quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Policiais corruptos e narcotraficantes sabotam, politicamente, operação de GLO do Exército no Alemão



Edição do Alerta Total – http://www.alertatotal.net
Leia mais artigos no site Fique Alertawww.fiquealerta.net
Por Jorge Serrão

O Exército foi sistematicamente sabotado em sua operação de cerco e repressão ao narcovarejo no Complexo do Alemão, durante os nove meses de “ocupação”. Sempre que montou “zonas de exclusão”, com acesso restrito a pontos onde dificilmente deixaram de ocorrer venda de drogas nos morros daquela região, os militares foram obrigados a deter policiais civis, PMs e até maus elementos da elitizada tropa do Bope que insistiam em furar o cerco para levar aos bandidos drogas e armas ou para apanhar propina.

A divulgação sobre estas dezenas de detenções foi cuidadosamente censurada pela cúpula de segurança do Governo Sérgio Cabral – que faz marketagem política com a triste farsa das UPPs (Unidades de Policiamento Pacificadoras). Em conluio com o governo Fluminense do vascaíno Cabralzinho, que é aliado da petralhada em política e negócios, o Ministério da Defesa não dá autorização para que o Exército exiba tudo que registrou (gravando em áudio e/ou vídeo) nas operações do Alemão. O EB fez um brilhante trabalho de inteligência, aplicando sua doutrina de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), mas não existe vontade política de combater o tráfico, para valer, no Alemão e adjacências.

Os governos federal e estadual do RJ não gostaram, mas foram obrigados a engolir ontem a dura verdade revelada pelo Comandante Militar do Leste. O General Adriano Pereira Júnior admitiu que traficantes ainda vendem drogas em bocas de fumo itinerantes no Morro do Alemão. Contrariando a vontade da turma do Cabral, o General Adriano avisou que o EB volta a revistar suspeitos de tráfico de drogas na comunidade. Em entrevista no Comando Militar do Leste (CML), o General até identificou quem é o “agente do quarto elemento” responsável pelos ataques ao EB: o traficante Paulo Rogério de Souza Paz, o Mica, foragido da Vila Cruzeiro.

A verdade completa que o General Adriano conhece bem, mas não pode proclamar é: Toda vez que o esquema de poder vigente é questionado popularmente, seus esquemas mafiosos são desnudados, estouram sinais de crise econômica e o sistema no poder teme sofrer um golpe, o Governo do Crime Organizado escala o chamado “quarto elemento” para desafiar as Forças Armadas. Criminosos politicamente orientados atacam os militares que cumprem a missão de Garantia da Lei e da Ordem.

Os soldados e seus comandantes, quando reagem, voltam a ser, injustamente, alvos de suspeitas de “violações dos direitos humanos”. Bandidos, os chefes deles, o Ministério Público e a Mídia cumprem a missão de estigmatizar o Exército. Por isso, o Alerta Total pergunta, sem cansar: Até quando nossos militares aceitarão cair nesta armadilha da guerra assimétrica promovida pelo sistema de Governo do Crime Organizado? Quem quiser entender melhor como ocorre a guerra psicológica contra o EB, basta dar uma olhada no organograma acima.

O medo do Governo do Crime Organizado é a alta qualidade das informações que os estrategistas do EB colhem nesta operação. Por isso, a ordem é intensificar os ataques assimétricos, na mídia, contra as Forças Armadas. A tática do inimigo é simplória e manjada. Geram-se assuntos desviantes da atenção, para irritar os militares, como a Comissão da Verdade. Ao mesmo tempo, usa-se o Ministério Público para fiscalizar a ação de GLO do EB, sob a desculpa de “evitar eventuais excessos praticados pelos militares contra a comunidade”. Na mídia, sempre que possível, reforça-se a imagem dos militares como autoritários, abusando de uma inocente população carente.

O enxugamento de gelo continua

O Complexo do Alemão continuará ocupado pelo Exército até junho, quando os morros da região ganharão as pretensas Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs).

