quinta-feira, 17 de maio de 2012

Militares na reserva lançam hoje a Comissão Paralela da Verdade, já que CV da Dilma não pretende apurar 119 atentados e assassinatos da esquerda

Edição do Alerta Total – http://www.alertatotal.net
Leia mais artigos no site Fique Alertawww.fiquealerta.net
Por Jorge Serrão

A pretensa Comissão da Verdade já recebeu uma lista de 119 atentados e assassinatos que teriam sido praticados por militantes da esquerda. No entanto, a maioria dos 7 membros da CV não pretendem priorizar tais casos. A CV só pretende se debruçar sobre as sempre pregadas “violações de direitos humanos” que teriam sido praticadas por agentes do Estado entre 1964 e 1985. A intenção velada é criar pré-condições políticas para uma revisão da Lei de Anistia de 1979.

Militares não aceitam tal golpe dos militantes ideológicos. Por isso, logo mais, vão instituir, no Clube Naval, a "Comissão Paralela da Verdade". O trabalho extraoficial tem apoio, direto, dos militares na reserva e, discreto, dos oficiais na ativa. A intenção é oferecer uma alternativa aos membros da CV e à turma de esquerda no Ministério Público que defendem a contraditória “Justiça de Transição” (para quê, ninguém diz?). Osmilitares não aceitam as manobras para driblar ou anular a Lei de Anistia – já sacramentada pelo STF.

O ato de posse dos componentes da CV, que receberão R$ 12 mil mensais pelo trabalho, foi uma cerimônia simbolicamente patética, no Palácio do Planalto. Além de parentes de presos políticos desaparecidos, a cerimônia misturou a Presidenta Dilma Rousseff com os ex-Presidentes José Sarney, Fernando Collor, Fernando Henrique e Lula da Silva. No mesmo balaio de gatos, estavam os notórios os mensaleiros José Dirceu e José Genoino junto com os ministros do Supremo Tribunal Federal que vão julgá-los e o Procurador-Geral da República, Roberto Gurgel, que vai acusá-los pelos crimes no mensalão.

No evento também estavam os Comandantes Militares. Juniti Saito (Aeronáutica), Enzo Peri (Exército) e Júlio Moura (Marinha) aplaudiram os discursos, mas sem muito entusiasmo. Assim que o evento acabou, saíram o mais depressa possível do Palácio. Nos bastidores, a maior bronca dos militares da ativa seria com a indicação de Rosa Maria Cardoso da Cunha. A advogada que defendeu a ex-guerrilheira e hoje Presidenta Dilma Rousseff, nos tempos da “dita-dura”, ficou de filme queimado depois que manifestou, publicamente, que a CV não vai apurar os crimes cometidos por militantes de esquerda.

O discurso da Comandanta-em-chefe não agradou aos militares. Dilma filosofou que “a força pode esconder a verdade, mas o tempo acaba por trazer a luz”. Para piorar, ainda contou a mentirinha oficial de sempre: “Não nos move o revanchismo, o ódio nem o desejo de reescrever a história. mas mostrar o que aconteceu, sem camuflagem, sem vetos”. Chegando a chorar, como uma atriz de primeira, Dilma foi além na retórica ilusionista: “A desinformação não ajuda a apaziguar. O Brasil merece a verdade. As novas gerações merecem a verdade, e, sobretudo, merecem a verdade factual aqueles que perderam amigos e parentes e que continuam sofrendo como se eles morressem de novo e sempre a cada dia”.

O Alerta Total insiste, a bem da verdade. A tal Comissão da Verdade é inútil e só tem propósito revanchista e diversionista. A intenção em manter alarmadas as forças armadas atende a um objetivo dos verdadeiros inimigos externos do Brasil. Os membros da Oligarquia Financeira Transnacional investem nos agentes conscientes ideológicos para impedir que os guardiões constitucionais da soberania do Brasil tenham condições de cumprir seu papel. Com militares neutralizados ou transformados em meros funcionários públicos fardados, fica mais fácil manter o Brasil como uma mera colônia de exploração mantida artificialmente na miséria, para proveito dos esquemas globalitários.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.


Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.


A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.


© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 17 de Maio de 2012.

25 comentários:

Coronel Humberto Pinto disse...

Ilustre Jornalista
JORGE SERRÃO


Fiz este comentário no Reinaldo Azevedo:

Retórica sem eloquência. Não convence nem a sí mesma, pois esboçou algumas lágrimas (de crocodilo), quem sabe, para sensibilizar os ouvintes que não estavam presentes. Parecia representar. Na reunião com os Prefeitos, com menor pompa, foi vaiada. Onde está a popularidade que as pesquisas de opinião propagam? Falou como guerrilheira, embora não pudesse esconder sua atual posição de Presidente da República. Deve ter emocionado seu companheiro Carlos Minc, que condena os balões juninos e é o Sr. da maconha.
Tudo bem! Os brasileiros, por certo, estão atentos… E continuarão atentos.
A História não é escrita pelos vencidos.

Cel cesar Pinto disse...

Analise critica dos participantes do evento de criação da comissão da verdade.

1- Ex-Presidente Jose Sarney.
Político Profisional - Estado Natal Maranhão
Milionário as custa da Politica Brasileira, quase tôda a familia vive na vida politica, senão tôda.

2- Ex-Presidente Fernando color de Mello.
Político Profissional - Estado Natal Alagoas
Milionário as custas da Politica Brasileira, quase tôda a familia vive da Politica Brasileira, com raras excessões.

3- Ex-Presidente Fernando Henrique Cardoso
Político Profissional - Estado Natal São Paulo
Uma excessão neste meio de espertos.

4- Ex- Presidente Luiz Inacio Lula da Silva.
Político Profissional - Estado Natal São Paulo
Conseguiu sua independência financeira e da familia as custa da Política brasileira.

Inimigos declarados no passado, quando na disputa da eleição para a Presidência da Republica, hoje estão sentados lado a lado bebericando e contando suas histórias quando estavam no PODER.

A MENTIRA - REVIVER O PASSADO

A finalidade é remir os políticos e os Partidos Políticos, que hoje estão em descrédito junto a opinião pública e diante do povo brasileiro, pela malversação do dinheiro público, por conta das publicações de vários escândalos (atos de improbidade) ocorridos nas Administrações Públicas, com a divulgação dos políticos desonestos e o enriquecimento ilícito de GOVERNADORES, PREFEITOS, SENADORES, DEPUTADOS E VEREADORES.

Hoje, os Partidos Políticos estão sem respeito e seus dirigentes com receio do MILITAR voltar a presidir a Nação Brasileira, eleito pelo voto popular.

A VERDADE - O MEDO DA PERDA DA CREDIBILIDADE TOTAL

Estão com medo de perderem a teta do enriquecimento ilícito, para o proveito próprio, de seus seguidores partidários, familiares, amigos, etc.

A probidade do militar os assusta.

Por outro lado:

Voltamos aos TEMPOS DOS FEUDOS da Idade Média.

Cada partido tem um dono, quando não um presidente vitalicio. Seus diretórios são compostos de familiares, amigos e fiéis seguidores do Estatuto do Partido, insubstituíveis, quando em vida.
2a. Parte;
FORMARAM UM PACTO NACIONAL.

Quando eleitos a cargos executivos, PRESIDENTE DA REPÚBLICA , GOVERNADORES DE ESTADOS E PREFEITOS, dividem seus territórios conquistados com os partidos aliados.

Para o povo, seu vassalo, dizem que é para manter a governabilidade, mas para eles facilita dividir melhor a fatia do bolo, para não haver reclamações inconvenientes.

Os órgãos governamentais, tais como; MINISTÉRIOS, SECRETARIAS, EMPRESAS ESTATAIS E OUTROS, principalmente os responsáveis por grandes orçamentos, são distribuídos criteriosamente entre eles, de maneira que cada um possa tirar melhor proveito para si e para o PARTIDO ao qual pertence, com raras exceções.

O CONGRESSO NACIONAL é composto por duas casas: O SENADO FEDERAL, com 81 Senadores que representam 27 unidades federativas (26 Estados e o Distrito Federal) e a CAMARA DE DEPUTADOS (com 513 Deputados Federais).

Os ORGÃOS acima, nos governos Federal, Estadual e Municipal, normalmente são ocupados por políticos (Senadores e Deputados Federais ou Estaduais), isto porque, estas nomeações, abrem vagas no Senado e nas Câmaras Federais e Estaduais e com algumas exceções na Câmara de Vereadores, para permitir o aproveitamento de outros menos votados (os chamados suplentes) aumentando mais o colegiado de Senadores e Deputados.
Continua;

Cel Cesar Pinto disse...

Acorda gente!

Já está na hora de restituirmos o BRASIL aos brasileiros.

O BRASIL de hoje, no campo político eleitoral, está dividido em feudos políticos, ocupados por famílias e seus lideres políticos.

Aliais, isso pouco mudou, desde os meus anos de infância. Na maioria dos Estados Brasileiros, predominavam as famílias tradicionais que ditavam as normas a serem obedecidas pelos habitantes locais, eram os Senhores do Bem e do Mal.

Todos nós sabemos que mudou a forma encontrada pelos partidos dentro da politica democrática de nosso PAÍS.

Na maioria dos Estados e Municípios brasileiros, continua predominando o poder de determinada família, com seus membros e amigos filiados aos partidos políticos, criados por ela e sob seu poder dominante. É muito raro isso não ocorrer.

Hoje, até os bairros tem os seus senhores feudais eleitorais, que se consideram os donos do BAIRRO (conhecido no meio politico como currais eleitorais).

Exemplo disso; nós encontramos em todos os Estados do Brasil famílias dominantes, que predominam na política dos partidos daqueles Estados.

Pergunto o que mudou?

Mudou a forma dominante e não os dominadores.

E o povo continua subjugado a estes SENHORES DONOS DOS PARTIDOS, SEUS FAMILIARES , AMIGOS E FIEIS SEGUIDORES, excluindo todos os filiados do partido que nada mais são do que ovelhas seguidoras do rebanho, obedientes e pronta para votar naquelas indicações partidárias.

Somente uma população politizada, consciente, honesta, austera e corajosa poderá modificar o quadro acima descrito.

Politica não é profissão. Politica é solução dos problemas que afetam um povo.

Segundo Aristóteles, política é a arte maior porque visa o bem humano.

Envie suas opiniões e ideias que junto com as minhas, talvez possamos sugerir um PAÍS melhor para o futuro dos nossos filhos e netos.

E QUE DEUS NOS AJUDE NESTA EMPREITADA AGORA INICIADA.

Conclusão: 

Fica claro porque os partidos não aceitam indicar um militar de alta patente para concorrer a Presidente da República.

Porque os militares não se sujeitam a essas condições inescrupulosas usadas pelos Partidos, quando na composição de um governo.

Este é o MEDO que eles tem de que nas próximas eleições, possa aparecer um militar de alta patente como candidato.

Estão com MEDO de perderem o ganho escuso que conseguiram durante os anos, apos o término do Governo Militar, para continuarem a usufruir ilegalmente das riquezas proporcionadas pelo poder, em detrimento da prosperidade.

Cel Cesar Pinto disse...

Continuação;
Acorda gente!

Já está na hora de restituirmos o BRASIL aos brasileiros.

O BRASIL de hoje, no campo político eleitoral, está dividido em feudos políticos, ocupados por famílias e seus lideres políticos.

Aliais, isso pouco mudou, desde os meus anos de infância. Na maioria dos Estados Brasileiros, predominavam as famílias tradicionais que ditavam as normas a serem obedecidas pelos habitantes locais, eram os Senhores do Bem e do Mal.

Todos nós sabemos que mudou a forma encontrada pelos partidos dentro da politica democrática de nosso PAÍS.

Na maioria dos Estados e Municípios brasileiros, continua predominando o poder de determinada família, com seus membros e amigos filiados aos partidos políticos, criados por ela e sob seu poder dominante. É muito raro isso não ocorrer.

Hoje, até os bairros tem os seus senhores feudais eleitorais, que se consideram os donos do BAIRRO (conhecido no meio politico como currais eleitorais).

Exemplo disso; nós encontramos em todos os Estados do Brasil famílias dominantes, que predominam na política dos partidos daqueles Estados.

Pergunto o que mudou?

Mudou a forma dominante e não os dominadores.

E o povo continua subjugado a estes SENHORES DONOS DOS PARTIDOS, SEUS FAMILIARES , AMIGOS E FIEIS SEGUIDORES, excluindo todos os filiados do partido que nada mais são do que ovelhas seguidoras do rebanho, obedientes e pronta para votar naquelas indicações partidárias.

Somente uma população politizada, consciente, honesta, austera e corajosa poderá modificar o quadro acima descrito.

Politica não é profissão. Politica é solução dos problemas que afetam um povo.

Segundo Aristóteles, política é a arte maior porque visa o bem humano.

Envie suas opiniões e ideias que junto com as minhas, talvez possamos sugerir um PAÍS melhor para o futuro dos nossos filhos e netos.

E QUE DEUS NOS AJUDE NESTA EMPREITADA AGORA INICIADA.

Conclusão: 

Fica claro porque os partidos não aceitam indicar um militar de alta patente para concorrer a Presidente da República.

Porque os militares não se sujeitam a essas condições inescrupulosas usadas pelos Partidos, quando na composição de um governo.

Este é o MEDO que eles tem de que nas próximas eleições, possa aparecer um militar de alta patente como candidato.

Estão com MEDO de perderem o ganho escuso que conseguiram durante os anos, apos o término do Governo Militar, para continuarem a usufruir ilegalmente das riquezas proporcionadas pelo poder, em detrimento da prosperidade.

JACUTINGA disse...

Comissão da verdade ? Deveria ser comEssão da verdade, pois “comerão”só de salários mais de dois milhões de reais, fora o “cafezinho”, os auxiliares, as mordomias, passagens e outras coisinhas mais. Interessante que são sete (conta de mentiroso) membros e, estão sendo apelidados de CV !!! É uma boa idéia para investigação”! Investiguem o CV (comando vermelho), organização criminosa assim chamada porque foi criada na cadeia, onde conviveram assaltantes, seqüestradores, ladrões e assassinos “profissionais” e os presos revolucionários vermelhos comunistas. Nesta convivência, os criminosos “profissionais” ensinaram aos criminosos políticos sua experiência criminal e em troca, receberam ensinamentos de organização e guerrilha ! Estava fundada a primeira organização criminosa, que até hoje inferniza a vida dos cariocas, o comando vermelho (CV). Interessante a analogia entre as organizações criminosas e os grupos de esquerda radical. Tanto uns quanto os outros, se multiplicam por metástese como o câncer. Do CV (comando vermelho) surgiram o ADA (amigos dos amigos) e o 3C (terceiro comando) assim como na esquerda, do velho PC surgiram o MR8, COLINA, VAR, PC do B, ALN, POLOP, VAR-PALMARES, MOLIPO, VPR, MNR e outros. É assim mesmo, os bandidos , justamente por não terem escrúpulos e por sua obsessão pelo mando e pelo poder, lutam entre si e se dividem por interesses mesquinhos, tanto uns quanto os outros.
Para finalizar, cumpre observar que não falta dinheiro para esta comissão da inutilidade, para presentear palestinos radicais, para sustentar o MST e ONGs fantasmas e para financiar porto cubano. . Para o aumento salarial dos militares e dos aposentados civis (mais de um mínimo) NADA ...
Isto sim dá vontade de chorar lágrimas de ódio e raiva, não LÁGRIMAS de CROCODILA (flexão idiota de gênero agora é lei), como as da suprema mandatária...

Anônimo disse...

Gosto de ler os comentários das noticias que são publicadas na folha e em outros jornais. Em relação a comissão da verdade, os comentários são sempre negativos. A grande maioria diz que essa comissão é uma mentira, é revanchista, entre outras coisas. Isso mostra que a população não se deixa levar pelo o que jornais e o que o governo fala. Acho os Militares deveriam se pronunciar mais, para conseguir um apoio maior. O meu apoio os Militares tem. Se querem a verdade, que ela seja realmente dita.

Marcus

Anônimo disse...

