quarta-feira, 7 de setembro de 2011

A Parada Errada se repete

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão

Infelizmente, o Alerta Total alertou, logo que foi iniciada a tal “Pacificação do Alemão”, que o Exército, cedo ou tarde, sofreria duros ataques na guerra assimétrica promovida pelo anti-patriótico Governo do Crime Organizado. Como sempre acontece, toda vez que o esquema de poder vigente é questionado popularmente, seus esquemas mafiosos são desnudados e seus líderes temem algum golpe, solta-se o chamado “quarto elemento” contra as Forças Armadas.

Parece filme produzido na Boca do Lixo (ou de Fumo, se preferirem). Criminosos politicamente comandados atacam os militares que cumprem a missão de Garantia da Lei e da Ordem. Os soldados e seus comandantes, quando reagem, voltam a ser, injustamente, alvos de suspeitas de “violações dos direitos humanos”. Bandidos, os chefes deles, o Ministério Público e a Mídia cumprem a missão de estigmatizar o Exército. Até quando nossos militares aceitarão cair nesta armadilha – uma parada errada que se repete e já está manjada pelo mais inocente estrategista?

Se o Exército Brasileiro continuar passivamente aceitando tais ataques, será melhor que todos nos unamos, em abaixo assinado, para pedir à Chefona-em-Comando, Velha Guerrilheira e Nova Faxineira Dilma Rousseff, que promova o Comandante do EB ao posto de Marechal. Só que o General Enzo Peri receberá a Quinta Estrela do PT. Vermelha como o âmago de uma Melancia em rápido apodrecimento!

Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.


© Jorge Serrão 2006-2011. Edição do Blog Alerta Total de 7 de Setembro de 2011. A transcrição ou copia deste texto é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas.

3 comentários:

Anônimo disse...

Nossos militares foram enviados propositadamente para as favelas para serem "queimados" perante a opinião publica! E stão cumprindo exemplarmente essa triste missão!

Militares estão no local errado na hora errada, mas o melancia peri quer mesmo "queimá-los" numa guerra assimétrica.

Pertence à policia militar e civil pacificar as favelas. Aos militares, combaterem na defesa da soberania do Brasil. Logo, porque estão nas favelas? Há guerra por lá? Então è novidade!

Nem pela Lei os militares podem fazer o papel da PM e Policia Civil. Logo, estão violando a Lei!

Porque não combatem as FARC instaladas no nosso território? Porque não combatem a Liga dos Camponeses Pobres, terroristas assumidos? Porque não combatem os terroristas do MST? E os da Via Campesina? Sabem porquê? Porque são covardes.

Combater nas favelas è defender a soberania do Brasil?

Anônimo disse...

Meu nobre Serrão,
continua caminhando em passos largos(acelerado)a desmoralização do exército,com a conivência das autoridades que nos (des)governam.Aliás,este é o plano,desmoralizar,desgastar a imagem das FFAA diante da população já abduzida pelo discurso do "politicamente" correto.Até quando?
Como disse o Cabral(não o almirante): "...estaão lá{o exército}para impedir conflitos e não para fechar bocas de fumo...".
É a lógica de Cabral-petralha.Que tal se os militares diante dos conflitos entre bandidos e moradores do morro disserem aos respectivos grupos:"por favor,não briguem.Trouxemos aqui alguns doces acompanhados de algumas flores e velas para comemorarem a pacificação>Olhem,trouxemos até uns pagodeiros - perdão vocês já os tem aqui-esqueçam os pagodeiros!
Sugiro até que cantem um antigo pagode que cujo refrão é:
O negócio é amor/O resto é conversa fiada/Amanhã a gente morre/Da terra não se leva nada(bis).
Desce mais uma aí meu chapa(sem ofensa)que eu quero é mais!
Os bandidos dirão:obrigado chefia,vocês tão de mais,que legal!

Anônimo disse...

Enzo Peri precisa de uma nova farda, não de maisu uma estrela. Uma farda camuflada verde-melancia ao invés de verde-oliva.

Exército não é polícia, não deveria estar em uma favela no meio da rua e totalmente exposto, não é treinado para lidar com a população.