sábado, 9 de abril de 2011

Protejam nossas crianças e jovens

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Cláudio Falcão

O que se pode fazer contra a vontade equivocada e impensada de um esquizofrênico, de um psicopata, de um louco, que tem suas idéias confusas e esparsas, quase sempre erradas e que trazem grande comoção e dor. Quando não para um só, para muitos, pois sempre existirão vítimas de seus atos.

Sempre há uma maneira, um jeito de se coibir ações criminosas, pois temos ainda o livre raciocínio e uma das possibilidades de se conseguir uma vitória nesse sentido é a busca pela utilização da SEGURANÇA PÚBLICA de forma mais séria e mais culta.

A tragédia no Rio de Janeiro, com o ataque covarde a uma escola, promovido pelo psicopata Wellington Menezes de Oliveira, 23, o qual, com certeza não teria invadido a escola onde promoveu o terrível massacre, se por lá estivessem policiais de plantão, trabalhando com vistas a coibir os diversos ilícitos que são praticados no interior das escolas.

Em conversa com adolescentes esta semana, pude apurar que no interior da escola onde estudam, na capital paulistana, há uso indiscriminado de drogas. Que é comum o uso de todos os tipos de entorpecentes e drogas, no interior das salas de aulas e também no pátio de recreação, principalmente nos intervalos de aulas. Ainda denunciam que ninguém é repreendido e os funcionários que deveriam atentar para que isso não ocorresse, fazem de conta que não enxergam nada.

Por isso, continuo afirmando ser necessária a atuação mais eficaz e mais constante por parte da polícia que é a nossa SEGURANÇA PÚBLICA. Não é preciso segurança particular, que acaba se tornando um meio de ganhos ilícitos nas licitações públicas, muitas vezes escancaradas e denunciadas pelo jornalismo investigativo das emissoras de rádio e TV que se prestam a essa tarefa difícil e perigosa, também.

Tem que haver mais atenção do governo no sentido de implantar um sistema de vigilância nas instituições de ensino seja no nível que for, com atuação séria e bem estruturada, principalmente voltadas à adolescência, nossos jovens que estão a cada dia mais dispersos das obrigações sociais, da ética, moral e dos bons costumes.

Sempre há solução para qualquer problema, basta haver boa vontade e vontade de ver acontecer, fazer e não ficar com politicagens sem qualquer propósito, a não ser o voltado à ascensão política de um ou de uma corja de cretinos que se divertem com os altos salários que norteiam a classe política privilegiada em nosso país.

Cláudio Falcão, Radialista, é Tenente da Reserva da Polícia Militar de São Paulo e considerado um dos heróis da corporação por missões de salvamento que realizou. Ouça a rádio virtual www.bordadocampofmtv.net

2 comentários:

Opiniões de Elisa disse...

Concordo plenamente com seu ponto de vista só não concordo que o assassino do realengo seja taxado como unico responsável pela tragedia que ele causou. Tratava-se de um doente mental e se a culpa é de alguém,começa por sua família,pelos que foram responsáveis por sua formação,se estendendo depois para a direção das instituições de ensino por onde ele passou desde a infancia. Ninguém prestou atenção as suas dificuldades comportamentais. Assim, muitos monstros continuam evoluindo na sociedade.Ao invés de prestarem atenção a eles e ajudarem, ignoram,hostilizam, discriminam,agridem.
Defendo política pública de tratamento a doentes psiquiátricos desde a infancia.

Anônimo disse...

Ele nao tinha familia, era orfao e fou cuidado por uma senhora quefaleceu,os parentes dela nao o consideravam da familia. Tanto que ninguem reclamou o corpo. Lamentavel. Este ser que assasinou tantas criancas foi vitimado pelo mesmo sistema que faz com que nao existam hospitais psiquiatricos para esse caso.