Artigo do jornalista Paulo Martins – edição de sábado – Jornal Manchete Popular Parana


JÁ PASSOU DOS LIMITES

A molecagem tanto do próprio governo como de figuras a ele ligadas, assim como de parte de radicais da imunda extrema esquerda, contra o Exercito Brasileiro, contra também suas patentes, já foi longe demais. Aliás, a própria inquilino da Presidência da República ultrapassou, no dorso da omissão, os limites tolerados no sentido de cumprir com sua obrigação constitucional de defender os valores patrióticos de nossa Nação. O Exercito é um desses valores e está sendo apedrejado de forma infame, repulsiva, insultante, sem que haja reação de parte de quem tem por obrigação tomar medidas rígidas e expressivas. Até quando um mambembe moral e deformado vai ser tolerado a bordo de ofensas, pelo simples fato de terem no ódio uma marca sentimental contra quem nunca lhe permitiu espaço para movimentações corrosivas e decompostas? A esquerda tem, sim, ódio do Exército, de oficiais do Exercito, da disciplina do Exercito e principalmente do respeito e dedicação disciplinar da Corporação para com o Brasil. Certamente esses sentimentos repulsivos dos radicais de esquerda são alimentados justamente pela falta desses valores patrióticos. No ultimo sábado general de Exército Rômulo Bini, decidiu dar um basta na “domesticação” e lançou nota de revolta, de repúdio às omissões dos demais oficiais. O comandante do Exército, general Enzo Peri, não gostou. Que lástima. Como Dilma, passa a também se omitir em relação à sua obrigação de honrar e defender a instituição. Já não é caso de disciplina ou indisciplina, é caso de omissão grave permitir que o Exercito e seus integrantes sejam enxovalhados por línguas sujas e almas decompostas. Essa gente, repito, já passou dos limites, o Exercito é nosso, do Brasil, dos brasileiros, é um valor incomensurável que está sendo desrespeitado e é preciso que os moleques responsáveis por esses atos sejam definitivamente chamados à ordem, afinal, se revelam atração por comportamentos compatíveis com lata de lixo, é preciso que se convençam que o Exercito brasileiro não é essa lata, a lata, quem sabe, seja quem lhes passou essa deplorável maneira de ser ao longo de suas “formações sociais e familiares”.

Anônimo disse...

Religiosos fundamentalistas com fundamentos ou ditadura gay sem fundamentos?
- Pelo Bispo Dom Luiz Bergonzini.
Ótimo artigo, aqui:
http://libertatum.blogspot.com.br/

César disse...

Se entendermos que os tais mortos pela dita-dura seriam muito provavelmente mais uns dos que estão mamando na corrupção com falacias demo-craticas, temos que aceitar que os militares fizeram um enorme serviço para a nação, pois mais salafro vivo e arrotando filosofias pederastas é demais.
Mas entendendo que esses salafros só estão aí porque os militares deixaram de lado a governança para cair na corrupção nos idos da dita-dura, fica claro que os militares fizeram um deserviço à nação.
O que percebo é que tanto os militares, e até o rei cairam na esparrela dos "modernosos" e com isso ao longo de 500 anos o brasil vem servindo de repasto para uma turma parasita e nociva. Pois os mesmos que se locupletaram ao longo desses 500 anos são os mesmos que agora começam a se expor nos governos de maneira acintosa.
Dançamos! E no meu entender, a última chance que tivemos de escapar da degeneração total eram os militares, e concluo que deixaram a merda tomar conta, e o pior, ficaram com a culpa, graças a imunda mídia, a arma maior dos dominantes modernosos.

ALBERTO FIGUEIREDO disse...

Repito pela enésima vez, já ficando chato e mal visto por alguns.
Quem muito se abaixa o rabo mostra.
E as FFAA começou a deixar a dela de fora quando aceitou Jobim fardado de General.
O fim dos nossos honrados Generais será acompanhar e dar segurança aos filhos dos GENERAIS do MST e Via Campesina, quem sabe FARC quando forem a escola.
Estão esperando o que? Que o povão que recebe bolsa família, escola, presídio, (vamos fazer menino) bolsa droga, etc,e tc, vá às as ruas pedir que defendam o Brasil desse assalto e desta armação para transformar o pais num quintal comunista?
Então não precisam esperar eles já tem a vitória como certa, a prova é a humilhação que faz passar toda a força, deixando que a pátria que juram defender se tornou o espermatozóide que fecundará o óvulo comunista nas Américas.

ALBERTO FIGUEIREDO disse...

