domingo, 4 de dezembro de 2011

Liberdade para quê? Liberdade para quem?

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Paulo Chagas

Liberdade para roubar, matar, corromper, mentir, enganar, traficar e viciar? Liberdade para ladrões, assassinos, corruptos e corruptores, para mentirosos, traficantes, viciados e hipócritas?

Falam de uma “noite” que durou 21 anos, enquanto fecham os olhos para a baderna, a roubalheira e o desmando que, à luz do dia, já dura 26!

Fala-se muito em liberdade!

Liberdade que se vê de dentro de casa, por detrás das grades de segurança, de dentro de carros blindados e dos vidros fumê! Mas, afinal, o que se vê?

Vê-se tiroteios, incompetência, corrupção, quadrilhas e quadrilheiros, guerra de gangues e traficantes, Polícia Pacificadora, Exército nos morros, negociação com bandidos, violência e muita hipocrisia.

Olhando mais adiante, enxergamos assaltos, estupros, pedófilos, professores desmoralizados, ameaçados e mortos, vemos “bullying”, conivência e mentiras, vemos crianças que matam, crianças drogadas, crianças famintas, crianças armadas, crianças arrastadas, crianças assassinadas.

Da janela dos apartamentos e nas telas das televisões vemos arrastões, bloqueios de ruas e estradas, terras invadidas, favelas atacadas, policiais bandidos e assaltos a mão armada.

Vivemos em uma terra sem lei, assistimos a massacres, chacinas e seqüestros. Uma terra em que a família não é valor, onde menores são explorados e violados por pais, parentes, amigos, patrícios e estrangeiros. Mas, afinal, onde é que nós vivemos?

Vivemos no país da impunidade onde o crime compensa e o criminoso é conhecido, reconhecido, recompensado, indenizado e transformado em herói! Onde bandidos de todos os colarinhos fazem leis para si, organizam “mensalões” e vendem sentenças!

Nesta terra, a propriedade alheia, a qualquer hora e em qualquer lugar, é tomada de seus donos, os bancos são assaltados e os caixas explodidos. É aqui, na terra da “liberdade”, que encontramos a “cracolândia” e a “robauto”, “dominadas” e vigiadas pela polícia!

Vivemos no país da censura velada, do “micoondas”, dos toques de recolher, da lei do silêncio e da convivência pacífica do contraventor e com o homem da lei. País onde bandidos comandam o crime e a vida de dentro das prisões, onde fazendas são invadidas, lavouras destruídas e o gado dizimado!

Mas, afinal, de quem é a liberdade que se vê?

Nossa, que somos prisioneiros do medo e reféns da impunidade ou da bandidagem organizada e institucionalizada que a controla?

Afinal, aqueles da escuridão eram “anos de chumbo” ou anos de paz?

E estes em que vivemos, são anos de liberdade ou de compensação do crime, do desmando e da desordem?

Quanta falsidade, quanta mentira quanta canalhice ainda teremos que suportar, sentir e sofrer, até que a indignação nos traga de volta a vergonha, a auto estima e a própria dignidade?

Quando será que nós, homens e mulheres de bem, traremos de volta a nossa liberdade?

Paulo Chagas é General da Reserva do Exército do Brasil.

17 comentários:

Anônimo disse...

Pelo visto vai demorar muito, General. Vai demorar muito mesmo, talvez algumas gerações, se é que vai acontecer. A maioria do povo brasileiro é venal e não tem vergonha na cara. Fosse diferente e não seríamos o que somos nem estaríamos onde estamos.

Anônimo disse...

MIL VEZES OS MILTARES NO PODER.

FORAM OS MELHPRES ANOS DE MINHA VIDA
PARABENS GENERAL.

BACARIA

marcelo disse...

Caro General, essa história só está se repetindo, pois, um dia, há quase dois mil anos atrás, escolheram Barrabás, um ladrão e homicida, e crucificaram a honestidade, o amor, o perdão, a moral, a vida eterna...
Essa escolha representou e representa a escolha de toda a humanidade até o fim dos dias...mas a vingança veio (e virá) e dessa não escapará nem General.

Anônimo disse...

General Paulo Chagas.
Se o senhor que é general está perguntando...fica difícil...muito difícil...
Onde a tradição do Castelo Branco? Do Osório? Floriano Peixoto? Duque de Caxias?
Com o devido respeito, caríssimo General. Cabe aos senhores tomarem a iniciativa de defenderem a Pátria dos inimigos externos e internos. Chamar Lamarca de "herói", "reabilitar" a sua importância histórica? Vamos reabilitar também quem traiu a Inconfidência Mineira. Onde a lisura de um Castelo Branco? Onde a ética de um Geisel? A sinceridade de um Figueiredo?
Onde, o que Castro Alves procurava?
General, não pergunte a nós. Pergunte ao seu íntimo, as respostas estão lá...

Anônimo disse...

Antes uma ditadura da injustiça que uma ditadura da tortura, general. Os direitos humanos tem que prevalecer a qualquer custo, seja o que acontecer.

Quantos Fleurys existem hoje na polícia por causa da ditadura? Quantos choques osmoradores de rua não levaram choques porque a prática era comum na época da ditadura?

O que o senhor chama de movimento social terrorista, nada mais é do que um movimento pela justiça e família com Deus no coração. Vale lembrar que a pôtencia estadunidense,a maioria dos países europeus, o Japão e a Coréia do Sul fizeram reforma agrária.

