terça-feira, 10 de julho de 2012

MPF pode acionar União por material didático leviano contra atiradores, caçadores e colecionadores de armas

Edição do Alerta Total - www.alertatotal.net Leia também o site Fique Alertawww.fiquealerta.net  
Por Jorge Serrão

Mais uma armação ideológica em favor do Governo do Crime Organizado, no País em que os bandidos são livres para usar as melhores armas, e os cidadãos de bem sofrem todas as restrições para ter uma para se defender. A Secretária Nacional de Segurança Pública, órgão do Ministério da Justiça, pode ser alvo de uma representação do Ministério Público Federal por prática de ofensivas inverdades contra colecionadores, atiradores e caçadores, em curso de aperfeiçoamento profissional voltado aos integrantes das forças policiais em todo o Brasil.

A associação civil Movimento Viva Brasil – MVB – que acionou o MPF, denuncia que a SNSP usa o módulo sobre controle de armas de fogo, no seu curso oficial, para apontar os colecionadores, atiradores e caçadores “como fonte de desvio de armamento para criminosos, em manifesta ofensa à categoria, fruto da verdadeira perseguição que esta vem sofrendo atualmente, numa inexplicável tentativa de rotulá-la como vinculada a propósitos ilícitos, inclusive desqualificando a rígida fiscalização hoje exercida pelo Exército Brasileiro”.

O Movimento Viva Brasil denuncia que a Secretaria age de forma leviana e sem respaldo de qualquer dado objetivo para comprovar o que prega no material didático com o título “Desvio, contrabando e vitimização” (sic). Desde março, sem sucesso, o presidente do MVB, o professor Bene Barbosa, cobra do Ministério da Justiça uma alteração no conteúdo errado e preconceituoso do material didático. O diretor da área de Colecionadores, Atiradores e Caçadores do MVB, Fabricio Rebelo, prega que um material voltado ao aperfeiçoamento de profissionais da área de segurança precisa se basear em fatos, em técnica, e não ser fruto de uma ideologia persecutória: “É inadmissível que, num setor tão estratégico para o país, se disseminem ideias completamente dissociadas da verdade, tendo por origem exclusiva afirmações de uma ONG antiarmas e cuja veracidade, neste ou em qualquer outro assunto, jamais se comprova”.

A íntegra da representação enviada ao Secretário Geral do Ministério Público Federal, Lauro Pinto Cardoso Neto, pode ser consultada neste link:

http://www.mvb.org.br/userfiles/mpf_senasp.pdf

Politicagem futebolística

O procurador regional eleitoral do RJ, Maurício da Rocha Ribeiro, vai denunciar o Prefeito Eduardo Paes por abuso de poder político e uso da máquina administrativa em benefício próprio.

Tudo porque o vascaíno Paes, em campanha para reeleição, posou em fotos e cedeu o Palácio da Cidade, sede social da prefeitura, para a apresentação do jogador holandês Clarence Seedorf, contratado pelo Botafogo, que é presidido por Maurício Assunção – filiado ao PMDB.

Pela legislação eleitoral, desrespeitada toda hora, é vedada a utilização de imóveis públicos para a promoção de candidaturas...

Sem Coca, peça uma Pepsi...

Quem mandou não jogar nada e trocar o Flamengo pelo Atlético Mineiro?

A Coca-Cola anunciou o rompimento do contrato de patrocínio que tinha com o jogador Ronaldinho Gaúcho desde novembro do ano passado.

O negócio, que valeria até 2014, renderia cerca de R$ 1,5 milhão por ano ao craque que agora joga em uma equipe patrocinada pela Pepsi...

Tomemos todas para comemorar...

A cachaça é Patrimônio Histórico Cultural do estado do Rio de Janeiro.

O governador Sérgio Cabral sancionou a lei, de autoria do líder do PDT na Assembleia Legislativa, deputado Luiz Martins, defensor da bebida:

“A prova da vitalidade e permanência cultural da cachaça está no patrimônio lingüístico que criou e continua a criar: para se ter uma ideia, existe um acervo disponível de cerca de mil sinônimos da palavra cachaça”.

Infarto fulminante

O cardeal Dom Eugenio de Araújo Sales, arcebispo emérito do Rio de Janeiro, que morreu de infarto fulminante ontem à noite, será velado a partir de meio-dia na Catedral Metropolitana, onde será enterrado, quarta-feira, às 15 horas.

Dom Eugenio faria 69 anos de sacerdócio, 58 de episcopado, 43 de cardinalato, em seus quase 92 anos de vida.

Nascido em 8 de novembro de 1920, em Acari (RN), o cardeal teve o nome entre os candidatos a Papa depois da morte de João Paulo I e era muito prestigiado por Bento XVI.

Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.


A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.


© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 10 de Julho de 2012.

Nenhum comentário: