sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Barbosa deve enxaguar a alma de João Paulo Cunha com réplica ao voto salvador de Lewandowiski

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Leia também o site Fique Alertawww.fiquealerta.net  
Por Jorge Serrão

O ministro-relator do processo do Mensalão, Joaquim Barbosa, tentará enxaguar, na próxima segunda-feira, a alma do réu João Paulo Cunha “lavada” ontem pelo ministro-revisor Ricardo Lewandowiski. A previsão é de pancadaria verbal no quadradinho de UFC do STF. Barbosa já programou uma réplica ao voto do ministro de São Bernardo do Campo. E Lewandowiski – que não aceita levar desaforos de Barbosa para a vizinhança de Lula da Silva – já se prepara para uma tréplica.

Apesar da “lavagem de alma” dada ontem pelos votos salvadores de Ricardo Lewandowiski, o deputado federal João Paulo Cunha ainda corre o sério risco de ser condenado no processo do mensalão – problema que legalmente irá impedi-lo de assumir a Prefeitura de Osasco, caso vença a eleição. Se o ministro Cesar Peluso tiver a chance de votar, a previsão é de que Cunha saia derrotado do STF pelo apertado placar de 6 x 5. Nos bastidores, a petralhada promete fazer de tudo para salvar o futuro gestor do mais importante e estratégico esquema político e de negócios do PT.

Lewandowiski cumpriu ontem o script esperado pela petralhada. Primeiro, votou pela absolvição do publicitário Marcos Valério no que se refere a favorecimento da agência SMP&B no contrato de publicidade institucional da Câmara dos Deputados. Em seguida, inocentou João Paulo Cunha, então presidente da Casa, do crime de peculato, por ter autorizado à agência SMP&B subcontratar quase a integralidade dos serviços publicitários prestados. No gran finale, também livrou JP da acusação de corrupção passiva.

Comemorando o voto do ministro-revisor, que na sua visão “lavou a alma” de seu cliente, o advogado Alberto Toron, sem querer (ou querendo), deu uma dica do que vai acontecer nos próximos votos de Lewandowiski. O advogado Toron acredita que os argumentos do revisor a favor do réu petista podem se estender a outros acusados: “Abre uma perspectiva para os que mantiveram relações com a SMPB. E para os diretores da agência”.

Na verdade, nem previsava o advogado de JP dizer isto. Aquilo que a petralhava esperava – e a oposição também – começa a se desenhar: Lewandowiski tentará derrubar as teses de acusação do Procurador-Geral da República para livrar de condenação, principalmente, os réus petistas. O mesmo movimento deve ser seguido por pelo menos mais quatro ministros do STF nomeados para o cargo quase vitalício pelos presidentes da república petistas.

Por isso, os votos de Cezar Peluso – que se aposenta quinta-feira que vem – podem fazer muita falta para condenar os mensaleiros.

"Data Venha"

A triste realidade da politicagem adora imitar o humorismo da ficção no Brasil.

Esse negócio de "alma lavada" (ou enxaguada) é uma velha expressão do imortal personagem criado por Dias Gomes, o prefeito corrupto e sem vergonha de Sucupira, Odorico Paraguassu.

Será que, ao usar tal expressão, por efeito do subconsciente, o advogado de João Paulo não estaria vislumbrando uma futura gestão Odoriquenha para Osasco - onde a petralhada já adota o modelo sucupirano de mal governar?

Poligamia estável

Um homem, acompanhado de duas mulheres, conseguiu registrar a união estável dos três no Tabelionato de Notas de Tupã, interior de São Paulo.

Moradores do Rio de Janeiro, com aproximadamente 40 anos de idade e sem filhos, os três tentaram, sem sucesso, o mesmo registro em vários cartórios.

A criativa escritura pública de União Poliafetiva, feita para garantir os direitos iguais a todos os cônjuges, foi publicada no Diário Oficial da última quarta-feira.

Não chega a ser a “legalização da suruba” – como alguns comentários pela internet protestaram -, mas, tecnicamente, é uma espécie de poligamia burocraticamente consentida, sem a necessidade de os parceiros se converterem à religião muçulmana.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus.

O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva.

Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog e podcast Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos.

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

© Jorge Serrão. Edição do Blog Alerta Total de 24 de Agosto de 2012.

8 comentários:

Anônimo disse...