Repito pela enésima vez, já ficando chato e mal visto por alguns.
Quem muito se abaixa o rabo mostra.
E as FFAA começou a deixar a dela de fora quando aceitou Jobim fardado de General.
O fim dos nossos honrados Generais será acompanhar e dar segurança aos filhos dos GENERAIS do MST e Via Campesina, quem sabe FARC quando forem a escola.
Estão esperando o que? Que o povão que recebe bolsa família, escola, presídio, (vamos fazer menino) bolsa droga, etc,e tc, vá às as ruas pedir que defendam o Brasil desse assalto e desta armação para transformar o pais num quintal comunista?
Então não precisam esperar eles já tem a vitória como certa, a prova é a humilhação que faz passar toda a força, deixando que a pátria que juram defender se tornou o espermatozóide que fecundará o óvulo comunista nas Américas.

Anônimo disse...

o povo brasileiro já sinalizou diversas vezes a sua intenção em ter as.forças armadas no poder ,para defender o povo, os generais devem agir logo ,antes que essa quadrilha acabe com o brasil

Edigar Caires disse...

Torço para que estes episódios desencadeiem uma revolta dos militares.. ai quem sabe teremos uma ação que expulsaria os políticos corruptos do poder.. digo sempre, pelo voto eles não saem nunca..

Anônimo disse...

Na foto, temos 7 sociopatas com graves traumas psicopatas!

Mas sejamos francos: com os milicos que temos mas não deveriamos ter, quando a putativa CV os chamar, vão TODOS e vão dedurar todos seus camaradas de armas!

Vai ser uma VERGONHA!

A ver vamos!

Anônimo disse...

PF greve RIO + 20
podem fazer greve, pois os cmts militares já ganharam o deles e vão colocar as tropas na rua para garantir a segurança e no final os grevistas levarão os 35% e os milicos, talvez uma migalha.

Anônimo disse...

O Brasil não pode ser um país de bandidos! Abaixo a Lei da Anistia. Tantos os militares quanto aos militantes que COMETERAM CRIME tem de responder por seus atos.

O absurdo é ver pessoas do "bem" defenderem a não punição de atos praticados contra a VIDA. Assassinatos, torturas etc.

Um bando de corruptos! Reclamam pena de morte para certos assassinos, mas pedem impunidade para um grupo de assassinos (fardados). Hipócritas e covardes! Enquanto isso o outro bando protesta contra a impunidade dos rivais, mas não tem a hombridade de pedir um julgamento justo aos "companheiros" criminosos.

Além do CV, TC, ADA e PCC, o Brasil tem agora duas novas facções? Aliás, novas não. Pois são mais antigas que outras.

Que O Eterno abençoe aos militares que realmente são do bem, honestos cidadãos e país de família. Que Deus ilumine aos socialistas/capitalistas que andam na retidão.

Anônimo disse...

O “nosso Brazil” que Brasil que deveria ser nosso mas continua a não ser pela mão da louca terrorista soviética seguidora da política traidora e entreguista do louco canceroso e outros loucos presidentes entreguistas anteriores.

"As pressões externas que subjugam o povo brasileiro

Ronaldo Schlichting, administrador de empresas e membro da Liga da Defesa Nacional, em seu excelente artigo, que jamais deveria ser do desconhecimento do povo brasileiro, chama a atenção sobre a "Questão do Nióbio" e convoca todos os brasileiros para que digam não à doutrina da subjugação nacional. Menciona que a história do Brasil foi pautada pela escravidão das sucessivas gerações de cidadãos submetidos à vergonhosa doutrina de servidão.

Schlichting, de forma oportunista, desperta na consciência de todos que "qualquer tipo de riqueza nacional, pública ou privada, de natureza tecnológica, científica, humana, industrial, mineral, agrícola, energética, de comunicação, de transporte, biológica, assim que desponta e se torna importante, é imediatamente destruída, passa por um inexorável processo de transferência para outras mãos ou para seus 'testas de ferro' locais".