Está escrito na constituição que todos merecem uma moradia, mas nem mesmo o PT ousa mexer nesse vespeiro. Deve ser porque sem moradores de rua não existe exército de reserva e não existe mais consumo de crack.

Anônimo disse...

Falou por nós, General, os prisioneiros e refens dessa "liberdade" que sufoca, envergonha,envenena, espolia e mata o povo da nação brasileira, enquanto enriquece cada vez mais o bando de celerados e salafrários que compõe esse governo cleptocrata inaugurado em 2003 pelo maior mentiroso da história.
As trevas afastaram a luz, mas um dia, tão certo como Deus não envelhece, a casa de mãe Joana vai cair.

Anônimo disse...

Basta fazer uma simples conta: dividir-se os que foram assassinados nos tempos da "ditadura" e os que morrem nos tempos da "liberdade" e veremos qual o periodo em que se respeitou mais a vida do cidadão.levem em consideração todos os crimes de morte, doloso/culposo, cometidos por forças de segurança/cidadaos comuns, e vejam qual periodo foi mais justo,,,,,façam as contas, as estatisticas estao disponiveis.

Anônimo disse...

E agora general? Concordo com tudo que disse e qual a sugestão para acabar com isso. Em 64, por razões insignificantes se compararmos às de hoje, os militares foram em defesa da Democracia e impuseram a ditadura. Os remanescentes comunistas agora estão no poder, fazendo o que querem e bem entendem. E eu pergunto: ONDE ESTÃO OS MILITARES PARA DEFENDER O POVO DESSES BANDIDOS? Estão roubando, matando, corrompendo, mentindo e querendo se perpetuarem no podera às custas dos ignorantes e miseráveis. ONDE ESTÃO OS GUARDIÕES DA DEMOCRACIA E DO POVO. SERÁ QUE ESTÃO UNIDOS COM ESSAS BACTÉRIAS DO GOVERNO E NÃO FAZEM NADA?

Anônimo disse...

A maior contradição é criticar a Ditadura Militar do Brasil e apoiar as Ditaduras de Cuba e Venezuela.

Anônimo disse...

NA CERTA quem fez comenta´rio não viveu o antes, e quem sabe o durante... EU VIVI, PIS ANSCI DA DITADURA VARGAS, " A ESQUECIDA ", sim a esquecida da midia, do congresso, não só com a lei que criou a "xcomissãod a verdade" ( kkk ), ams por outros motivos, COMO.. cunco vi ninguém pedir pra tirar o nome do DIATDOR GETÚLIO DORNELES VARGAS de um monumento, de um ponte, d euma escola.... ACHO QUE TODOS QUE COENMTNARAM ERRARAM, não por apoiarem um ou ourro lado, ous eja REGUIME MILTIAR e RGIME LuloPetista/Dilmês.... fico com Rui Babosa, que na priemira parte, APOIARIA O 31 de março de 1964, mas não o reguime militar....SE BEM QUE, essa camabda d heróis, tem muita culpa na continuidade do regime, NÃO FORA OSA TENTADOS, que teviveam in´cio em Mai de 1966, coma m orte inclsuive de um jornalsita, nucna elmbrado nem pela mídia, nem por sindicaos, por ningué, SÓ FALAM NO HERZOG, por quê?????? certamete os militares não teriam desculpas para dar continuidade ans ações..... -
“ O exército não é um órgão da soberania, nem um poder. É o grande instrumento da lei e do governo na defesa nacional. Na paz ou na guerra, portanto, nada coloca o exército acima da nação, nada lhe confere o privilégio de governar. ” Rui Barbosa
-

Unknown disse...

Caro senhor General; só vocês podem nos tirar deste suplício, desta corrupção, desta falta de segurança. Por favor, nos livre deste pessoal que está aí. Eu era feliz, apesar de criança, naquela época, e não sabia.

Genival Vieira disse...

Concordo com tudo que disse, General. Hora das forças armadas livrar o Brasil desta pesta comunista.

Genival Vieira disse...

Senhor general; moro numa cidade de 30 mil habitantes, no interior de MG. Não temos mais segurança em casa, no consultório ou mesmo no sítio. Onde já se imaginou, nesta cidade, precisarmos de cerca elétrica, alarme, segurança particular na roça ? A polícia até prende, mas são soltos no outro dia. E esta corrupçao generalizada, falta de vergonha. Vocês tem todo meu apoio e conte comigo se puder ajudar em alguma coisa.

roper disse...

"Liberdade para roubar, matar, corromper, mentir, enganar, traficar e viciar? Liberdade para ladrões, assassinos, corruptos e corruptores, para mentirosos, traficantes, viciados e hipócritas?" Por favor Coronel, conte-nos sem hipocrisia, qual era o procedimento adotado com a criação do CGI? Como eram investigados os casos de corrupção ou quaisquer outros delitos citados no seu texto, quando o delinquente era apoiador do regime ou alguém muito influente financeiramente? Porque a imprensa não era livre para criticar o regime e porque seus donos lucraram com isso? Roberto Marinho, Silvio Santos e todas essas famílias da imprensa tradicional? E falando ainda em assassinos,traficantes e hipócritas, porque existem tantas armas de uso exclusivo das forças armadas em poder de traficantes e do crime organizado?

Anônimo disse...

Socorro!
Senhores generais já está passando e muito da hora dos senhores tomarem uma atitude

Anônimo disse...

Socorro!
Senhores generais. Já

Anônimo disse...

A " liberdade" apodreceu.

Senhores generais onde estao vocês?