segunda-feira, 2 de julho de 2012

Carta Aberta ao General Enzo

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Ilo Francisco M. de Barros Barreto

Exmo. Sr. Gen. Enzo, Comandante do Exército. Com sua concordância leniente transmudada em ordem, as paredes sacrossantas (porque fiadoras, anos após anos, das decências, das purezas e dos respeitos devidos à Pátria Brasileira) da nossa Academia Militar das Agulhas Negras passam a ostentar uma placa cujos dizeres espúrios são ditados apenas pelo ranço político-partidário.

Fique Vossa Excelência obediente à sua consciência político-partidária e mantenedora das regalias do cargo de comandante de Exército, tão imprescindíveis à senectude; eu, mais idoso do que V. Exa., fico com a memória sem placas da Casa que me forjou a profissão, limpa, incólume, reverente, intimorata.

Não voltarei a ver essa Casa porque V. Exa., num rabisco de ordem que não pode sujar a memória dela, sujou o seu tempo, sua parede, o piso, o riso moço, o denodo distendido, a continência rija, o ideal verde-oliva vincado nas marchas do cotidiano.

V. Exa. passará: o seu desamor, não!

Ilo Francisco M. de Barros Barreto - Artilharia – AMAN / 52.

4 comentários:

Anônimo disse...

BRAVO GUERREIRO! Desse comentário posso ver com clareza cristalina o amor à PÁTRIA. Gosto de ver gente que olha para as FORÇAS desse jeito, aqui especialmente no que diz respeito a nossa mais importante forja militar - a AMAN. O nosso espaço terrestre ou aéreo hoje é bastante vulnerável, mas temos o espaço conscencial SOBERANO e invulnerável. Nem tudo está perdido. Um patriota vale por milhões de bundões.
Abraço de tamanduá

paulor disse...

Sou paraquedista e fui formado Sargento na Escola de Material Bélico.Estou com 57 anos e sem nenhuma sequela advinda desses lugares por onde passei. Nunca ouvi falar que alguém foi torturado nessas escolas.. Muito menos na AMAN. Sugiro ao Exmo Sr Comandante do Exército que coloque plaquinhas também nas demais escolas. Afinal somos ou não somos cumpanheiros?

Ronald disse...

Sou só um civil ciente da grandeza e importância das FFAA e apóio o nobre autor. É de brasileiros assim que precisamos.
Sds

Anônimo disse...

Poderia ser publicada uma foto da referida placa?