domingo, 12 de fevereiro de 2012

Pausa para Informação - II

Artigo no Alerta Total – http://www.alertatotal.net
Por Arlindo Montenegro

Ainda na esteira da leitura do artigo “Who Rules America?”, elaborado pela equipe do National Vanguard Books, é estarrecedor perceber como os esforços de pesquisa e informação à margem do “politicamente correto” são matérias desconhecidas dos que se preparam para o exercício profissional nas agências de propaganda e marketing, na editoração de jornais e revistas escritas ou visuais. E pior ainda como são poucos os brasileiros que se aventuram na busca de informação real.

Um fato sintomático é o tratamento da notícia do seqüestro, tortura e execução de um político de peso, Celso Daniel. Apenas uma emissora de televisão dedicou alguns minutos para lembrar que o caso que envolve documentos de rara gravidade comprometendo o partido no poder, está em vias de prescrever, isto é, deixando livres os autores intelectuais, os mandantes dos bastidores. O Ministério Público que detém as provas de acusação é refém da autoridades policiais que, na contra mão de todas as evidências, sustenta que o crime foi um “assalto comum”.

Mesmo diante da seqüência de mortes de testemunhas, como a do médico legista - que firmou o laudo constatando que Celso Daniel foi torturado antes de ser executado – mais outros sete “morridos” na esteira do crime; mesmo diante das provas materiais de corrupção que demonstram a “arrecadação” para o partido; mesmo diante das ameaças aos familiares do prefeito executado como “queima de arquivo” (pode-se dizer “justiçado”?) – as autoridades policiais responsáveis pelo inquérito e investigação como que “engavetaram”, finalizaram o trabalho.

Cinco horas em média de televisão por dia, são suficientes para a lavagem cerebral em massa. Palavrinhas como “presumível”, “pretenso”, “possível”, bem colocadas, fazem crer que o bandido é um santo e o corrupto está isento de culpabilidade e acima da lei.

Cento e cinqüenta horas mensais torna impossível para qualquer pessoa, principalmente para os jovens em formação, distinguir entre a realidade e a ficção, mais ainda quando a televisão reina como principal, única para a maioria, fonte de informação, isto é de persuasão, ditando a opinião, modismos e comportamentos.

O instrumento de lavagem cerebral a serviço do Estado que nos conduz às garras da ditadura internacionalista social que entope as mentes através da ONU, que atende aos objetivos dos banqueiros e mega empresários. Os banqueiros que estão no topo da pirâmide já estão identificados como Rotschild, Rockfeller, Morgan. Os políticos e senhores da guerra ocupam posições vitalícias na Casa Branca, nas casas coroadas da Europa, no Eliseu, no Kremlin ou em Pekim, que mandam nas províncias coloniais dependentes.

Os formadores de opinião, à frente das mega empresas que as nossas empresas copiam e retransmitem, (curiosamente quase todas sob direção de judeus), apenas para citar alguns cohecidos que preenchem a maior parte da programação, estão na CNN, NBC, CBS,MTV, Disney, Fox, Touchstone Pictures, Pixar, Miramax Films, History Channel, Cartoon Network, Warner Bros. Sony Pictures, New Line Cinema, Castle Rock, HBO e os jornais mais citados pelos nossos ilustres comentaristas: New York Post, The Wall Street Journal, Vogue, Vanity Fair, House & Garden… entre outros.

Ref.: WWW.NATALL.COM

Arlindo Montenegro é Apicultor.

3 comentários:

lgn disse...

Extraí, de uma das leituras de Olavo de Carvalho, as três forças que disputam entre si o futuro da humanidade e a coloco abaixo:
Os agentes que hoje os personificam são respectivamente:

1. A elite governante da Rússia e da China, especialmente os serviços secretos desses dois países.

2. A elite financeira ocidental, tal como representada especialmente no Clube Bilderberg, no Council on Foreign Relations e na Comissão Trilateral.

3. A Fraternidade Islâmica, as lideranças religiosas de vários países islâmicos e também alguns governos de países muçulmanos.

Tratam-se de planos geopolíticos que se entrelaçam no propósito de dominarem o mundo. Para aqueles que adotam como única verdade o reino da quantidade, vitorioso é aquele que conquista o mundo. Para quem tem a convicção de que é o reino da qualidade que deverá assumir o mundo - e eu me encontro nesse terreno - a importância desses grupos é relativa. Causarão muita dor e ranger de dentes, mas, como dizia Pietro Ubaldi, a Lei é sábia o suficiente para colocar no poder um bárbaro, um déspota, um tirano, que golpeará sem tréguas as costas do povo até que ele se dê conta de que lhe cabe revoltar-se contra esses grilhões. E assim caminha a humanidade.

Anônimo disse...

Agora temos mais o HISTORY CHANNEL distribuindo POTÁSSIO para os “humanóides” da Colônia.
Em História do Mundo...
Bem , já estão misturando (aclarando) o fator colonial com o angu metafísic0, digo, científic0. O mais impressionante é: na escalada evolutiva, apareceu um bichinho com cinco dedinhos. Repito - CINCO dedinhos. E pasmem, também de olhos “azuisiz” - me fiz claro?
Abraço de Tamanduá

lgn disse...

Pelo jeito, abraço de tamanduá não é metáfora.