domingo, 19 de agosto de 2012

Hipocrisia Letal

Artigo no Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Arlindo Montenegro

McGeorge Bundy, presidente da Fundação Ford entre os anos 1966 e 1979, afirmou que tudo quanto a Fundação Ford faz é para "tornar o mundo seguro para o capitalismo", reduzindo tensões sociais, confortando os aflitos e aperfeiçoando o desempenho do governo.

As Fundações são financiadas por mega-empresas, rede bancária e governos para atuar em importantes áreas. Para “reduzir as tensões sociais”, repassam fundos de magnitude desconhecida para que as agências de inteligência infiltrem espiões e sicários bem treinados, tanto para influenciar nas decisões e mobilização de organizações como Ongs e sindicatos, como para agir criminosamente eliminando líderes não alinhados.

Isto lembra um artigo publicado em 18 de Setembro de 2002, por James Petras, em Global Research (The Ford Foundation and the CIA) alertando que: “A Agência Central de Inteligência (CIA), utiliza efetivamente as fundações filantrópicas como canal subsidiário de grandes somas de dinheiro para seus projetos, sem que os beneficiários conheçam a verdadeira fonte”.

Com seus imensos e inesgotáveis recursos, dominam as organizações da sociedade civil, sejam Ongs, sindicatos, associações ou qualquer tipo de instituição. Greves e protestos, que parecem contrárias à ordem social, às políticas governamentais ou ao sistema econômico, são fomentadas pelos financiadores e sem eles não subsistiriam.

O que fazem as Fundações como Ford, Rockfeller, a Fundação para a Ecologia Profunda e tantas outras é garantir a qualquer custo o “mundo mais seguro” para as elites econômicas e seus vassalos políticos.Até grandes e acreditados segmentos da imprensa e da mídia eletrônica disponibilizada pela internet, são hoje dependentes diretos ou indiretos de corporações que influenciam as políticas no mundo.

No Brasil são incontáveis as Ongs, financiadoras do MST, do Foro de São Paulo, dos programas de treinamento para sindicalistas e outros. Partidos políticos radicais de esquerda, que recebem “verbas” governamentais, atuam como válvula de escape local, sem perturbar a nova ordem mundial.

Outro exemplo é o Fórum Social Mundial, fundado no Brasil e que hoje tem papel decisivo servindo aos interesses dos controladores do mundo. O primeiro encontro do FSM aconteceu em Janeiro de 2001, em Porto Alegre sob governo do PT, reunindo milhares de ativistas de movimentos camponeses, militantes políticos, sindicalistas misturados com Ongs vindos de todos os continentes.

Logo o Fórum Social Mundial estava presente em Davos, na Suíça, como voz dos dissidentes explorados. Poucos sabem que o Fórum Social Mundial integra um grupo de Ongs selecionadas para atuar como elo de ligação entre elites do capitalismo e do socialismo: para direcionar a voz dos dissidentes, sem tocar nos processos políticos dos controladores mundiais.

Uma das ONGs que fornece recursos para o Fórum Social Mundial é a FTNG (Rede de Reservas Financeiras para o Comércio e Globalização), cuja missão é atuar como “uma aliança entre os doadores comprometidos na construção mundial de comunidades razoáveis”. Esta Ong que atua no Conselho Internacional da FSM, tem como membros financiadores a Fundação Ford, os Rockfeller, Fundação Merck, o Instituto para a Sociedade Aberta, Heinrich Boel e outros mais.

É bom lembrar também que o atuante Foro de São Paulo, com membros presentes em todos os governos da América “pobre”, é subproduto do Diálogo Interamericano, patrocinado por Rockfeller com a presença do ilustre sociólogo Fernando Henrique e do líder sindical Lula da Silva. Este figura como fundador do Foro de São Paulo e logo tem o apoio do eleitor Fernando Henrique para vir a ser Presidente da República.

A missão do Foro de São Paulo é reconstruir o que “foi perdido” pelos comunistas após a queda do Muro de Berlim. Na qualidade de “parceiros” dos controladores mundiais, cujo objetivo declarado é a nova ordem mundial, isto é ditadura global, junta-se a fome com a vontade de comer. Os dissidentes desta “ação entre amigos” são o alvo da máquina de guerra, violência e terror urbano.

A nova “ordem” mundial, exclui a liberdade, os tradicionais valores naturais, a disciplina ética apoiada no transcendental e atira ao lixo o intelecto base de toda a tradição das civilizações voltadas para o entendimento da Inteligência Cósmica.

Arlindo Montenegro é Apicultor.

2 comentários:

Staff disse...

E por falar em CIA? Lembramos que Julian Assange tem por tras de si o mega filantropista George Soros suspeito de usar dinheiro da CIA para investir em projetos de propaganda. Quando John Young (que hospedou o TLD wikileaks.org) descobriu que Assange seria supostamente um fantoche da CIA, retirou do ar o site. Agora o presidente do Equador sonha em usar Assange para se projetar mundialmente como mais um conspirador do governo Equatoriano que persegue em seu proprio pais, jornalistas que denunciam ilegalidades em sua administracao. Vai entender?

Staff disse...

Lembrando que Julian Assange tem por tras de si o mega filantropista George Soros suspeito de usar dinheiro da CIA para investir em projetos de propaganda. Quando John Young (que hospedou o TLD wikileaks.org) descobriu que Assange seria supostamente um fantoche da CIA, retirou do ar o site. Agora o presidente do Equador sonha em usar Assange para se projetar mundialmente como mais um conspirador do governo Equatoriano que persegue em seu proprio pais, jornalistas que denunciam ilegalidades em sua administracao. Vai entender?