O comportamento do "ministro-revisor" ricardo lewandowiski ao começar a inocentar todos reus do mensalão, certamente cumprindo ordens do fdp canceroso mais corrupto em 500 anos de nossa Historia, pois è visita de casa desse casal que sofre de total anomia, mostrou ser o mais perfeito exemplo de um sevandija, pessoa vergonhosamente servil.

Bom representante da justiça brasileira!

A proposito, curiosamente esse tal "ministro-revisor" ricardo lewandowiski è amigo de um ladrão que roubou um crucifixo com o Cristo talhado em marfim oferecido por um angolano caucasiano e que se encontrava no gabinete presidencial. E falta a Biblia que também teve sumiço desse gabinete!

Diz-me com quem andas e te direi quem és!

Que falta de dignidade tal como o tifoso tifoli.

Submissão total ao bastardo canceroso, ao PT e ao PC do B.

Anônimo disse...


Mensalão: o que poucos sabem, e o Brasil deveria saber.

- Por Manoel Pastana
Procurador da República.
Aquí: http://brasilacimadetudo.lpchat.com/index.php?option=com_content&task=view&id=15759&Itemid=1

Anônimo disse...

O Brasil é uma vergonha; o STF , a cara do Brasil.

Anônimo disse...

Esse "ministro" è mesmo juiz ou "colou" todas as provas que fez?

Anônimo disse...

A louca terrorista obedecendo à Nova Ordem Mundial, vai obrigar todos os brasileiros a implantaram chips localizadores subcutâneos modelo Solusat, rasteraveis por satélites. Todos serão controlados estejam onde estiverem.

Para tal, já encomendou sigilosamente através da empresa VeriChip Corp 800 chips, mas muitos milhares vêm já a caminho.

Esta empresa è controlada pela Applied Digital Solutions, Inc., e em um artigo publicado em janeiro de 2002 na EETimes a empresa controladora informou que este é um mercado que pode gerar "70 bilhões de dólares por ano", sim, bilhões. Isso, se a sociedade permitir que as populações sejam numderadas como gado.

Para esta louca terrorista, somos gado, somos cães, somos gatos, somos merda!

Uma população totalmente controlada seria um prato perfeito para uma nova ditadura mundial.

O sonho de ditadores está nascendo. E, por incrível que pareça, agora o Brasil é o país do "futuro".

Em um país como o Brasil, no qual criminosos se elegem para se protegerem da justiça e em que a polícia tem parte de sua corporação dominada por "funcionários" de criminosos, não vai sobrar nenhuma testemunha para mais nada, já que qualquer testemunha terá seus passos registrados. Cada passo.

Cuidado Jorge, eles podem querer começar pelos jornalistas e blogueiros não petistas, não petralhas, não soviéticos!!

http://brasilacimadetudo.lpchat.com/index.php?option=com_content&task=view&id=15784&Itemid=141

Anônimo disse...

Por Reinaldo de Azavedo

"Super-Lewandowski contra a verdade dos fatos e a verdade processual

Quando o voto de Lewandowski for publicado, vocês lerão que, num dado momento, ele fala na "verdade processual". E chama a atenção para a expressão, como a dizer: "Eu não estou falando necessariamente da verdade dos fatos, mas da verdade que está no processo". O tema é bom. Rende muito.

O conceito de verdade processual deve valer como um instrumento de segurança, não de impunidade. Uma "verdade processual" que se choca frontalmente com a "verdade dos fatos" verdade não é, nem mesmo processual. Pode ser apenas um farsa ardilosa daqueles que escaparão impunes e daqueles que lhes garantirão a impunidade."

(...)"

http://brasilacimadetudo.lpchat.com/index.php?option=com_content&task=view&id=15787&Itemid=141

Rômulo A.R.Fontes disse...

Senhor Serrão,uma coisa é certissima,João Paulo foi laureado pelo jurista de São Bernardo, guardando as devidas proporções uma especie de Caruaru de São Paulo,mas em Osasco ele será massacrado nas urnas pelo povo daquela cidade.Lá quem vai gabhar é i ex-prefeito 2 vezes e atual deputado Celso Giglio primeiro lugar em todas as pesquisas.Nas ruas daquela cidade o clima politico eleitoral é totalmente favoravel ao ex-prefeito Celso Giglio,

augusto disse...

Como é sinistro ver ministro defendendo a petralhada.Esse nosso judiciário está indo para o ralo.