quinta-feira, 3 de maio de 2012

CPI pretende atacar apenas Cachoeira e Demóstenes para poupar Cabral, Agnelo, Dirceu e até filho de Sarney

Edição do Alerta Total – http://www.alertatotal.net Leia mais artigos no site Fique Alertawww.fiquealerta.net
Por Jorge Serrão

Breve, teremos mais uma prova de que, no Brasil, a sigla CPI significa “Comissão Parlamentar para a Impunidade” (ampla, geral e irrestrita). Tudo indica que a CPI do Cachoeira vai desaguar no rigor seletivo, atingindo poucos alvos, para preservar a maioria dos corruptos que poderia e deveria investigar. Os responsáveis pela operação abafa são os deputados e senadores da base aliada, principalmente do PT e do PMDB, diante do risco de seus caciques ou aliados muito próximos de negócios serem tragados na cabeça de lama de Carlinhos Cachoeira e companhia ilimitada.

A ordem principal é blindar o governador Sérgio Cabral Filho, evitar que apareça alguma relação de Cachoeira com o empresário Fernando Sarney (filho do presidente do Senado) e tentar o milagre de salvar o governador petista Agnelo Queiroz, do Detrito Federal, para que nenhuma gota de lama resvale nos negócios de consultoria de Josef Dirceu de Oliveira e Silva para a Delta Construções. Por isso, na fase inicial, nada de convocar o empresário Fernando Cavendish para qualquer depoimento que possa servir de arma para a oposição.

Os trabalhos da CPI começam da pior maneira possível. O relator Odair Cunha (PT-MG) só prevê a convocação para depoimento e quebra de sigilo do bicheiro e lobista Carlos Augusto Ramos. Outro alvo fácil dos petistas, pela intimidade com Cachoeira, revelada nas gravações da Polícia Federal, é o senador Demóstenes Torres (ex-puritano do DEM e que agora virou o único demônio político a ser sacrificado, como boi-de-piranha, para preservar outros senadores, deputados e até magistrados que também bebiam dos favores de Cachoeira). O Conselho de Ética do Senado já abriu processo contra Demóstenes – que é cabra marcado para ser cassado ou “pedir para sair”.

Tornou-se evidente a picaretagem armada pelo comando petista da CPI. Só investigar a empreiteira Delta por seus complicados negócios com o poder público no Centro-Oeste. Nada de focar nas relações da empresa com o governo federal (nas milionárias obras do PAC que demoram a sair do papel) ou com o governo do Rio de Janeiro, onde já virou motivo de piada pública a relação brega de amizade do governador Sérgio Cabral com o empresário Fernando Cavendish, graças às fotos e vídeos postados na internet pelo ex-governador Antony Garotinho.

Pedido negado

O pai da falecida esposa do empresário Fernando Cavendish resolveu processar o ex-governador Garotinho.

Dario Kfuri pede que sejam retirados do ar vídeos e fotos em que Jordana Kfuri Cavendish, morta em acidente de helicóptero no ano passado, aparece ao lado do marido e de Cabral e sua turma, nas festanças parisienses.

Garotinho avisa que não pretende tirar o material do ar, e alega que ainda preservou a imagem de Jordana não publicando outros arquivos muito pessoais dela que estão em seu poder.

O grande mistério dos vídeos e fotos é: quem traiu Cabral passando um material tão pessoal dos Cavendish para Antony Garotinho?

CPI do Cabralzinho

Os deputados estaduais Marcelo Freixo (PSOL) e Clarissa Garotinho (PR) começaram ontem uma dificil coleta de assinaturas para dois pedidos de CPI contra Sérgio Cabral na Assembléia Legislativa do Tio de Janeiro.

O objetivo é investigar os contratos da empreiteira Delta Construções com o governo do Estado nos últimos 12 anos e as viagens oficiais feitas pelo governador desde 2007.

Para protocolar um pedido de CPI na Alerj, são necessárias 24 assinaturas de apoio entre os 70 deputados – o que será nada fácil porque a maioria é ligadíssima a Cabralzinho.

Água e esgoto

A CPI proposta por Marcelo Freixo quer investigar todos os 32 contratos firmados entre o governo do Rio e a Delta desde 2000, no valor de R$ 1,3 bilhão.

Freixo descobriu que os contratos firmados entre a Delta e a Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae), ainda em vigor, chegaram a receber até 765% de acréscimo em seus valores originais.

Segundo Freixo, só em 2010, a Cedae assinou quatro contratos com a Delta por dispensa de licitação, em negócios somam R$ 64 milhões e ainda não foram analisados pelos técnicos do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Factorando


O ex-deputado federal Fernando Gabeira (PV) suspeita que os contratos entre a Delta e o governo do Rio podem ter sido alvos de uma triangulação que envolveu empresa de factoring.

Gabeira identificou Georges Sadala Rahin como o dono da empresa de factoring que faria a intermediação e facilitaria a lavagem de dinheiro.

Sadala aparece nas fotos veiculadas no blog do Garotinho em que Cabral confraterniza com o dono da Delta, Fernando Cavendish, em Paris.

Titanic

As viagens parisienses de Cabralzinho ainda vão render muita polêmica:

"Cabral afundou-se numa dupla contradição. Se a viagem era oficial, o que fazia o empreiteiro na farra? Se as relações eram pessoais, o que faziam secretários na farra?".

Bronca do ex-prefeito do Rio, Cesar Maia, sobre as fotos do governador Sérgio Cabral (PMDB-RJ) e seus secretários na França com Fernando Cavendish, presidente licenciado da Delta, empresa investigada no caso Cachoeira.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.


Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.


A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.


© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 3 de Maio de 2012.

6 comentários:

Paulo Figueiredo disse...

Titanic:
Cabral disse que pagou a farra com recursos próprios. Onde arranjou tanta grana assim?
Enquanto isso a Receita Federal só arrocha trabalhadores e aposentados. E ainda tem tolos que acreditam na tosca dicotomia: “esquerda” e “direita”.

Paulo Figueiredo disse...

Titanic:
Cabral disse que pagou a farra com recursos próprios. Onde arranjou tanta grana assim?
Enquanto isso a Receita Federal só arrocha trabalhadores e aposentados. E ainda tem tolos que acreditam na tosca dicotomia: “esquerda” e “direita”.

Anônimo disse...

Um Cabral descobriu o Brasil e outro cabral, descobriu França em mais de 100 viagens!

Quem pagou essa m@rda toda? Seu salário?

Interessante a História Universal!

José de Araújo Madeiro disse...

Serrão,

CT,

Beto,

LiliCarabina,

Reinaldo Azevedo, Augusto Nunes e Lauro Jardim,

Amigos do Facebook:

Vejam matéria do Jornalista Lauro Jardim, no Blog da Revista Veja, onde Ministros do STF estão envolvidos nos escândalos de Brasília.

Como se sabe os Ministros do STF são PTralhas enrustidos e revestidos de Togas da Alta Corte da Justiça.

O Lula conseguiu desmoralizar o Brasil em todas instâncias da república, a partir do povão dependente de bolsas diversas e de cotas para negros em universidades, além das demais cotas para empregos em instituições privadas.

É a máxima do Maquiavel de dividir para vencer, reinar e obter a impunidade, por tratar-se de uma peçonha com distúrbios mentais e de não ter nenhum critério de moralidade, de conduta social saudável, nem de respeito pela cidadania. Sua mente é obliterada pela ganância de poder.

Att. Madeiro.

BRAGA disse...

Tudo farinha do mesmo saco.
Garotinho é um canastrão de 10ª categoria, arqui inimigo dos trabalhadores, no sentido lato da palavra. O Garotinho e o Serginho Cabral são sinérgicos nas suas atitudes nefastas. Dupla da pesada. Também deveriam ganhar diplomas honoris causa em patifaria, vigarice e safadeza. Acorda Garotinho, tu também não vale nada. É mosca do cocô do cavalo do bandido.
Arreda daí satanás; seu coisa ruim.

BRAGA disse...

Tudo farinha do mesmo saco.
Garotinho é um canastrão de 10ª categoria, arqui inimigo dos trabalhadores, no sentido lato da palavra. O Garotinho e o Serginho Cabral são sinérgicos nas suas atitudes nefastas. Dupla da pesada. Também deveriam ganhar diplomas honoris causa em patifaria, vigarice e safadeza. Acorda Garotinho, tu também não vale nada. É mosca do cocô do cavalo do bandido.
Arreda daí satanás; seu coisa ruim.