Identificam-se, nos dizeres do membro da Liga de Defesa Nacional, as estratégias atualmente aplicadas contra o Brasil nesta guerra dissimulada com ataques transversais, característicos dos combates desfechados durante a assimetria de "4ª Geração". Os brasileiros têm que ser convencidos de que o Brasil está em guerra e que de nada adianta ser um país pacífico. Os inimigos são implacáveis e passivamente o povo brasileiro está assistindo a desmontagem do país. Na guerra assimétrica, de quarta geração de influências sutis, não há inicialmente uso de armas e bombardeios com grande mortandade. O processo ocorre de forma sub-reptícia, com a participação ativa de colaboracionistas, entreguistas, corruptos, lobistas e traidores. O povo na sua esmagadora maioria desconhece o que de gravíssimo está ocorrendo na sua frente e não esboça nenhum tipo de reação. Por trás, os países hegemônicos, mais ricos, colonizadores, injetam volumosas fortunas em suas organizações nacionais e internacionais (ONGs, religiosas, científicas, diplomáticas) para corromperem e corroerem as instituições e autoridades nacionais para conseqüentemente solaparem a moral do povo e esvaziar a vontade popular. Este tipo de acontecimento é presenciado no momento no Brasil.

As ações objetivas efetuadas

A sobretaxação do álcool brasileiro nos EUA; as calúnias internacionais sobre o biodiesel; a não aceitação da lista de fazendas para a venda de carne bovina para a União Européia (UE); a acusação do jornal inglês "The Guardian" de que a avicultura brasileira estaria avançando sobre a Amazônia; as insistentes tentativas pra a internacionalização da Amazônia; a possível transformação da Reserva Indígena Ianomâmi (RII), 96.649Km2, e Reserva Indígena Raposa Serra do Sol (RIRSS), 160.000Km2, em dois países e o conseqüente desmembramento do norte do Estado de Roraima e incontáveis outras tentativas, algumas ostensivas, outras insidiosas. Elas deixam claro que estamos no meio de uma guerra assimétrica de quarta geração, que o desfecho poderá ser o ataque de forças armadas coligadas (OTAN), lideradas pelos Estados Unidos da América do Norte."

(continua)

Anônimo disse...

(continuação e fim)

"É importante chamar a atenção dos brasileiros para o fato de que a RII é para 5.000 indígenas e que a RIRSS é para 15.000 indígenas. Somando as duas reservas indígenas dão 256.649Km2 para 20.000 silvícolas de etnias diferentes, que na maioria nunca viveram nas áreas, muitos aculturados e não reivindicaram nada. Enquanto as duas reservas indígenas somam 256.649Km2 para 20 mil almas, a Inglaterra com 258.256Km2 abriga uma população de aproximadamente 60 milhões de habitantes.

Esta subserviência do Brasil vem de longa data conforme pontifica Ronaldo Schlichting. Ela vem desde "o Império", sendo adotada já no alvorecer da "República" e pode ser exemplificada por "ONGs, fundações, igrejas, empresas, sociedades, partidos políticos, fóruns, centro de estudos e outras arapucas"."

(...)

http://opiniaoenoticia.com.br/brasil/nacional/niobio-a-riqueza-desprezada-pelo-brasil/

Metanóia disse...

Convém os autores da Comissão observarem que, na Banalolândia, "paralelo" está ligado ao dolar paralelo, cambio paralelo, atividade paralela/ilegal, e por aí vai ou seja: nada ligado à definição Euclidiana ou outras definições sérias. Corre-se o risco de enfraquecer a comissão à partir do nome.

Alex Brum Machado disse...

Serrão, publiquei: http://cavaleirodotemplo.blogspot.com.br/2012/05/militares-na-reserva-lancam-hoje.html

Paulo Figueiredo disse...

Só mesmo no Brasil acontecem estes disparates. "Comissão da Verdade" instalada por gente de "MENTIRA".

Paulo Figueiredo disse...

Só mesmo no Brasil para acontecer estes disparates: "Comissão da Verdade", instalada por gente de "MENTIRA".

Paulo Figueiredo disse...

Só mesmo no Brasil acontecem estes disparates. "Comissão da Verdade" instalada por gente de "MENTIRA".

José Carlos disse...

A nossa Presidente iria aceitar que investigassem o fato ocorrido com ela própria nos idos da dita dura? E se houvesse ficha limpa será que ela teria sido eleita?

Anônimo disse...

Acho que deveriam parar de uma vez com essa "caça" e ver quem está de verdade de bem com o nosso país. Mas tem que começar por quem tem o poder nas mãos, como tinham os militares na época em que decidiram devolver o Brasil para a democracia e que teve como resultado essa falta de educação generalizada!