domingo, 19 de agosto de 2012

Eu estou com medo

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Paulo Cesar Romero Castelo Branco

Aos 71 anos de idade, após experiências na formação e educação de jovens, vivência em culturas adversas, responsabilidades de Comando e assessorias de alto nível, confesso que estou com medo.

Medo ao ligar a TV e encarar a desfaçatez da Suprema Corte Nacional tentando justificar a desonestidade das autoridades constituídas; a agressão institucional de uma PEC transformando as Forças policiais de segurança em órgãos permanentes na salvaguarda da Nação; a transferência de verbas para as FFAA destinadas a aquisição de carros-pipas, reservatórios portáteis de água para atender as populações nordestinas, numa clara intenção de modificar e anular o papel e missões militares.

Estou com medo da pornografia na TV em horário nobre banalizando o (e) (a) moral de nossa juventude; da mídia nacional apoiando comportamentos de governos equivocados em troca de benesses governamentais; dos nossos atletas desportivos escravos de quem melhor pagar; dos nossos governantes e parlamentares trocando o nome de ruas e logradouros com nomes de militares por reconhecidos terroristas.

Estou com medo dos candidatos a cargos eletivos com propostas de liberalização das drogas, da homossexualidade em nome de suposta liberdade de crença e de comportamentos.

Estou com muito medo que aqueles dirigentes e Comandantes mais conservadores e experientes,permaneçam calados sob argumento de supostas lealdade, disciplina, manutenção de ordem e coesão.

Estou amedrontado com a modificação dos currículos nas Escolas Militares transformando o jovem servidor da Pátria em seguidor de ideias socialistas.

Estou apavorado com o silêncio do MST que, financiado pelo Governo, ocupa e se estabelece em locais estratégicos do País e armazena armamentos de guerra.

Mas, o que está me matando, é a ignorância de nosso povo que se cala e se omite pelas migalhas das Bolsas Sociais.

Nesta fase de minha vida e passado do qual me orgulho, estou até com medo que transformem minha suada aposentadoria em dependência da Previdência Social com salário que já é quase mínimo.

Paulo Cesar Romero Castelo Branco é Coronel Reformado do EB.

2 comentários:

Anônimo disse...

Caríssimo Coronel Paulo Cesar Romero Castelo Branco

Já alertei no blog que assino com o pseudônimo de "AutoIndustrial" hospedado em www.milita.com.br, numa série de post que, mantida a atual política de reajuste salarias das FFAA, daqui a no máximo uns cinco ou seis anos, todos os proventos, remunerações e pensões militares calculados com base no soldo do suboficial/subtenente estarão iguais ou inferiores a um salário mínimo. Só que este "fenômeno" não ocorrerá só com os salários deste nível hierárquico, mas com todos os militares ativos, inativos e pensionistas e o pior que não vejo uma saída para modificar o futuro terrível que nos espera.

Provo científica e matematicamente naqueles posts como este "fenômeno" ocorrerá aplicando a teoria dos limites ao comportamento da relação proventos/salário mínimo ao longo do tempo.

Cordialmente,

Miguel Felix Barbosa
Suboficial Fuzileiro Naval - Reformado.

Manoel Vigas disse...




Saudações

ASSUNTO:
M I L I T A R E S EM 2012 . . .

“. . . . . . . lealdade, disciplina, manutenção de ordem e coesão” ?

************************

INFELIZMENTE, A BALANÇA SÓ POSSUI DOIS PRATOS.

ESTE FATO É INCONTESTÁVEL.

PORTANTO, CONFIRA:

SE NUM DOS PRATOS COLOCARMOS A LEALDADE, A DISCIPLINA E A MANUTENÇÃO DA ORDEM E DA COESÃO,


NECESSÁRIAMENTE DEVEREMOS:


COLOCAR NO OUTRO PRATO AS RESPONSABILIDADES,

A DEFESA E A SOBERANIA DA NAÇÃO,


SIM, . . . ABSOLUTA PROTEÇÃO DA NAÇÃO.


PROTEÇÃO CONTRA INIMIGOS INTERNOS --- ( 50 mil mortos por ano ? ),

PROTEÇÃO CONTRA INIMIGOS EXTERNOS --- ( território invadido à força e BRASILEIROS sendo desapropriados de suas próprias terras . . . ) .

“IDEM IBIDEM”, COM RELAÇÃO A OBRIGAÇÃO PROFISSIONAL DOS MILITARES .........

........ DE HONRAR OS OUTROS JURAMENTOS ASSUMIDOS PUBLICAMENTE.

NÃO HÁ DESCULPA,
NEM “jeitinho de malandro”.

SIM, TODOS JÁ ESTAVAM
“GRANDINHOS” QUANDO JURARAM DEFENDER A PÁTRIA.

NESTA FESTIVIDADE DE TANTO JÚBILO NÃO CANTARAM NENHUM HINO DIFERENTE ( nenhum hino globalista, comunista ),

E TAMBÉM NÃO JURARAM NENHUMA OUTRA BANDAIRA QUE NÃO FOSSE A BANDEIRA DO BRASIL

**********************

QUANTO AO RESTO, CONSTATAMOS UM INIMIGO FORTE, VITORIOSO, PROATIVO E SEM ESCRÚPULOS.

A CONCLUSÃO LÓGICA É ATERRADORA ! ! !

A “SOLUÇÃO FINAL” VIRÁ COM MUITO SANGUE

OU POUCO SANGUE ?

Atenciosamente.
Manoel Vigas