quarta-feira, 18 de abril de 2012

Cabral promove ilusionismo para se descolar de dono da Delta, e Planalto tenta impedir CPI do Cachoeira

Edição do Alerta Total – http://www.alertatotal.net
Leia mais artigos no site Fique Alertawww.fiquealerta.net
Por Jorge Serrão

Ou “não são mais aquelas” as relações de Sérgio Cabral Filho com o empreiteiro Fernando Cavendish, ou o governador do Rio de Janeiro resolveu mesmo apelar para o ilusionismo para tentar esconder quais são suas verdadeiras relações com o dono da Delta Construções. Sua como inacreditável piada a notícia de que Cabral escalou seu super-secretário Régis Fichtner para comanda uma comissão de sindicância que fará uma auditoria nos contratos firmados entre a construtora e administração do RJ.

A tática de Cabral – tentando se deslocar dos negócios com Cavendish - obedece a uma estratégia desesperada do governo federal para esvaziar a quase certa CPI do Cachoeira. Já é público e notório que a Delta tem negócios com o bicheiro goiano que operava como um “padrinho” de pelo menos 15 senadores e uns três governadores) em lobbies para obras superfaturadas que pagariam “mensalões” aos políticos. Com quase 300 contratos em 23 estados e as principais obras do PAC, a Delta é apontada pelo relatório da Operação Monte Carlo, da Polícia Federal, como autora de um repasse de pelo menos R$ 39 milhões para empresas de fachada ligadas ao contraventor Carlinhos Cachoeira.

Pensando que iria dizimar adversários e aliados inconvenientes (sobretudo os do PMDB), o chefão Lula da Silva atropelou Dilma Rousseff e mandou a base petralha acelerar a criação da CPI que agora o governo descobriu ser “inconveniente” para todo mundo. $talinácio devia saber que seu “amigo” Cabral é quem teria mais a perder se Fernando Cavendish acabasse enrolado nas escaramuças da CPI do Cachoeira. Em 2010, ano em que foi reeleito, a Delta recebeu do governo do RJ R$ 554,8 milhões – sendo R 127,3 milhões (22%) em contratos sem licitação. Em 2011, a Delta faturou R$ 358,5 milhões – dos quais R$ 72,7 milhões não passaram por concorrência pública.

Até os aliados já começam também a tentar de descolar de Cabral. Vide o filho de Jorge Picciani – ex-poderoso presidente da Assembléia Legislativa do RJ. O deputado Leonardo Picciani (PMDB) denunciou ontem uma manobra da Delta que rendeu a perda do contrato, em 2009, para construção de 580 casas populares em Nova Iguaçu (Baixada Fluminense). Segundo Picciani, a empreiteira venceu a licitação com preço mais baixo. Porém, na hora de executar a obra, utilizou a velha, manjada e malandra jogada de pedir um aditamento (aumento de valor no) contrato de 87% - quando a lei só permite uma revisão de 25% nos preço. A família Picciani atacando um “amigo” de Cabral é sintoma de que o governador enfrentará problemas mais graves – se a operação abafa da CPI do Cachoeira não der certo.

Cabral tem outro problema concreto. O Conselho Superior do Ministério Público tem tudo para anular a decisão do procurador-geral de Justiça do RJ, Cláudio Lopes, que arquivou uma investigação do MP sobre supostas irregularidades na relação entre o governador Sérgio Cabral e os empresários Fernando Cavendish e Eike Batista. A investigação foi gerada pela trágica viagem de Cabral ao sul da Bahia, em 17 de junho do ano passado, usando, emprestado, um jatinho de Eike para ir à festa de aniversário de Cavendish. O caso passaria despercebido se um helicóptero não tivesse caído em Porto Seguro, matando sete convidados.

Pegando muito mal

Fernando Cavensich, amigo de Cabral, será alvo fácil se a CPI do Cachoeira vingar.

Em conversa - ilegalmente gravada - em dezembro de 2009, o dono da Delta Construções S/A, Fernando Cavendish, afirma que é possível ganhar contratos com o poder público subornando políticos:

"Se eu botar 30 milhões [de reais] na mão de político, eu sou convidado pra coisa pra caralho. Se eu botasse dez pau que seja na mão dele... Dez pau? Ah... Não é que seja um monte de dinheiro não, mas eu ia ganhar negócio. Ô... Estou sendo muito sincero com vocês: 6 milhões aqui, eu ia ser convidado. 'Ô senador fulano de tal, tá aqui. Se convidar, eu boto o dinheiro na tua mão'".

A gravação foi publicada no blog Quid Novi, do jornalista Mino Pedrosa, que já trabalhou para Cachoeira.

Protesto no STF

Defensores do concurso público para escolha dos titulares de cartórios farão mobilização nesta quinta-feira, 16h, em frente ao prédio do Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília.

A Associação Nacional de Defesa dos Concursos para Cartórios (ANDECC) quer pressionar o ministro Ayres Britto, que nesse dia assumirá a presidência da instituição, a anunciar logo a data em que recolocará na pauta de votação o julgamento do Mandado de Segurança nº 26.680.

Na ação, três titulares de cartórios do Mato Grosso do Sul questionam decisão do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que os retirou dos cargos e exigiu o concurso público para preenchimento das vagas.

Segundo os titulares, o CNJ não poderia desconstituir nomeações realizadas há mais de cinco anos, embora efetuadas sem concurso.

Estadista exemplar

O Clube Militar realiza hoje, a partir das 15h, em sua sede central no Rio de Janeiro, a sessão solene “Rio Branco – um estadista exemplar”.

Haverá palestras do embaixador Marcos Cortês (Rio Branco e a Diplomacia) e do General de Exército Jonas de Moraes Correa Neto (Rio Branco e o Exército)

Também será inaugurada a exposição “Memórias do Rio Antigo: homenagem a Rio Branco”.

