domingo, 27 de março de 2011

A Síndrome do Frango Congelado



Artigo no Alerta Total – http://www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão

O mestre do jornalismo-humorismo, José Simão, cansa de proclamar que “o Brasil é o País da Piada-Pronta”. O conceito é verdadeiro. Por isso, torna-se interessante recorrer a uma piada, por mais chula que seja, para retratar situações e comportamentos nada engraçados no País da sacanagem séria. Leia atentamente. Depois diga se, no fim das contas, a piada do "Papagaio Comedor” não serve de justa e perfeita alegoria do comportamento anti-cidadão tupiniquim.

Ria com moderação! Era uma vez um papagaio, que vivia numa fazendinha do interior, e tinha um comportamento sexual que superava o José Mayer. O pequeno falastrão comia todas as aves que via. Era o garanhão do pedaço. Além das papagaias que namorava, não perdoava as periquitas. Traçava todas as penosas. Sequer poupava os franguinhos gays do pedaço. Diante dele, os galos voltavam as costas para a parede, por proteção.

Um dia, o safado do papagaio devorou a galinha da dona da fazenda. Aí deu m... – como diria o Capitão Nascimento. O sistema não o perdoou. Quando o fazendeiro ficou sabendo, resolveu puni-lo exemplarmente. Apertou o pescoço do bichinho tarado e o jogou no congelador frigorífico. O patrão avisou que a ave tarada ficaria lá por uma hora. Seria um tempo “para esfriar os ímpetos canibalescos”. Se sobrevivesse ao inverno sexual forçado, o papagaio comedor aprenderia a lição e se tornaria uma ave em dieta sexual.

O problema foi que o fazendeiro, muito atarefado, esqueceu do papagaio. Só se lembrou quando a fiel patroa, no dia seguinte, lhe perguntou: “Cadê o meu lourinho?”. Desesperado, o torturador correu até sua mega geladeira. Quando abriu, para surpresa geral, deu de cara com o papagaio. O safado estava ofegante e esfregava a asa na testa, para secar o suor em pleno círculo polar do congelador. O tarado incorrigível reclamou com o fazendeiro: “PQP... Este frango que você deixou aqui comigo está me dando o maior trabalho... Tem um buraquinho muito duro...”.

Entendeu a piada? Deu para rir ou chorar? Não importa! O Importante é deixar bem claro. O imoral da história não é o papagaio safado. E nem o fazendeiro que corre o risco de ser julgado pela Comissão da Verdade dos petralhas. Na verdade, o predador sexual e o fazendeiro se parecem muito com o nosso governo, com os nossos políticos e com os controladores globalitários. Estes sujeitos estão sempre prontos a “violentar” nosso País, nosso patrimônio público, nossa soberania nacional e por aí vai...

No fundo, o pior personagem da piada é aquele que parece “vítima” – quando não é. Quem aceita o papel passivo de frango no congelador merece o quê? Esta é uma das mais graves síndromes dos brasileiros e das brasileiras. Sistematicamente violentados, aceitam tudo, sem nada questionar. Os papagaios fazem a festa. E os idiotas choram com a piada sem graça. A sorte é que o buraco parece duramente congelado. Senão a dor moral seria ainda maior.

Vamos apenas de algumas violências contra os franguinhos congelados que topam qualquer sacrifício. Exploração estatal sem limites. Corrupção generalizada. Militantes que agem como meliantes. Políticos que só legislam em causa própria. Leis injustas. Justiça que não funciona Direito. Impostos abusivos. Multas imperdoáveis. Juros exorbitantes. Desrespeito à produção e ao trabalho. Aumentos especulativos de preços – que geram carestia e inflação. Forças Armadas, amadas, porém desarmadas. Patriotismo só em evento esportivo! Falta de valores éticos no relacionamento humano. E por aí vai... A lista caberia em um livro sem fim...

A situação dos franguinhos congelados só não ficará pior porque existem fortes e objetivos indícios de que o mundo está acabando. Sandy virou Devassa. Faustão emagreceu. Sílvio Santos empobreceu. Tiririca é sério membro da Comissão de Educação da Câmara dos Deputados. E, para tornar o cenário definitivamente apocalíptico, o companheiro Luiz Inácio Lula da Silva vai receber o nobre e sagrado título de Doutor Honoris Causa na Universidade de Coimbra, em Portugal.

Não é piada de português. É de brasileiro! Que o papagaio nos seja leve... Enquanto Deus não reforma o congelador... Sairemos desta fria? É preciso...

PS - Aproveite e veja, acima, o premiado documentário Chicken a la carte - curta metragem de Ferdinand Dimadura - eleito como melhor no festival de Berlim, em 2005.

Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.


© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 27 de Março de 2011.

Um comentário:

Anônimo disse...

Faço um artigo aí Serrão

O Gen Ex Rui Alves Catão, ex Comandante Militar do Planalto foi
reformado por invalidez.
Seguiu-se o mesmo "modus operandi" dos colegas Gen Ex Guilherme, Ex
Chefe do DGP, bem como da filha do Gen Ex Montedônio.
Urge a necessidade da sociedade saber desses fatos. Faça o seu próprio
juizo de valor.

Pg. 9. Seção 2. Diário Oficial da União (DOU) de 03/12/2010

*PORTARIA Nº 1.696 - DGP/DCIPAS/REFM, DE 1º DE*

*DEZEMBRO DE 2010*