segunda-feira, 23 de abril de 2012

EUA querem adesão do Brasil ao Foreign Account Tax Compliance Act para acabar com sigilo bancário

Edição do Alerta Total – http://www.alertatotal.net
Leia mais artigos no site Fique Alertawww.fiquealerta.net
Por Jorge Serrão

O Globalitarismo chega a seu ápice em termos de controle econômico. Está com os dias contados para acabar o sigilo bancário no sistema financeiro mundial. Até junho, bancos estrangeiros e afins “são convidados” aderir ao Foreign Account Tax Compliance Act, que já está em vigor desde janeiro, criado pela receita federal norte-americana, o Internal Revenue Service (IRS). Paraísos fiscais e países que protegem o sigilo bancário (como o Brasil) deixam de existir, na prática.

A regra obriga que bancos informem ao fisco dos EUA, a partir de 2013, os nomes de todos os clientes que sejam contribuintes nos EUA, junto com os investimentos e valores que mantêm em suas contas bancárias. A regra vale para qualquer instituição que aceite depósito, seja custodiante, câmara de compensação ou que tenha como principal atividade investimento ou negociação de valores, bens de consumo ou participações.

Até 2017, quando for totalmente implementado, o principal objetivo de controle do Facta, é identificar o beneficiário final das operações financeiras mais complexas – principalmente investimentos realizados através de fundos. Além de combater a evasão de divisas, a lei permitirá que os EUA tenham informações para combater crimes de corrupção, terrorismo, narcotráfico, contrabando e lavagem de dinheiro obtido de forma ilícita. O fisco norte-americano calcula que US$ 350 bilhões não declarados são enviados para fora dos EUA.

O Facta foi um dos assuntos (não divulgados) tratados na recente reunião da presidenta Dilma Rousseff com Barack Obama, na Casa Branca. O principal entrave para o Brasil aderir ao acordo é o sigilo bancário e fiscal. Aqui, ambos são protegidos por nossa constituição. Apesar disso, o Leão tem dados sobre rendimentos de aplicações e movimentações financeiras – que se enquadrariam no sistema do Facta. O Departamento do Tesouro dos EUA deseja que países assinem acordos bilaterais de adesão ao acordo. Até agora, Reino Unido, Alemanha, França, Itália e Espanha já se acertaram com eles. Irlanda e Luxemburgo devem aderir.

Novo front

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, já deu a ordem para que os fundos geridos por bancos públicos reduzam os custos dos investimentos, fazendo a concorrência se mexer.

A Caixa já diminuiu, na sexta-feira passada, as taxas de alguns dos fundos que administra com um corte de 3% para 1,5%.

Atualmente, cerca de 40% dos fundos já são desvantajosos frente à caderneta de poupança, por causa da taxa de administração cobrada - que sempre é mais alta para as pessoas que investem menos.

Mera coincidência?

A Controladoria-Geral da União instaura hoje processo administrativo que pode suspender os contratos da Delta com o governo federal, além de impedir que a empreiteira faça novos negócios.

Desde 2007, a Delta é a empresa que mais recebe recursos do orçamento do executivo federal, sendo R$ 862 milhões só no ano passado.

Tem uns malvados alegando que a empreiteira do Fernando Cavendish, amigão de Sérgio Cabral, conseguiu tal façanha depois que contratou os serviços de consultoria do advogado José Dirceu de Oliveira e Silva.

Mera coerência?

O deputado federal Zeca Dirceu (PT-PR) não assinou o requerimento em favor da CPI do Cachoeira.

Por que será que o filho de José Dirceu desobedeceu à orientação de seu partido que defende que a CPI quebre os sigilos de todos os que tiveram contato com o empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira?

Ou será que tem facções dentro do PT querendo quebrar as pernas do famoso consultor Dirceu?

Joguinho do carro

Pela primeira vez na história da Chevrolet, um carro é lançado via mídia digital, por meio de um jogo eletrônico, em tempo real, que combina situações virtuais com realidade.

Vencerá o Alternate Reality Game (ARG), que começará amanhã, quem encontrar o novíssimo Chevrolet Sonic, ao final das duas etapas da competição.

O ganhador ficará com o carro, do segmento de compactos Premium.