O efetivo de militares no local foi aumentado para 1.800, e outros 200 homens já estão à disposição e devem ser integrados à Força de Pacificação nos próximos dias.

O esquema de Garantia da Lei e da Ordem do EB conta com mais 120 militares de reforço, ocupando por tempo indeterminado os morros do Adeus e da Baiana, vizinhos ao complexo.

Esvaziando os resultados

O secretário de Segurança do RJ, José Mariano Beltrame, que também participou da entrevista de ontem no CML, alegou que não se pode vender ilusões à população em relação à luta contra o tráfico de drogas:

Eu tenho sido bastante enfático ao dizer que, após 30, 40 anos de abandono de algumas áreas e total domínio do tráfico, ninguém vai resolver isso a curto prazo. Nós abrimos uma janela para que os serviços públicos e a própria sociedade cumpram o seu papel nessas comunidades”.

Com tais palavras, Beltrame já antecipa a derrota de uma ação mais firme de combate ao tráfico – o que não é desejo real do governo Sérgio Cabral.

Depoimento emblemático

Um morador do Alemão fez uma revelação importante à reportagem do jornal O Globo que reflete perfeitamente o risco institucional que o EB corre na GLO do Alemão:

Segundo ele, alguns traficantes sequer saíram da comunidade e outros já estão no local há tempos. Segundo ele, o tráfico quer provocar uma reação dos militares, para forçar a saída do Exército:

“É claro que o tráfico quer voltar. Minha sensação foi de frustração. Há morador de bem sendo ameaçado para ser conivente com o tráfico. Tenho medo de voltar aos tempos do terror”.

Tirando o time

O ilustre aspone do Ministério da Defesa, José Genoino, reafirmou ontem o interesse do governo brasileiro em discutir a retirada gradual das forças das Nações Unidas que atuam no Haiti.

José Genoino ponderou que a decisão cabe à ONU, que vai discutir o assunto em outubro, durante assembléia geral, nos Estados Unidos.

Existe uma forte tendência para o esvaziamento da operação haitiana.

Comissão da Inverdade

A mídia amestrada divulga que o novo ministro da Defesa, Celso Amorim, recebeu carta branca dos comandantes de Marinha, Exército e Aeronáutica para negociar no Congresso a aprovação da Comissão da Verdade, que deve buscar informações sobre pessoas desaparecidas na ditadura militar.

José Genoíno só avisou ontem que será aprovado no Congresso o texto encaminhado pelo governo, sem alterações, e respeitando integralmente a Lei de Anistia, referendada por decisão do Supremo Tribunal Federal.

O Psol e pequenos grupos das bancadas do PT e PSB ainda querem mexer no texto para que a comissão da verdade possa reabrir processos de tortura – o que quebra o acordo firmado com a cúpula militar, desde a gestão de Nelson Jobim no Ministério da Defesa.

Vai dar em nada...

O plenário do Supremo Tribunal Federal volta a discutir logo mais um pedido de impeachment do ministro Gilmar Mendes.

Quem pede é o advogado Alberto de Oliveira Piovesan, alegando que Gilmar teria isenção questionável, porque receberia benesses de advogados.

O relator do pedido, ministro Ricardo Lewandowiski, já votou contra o pedido do advogado e o Ministro Marco Aurélio, que pediu vistas do processo, deve repetir a dose logo mais.

Indústria da multa

A cidade de São Paulo arrecadou com multas de trânsito, aplicadas no ano passado, nada menos que R$ 528 milhões.

Para este ano, a arrecadação prevista é de R$ 638 milhões.

O dinheiro arrecadado com multas deve, por lei, ser usado em ações de trânsito, como sinalização, renovação de frota da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e manutenção de semáforos e programas de educação.

Sobre este assunto, vale a pena reler o artigo “CET, o Caça Níqueis de Kassab”, escrito pelo advogado Antônio Ribas Paiva, presidente da Associação dos Usuários de Serviços Públicos:

http://www.fiquealerta.net/2011/09/cet-o-caca-niqueis-do-kassab.html
Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.


