domingo, 10 de outubro de 2010

Coisas do crime politicamente organizado


Artigo no Alerta Total - www.alertatotal.net

Por Jorge Serrão

Este ano, quando os presos provisórios foram autorizados a votar pela primeira vez, não deu outra. O Partido dos Trabalhadores foi o preferido, no Estado de São Paulo, entre os detidos que aguardam julgamento. Talvez seja apenas mais uma evidência de que o discurso petralha-gramscista seduz a banda marginal da sociedade, que cresce cada vez mais.

Eis os números do TRE paulista divulgados ontem pela jornalista Sonia Racy, em sua coluna “Direto da Fonnte”, no jornal Estado de S. Paulo, que resolveu fazer oposição aberta aos petralhas. Entre os 1287 detentos-votantes, a companheira Dilma Rousseff conseguiu 786 votos. Marina Silva abocanhou 254, e outros 176 votaram em José Serra. Ironia da votação que, para o Senado, 135 detentos votaram até no Xerife Romeu Tuma. Vida que segue...

O descaso dos governos com a população criou o crime. A política é o maior crime organizado do país e do mundo”. As contundentes palavras são do agente de projetos da ONG AfroReggae. Cláudio Fontoura Piuma, de 47 anos de idade, sabe o que diz. Desde os 12 anos de idade, ele viveu no crime. De uma família de seis irmãos, filho de uma empregada doméstica e de um pai que não participou da sua criação, Cláudio começou a carreira criminosa com furtos em supermercados, e “evoluiu” na “profisssão”, até acumular 28 anos de prisão, somando todas as vezes em que foi parar na cadeia.

Reportagem de Waleska Borges, no jornal O Globo deste domingo, retrata a vida do ex-detento que teve a sorte de entrar no nada fácil caminho da recuperação: “No Rio, conviveu com bandidos de uma grande facção criminosa. Praticou assaltos a mansões, bancos, carros-fortes e garagens de ônibus. Foi chefe do tráfico de drogas em favelas do Complexo do Alemão, além de comunidades em Belford Roxo. Apesar de ter alcançado o topo da carreira de um bandido sem colarinho branco, Gaúcho, como é conhecido - que até o início do ano estava preso -, decidiu mudar de vida. Ele pediu ajuda ao AfroReggae e hoje trabalha, com carteira assinada na ONG”.

Cláudio tenta se recuperar da criminalidade, pela via do trabalho honesto, como a maioria dos brasileiros. Pena que o exemplo dele não seja seguido pelos bandidos que cada vez mais infestam a política brasileira – produtora e reprodutora de criminosos, em todos os sentidos, como o ex-bandido tão bem afirmou na frase inicial do terceiro parágrafo deste texto.

O segundo turno eleitoreiro já está repleto de denúncias da ação do crime politicamente organizado, tomando de assalto a máquina pública. O partido político no poder tenta posar de inocente, como sempre, na história. A candidata palaciana alega que tudo não passa de calúnia da oposição, para atrapalhar sua vitória, embora o principal envolvido fosse um ex-assessor dela que tinha uma empresa prestadora de serviço para a Petrobras – empresa da qual Dilma foi presidenta do Conselho de Administração.

O mais bonito de tudo, que chega a ser comovente, é a propaganda eleitoral petralha. Uma moça bonitinha, com rostinho sorridente e vozinha empolgada daquela irmã boazinha que todo mundo gostaria de ter, mobiliza os telespectadores para que reajam contra as supostas mentiras veiculadas contra Dilma e o PT na internet. Ela pede que toda notícia má seja enviada para o site da Dilma. Lá, o internauta encontra um botãozinho para reenviar uma mensagem do “BEM” para os inimigos do PT. Fofo, né!

Enquanto combate o que chama de “boatos na web”, a nazipetralhada exige a censura do vídeo (publicado aqui em baixo) do grupo católico Canção Nova, veiculado em 5 de outubro. Nele, o pedre José Augusto faz uma homilia profética sobre a situação do nosso pais. E incentiva o povo cristão a se pronunciar em massa. Contra o Aborto, A Favor da Vida!


Dilma, que sempre foi defensora explícita do aborto, agora é contra, por puro oportunismo eleitoreiro. Veja o vídeo lá em cima, do pastor Silas Malafaia. A mentira é uma das características fundamentais dos nazistas, que adoram reescrever a história conforme seus interesses pragmáticos imediatos. De mentira em mentira, que de tanto repetida vira “verdade”, o crime organizado vai tomando cada vez mais conta do Brasil...

Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total: http://www.alertatotal.net/. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.


© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 10 de Outubro de 2010.

4 comentários:

Ariel disse...

Mais engraçado é ver o Tucanalha do José Serra se dizer contrário ao aborto, quando ele mesmo criou uma Norma Técica em 1998, http://www.cfemea.org.br/pdf/normatecnicams.pdf onde aprova o aborto em casos de violencia (estupro, etc.). Chega a ser hilário!

Anônimo disse...

Serrão.

Off topic, of course, but...
Não foi marolinha azul, foi uma onda azul.
Agora, precisamos de um TSUNAMI AZUL.
Vamos nessa!
Pode ser encheção de saco, mas vou postar este texto o tempo todo...

Anônimo disse...

Serrão.
Num outro blog, um leitor comentou que é mentira que Dilma coma criancinhas. Ela não vai deixar nascer...

Anônimo disse...

Para acabar com o crime organizado dos políticos, somente o "mandato único" é o remédio. Pense bem....