Dilma por linhas tortas

Do petropolitano João Roberto Gullino, craque em escrever cartas aos jornais, um recadinho para a “presidenta”:

“A recente Lei 12.605 de 03.04.12, assinada por D. Dilma, determina o emprego obrigatório da flexão de gênero para nomear profissão ou grau em diplomas. Portanto, torna obrigatório o uso do termo "presidenta" como o será amanhã a profissional companheira de Lula que deverá ser denominada "torneira mecânica" e, em contrapartida, motorista só poderá ser aplicável ao sexo feminino e o masculino terá que ser registrado como "motoristo", já que D. Dilma também já criou o neologismo do macho da ema como "emo". Assim, na falta de alguma coisa mais importante para fazer, a "presidenta" está se transformando na nova "parteira curiosa" da língua pátria, jogando no lixo os filólogos Aurélio, Houaiss, Aulete e tantos outros, desfazendo o acordo ortográfico com Portugal, firmado por seu antecessor, cheio de diplomas - fala sério!

João Roberto Gullino acha que a Lei 12.605 é pura falta do que fazer...

Livro saindo

A editora Campus/Elsevier lança hoje o livro “Práticas de Empreendedorismo”, de Marcos Hashimoto, Rose Mary A. Lopes, Tales Andreassi, Vania Maria Jorge Nassif.

Com enfoque prático do desenvolvimento de um novo negócio, esta obra é um guia de cabeceira para empreendedores e também pode ser utilizada como livro-texto para estudantes de graduação e pós-graduação das disciplinas de empreendedorismo e criação de novos negócios nos cursos de Administração.

O lançamento começa às 19 horas, na Livraria Cultura do Shopping Villa Lobos, em São Paulo.

Manda ver

Hoje é dia de São Jorge.

Que ele ajude a combater tantos dragões da maldade que infestam o Brasil.

O Santo Guerreiro vai ter um trabalhão danado...

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.


Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.


A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.


© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 23 de Abril de 2012.

3 comentários:

Sergio Russo disse...

Se são jorge, são sebastião, aparecida e outros "padroeiros" "menos votados", existissem não haveria um Brasil tão atrasado e subdesenvolvido como o nosso.
Fala sério, caro jornalista.

Sergio Russo

Manoel Vigas disse...

Já que estamos numa maré cheia de fervor religioso, veja o que o meu vizinho, o Joãozinho, "pediu" ao Senhor todo poderoso:

- Há 2 anos o Senhor levou meu cantor favorito Michael Jackson! Meu locutor favorito Lombardi!
Meu ator preferido Patrick Swayze! Levou minha cantora favorita Amy Winehouse!

Esse ano o senhor já levou os não menos favoritos Wando, Pery Ribeiro e Whitney Houston!!!

Agora, acabou de levar João Mineiro, Chico Anysio e Millôr Fernandes.

QUERO LEMBRAR AO SENHOR QUE MEUS POLÍTICOS FAVORITOS SÃO:

José Sarney, Fernando Collor, Luiz Inácio Lulla da Silva, Dilma Rousseff, Ideli Salvatti, Tarso Genro, Olívio Dutra, José Dirceu, Antonio Pallocci, José Eduardo Cardoso, Aluísio Mercadante, Guido Mantega, Jader Barbalho, Renan Calheiros, Paulo Maluf, Edison Lobão, Romero Jucá, Demostenes Tôrres, Carlinhos Cachoeira, Michel Temer ...

Receba todos eles com a mesma alegria com que estou mandando!

- Por favor coloque-os na ordem de Sua preferência.

Amém !!!

Anônimo disse...

A Globo News ás 19H00, um cabra com cara de petista talvez também militante dos circulos bolivarianos, de terno castanho, barba de petralha, "educadamente" com mãos nos bolsos, fazendo elogios à economia deste governo soviético, dizendo que a nossa divida interna era de R$ 1,77 trilhões, quando na verdade ela está quase em R$ 2,5 trilhões! Atacou a subida do US$ e a desvalorização do real, dizendo que isso afeta o salário dos trabalhadores, mas não soube explicar como! Aconselhou a terrorista a pensar mais nos trabalhadores e menos nos empresários!

Como mentem esses dementes sem vergonha! Calma aí, isto ainda não è vosso! Para tal terão que matar muitos milhões de compatriotas! São capazes? Então que venham daí!