A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.


© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 8 de Setembro de 2011.

17 comentários:

Anônimo disse...

Essa comissão da verdade, supostamente mansa, é o furinho na represa que vai virar enchente em pouco tempo. É uma antiga tática de sindicalistas, que os bobalhões das FFAA estão engolindo ingenuamente(ou nem tanto). VÃO ACABAR F*DIDOS E MAL PAGOS!!

Anônimo disse...

Só se pode tirar uma conclusão: sergio cabral está diretamente ligado por fontes intermediárias ao crime organizado, barões da droga e outros delinquentes como policiais corruptos!

Mas por quê os militares estão nessa se a sua missão è defender a soberania nacional? Eles não vêm como estão sendo enxovalhados e que a midia chapa branca, esquerdopata, petralha e ligada ao crime organizado estão fazendo de tudo para criar uma imagem negativa dos militares perante a opinião publica?

E o melancia peri, È o quê nesta m***a toda? qual seu papel corrupto e comissario vermelho? Enxovalhar ainda mais os militares?

Roberto disse...

Prezado Jorge,
De todas as eqüinidades (desculpe o neologismo) do governo dos petralhas, ouvi um comentário de um general de exército com mais de 85 anos que o José Genoino seria o único que mereceria a medalha do Exército. Eu perguntei por que? Ele respondeu que Genoino prestou serviços relevantes ao EB, ao entregar todos os "companheiros". A convicção demonstrada pelo deputado Bolsonaro ao afirmar que era muito fácil capturar o Genoíno, pois, segundo ele, era presciso, apenas, acender um luz na selva para que ele surgisse para dar entrevista.
As entrevistas foram tantas, que seu apelido, no meio, é DEDOS-DUROS. Eram tantos que foi para o plural. Faltou dedos ao Genoíno após apontar para todos os companheiros.
Roberto.

Eduardo disse...

Todas essas coisas não são de forma alguma surpreendentes. Quem tem pelo menos um neurônio funcionando e vive neste país sabe muito bem como a banda toca. No fim o que interessa é proteger o tráfico, a corrupção e pisar cada vez mais no sempre achincalhado Exército Brasileiro.
Ps: Qual a razão para o autor do texto destacar a condição de Vascaíno do babaca do cabralzinho? Se por um lado temos um pilantra no governo do estado que é torcedor do meu time, o Vasco da Gama, por outro lado onze em cada dez traficantes, homicidas e estrupadores torcem para o urubu imundo, clube mais sujo, desonesto, corrupto e podre na face da terra. Aliás é hipocrisia pura alguém denunciar corrupção e roubalheira e torcer para o urubu imundo...

Unknown disse...

Eu já sabia que aquela "afronta" da população ao EB tinha dedo dos bandidos... Todos têm medo do EB, pelo fato de ser muito (acima do normal) eficaz no que faz. No EB não existe corrupção, "ele" zela pelo seu NOME, pelo seu status, coisa que o ESTADO faz, mantendo acordo com o crime organizado, se entregando à corrupção. Quem está nas Forças Armadas é porque gosta, porque "quer", ao contrário desses bandidos de ternos, que se aproveitam do "poder" para se beneficiarem de forma ilícita.
As Forças Armadas do Brasil estão acima de tudo, elas realmente são a Constituição Federal, fazem valer a imagem do País e a "imagem do ESTADO" quando atuam em Operações de GLO (quando a queridinha PM não dá conta do recado). O EB não pode se render a essa censura imposta pelo GOVERNO (que é estadual, o EB é FEDERAL, subordinado diretamente ao PRESIDENTE da REPÚBLICA, tem que faze valer essa superioridade).