Meio Ambiente e dominação do Brasil

Em 26 de maio de 2012, sábado pela manhã, será realizada a XV Assembléia do Foro do Brasil.

O tema desta vez será:”O meio ambiente como forma de dominação no Brasil”.

Foram convidados o Professor Luiz Carlos Baldicero Molion e a jornalista canadense Elaine Dewar, autora do livro: Uma demão de Verde”.

O coordenador do Foro do Brasil, médico Ronaldo Fontes, explica a importância dos palestrantes:

Através deles você terá oportunidade de saber como os conceitos de aquecimento global e poluição pelo CO2 são uma grande farsa que movimenta bilhões de Euros, beneficiando empresas, e ongs. Conhecerá muitas das verdades e a história desse crime que está sendo cometido. Saiba que desde a década de 30 do século passado esse mecanismo foi iniciado no Brasil, quem foram e são seus agentes, a forma como agem e quem se beneficia com tudo isso. Reserve em sua agenda o horário da manhã desse sábado para participar. Em breve estaremos comunicando o local e as formas de inscrição”.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.


Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.


A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.


© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 18 de Abril de 2012.

6 comentários:

Anônimo disse...

Acho bem homenagear grandes homens do passado como Rio Branco, porque atualmente nada disso existe!

Recordar è viver! Pensar no presente, dá vomitos!

Anônimo disse...

Veja este vídeo!!!

http://www.youtube.com/watch?v=eDi-IC0VZJo&feature=youtu.be

48 - Parresía: Teólogos da corte
Quando foi que a Igreja Católica deixou de ser, no Brasil, a instância profética que questiona? Em que momento ela foi seduzida e tornou-se uma Igreja composta por teólogos da corte -- aqueles que compõe o séquito do novo Príncipe, o Partido dos Trabalhadores? Quando foi que ela deixou de ser defender a fé católica e passou a aceitar e a justificar as atitudes do Príncipe? Para onde foi a Igreja Católica do Brasil?

O católico verdadeiro não pode apoiar um governo que não tem ética cristã, que não tem o pudor de promover todo tipo de imoralidade que visa destruir a família, a moral cristã e a herança patrimonial cristã sobre a qual foi construída a nação brasileira. Os teólogos da corte que não temem mais o juízo de Deus, pois deixaram de crer há muito tempo, mas devem temer o julgamento da História, esta sim, irá julgá-las com severidade e, quiçá, condená-los. Afinal, eles buscam retirar do mundo a transcendência.

O único sentimento que o silêncio vil e a covardia produz nos verdadeiros católicos é a vergonha. Vergonha desses teólogos da corte!

Anônimo disse...

O PARTIDO MILITAR BRASILEIRO - PMB FOI RECONHECIDO COMO PESSOA
JURíDICA JUNTO A RECEITA FEDERAL
publicado em 29/03/2012


É como muita satisfação e orgulho que comunicamos nossa conquista
após anos de luta, na data de hoje o Partido Militar Brasileiro foi
reconhecido como pessoa jurídica junto a Receita Federal,
oficializado pelo CNPJ nº 15.274.758/0001-95, restando agora somente
o recolhimento das Fichas de Apoiamento para que possamos finalmente
ser reconhecido pelo TSE e ter direito ao espaço publicitário
eleitoral e ao repasse do fundo partidário.

O Partido Militar Brasileiro - PMB, é um partido que preza pela
democracia e é formado por civis e militares sem distinção,
posicionando-se como de centro-direita, tem um foco especial na área
da segurança publica e soberania Nacional, e tem como princípios a
ética, a honestidade, o patriotismo, a lealdade, a disciplina, a
transparência, a igualdade, o rigor e seriedade no controle dos
gastos públicos e contra a corrupção.
Nosso objetivo imediato é lançar candidatos para todos os cargos e
em todos os Estados em 2014, ou seja, Deputados Estadual e Federal,
Senador, Governador e principalmente Presidente da Republica,
lembrando que pelo nosso Estatuto obrigatoriamente nossos candidatos
deverão encabeçar qualquer coligação partidária.
Convidamos a todos que se identificam e comungam com nossos
princípios e ideais para que se juntem a nós, conheça nosso partido
através de nosso site, assinem e ajudem na coleta das assinaturas nas
Fichas de Apoiamento, a data de hoje sem duvida já é um momento
histórico e merece comemoração, já está na hora de darmos um
basta a toda podridão que permeia o meio político. Vamos invadir e
moralizar o Congresso Nacional - pela via democrática!




http://www.partidomilitarbrasileiro.com.br/detalhe_noticias_novo.php?id=388

18/04/12 18:36

Aparício Fernando disse...

O governador do Rio, Sérgio Cabral, tá com aquilo apertadinho, apertadinho. As águas do ?cachoeira? estão descendo e já estão chegando ao sul maravilha. Do Cavendish, da Delta, para o Sérgio Cabral é só um pulinho. Vai acabar sobrando até para o presidente da ALERJ, deputado Paulo Melo. Haja vaselina...

Hipólito da Costa disse...

Não vejo a hora do nome do deputado estadual Paulo Melo entrar nessa podridão toda. Vâmo cavucar aí gente! Nessa 'merdança', com certeza o 'paulinho lexotan' tá atolado até o pescoço.
Onde há fumaça, há fogo!
Onde há Delta, há Oriente!

Hipólito da Costa disse...

Não vejo a hora do nome do deputado estadual Paulo Melo entrar nessa podridão toda. Vâmo cavucar aí gente! Nessa 'merdança', com certeza o 'paulinho lexotan' tá atolado até o pescoço.
Onde há fumaça, há fogo!
Onde há Delta, há Oriente!