sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Novilíngua e duplipensar do internacionalismo

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net

Por Arlindo Montenegro

Em seu conhecido "1984", George Orwell narra o ambiente do mundo dividido em grandes blocos – Oceania, Lestasia, Eurasia... - e o Big Brother, (Grande Irmão), vigiando cada pessoa através da "teletela", fixando os três lemas do Partido: "Guerra é paz. Liberdade é escravidão. Ignorância é força".

As instituições imaginadas por Orwell são designadas como o Ministério da Paz, que cuida da Guerra; o Ministério da Verdade que distorce as notícias; o Ministério do Amor para a manutenção da lei e da ordem; o Ministério da Fartura responsável pelo racionamento. Nos dias em que vivemos, muito do "1984" é realidade hipnótica, até mesmo o programa "dos Dois Minutos de Ódio" com tema variado.

Um dos aspectos mais sinistros e presentes é a importante "Polícia do Pensamento". A novilíngua redutora da capacidade de pensar é aplicada pelos agentes do Grande Irmão, sistematicamente. No Brasil de hoje, um fato muito atual pode ilustrar isto.

Um endereço da internet, guarda um discurso escrito em novilíngua e exemplifica o duplipensar descrito por Orwell:

file:///C:/Documents%20and%20Settings/AlexandrePC/Meus%20documentos/Downloads/Mensagens%20de%20Ódio%20Pela%20Internet%20%20Um%20Apelo%20ao%20Ministério%20Público,%20por%20Carlos%20Alberto%20Lungarzo%20%20%20Portal%20EcoDebate.htm

O texto e de um professor argentino, radicado no Brasil e acolhido pela UNICAMP, apelando ao Ministério Público, denunciando blogs sites que, de cara, a gente pode identificar como: "Vermelho", "MST, "Foro de São Paulo", entre outros, que "se caracterizam pela difusão permanente de mensagens de ódio, seja político, racial, ideológico... ou de qualquer outra característica."

E o acadêmico prossegue: "nesses sites abundam afirmações falsas ou distorcidas, que são mais do que difamações ou, mesmo, calúnias pontuais. Essas declarações formam um contexto de campanha de destruição moral de certas pessoas que eles consideram inimigas."

Mais adiante: "sites, rádio, TV, jornais e outras formas de mídia podem, em algumas sociedades, publicar manifestos violentos, que cultuam o ódio de maneira sistemática, e geram um sistema de lavagem (ou, melhor dizendo, de poluição) cerebral, pudendo servir, em situações críticas, como faísca para atentados."

A descrição corresponde aos sites que defendem as Farc, o Programa dos Direitos Humanos, que considera humanas as cadeias de Cuba, as matanças e genocídios das revoluções russa, chinesa, vietnamita, o holocausto, as 60.000 mortes de brasileiros a cada ano, como as humanas drogas e armas pesadas que chegam da Bolívia e das Farc, tráfico que financia os revolucionários do Foro de São Paulo...

Mas o Professor de lógica Carlos Alberto Lungazo, um ativista da Anistia Internacional, notável na esquerda brasileira, por defender Cesare Batisti como um santo homem, descrevendo "Por que a Extradição de Battisti Seria um Crime de Lesa Humanidade", num documento disponível na web, se identifica como "um internacionalista radical" e refere "a tradição humanista do marxismo contrária à pena de morte." (Será que não leu "O livro negro do comunismo, escrito por marxistas franceses?)

A denúncia do intelectual ao Ministério Público, é um deboche! Ou então o professor de lógica pirou! O texto é um modelo de "polícia do pensamento", "dplipensar" e "novilíngua", onde os valores e a verdade são tratados na linha descrita por Orwell em seu "1984".

O texto informa ainda uma lista de sites e blogs que "...publicam notícias falsas sobre atos de terrorismo ou crimes praticados por pessoas públicas. Ou atiçam rancor contra movimentos sociais, grupos intelectuais, etc." E cita entre outros: Ternuma, A verdade sufocada, Midia sem mascara, Alerta Total, Olavo de Carvalho, Coturno Noturno. Todos mentirosos!!!

Todos sites que defendem posições contrárias ao coletivismo comunista do Foro de São Paulo. Civilização cristã, contra revolucionários ateus! Todos blogs que documentam a roubalheira e as violências dos que confundem direitos humanos, com direitos exclusivos "dos mano". Todos que informam o que a midia, manobrada pela esquerda, concorda em calar, esconder, sufocar, omitir ou distorcer.

O apelo de Carlos Alberto Lungarzo ao Ministério público, está publicado no site "Eco Debate" onde as idéias e doutrinação de esquerda prestigiam o mst, quilombolas e outras joias da coroa esquerdista. Valho-me de Orwell para dedicar esta página, nas palavras do escrevinhador personagem Winston, um "subversivo" contrário à ideologia do Big Brother na nova ordem mundial:

"Ao futuro ou ao passado, a uma época em que o pensamento seja livre, em que os homens sejam diferentes uns dos outros e que não vivam sós – a uma época em que a verdade existir e o que foi feito não puder ser desfeito: Cumprimentos da era de uniformidade, da era da solidão, da era do Grande Irmão, da era do duplipensar!"

Nada mais lógico que isto. O internacionalismo radical a serviço da Oligarquia Financeira Transnacional que patrocina o globalitarismo e suas idelogias coletivistas exóticas para gerar conflitos mentais.

Arlindo Montenegro é Apicultor.

4 comentários:

Goldstein disse...

Companheiro AlertaTotal, o link para o artigo não está abrindo!

Anônimo disse...

O endereço correto do link indicado no artigo é:

http://www.ecodebate.com.br/2010/06/23/mensagens-de-odio-pela-internet-um-apelo-ao-ministerio-publico-por-carlos-alberto-lungarzo/

MuLa SeM CaBeÇa disse...

segue link: http://www.ecodebate.com.br/2010/06/23/mensagens-de-odio-pela-internet-um-apelo-ao-ministerio-publico-por-carlos-alberto-lungarzo/

João Carlos disse...

Minha sugestão:
Junte-se os responsáveis pelos sites citados e façam como faz a esquerda; meta-lhe um processo. Essa é a única forma de tratar esse puxa sacos de ditadores.