"Se a Pátria querida for envolvida
Pelo inimigo, na paz ou na guerra
Defende a terra
Contra o perigo
Com ânimo forte se for preciso
Enfrento a morte
Afronta se lava com fibra de herói
De gente brava
Bandeira do Brasil
Ninguém te manchará
Teu povo varonil
Isso não consentirá
Bandeira idolatrada
Altiva a tremular
Onde a liberdade
É mais uma estrela
A brilhar"

Essa canção retrata do que o ESTADO não é capaz.

Anônimo disse...

Infelizmente o Exército como Instituição não pode fazer nada, visto q o Comandante Supremo das Forças Armadas é A PRESIDENTA, e se for da vontade dela, devido as coligações políticas com o Sr. Governador do Estado do Rio de Janeiro, o exército vai continuar sendo empregado como fantoche desses políticos marqueteiros...

Infelizmente também as três forças encontram-se atualmente sem comando, pois aqueles que se dizem comandantes nada mais são do que meros fantoches vendidos. Nada do que diz respeito ao bem estar dos militares (aumento salarial = dois anos sem), melhorias na carreira (enfrenta-se a maior evasão de militares da História, quase todos querem prestar concursos e seguir carreira em outro filão, que não o militarismo)) e reaparelhamento das forças é de interesse desses senhores...

Unknown disse...

Pois é, a bandidagem oficial travestida de governadores, senadores, deputados, vereadores, juízes e quiça a presidência no afã de desmontar e desprestigiar as FFAA, está transformando a operação no Rio de Janeiro/morros em um Afganistão ou mesmo um Iraque. E toma no lombo, tropa.

Até quando a Nação terá que suportar a afronta diária que corruptos nos fazem?

AM-066 disse...

No meu ponto de vista a verdade é: enquanto os três generais cuja alcunha são chamados de "os três patetas" pensarem só em levar jantagem pessoal e financeira e deixando as tropas de lado sem se preocupar com o bem estar dos seus comandados, serão sempre citados por outros alcunhas, que pouco estão ligando pois não se envergonham disso, sendo sempre desmoralizados pelos políticos corruptos e toda corja que envolve o planalto. Acho que ainda está em tempo e reverterem todo esse quadro que deturpam não só a patente deles como todas as Forças Amadas. Acordem generais.

Nilson disse...

Quando o generais chamados de comandantes "aspas" deixarem a ganânçia pelo salário que recebem e terem uma postura como representantes das FFAA, e não aceitarem mais alcunhas de forma alguma e tomarem decisões que favoreçam as suas tropas e subordinados defendendo a sua própria dignidade como representantes das FFAA não se deixando infamar por esses políticos corruptos que tanto queriam a democrasia para se tornarem impune das roubaleiras que praticam. Mas acredito se não por esses que aí estão mas pelos próximos que virão terão a dignidade e a hombridade de reverter todo esse quadro. Salvando não só as suas patentes como exaltando o brio que as FFAA sempre tiveram

Anônimo disse...

Dra. Ellen, além dos bandidos de toga, também existem os de farda, mas os piores de todos são os que vestem terno nos palácios.

Anônimo disse...

De que maneira a soberania militar pode ser tao injustamente criticada ou ate mesmo deichada de lado por estes politicos corruptos sabotaram o exercito ,o exercito brasileiro ,em primeiro lugar nao estamos falando de um sinples bpm estamos falando do exercito é a forsa que vai ir a guerra um dia pelo povo brasileiro ,e é tao bruscamente sabotado desculpem mas ja ta mais do que na hora de um governo de verdade asumir as redias do pais ,um governo militar ass:magnos worel carlin
mail:magnosfab@gmail.com

Anônimo disse...

1)As Forças Armadas só tem obrigação Constitucional do "dever de obediência" se os/as líderes maiores estiverem cumprindo à CF. Estão? Desde quando? Quantas quebras?

2)Os tais vídeos...o EB deveria soltar alguns no youtube ou enviar para os jornais. Ajudaria no combate à corrupção.

3)O EB deveria usar seu potencial para registrar os colarinhos por trás do tráfico e desmascarar essa turma.
4) O EB e FA's Deveriam escolher civis preocupados com os destinos dos país, que sejam confiáveis e incentivar a uma reação.

Anônimo disse...

Corrupção existe em todo lugar, até no Exercito brasileiro(vide os contratos feito pelo IME com empresas de alguns militares vinculados aquele renomado centro de estudos). A corrupção faz parte da alma do povo brasileiro, mudar isso levará decadas. A entrada do exercito no cenário do rio de janeiro criou um fator novo, o sistema corrupto não sabe (ainda) como lidar e em quem "confiar". O trafigo de drogas gera muito dinheiro e dinheiro é o que importa para manter os mesmos de sempre no poder. No Brasil estão sempre mudando as coisas para ficar do mesmo jeito.
Obrigado, por abrir um novo canal de comunicação, pena que a maioria votante só quer mesmo é o bolsa família.

Anônimo disse...

Corrupção existe em todo lugar, até no Exercito brasileiro(vide os contratos feito pelo IME com empresas de alguns militares vinculados aquele renomado centro de estudos). A corrupção faz parte da alma do povo brasileiro, mudar isso levará decadas. A entrada do exercito no cenário do rio de janeiro criou um fato novo, o sistema corrupto não sabe (ainda) como lidar e em quem "confiar". O trafigo de drogas gera muito dinheiro e dinheiro é o que importa para manter os mesmos de sempre no poder. No Brasil estão sempre mudando as coisas para ficar do mesmo jeito.
Obrigado, por abrir um novo canal de comunicação, pena que a maioria votante só quer mesmo é o bolsa família.

Anônimo disse...

É óbvio que isso iria acontecer, mais cedo ou mais tarde... Com a Mega Operação desencadeada no Alemão há cerca de 2 anos, muita gente perdeu as "boquinhas", suas fontes de renda, tanto bandidos, os traficantes que "migraram" para o interior do RJ ou outras favelas menos rentáveis, quanto as Polícias (Civil e Militar), que perderam o "arrêgo"... Agora querem pouco a pouco voltar... Reassumir seus territórios perdidos e o Exército está lá, numa guerra que não deveria ser sua. Só está lá porque vêm aí Copa do Mundo e Olimpiadas, ou seja, está sendo manipulado politicamente. Vergonha!

Joel Camara disse...

UMA GUERRA PERDIDA E UMA DEMOCRACIA FALIDA.

Qualquer acadêmico de estratégia miitar sabe que uma guerra se vence destruindo o Centro de Abastecimento do inimigo. Como o das drogas está em países soberanos sua destruição é impossível.
As batalhas nas favelas do Rio SERÁ INTERMINÁVEL EM QUALQUER DEMOCRACIA.
Se as FF.AA não assumirem a liderança do processo polítio agora terá que esperar que a Guerra Civil que está localizada nos morros se generalize no Brasil todo.
Aliáis eu já previ que isso iria acontecer´("AMANHÃ TALVEZ SEJA TARDE" - Jornal do Comércio de Pernambuco - 13.09.78)
Eu escrevi que,quando aqueles que, em vez de fazer oposição democrática, patriótica e corajosa no MDB, optaram pela luta armada e pelo terorismo por sequestro, chegassem agovernar, este país ninguém iria evitar a violência e a criminalidade geneeralizaeas. JOEL CMARA - joelarrudacamara@gmail.com

J. Guerreiro disse...

Ontem, muma festa de casamento, em conversa com algumas pessoas, abordei o assunto da corrupção desse governo que aí está. Ouví, de uma pastora evangelica, a seguinte pérola - ou merda: " o sr está se preocupando com coisas que não nos interessam.Devemos pensar no nosso bem estar e da nossa família, esses problemas não nos dizem respeito." Essa é infelizmente, a mentalidade do nosso povo. Enquanto eu tiver um prato de comida, por que vou me preocupar se meu vizinho passa fome?