃO DAS FORÇAS ARMADAS” ( vide: http://www.nivaldocordeiro.net/asovietizacaodasforcasarmadas ) é coisa novíssima !!!

Ups !

Idem, “O COMPLÔ” para aniquilar as Forças Armadas é coisa de comentarista indignado (bobinho) que vivia pensando em “conspirações” !!!

MAS OUTUBRO DE 2010 ESTÁ CHEGANDO:

VIVA A DEMOCRACIA !!!

Deveremos dar um “voto” de confiança para que as “nossas urnas eletrônicas de 1ª geração” tudo resolvam.

Assim, de forma "honesta", "democrática" e “totalitária”, faremos um novo realinhamento ideológico da nação.

Em Tempo:
Papai Noel é em dezembro, não é ?

Quanto aos "demais" ... que nada fizeram até agora, nem para defender o próprio emprego ...

Parem de bater o pezinho !!!
Pisar no quepe não adianta !!!
Vão chorar na cama que é lugar quente !!!

Atenciosamente.
Manoel Vigas

Anônimo disse...

AS FORÇAR ARMADAS DO BRASIL, SÃO UMA VERGONHA.


COVARDES!!!!!

Anônimo disse...

O maior problema dos militares brasileiros é que eles são praticamente iguaizinhos aos outros brasileiros. Salvo raras exceções, é claro. Mas, no geral, os brasileiros parecem só pensar no próprio bolso, seja bolso do terno ou bolso da farda. Está tudo acabado. Desde 1500 o Brasil fica só engatinhando, e agora fincou de vez a cara na lama.

Humberto Pinto disse...

Ilustre Jornalista
JORGE SERRÃO

O Foro do Brasil parece ser a "luz que se acende no fim do túnel".
Para o próximo encontro convidem o Pe PAULO RICARDO.
Quanto à matéria "Marinha fica descontente... é tática diversionista, para iludir. A batalha final ainda está distante.
Humberto Pinto Cel